Bahia tem 1 ataque a banco a cada 3 dias

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 13 mar 2016

Tags:, ,

A Tarde

650x375_sao-sebastiao_1617199Foto: Luciano da Matta – Ag. A Tarde

Os ataques a agências bancárias e caixas eletrônicos na Bahia, que causam transtornos principalmente nas cidades do interior, já somam pelo menos 22 casos este ano, segundo dados do Sindicato dos Bancários. A estatística, que considera o período entre 1º de janeiro e o último dia 2, representa a proporção de um ataque a cada três dias no estado. Em 2015, quando 209 ocorrências foram contabilizadas, este número foi de dois casos por dia.

As explosões – que chegaram a 132 registros em 2015 e já somam 14 casos este ano – causam transtornos maiores do que a simples destruição das agências.

Em São Sebastião do Passé (a 58 km de Salvador), correntistas e outros usuários da agência do Banco do Brasil (BB), por exemplo, só puderam utilizar os serviços da instituição durante quatro meses no último ano.

O prédio – que havia sido reaberto em julho de 2015, após uma explosão provocar o fechamento por sete meses – foi alvo de um novo ataque em 18 de dezembro último, e a agência ainda não voltou a funcionar.

Quase três meses após o ocorrido, a obra de restauro do edifício ainda está em andamento, sem previsão de chegar ao fim, segundo informações da Superintendência do BB na Bahia.

A reinauguração da agência, de acordo com fontes ouvidas por A TARDE, também depende da compra de um novo cofre, o que pode demorar por causa de questões burocráticas, afirma um funcionário da instituição. …Leia na íntegra

Prefeitura tem R$ 2,5 milhões para propaganda em 2016 e pode patrocinar o E. C Vitória da Conquista para reduzir prejuízos que ela causou

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Esportes, Vit. da Conquista | Data: 22 fev 2016

Tags:, , ,

da Redação
Dinheiro

Desde sua fundação, já são 11 anos de vida, o E.C Vitória da Conquista, enfrenta o maior problema de toda sua existência.

A Prefeitura, sabidamente tem pecado com a falta de planejamento na execução de obras, tirou do time conquistense, até agora, o direito de disputar importantes competições oficiais no Estádio Lomanto Junior do Campeonato Baiano e Copa do Nordeste.

Os prejuízos financeiros podem ser calculados em aproximadamente R$ 300 mil. Contabilizam-se também os prejuízos técnicos, emocionais e o grande desgaste físico que abate os atletas.

A Prefeitura de Vitória da Conquista dispõe para o ano de 2016, só para fazer propaganda, R$ 2,5 milhões que são utilizados para promoção do Governo.

Com esses recursos, caso a administração reconheça que penalizou o time de futebol que representa e divulga a cidade – bem que poderia destinar em forma de patrocínio uma generosa cota ao time conquistense. A iniciativa da administração petista está sendo aguardada.

Jaguaquara decreta situação de emergência por causa das fortes chuvas

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 07 jan 2016

Tags:, , , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

Da Redação

lagoa2Foto: Blog do Marcos Frahm

A prefeitura da cidade de Jaguaquara, localizada a um pouco mais de 200 Km Vitória da Conquista, decretou situação de emergência nessa quarta-feira (6) por conta dos estragos provocados pela forte chuva que atingiu a região no início da semana. Foram apenas 40 minutos de chuva, mas o suficiente para afetar diretamente cerca de 300 famílias.

Segundo a Defesa Civil da cidade, em entrevista ao G1, depois de mais de dois meses sem chover, caiu na cidade 140 milímetros, quantidade de chuva prevista para todo o mês.

Muitas pessoas tiveram móveis perdidos já que, de acordo com a Defesa Civil, em várias casas, a água chegou a um metro de altura, sendo que os mais prejudicados foram os moradores ribeirinhos, já que o rio que corta a cidade transbordou. Além disso, 45 pessoas ficaram desabrigadas.

O decreto de emergência vai possibilitar a disponibilização, pelo governo federal, de recursos para que a prefeitura possa arcar com os prejuízos causados pela chuva.

 

Prejuízos causados pelas chuvas devem ser ressarcidos pela Prefeitura

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 21 jan 2015

Tags:, , ,

Ascom/MCMP

Chuva-Veículos-BB

O Presidente do Movimento Contra a Morte Prematura, André Cairo, afirma, “quem tiver prejuízos causados pelas chuvas, acione o Ministério Público, ou Advogado para ressarcimento. Enchentes invadem imóveis comerciais, residenciais e derrubam casas, árvores, postes, carregam veículos, pessoas, lixo, esgotos livres, etc., por falta de desvio pluvial adequado, onde bocas de lobo e canais contaminados descem rio abaixo com o Verruga, também contaminado!”

