Rompimento pode ser unânime

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Política | Data: 28 mar 2016

Tags:, , ,

Diário do Poder

Saída do PMDB do governo será confirmada por vitória acachapante 
Se não for unânime a decisão da executiva nacional do PMDB de romper com o governo, nesta terça (29), será por maioria acachapante. A avaliação é do vice-presidente do partido, senador Romero Jucá (RR), que presidirá a reunião e, ao iniciar os trabalhos, irá franquear a palavra. “Quero ver quem vai ter a coragem de defender Dilma”, diz ele, um dos primeiros no PMDB a defender o impeachment da presidente. A informação é do colunista Claudio Humberto, do Diário do Poder.O PMDB deverá romper e entregar os cargos por decisão de ao menos 70% dos votos. “Quem ficar não representará o partido”, diz Jucá.

Romero Jucá tem esperança de que o presidente do Senado, Renan Calheiros, que ainda resiste ao rompimento, mude de ideia.

Resistiam ao rompimento Renan Calheiros e o PMDB do Rio, que, após encontro com Michel Temer, decidiu aderir ao desembarque.

Ala do PMDB quer expulsar do partido quem continuar em cargos no governo

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Política | Data: 27 mar 2016

Tags:, ,

Tribuna da Bahia

Deputado Federal Lúcio Vieira Lima_Foto - DivulgaçãoA ala oposicionista do PMDB quer impedir que os sete ministros filiados ao partido se licenciem da legenda para permanecer nos cargos. Defensores do rompimento querem aprovar nesta terça-feira, 29, a expulsão de quem se recusar a desembarcar do governo. Hoje, além da vice-presidência da República, o PMDB ocupa os ministérios da Saúde, Minas e Energia, Agricultura, Ciência e Tecnologia, Turismo, Aviação Civil e Portos.

O diretório do partido irá se reunir nesta terça e a tendência é decidir pelo desembarque, apesar da resistência de ministros e alguns senadores e deputados. Os peemedebistas pró-impeachment passaram a manhã discutindo o que fazer com quem resistir a deixar o governo caso se confirme a decisão pelo rompimento.

“Não podemos permitir uma coisa dessas. Vamos aprovar a saída do governo e a punição para quem não sair”, afirmou Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), também oposicionista. “Não existe meio-dentro ou meio meio-fora. Não vamos permitir essa jogada a mais. Quem quiser propor isso, que meta a cara. Os ministros, em vez de defender a não saída, têm que dizer por que não querem sair”, afirmou o peemedebista.

Os posicionamentos da ala antigoverno são reação à decisão de alguns ministros de não entregar os cargos mesmo diante de uma eventual decisão pelo desembarque. O Estadão mostrou neste sábado, 26, que integrantes do partido próximos ao governo têm apontado também impasse diante da possível supressão de “centenas” de cargos do segundo e terceiro escalões em um ano de eleições municipais.

PMDB pró-rompimento se rebela contra permanência de ministros no governo

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 26 mar 2016

Tags:, ,

Por Josias de Souza

Ministérios DF

Depois de tornar-se majoritário, o grupo que articula o rompimento do PMDB com Dilma Rousseff se move para evitar uma manobra da ala que ainda resiste ao desembarque. Acertados com o Planalto, os sete ministros que representam o partido na Esplanada tentam obter uma espécie de salvo-conduto para permanecer no governo mesmo depois que a legenda se bandear para a oposição. Para evitar punições, esses ministros se licenciariam do PMDB.

Pioneiro da causa do rompimento, o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) disse: “Não vamos aceitar esse tipo de coisa. Assim como não existe meia gravidez , também não pode existir meio rompimento. Não é razoável que, depois da decisão de romper, filiados do partido permaneçam no governo como ministros licenciados do PMDB. Isso seria a desmoralização.”

