Moradores de Inhobim e região fecham a BR 116 pedindo atenção ao poder público

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 14 jul 2015

Tags:, , , , , ,

por Mateus Novais
foto: Ivanildo Ferrari (BRG)

IMG_5515

Os moradores dos distritos e povoados de Inhobim, Veredinha, Cercadinho e Poço Verde, em Vitória da Conquista, bloquearam a BR 116, na manhã desta terça-feira (14). A manifestação, que durou cerca de três horas, reivindica acesso à comunicação, moradia, saúde, transporte e saneamento manifestação.

IMG_0608

Segundo o padre Lenito de Jesus Santos, um dos líderes do movimento, as comunidades necessitam de mais atenção do poder público local. “Reivindicamos nossos direitos. Falta sinal de celular, uma creche, serviço de Correios e uma barragem. Outra coisa que pedimos é uma escola agrícola e a conclusão da Fábrica de Biscoito, para que a juventude não se perca e tenha como estudar e trabalhar”, disse o pároco da comunidade São José Operário.

Mesmo com após o protesto, os moradores das comunidades dizem que ainda esperam uma resposta do poder público. “É importante que a prefeitura nos procure e converse, mas que seja uma coisa sincera e não prometida, porque de promessa nem o santo vive mais. Então, eu quero uma coisa real, que diga: ‘vamos fazer’. E quero data”, finaliza o padre Lenito.

inhobim1inhobiminhobim2 IMG_0618

Padre comanda manifestação que interditará BR 116 em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 10 jul 2015

Tags:, , , , , , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

IMG_1005

As comunidades dos distritos e povoados de Inhobim, Veredinha, Cercadinho e Poço Verde, em Vitória da Conquista, realizarão um bloqueio na BR 116, na próxima terça-feira (14). A manifestação solicita mais atenção do poder público local e tem à frente a paróquia São José Operário, do padre Lenito de Jesus Santos.

Em entrevista ao programa Resenha Geral, o padre Lenito explicou que “a manifestação reivindica os nossos direitos à comunicação, moradia, saúde e saneamento, como prevê a Constituição [Federal]. E falta sinal de celular, uma creche, serviço de Correios e uma barragem. Outra coisa que pedimos é uma escola agrícola e a conclusão da Fábrica de Biscoito, para que a juventude não se perca e tenha como estudar e trabalhar”.

Ele também aponta como problema grave para estas comunidades o acesso ao transporte público. De acordo com ele, a população da região é ceifada do direito de ir e vir, já que um único ônibus atende as localidades, com apenas um horário para ir e voltar ao centro da cidade. O padre sugere que aja uma linha constante (semelhante ao que já acontece no Padroso), que seguiria até Inhobim, passando pela Lagoa de Melquiades, Baixão de Veredinha, Velame, Lamarão e Abelhas.

Questionado sobre a possibilidade de cancelamento do protesto, o padre Lenito respondeu: “É importante que a prefeitura nos procure e converse, mas que seja uma coisa sincera e não prometida, porque de promessa nem o santo vive mais. Então, eu quero uma coisa real, que diga: ‘vamos fazer’. E quero data”.

A manifestação bloqueará a rodovia federal por cerca de uma hora, a partir das 6 horas. “Nós não temos intenção de atrapalhar empresas ou fazer algo incoerente. Será uma manifestação pacífica. Nós queremos que as autoridades escutem a gente”, finaliza o padre.