Nas chuvas torrenciais em Vitória da Conquista, na década de 60, enxurradas mediam 1m a 1,5m de largura, 90% da águas eram retidas pelas plantas na Serra do Peri Peri. Hoje, a cidade é alagada, com perdas e danos, perigo iminente, contaminação etc. Em 1987, seis pessoas morreram afogadas na Praça do Gil, num Corcel amarelo, e André foi a Prefeitura reclamar! Adiante, o volume d’água arrasta tudo pela frente, quando em 1994, um jovem de 14 anos morreu em um canal pluvial próximo ao IEED, e outras vítimas surgiram. Desde 1989 o MCMP vem cobrando providências da PMVC, com Ações no Ministério Público, manifestações, etc.

Atento à Lei Federal 10.257/2001, do Estatuto da Cidade, “em 25/07/2005, entreguei na PMVC, o OF.MCMP-082/2005, protocolado, alertando ao Prefeito, caso não cumpra a Lei, poderá pegar 5 anos de cadeia; despertaram p/ implantar o Plano Diretor Urbano, inserido na mesma, já defasado, enquanto as chuvas continuam dando prejuízos”. Finaliza Cairo, pelos direitos legais!

Temporal provocou prejuízos em toda cidade

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 11 nov 2014

Tags:,

Da Redação

veículos arrastados

Logo após o temporal que atingiu Vitória da Conquista na tarde de segunda-feira (10), o Blog da Resenha Geral recebeu várias fotos, vídeos e relatos de populares e comerciantes descrevendo os momentos de desespero e angustia que passaram durante parte da tarde de ontem.

enxurrada invade lojas

Prejuízos de mercadorias e danificações na infraestrutura de comércios. Além de motocicletas e carros com sérios danos foram alguns dos relatos. A estação meteorológica da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) informou que choveu quase 10 mm ontem a tarde. E que tem previsão de mais chuva ainda nesta semana. A explicação seria uma massa de ar que está localizada na região.

 

 

 

 

50% a redução do movimento de taxis com a greve dos bancários

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 10 out 2013

Tags:, , ,

da Redação

TAxi Barão BTaxistas de Vitória da Conquista reclamam da queda nas corridas de táxi após a greve dos bancários que afetou o funcionamento dos bancos. De acordo com Fábio Oliveira, que trabalha no ponto 3 da Praça da Bandeira, o movimento grevista tem prejudicado muito a categoria. “Não só nós, as pessoas têm reclamado como os aposentados, lojistas e quem precisa lidar diretamente com os caixas do banco”, disse Oliveira .

Já o taxista  Nil, do ponto 1, da Praça Barão do Rio Branco, declarou que os prejuízos chegam a 50% no número de corridas realizadas. “Esperamos que  esta greve acabe logo e tudo volte ao normal, afinal a greve deixa muitos prejuízos”, explicou. O presidente  do Sindicato dos Taxistas, Nilson Pinheiro, garantiu que com a greve os prejuízos são incalculáveis. “O dinheiro deixa de circular, e o movimento cai em vários setores da economia”, realçou o presidente.

Incêndio na Comunidade Terapêutica Fazenda Vida e Esperança

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Brasil, Polícia, Sudoeste | Data: 06 abr 2013

Tags:, , ,

Da Redação

INCÊNDIO-COTEFAVEUm grande incêndio atingiu na última sexta-feira (05) a Comunidade Terapêutica Fazenda Vida e Esperança – Cotefave, entidade conhecida por atender pessoas que querem se curar do vício de álcool e drogas e que funciona na cidade de Barra do Choça.

O incêndio começou à tarde nos fundos da propriedade, provocado por uma queimada que ocorria em uma fazenda vizinha. O fogo se alastrou rapidamente por causa do forte calor que fazia, das condições do vento e da vegetação seca. Várias pessoas que estavam na Cotefave tentaram apagar o incêndio com baldes de água. Como não foi possível conter as chamas, o Corpo de Bombeiros foi acionado.

O fogo destruiu o telhado da marcenaria da Comunidade, portas, janelas e queimou madeira apreendida pelo IBAMA, que era guardada na instituição. Os prejuízos ainda estão sendo calculados.

Foto: Blog do Jorge Amorim