A decisão sobre o rompimento será tomada em reunião do diretório nacional do PMDB marcada para terça-feira (29). Os partidários da tese estimam que prevalecerão sobre a ala governista com mais de 75% dos votos. A despeito disso, amanheceram inquietos neste sábado. Deve-e a excitação a uma declaração feita na véspera pelo ex-ministro Moreira Franco. Fiel aliado do vice-presidente Michel Temer, Moreira levou o rosto ao ‘Jornal Nacional‘ para informar que o partido não vai exigir a saída dos ministros a qualquer custo. …Leia na íntegra

Entidades e movimentos sociais pedem saída do PMDB do governo Dilma

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política | Data: 23 mar 2016

Tags:, , ,

Bocão News


Por Juliana Nobre (Twitter: @julianafrnobre) | Fotos: Paulo M. Azevedo / Bocão News
Um documento assinado por 47 entidades e movimentos sociais contrários ao governo Dilma pede a saída do PMDB do governo federal.  A moção, na qual o Bocão News teve acesso com exclusividade nesta terça-feira (22), será entregue à direção e parlamentares do PMDB. Em nome da Aliança Nacional de Movimentos Democráticos, as entidades criticam como a sigla ainda permanece como “âncora da base aliada funcionando no jogo mercenário do toma lá, dá cá”.
No documento, entidades como “Eu quero Lula na cadeia”, “Instituto Democracia e Ética”, “Ordem dos Médicos do Brasil” e “Organização contra a Corrupção”, defendem que “diante de um quadro caótico cresce a repulsa popular à pistolagem política que degradou o conteúdo substantivo da democracia”. As entidades ainda definem o governo como “circo de horrores ” e apontam que enquanto o PT estiver no poder não haverá chances de recuperar a governança e a credibilidade do país.
DOC 1
O documento foi entregue ao deputado estadual Herzem Gusmão, que também é representante da Bahia na associação dos deputados do PMDB. A moção será levada para a reunião do diretório nacional da legenda, no próximo dia 29 de março. A reunião foi convocada pelo presidente nacional da sigla e vice-presidente da República Michel Temer e vai ocorrer às 15h na sala das comissões da Câmara dos Deputados. Na convocação, Temer informa que é para “conhecer e decidir sobre as moções que nela (convenção) foram apresentadas propondo o rompimento da aliança político administrativa com o governo federal”.

 

 

 

 

Vereador Edjaime ‘Bibia’ filia-se ao PMDB

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 22 mar 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais
fotos: Rafael Gusmão

DSC_0423

Na noite desta terça-feira (22), o vereador Edjaime Rosa ‘Bibia’ filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). A filiação do vereador foi discutida em uma reunião do partido e aceita por unanimidade pelos membros do diretório municipal do PMDB.

DSC_0397“O PMDB vêm formando um grupo para disputar as eleições 2016 que esteja engajado no projeto político que tem a frente o deputado Herzem Gusmão. E nada mais justo sermos fiéis a quem nos é fiel. O vereador ‘Bibia’ apoiou as candidaturas majoritárias do PMDB desde o início e, no momento difícil que enfrentamos em 2014, durante a candidatura do deputado Herzem, ele esteve ao nosso lado. Então, ficamos muito felizes de recebê-lo no PMDB”, declarou a presidente municipal da legenda, Geanne Oliveira.

Já o vereador Bibia garantiu que entrou no PMDB “para somar”. “Não estou aqui para dividir, nem afastar ninguém. Sempre estive presente nos encontros do PMDB, mesmo quando estava filiado a outros partidos e tenho uma relação com este partido. Minha intenção é trabalhar pesado para eleger nosso candidato a prefeito e formar a maior bancada de vereadores na Câmara”.

Direto de Salvador, o deputado estadual e pré-candidato a prefeitura de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, declarou que ficou feliz com a filiação de ‘Bibia’ no PMDB. “É importante a filiação de ‘Bibia’ pela pegada que ele tem em defesa dos mais humildes, da periferia e da zona rural. Pela sua lealdade. É gratificante para o PMDB tê-lo conosco”.

PMDB recebe o vereador Bibia em reunião

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 22 mar 2016

Tags:, , ,

da Redação
Foto: Ascom/Câmara

BibiaO vereador Edjaime Rosa (Bibia) deverá deixar o PSDB e busca um novo partido no prazo dado pela Legislação Eleitoral com a janela que permite a troca partidária.

Nesta segunda-feira (21), em Salvador, o edil cumpriu agenda ao visitar os gabinetes dos deputados Herzem Gusmão (PMDB), e Soldado Prisco (PPS), ambos interessados em ter Bibia nas suas agremiações políticas.

Na noite desta terça-feira (22), a presidente do PMDB Geanne Oliveira, e o secretário geral do partido, Edvaldo Ferreira, irão receber o vereador Bibia para uma conversa definitiva onde martelo deverá ser batido. Ambos são favoráveis ao ingresso do vereador tucano no PMDB que passaria a ter um vereador na Câmara Municipal.

