Vacinação contra pólio e o sarampo é prorrogada até sexta-feira na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 17 set 2018

Tags:, ,

Da Redação
A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) informou, na manhã desta segunda-feira (17), que a campanha de vacinação contra a poliomelite e o sarampo será prorrogada na Bahia, até a próxima sexta (21). A prorrogação tem como objetivo alcançar a meta de 95% de vacinados no estado. Até agora, 92,57% do público-alvo foi imunizado.

A orientação é de que os municípios que ainda não atingiram a meta deem continuidade à vacinação, conforme orientações técnicas já estabelecidas. São 131 municípios que ainda não conseguiram atingir a meta vacinal. Na Bahia, até o momento, 785.585 crianças foram imunizadas contra a poliomielite e, 786.274 foram vacinadas contra o sarampo. A meta, tanto para polio como para sarampo, na Bahia, é de 849.361 para cada vacina.

Realizado segundo “Dia D” para vacinação contra a paralisia e o sarampo

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 03 set 2018

Tags:, ,

banner alfa park

Da Redação
foto: divulgação Secom PMVC


No último sábado (1º), a Secretaria Municipal de Saúde de Vitória da Conquista, seguindo a orientação do Ministério da Saúde, abriu sete unidades básicas de saúde da zona urbana, dando mais uma oportunidade para os pais que não levaram seus filhos até o dia 31 de agosto para se protegerem da poliomelite e do sarampo. Segundo a Coordenação Municipal de Imunização, até sexta (31), 77% do público do alvo já havia sido imunizado.

As unidades Panorama, Ademário Silva Santos, Vila América, Hugo de Castro Lima, CAE 2, João Melo e Régis Pacheco receberam o público desde as 8h da manhã até às 17 horas. No entanto, a Secretaria não divulgou quantas crianças foram vacinadas nesse último “Dia D”.

No estado, o balanço divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) é de que 85,58% das crianças foram imunizadas contra a poliomielite e 84,08% contra o sarampo.

Até o dia 28 de agosto, foram confirmados 1.553 casos de sarampo no Brasil, enquanto 6.975 permanecem em investigação. O país enfrentou dois surtos da doença: no Amazonas, que já tem 1.211 casos confirmados e 6.905 em investigação, e em Roraima, onde houve cerca de 300 casos confirmados e 70 em investigação.

Campanha de vacinação contra sarampo e pólio termina na sexta (31)

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 28 ago 2018

Tags:, ,

banner alfa park

Da Redação

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo termina nesta sexta-feira (31). Todas as crianças com idade entre um e 5 anos devem receber as doses. Este ano, a campanha começou mais cedo no município, uma forma de buscar uma maior efetividade na cobertura vacinal das duas doenças.

Dados do Ministério da Saúde mostram que 4,1 milhões de crianças em todo país ainda precisam ser imunizadas. Ainda segundo a pasta, até a última sexta 924), 62% do público-alvo havia sido vacinado no Brasil. Foram aplicadas, ao todo, mais de 14 milhões de doses – cerca de 7 milhões de cada. A meta do governo federal é vacinar pelo menos 95% das 11,2 milhões de crianças na faixa etária estabelecida e criar uma barreira sanitária de proteção da população.

Este ano, a vacinação será feita de forma indiscriminada, o que significa que mesmo as crianças que já estão com esquema vacinal completo devem ser levadas aos postos de saúde para receber mais um reforço.

No caso da pólio, as crianças que não tomaram nenhuma dose ao longo da vida vão receber a vacina injetável e as que já tomaram uma ou mais doses devem receber a oral. Para o sarampo, todas as crianças com idade entre um ano e menores de 5 anos vão receber uma dose da tríplice viral, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

Conquista: mais de 30% do público-alvo foi vacinado contra o sarampo e a poliomielite

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 20 ago 2018

Tags:, ,

Banner marcelo santana

Da Redação


No último sábado (18), foi realizado o dia “D” da campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite. Em Vitória da Conquista, 34 postos de vacinação foram disponibilizados das 8 às 17 h, visando atender cerca de 20 mil crianças.

De acordo com a Coordenação de Imunização, até a última quinta feira, 32% desse público tinha sido vacinado. A campanha segue até o dia 31 de agosto e a recomendação do Ministério da Saúde é que 90% das crianças sejam imunizadas.

A poliomielite é uma doença infecciosa grave que pode causar paralisia permanente em determinados músculos e que, geralmente, afeta crianças, mas também pode surgir em idosos e adultos com o sistema imune enfraquecido. Já o sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, transmissível e extremamente contagiosa. Ambas as doenças podem ocasionar a morte da pessoa infectada. Por isso, é importante que todas as crianças com idade entre 1 e 5 anos recebam uma dose da tríplice viral, contra o sarampo, e contra a pólio que é a vacina inativada poliomielite (VOP), na forma injetável e a vacina oral na forma de gotinha, desde que não tenham sido vacinadas num período de 30 dias.

Secretaria Municipal de Saúde contesta dados sobre a vacinação contra a paralisia infantil em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 04 jul 2018

Tags:,

Da Redação


A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância em Saúde, emitiu uma nota informando que os dados divulgados nessa terça (4) pelo Ministério da Saúde que apontam Vitória da Conquista como município com baixa cobertura de vacinação contra a poliomielite, doença que pode levar à paralisia parcial ou total, não refletem a realidade. Segundo a lista divulgada, esse índice estaria em 46,34%, ou seja, abaixo dos 50% recomendados.

Na nota, a coordenadora de imunização, Ana Maria Ferraz, afirmou que o Ministério da Saúde já está sendo contactado para que seja apurada a fonte dos dados divulgados e para que eles sejam corrigidos. Ela afirma, ainda, que os dados reais estão disponíveis no sistema: “os números mostram que a nossa cobertura está em 96,15% para os menores de um ano de idade na zona urbana, número bem superior ao divulgado”.

Conforme a Secretaria de Saúde, a vacina contra a poliomielite é oferecida permanentemente em todas as Unidades de Saúde do município, fazendo parte da rotina dos programas de imunizações (Calendário Nacional de Vacinação).