Receita Federal recebe exposição sobre comunidades rurais de Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Cultura | Data: 01 ago 2018

Tags:, ,

Da Redação

Por mais um ano, a Receita Federal recebe exposição do Proler. Foto: arquivo do projeto

Começou nesta quarta-feira (1º) a exposição intitulada “Linguagens do Campo em Memoriais – Saber Memória”, na Receita Federal, em Vitória da Conquista. O evento é uma realização do Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler).

O projeto consiste em expor elementos que fazem parte da memória de algumas comunidades da zona rural de Conquista. A ação é de cunho educativo e cultural, com conexões entre leituras, escritas criativas, imagens, histórias de escolas e de pessoas dessas comunidades.

As produções são frutos do 26º Encontro de Leitura do Proler/Uesb Conquista, realizado para alunos do Ensino Fundamental do Círculo Escolar Integrado de Cabeceira, em outubro de 2017. A exposição, que acontece até o dia 31 de agosto, contemplou diversos aspectos das escolas dos povoados de Cabeceira, Periperi, Itapirema, Lagoa de Justino, Caiçara e Vereda Grande, como flores, vegetação, ofícios no campo, trabalhos em olarias, moradores antigos, manifestações culturais e religiosas.

O horário de visitação será das 8 às 17 horas. A Receita Federal fica situada na Praça Virgílio Ferraz, nº 32, Centro. Para mais informações, entre em contato com o Proler pelo telefone (77) 3421-1404.

Smed e Proler promovem capacitação para educadores da Rede Municipal

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Vit. da Conquista | Data: 19 out 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Ascom/Prefeitura (Conteúdo)

Em parceria com o Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler), desenvolvido pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), a Secretaria Municipal de Educação (Smed) está oferecendo capacitações a educadores da Rede Municipal de Ensino. Na manhã desta quarta-feira, 18, na Faculdade Maurício de Nassau, foram conduzidos dois minicursos, com os temas “Bibliotecas como Espaços de Heterotopias – Novas Sociabilidades” e “Educação Museal”.

A primeira atividade foi ministrada pela professora Ivana Lins a mais de 50 professores agentes de leitura da Rede Municipal. De acordo com ela, a iniciativa pretende qualificar esses profissionais para que eles desenvolvam dinâmicas para conquistar melhor o leitor. “A biblioteca tem essa obrigação de apresentar a leitura aos jovens de um modo mais livre. A biblioteca não vai determinar o que eles vão ler, eles têm a liberdade de fazer suas escolhas”, explica.

Para a professora Rose Mendes, que atua como agente de leitura na Escola Municipal Mãe Vitória de Petu, a atividade deve possibilitar a visão de outras formas de incentivo à formação de leitores, já que a leitura está na base do futuro dos estudantes. “A cada dia, você quer descobrir coisas novas, e isso se dá através da leitura. Então essa é a expectativa: de levar para os nossos alunos que a leitura ainda é o caminho para se navegar pelo conhecimento.”

A coordenadora das Salas de Leitura, Gilvane Chagas, conta que a parceria entre a Secretaria de Educação e o Proler já acontece há alguns anos, e agora está consolidada. Para ela, essa é mais uma oportunidade de qualificar e valorizar os profissionais do ensino. “O que a gente quer é que os nossos educadores e agentes sempre estejam tendo essa capacitação. Isso é muito importante, é o nosso desejo”, afirma.

Educação Museal – Também por meio dessa parceria, mais de 30 coordenadores da Rede Municipal de Ensino participaram do minicurso sobre “Educação Museal”. Ministrado pela professora Mona Ribeiro, a atividade tem como objetivo promover o resgate do memorial das escolas. “É bom que os alunos e os professores tenham o conhecimento, do por que do nome daquela escola, em que ano ela surgiu”, destaca Gilvane.