“Estou satisfeito e venho recebendo convites de Geanne e Edvaldo Ferreira há muito tempo”, disse Bibia já determinado a ingressar no PMDB. O rompimento inevitável com o Governo Federal e o PT, e a pré-candidatura a prefeito de Herzem Gusmão – têm ajudado o vereador Bibia na escolha pelo PMDB.

Temer assina convocação da reunião do desembarque do PDMB da gestão Dilma

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 18 mar 2016

Tags:, ,

Por Josias de Souza

Antonio Cruz/ABr

Vice-presidente da República e presidente do PMDB, Michel Temer assinou na tarde desta quinta-feira, em São Paulo, o ato de convocação do diretório nacional da legenda para o próximo dia 29 de março. Nesse encontro, o colegiado vai decidir sobre o rompimento do partido com o governo petista de Dilma Rousseff. Estima-se que já está consolidada a maioria a favor do desembarque.

A pedido de Temer, a reunião foi remarcada do dia 28, uma segunda-feira, para 29 de março. A convocação foi apoiada por 12 diretórios estaduais do partido, três além do mínimo exigido pelo estatuto partidário. Entre esses diretórios está o de São Paulo, ao qual Temer é filiado.

Sintomaticamente, o PMDB decidiu se equipar o para o rompimento num instante em que Lula, de volta às articulações brasilienses, fala em reinserir o partido no núcleo decisório do governo. Se sobreviver às ações judiciais que questionam sua presença na Casa Civil, Lula encontrará no PMDB um desafio duro de roer.

Hoje, a maioria do PMDB enxerga no vice Michel Temer, principal beneficiário de um eventual impedimento de Dilma, uma perspectiva de poder que Lula já não pode oferecer.

 

Geddel elogia ausência de Temer em posse de Lula: ‘PMDB quer sair’

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 18 mar 2016

Tags:, , ,

Por Evilasio Junior – Bahia.ba

Presidente do PMDB baiano está em Brasília e admite que o partido tem discutido a situação de crise do atual governo: “Com essa confusão toda, é reunião toda hora”

Foto: Blog do Marcelo/ Flickr
Foto: Blog do Marcelo/ Flickr

O presidente do PMDB baiano, Geddel Vieira Lima, elogiou a atitude do vice-presidente da República, Michel Temer, que não compareceu, nesta quinta-feira (17), à cerimônia de posse do novo ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Inácio Lula da Silva.

Contatado pelo bahia.ba, o peemedebista considerou o ato como “simbólico” e apostou que o seu partido vai romper definitivamente com o governo de Dilma Rousseff (PT). “Não tem aceno [de rompimento]. A convenção foi muito clara: o PMDB quer sair em até 30 dias. Michel tinha compromissos em São Paulo e fez muito bem de não ir, até porque estava tomando posse um ministro do PMDB, em total desrespeito à decisão da direção nacional”, apontou Geddel, em relação à nomeação do deputado Mauro Lopes (MG) como titular da Secretaria de Aviação Civil (SAC).

O comandante do PMDB da Bahia está em Brasília e só deve retornar a Salvador na próxima semana, devido às discussões sobre a crise política que atinge o Palácio do Planalto. “Com essa confusão toda, é reunião toda hora”, relata Geddel.

 

Associação Nacional de Deputados Estaduais do ‪PMDB‬ divulga nota pedindo a saída imediata do partido do governo Dilma

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 17 mar 2016

Tags:, , , ,

Banner Expoconquista

Da Redação

PMDB BBA Associação Nacional de Deputado Estaduais do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) divulgou nesta quinta-feira (17) uma nota em que pede saída imediata do partido do governo da presidente Dilma Rousseff, do PT. A decisão foi tomada diante dos últimos acontecimentos políticos que aconteceram no país.

Confira a nota na íntegra:

“Tendo em vista os últimos acontecimentos que aprofundaram ainda mais a crise política que assola o Brasil, a Associação Nacional de Deputados Estaduais do PMDB, composta por 154 parlamentares presentes em todas as Assembleias Legislativas do país, vem a público exigir a saída imediata do partido do governo da presidente Dilma Rousseff, do PT.

Defendemos que, em virtude da grande responsabilidade que o PMDB tem com o país, devemos construir um projeto próprio que resulte na volta do crescimento econômico do Brasil.

Resolver a crise política para resolver a crise econômica. Pela independência do PMDB, em defesa do Brasil!”

Temer afastará do PMDB novo ministro escolhido por Dilma para Aviação Civil

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 16 mar 2016

Tags:, , ,

Por Josias Gomes


Os brasileiros testemunharão nos próximos dias um acontecimento inusitado. O vice-presidente Michel Temer, que também é presidente do PMDB, afastará da Executiva do partido e do convívio partidário o deputado federal mineiro Mauro Lopes. Fará isso depois que o parlamentar for empossado por Dilma Rousseff como novo ministro da Aviação Civil, nesta quinta-feira (17).

Deve-se a providência de Temer a uma decisão tomada pela Convenção Nacional do PMDB no último domingo. Acertou-se que o partido decidirá em até 30 dias sobre a proposta de rompimento com o governo Dilma. Até lá, os filiados do PMDB foram proibidos de aceitar novos cargos, sob pena de expulsão.

Nesta terça-feira, Mauro Lopes esteve com Temer. Disse-lhe que, convidado, decidira assumir o comando da pasta da Aviação Civil. Foi alertado para as consequências. Ensaiou uma meia-volta. Mas acabou aceitando o convite para compor a equipe de ministros de Dilma. …Leia na íntegra

Convenção Estadual do JPMDB acontece nesta sexta-feira (04)

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política | Data: 03 mar 2016

Tags:, ,

da Redação

Juventude

Parte da Executiva da Juventude do PMDB da Bahia se reuniu nesta quarta-feira (02) com o presidente estadual da sigla, Geddel Vieira Lima, para discutir ações e projetos que fortaleçam a legenda junto aos jovens baianos.

De acordo com a presidente do núcleo, Roberta Pires Ferreira, entre os diversos assuntos, também foi tratado sobre a Convenção Estadual do JPMDB, que acontece nesta sexta-feira (04), na sede do Partido, em Salvador, para a eleição dos novos dirigentes.

Segundo o edital, podem votar os membros do diretório estadual do JPMDB, os representantes da sigla na Assembleia com até 35 anos, os delegados dos diretórios da juventude municipal e os presidentes das comissões provisórias da JPMDB.

A eleição, que começa às 9h e termina às 11h, vai definir os membros do diretório estadual, delegados da convenção nacional, integrantes da Comissão de Ética e integrantes da comissão executiva estadual.

PMDB de Conquista oficializa filiação de Frederico Ferraz

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 09 jan 2016

Tags:, , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

Assessoria parlamentar

PMDB BBFrederico Ferraz Melo se filiou ao PMDB e é mais uma importante liderança da cidade que se incorpora ao grupo político que pretende apresentar uma alternativa consistente para as eleições municipais deste ano. A filiação de Fred ao PMDB é mais uma demonstração clara e inequívoca de que o partido prioriza a unidade das oposições como melhor caminho para 2016.

“Nosso partido continua buscando a ampliação de alianças em torno de um projeto de modernização e transformação de Vitoria da Conquista. Nesse momento o importante é agregar mais lideranças a esse projeto que iremos debater com a sociedade conquistense. Nossa prioridade é buscar a unidade em torno de propostas claras, que representem a mudança que a cidade deseja. Priorizamos a construção de um projeto modernizador, com gestão competente, eficiência nos serviços públicos e metas claras. Um projeto que seja capaz de construir a cidade do futuro e que resgate a política como melhor forma de transformar a realidade, encantando as pessoas. E é em torno desse projeto que faremos nossas alianças políticas, pautadas acima de tudo pelos interesses da cidade. Outras lideranças de vários campos políticos ainda virão junto conosco nessa caminhada. Tenho certeza que teremos a maior coligação, com mais candidatos, com mais apoio popular, pronta pra vencer as eleições”, afirmou o Deputado Herzem Gusmão.

Sobre a sucessão municipal, o Deputado Herzem ainda declarou: “A política tem de saber ouvir o que o povo quer, e o povo quer mudanças. Depois de 20 anos, Conquista precisa se libertar. O momento agora é de construir pontes e alianças para vencermos as eleições. A definição das candidaturas se dará no momento certo. Ainda é cedo. Temos vários nomes fortes nos diversos partidos de oposição. Candidaturas serão tratadas na hora devida, em convergência e entendimentos com todos os partidos que comporão nossa coligação. A melhor chapa sairá do entendimento dos partidos de oposição na Bahia, priorizando o que iremos realizar por Conquista e pela Bahia, mostrando unidade, a exemplo do que ocorre com ACM Neto em Salvador. Nosso projeto para a Bahia é único, mas política se faz com paciência e muita conversa. Estamos nessa fase de agregar”, completou o deputado Herzem Gusmão.

Impeachment: Lúcio reage contra manobra de Picciani

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Política | Data: 07 dez 2015

Tags:, , ,

da Redação

Lucio GloboO deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB/BA) reagiu contra a manobra do líder do PMDB na Câmara, deputado defedal Leonardo Picciani (RJ) que já fez indicação de 5 nomes dos 8 que tem direito o partido para integrar a comissão do impeachment contra o Governo Dilma Rousseff (PT).  “Em vez de reunir a bancada, o Picciani discute os nomes do PMDB no Palácio do Planalto”, reclamou o deputado baiano.

O PMDB terá oito representantes na comissão. Picciani já escolheu cinco, todos contrários ao impeachment. Além dele mesmo, o líder do PMDB convocou Hildo Rocha (MA), João Arruda (PR), José Priante (PA) e Washington Reis (RJ). “Como não fez nenhuma reunião, Picciani não pode falar pela bancada, é porta-voz de si mesmo. Não é desse jeito que se constrói a unidade partidária”, criticou Lúcio. Ele disputou a liderança com Picciani, em fevereiro. Perdeu pela diferença apenas de um voto.

“Todo mundo sabe que o PMDB é um partido dividido”, afirmou Lúcio. “O papel do líder, como intérprete da vontade da bancada, deveria ser o de respeitar a proporcionalidade, incluindo na comissão do impeachment representantes de todos os grupos.”

Com informações do site de Josias de Souza

 

 

Em congresso nacional, PMDB da Bahia defende rompimento com Governo

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 17 nov 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1222foto: divulgação – assessoria parlamentar

A comitiva do PMDB baiano marcou presença no Congresso da Fundação Ulysses Guimarães (FUG), nesta terça-feira (17). A atividade serviu como uma prévia da Convenção Nacional do partido, que está dividido entre os que querem o rompimento com o PT no âmbito nacional e os que defendem a permanência no Governo. O deputado Herzem Gusmão, bem como o presidente estadual da legenda, Geddel Vieira Lima, e o deputado federal Lúcio Vieira Lima, estão entre os que defendem o rompimento.

De acordo com Herzem Gusmão, o PMDB nacional precisa seguir os exemplos do partido em Vitória da Conquista e na Bahia, que se opõem ao PT. “Temos de sair deste governo que está implodindo, sem sintonia com a sociedade, com denúncias e mais denúncias de corrupção”, disse o parlamentar. O deputado federal Lúcio também reafirmou o posicionamento de rompimento. “Não podemos ficar atrelados a cargos”, afirmou Lúcio, em contraponto à posição do ministro Eliseu Padilha, que quer manter o partido ao lado do PT.

Segundo Herzem Gusmão, o Congresso da Fundação Ulysses Guimarães revelou que o PMDB está muito dividido. “O importante é que sinalizamos pelo rompimento e vamos defender esta ideia até a convenção nacional do partido, que acontece em março do ano que vem”.

Também participaram da convenção os deputados Pedro Tavares, Hildécio Meireles e Luciano Simões Filho, a presidente do PMDB de Vitória da Conquista, Geanne Oliveira, a presidente da Juventude​ do PMDB da Bahia, Roberta Pires Ferreira e grande comitiva do PMDB Bahia.

Ala rebelde acusa ministro do PMDB de boicotar grupo

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Política | Data: 03 nov 2015

Tags:, , ,

Por Pedro Venceslau (Estadão)

Dissidentes atribuem a ministro do Turismo, Henrique Alves, ação para esvaziar movimento que pede afastamento de Dilma

A duas semanas do congresso do PMDB, no qual o partido deve atualizar seu estatuto e aprovar um novo programa, o bloco anti-Dilma da sigla adotou a estratégia de buscar protagonismo contra os correligionários governistas escolhendo como alvo ministros do partido. Eles acusam especialmente o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, de liderar um movimento para esvaziar o grupo e implodir o encontro da legenda.“Os caras são empregados da Dilma. Não agem como ministros do Brasil, mas como ministros dela e do PT que são capazes de fazer qualquer tipo de serviço para evitar o impeachment”, diz o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA). Ele e o irmão, o ex-ministro da Integração Nacional na gestão Luiz Inácio Lula da Silva, Geddel Vieira Lima, que preside o PMDB da Bahia, são os porta-vozes da dissidência no partido.“(Henrique) Alves queria que não houvesse congresso. Tudo para prestar serviço ao governo. Ele defende que o PMDB seja um sindicato viabilizador de empregos. Quem não quer que o partido se reúna é quem está empregado no governo. Não querem desagradar o empregador”, afirma Geddel. Procurada pela reportagem, a assessoria do ministro não respondeu até a conclusão desta edição.

Lúcio Vieira Lima diz que ministros trabalham para evitar impeachmentLúcio Vieira Lima diz que ministros trabalham para evitar impeachment. Foto: Divulgação

Na segunda-feira passada, Alves afirmou, em um almoço com empresários, em São Paulo, que a dissidência do PMDB “não é majoritária”. “Não haveria, hoje, uma maioria no PMDB a favor do rompimento com o governo. Essa maioria não existe”, disse.

Marcado para 17 de novembro, em Brasília, o congresso do PMDB foi convocado inicialmente para que o partido também formalize a intenção de lançar candidato próprio à Presidência da República em 2018, o que sinalizaria desejo de rompimento com o governo Dilma. O tema da ruptura explícita poderá ainda estar presente caso seja votada alguma moção nesse sentido.

A ala governista trabalha para evitar que a questão do afastamento com o governo prevaleça no encontro. Mas a divulgação, na semana passada, de documento oficial do PMDB com críticas à política econômica – como a de que houve excessos por parte do governo em questões relacionadas ao equilíbrio das contas públicas – reanimou o grupo anti-Dilma.

 

PSDB conversa com PMDB, e unidade das oposições avança em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 26 out 2015

Tags:, , ,

da Redação

Onildo-BBBNa quinta-feira da semana passada, o deputado Herzem Gusmão (PMDB) foi recebido pelo presidente do PSDB de Vitória da Conquista, empresário do Labo, Onildo Oliveira. Em clima de cordialidade os dois conversaram longamente sobre a necessidade da elaboração de um programa de governo para ser apresentado na campanha eleitoral de 2016. Educação, Saúde, Segurança Pública, Transporte, Mobilidade Urbana e atividades comerciais e industriais foram abordados pelas duas lideranças da cidade. Os bairros periféricos e a zona rural receberam atenção especial.

“O PSDB ganhou muito com o amigo Onildo. Trata-se de um quadro excelente – tendo como herança a honradez e os posicionamentos políticos corretos do seu saudoso pai, Dr. Onildo, sempre em defesa da cidade.

Segundo o parlamentar a meta do PMDB, PSDB, DEM, Grupo Independente e outros partidos aliados é a construção de uma base sólida capaz de derrotar o projeto falido do PT que já dura quase 20 anos.

Peemedebistas reelegem Geddel à presidência estadual do partido

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 21 out 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_0310foto: divulgação – Assessoria Parlametar

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) da Bahia realizou a convenção estadual do partido, nesta quarta-feira (21), que reconduziu o ex-ministro Geddel Vieira Lima à presidência da legenda. Foram eleitos os membros do Diretório Regional da Bahia; delegados à Convenção Nacional; membros da Comissão Executiva, do Conselho Fiscal e da Comissão de Ética e Disciplina, e seus suplentes, além de deliberar e decidir sobre assuntos diversos de interesse do PMDB.

O deputado estadual Herzem Gusmão, uma das principais lideranças do partido no estado, participou da convenção e celebrou o evento. “Foi uma grande convenção, com a participação de lideranças de todas as regiões. O PMDB, mais uma vez, demonstrou a sua força”, disse Gusmão. O parlamentar afirmou também que ficou muito feliz com a possibilidade de o deputado Lúcio Vieira Lima assumir a presidência da Câmara. “Lúcio é um deputado que tem enorme prestígio em todo o país e está muito cotado para comandar a Casa”, disse Herzem.

Segundo parlamentar, o prestígio de Lúcio aumentou ainda mais depois que ele passou a defender até o rompimento do PMDB com o PT, em virtude dos escândalos de corrupção que envolvem o governo federal. “O PMDB é um partido histórico, de resistência, e não pode aceitar o que está acontecendo no país. Nós precisamos tomar uma decisão porque não compactuamos com a corrupção”, concluiu Herzem.​

PMDB da Bahia realiza Convenção Estadual nesta quarta (21)

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política | Data: 20 out 2015

Tags:, ,

Ascom

PMDB BBA Convenção Estadual do PMDB da Bahia será realizada nesta quarta-feira (21), das 9h às 12h, na sede do Partido, em Salvador. São esperados membros dos diversos diretórios municipais que, eleitoralmente, representam mais de 6 milhões de eleitores baianos e ajudarão a eleger os membros e suplentes do Diretório Regional da Bahia do Partido; delegados e suplentes à Convenção Nacional do Partido; membros da Comissão Executiva e seus suplentes, do Conselho Fiscal e seus suplentes, e da Comissão de Ética e Disciplina e seus suplentes, além de deliberar e decidir sobre assuntos diversos de interesse do Partido.

O evento contará com um ato político às 11h e terá a presença dos presidentes da legenda Geddel Vieira Lima (Estadual) e Lúcio Vieira Lima (Municipal). Também comparecerão ao evento os deputados estaduais Pedro Tavares, Luciano Simões Filho, Herzen Gusmão, Hildécio Meireles, Leur Lomanto Jr. e Alex Lopes, além dos vereadores e diversas lideranças políticas.

Geddel se diz envergonhado com postura de sua sigla

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política | Data: 03 out 2015

Tags:, , ,

Tribuna da Bahia

GeddelA reforma ministerial da presidente Dilma Rousseff (PT), que reduziu os ministérios de 39 para 31 e deixou nove petistas com pastas e sete peemedebistas, dando aos aliados inclusive o Ministério da Saúde, não agradou ao presidente da sigla na Bahia, Geddel Vieira Lima.

Para o ex-ministro de Integração Nacional durante o governo do ex-presidente Lula, a negociação de cargos feita pela petista com os peemedebistas, distribuindo os ministérios e dando aos correligionários pastas importantes, é uma espécie de “book rosa”.

Para quem não sabe, book rosa é um novo termo utilizado para se referir aos programas sexuais realizados por modelos após suas atividades profissionais ocorridas numa noite. Seria uma espécie de book, porém sem ser numa relação de trabalho empregador.

Nessa sexta (3/10), em seu Twitter, Geddel também disse se sentir envergonhado. Essa de que o PMDB está fazendo Book Rosa é terrível. 30 anos nesse partido,nunca senti tanta vergonha”, desabafou. …Leia na íntegra

Lúcio e mais 21 deputados do PMDB desautorizam acordo com Dilma por ministérios

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 01 out 2015

Tags:, ,

da Redação

Lucio

O PMDB nacional caminha para um inevitável racha. Além do deputado federal Lúcio Vieira Lima – mais 21 deputados não irão acompanhar o líder do partido, deputado Leonardo Picianni (RJ), que iniciou negociações com o Governo federal trocando nomeações para os ministérios por apoio a presidente Dilma Rousseff (PT). Na semana passada o PMDB encantou o Brasil com um programa de oposição. Agora o PMDB sinaliza para o toma-lá-da-cá. A reação de um bloco de parlamentares foi imediato. A tendência é de mais adesões. A repercussão do recuo do partido tem sido desastrosa em todo Brasil.

Confira a relação dos 22 deputados que não aceitam a negociata com o Governo e que assinaram um documento: Lúcio Vieira Lima (BA), Alceu Moreira (RS), Baleia Rossi (SP), Carlos Marun (MS), Celso Maldaner (SC), Darcísio Perondi (RS), Dulce Miranda (TO), Edinho Bez (SC), Flaviano Melo (AC), Geraldo Resende (MS), Jarbas Vasconcelos (PE), José Fogaça (RS), Josi Nunes (TO), Laudívio Carvalho (MG), Mauro Mariani (SC), Osmar Serraglio (PR), Osmar Terra (RS), Rogério Peninha Mendonça (SC), Ronaldo Benedet (SC), Roney Nemer (DF), Valdir Colatto (SC) e Vitor Valim (CE).