Povoado de Cabeceira recebe Encontro de Leitura do Proler

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 17 out 2017

Tags:,


Da Redação

Foto: Secom PMVC

Até a próxima quinta (19), Escola Municipal Francisco Antônio Vasconcelos, no povoado da Cabeceira, recebe o XXVI Encontro de Leitura do Proler. O evento, que começou nesta terça (17), acontece, anualmente, desde 2010 em escolas da zona rural do município.

O Encontro tem como objetivo  o incentivo à leitura e à escrita; a discussão sobre habilidades na leitura e produção de textos, em diferentes gêneros e linguagens; a democratização do acesso aos programas de leitura e a promoção do intercâmbio de práticas leitoras realizadas no município.

Assim, durante os três dias de evento serão realizadas leituras de histórias, manifestações artísticas de grupos folclóricos regionais e apresentação de esquetes culturais organizados por professores e alunos, minicursos, oficinas, além de exposição fotográfica.

A iniciativa é do Comitê Proler/Uesb de Vitória da Conquista, que é vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (Proex), à Secretaria Municipal da Educação de Vitória da Conquista e ao Departamento de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB) da Secretaria da Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério da Cultura.

Heleusa Câmara Figueira reconhecida na Câmara Municipal pelo Proler/Uesb

0

Publicado por Editor | Colocado em Cultura, Educação, Vit. da Conquista | Data: 27 abr 2016

Tags:, , ,

da Redação

Com informações e foto da Ascom/Câmara

EleuzaO mandato do vereador Coriolano Moraes (PT), mais conhecido como Professor Cori, realizou uma importante Audiência Pública, uma das mais relevantes da Casa neste ano, para homenagear o Proler/Uesb idealizado pela Professora Heleusa Figueira Câmara. O programa foi lançado em Vitória da Conquista em 1992.

A professora Heleusa Câmara foi alvo de homenagens e do reconhecimento pelo extraordinário projeto que visa estimular e resgatar o gosto pela leitura. A leitura engrandece a alma (Voltaire). Na sua fala agradeceu ao vereador Professor Cori pela realização da audiência pública e pela ajuda ao Proler, na época em que ele ocupou a Secretaria de Educação. Destacou a presença de todos que ocupavam a mesa, agradecendo ao prefeito Guilherme Menezes (PT), representado pelo secretário de governo Edwaldo Alves Silva. Lembrou a importante participação do ex-prefeito Murilo Mármore, “o apoio a comitiva de 22 pessoas da Fundação Biblioteca Nacional que viriam a Conquista para instalar o ponto piloto do Proler foi decisiva para que nossa cidade tivesse um programa como esse” disse.

Ex-prefeito e ex-ministro falam do Proler

0

Publicado por Editor | Colocado em Cultura, Educação, Vit. da Conquista | Data: 27 abr 2016

Tags:, ,

da Redação

Com informações e foto da Ascom

Por iniciativa do mandato do vereador Prof. Cori (PT), em Audiência Pública, a Câmara Municipal prestou homenagem ao PROLER/UESB um projeto que estimula a leitura. O evento contou com a presença da professora autora do programa, Heleusa Câmara; o secretário de governo do município, Edwaldo Alves; o ex-prefeito de Conquista, Murilo Mármore; o ex-ministro da Educação, Ubirajara Brito e a representante da UESB, Vanessa Lima.

Murilo Mármore

MuriloO ex-prefeito de Conquista, Murilo Mármore, compareceu ao evento e valorizou o projeto que muito tem contribuído na formação de jovens. Murilo destacou que em sua gestão como prefeito foi criado o Conselho Municipal de Educação, o primeiro da Bahia, e a criação da Biblioteca Central. O ex-prefeito lamentou que o país valorize pouco o ensino. “É preciso que nós façamos muito mais. É fundamental que os nossos professores, nossos colegas, passem para os pais de seus alunos a importância da leitura. Essa necessidade não morre nunca. Porque o Brasil, lamentavelmente, ainda apresenta índices absolutamente reprováveis no quesito educação”, disse Murilo.

Ubirajara Brito

O ex-ministro, Ubirajara Brito, destacou os trabalhos realizados no MEC no Governo José Sarney (87/88): “Tenho sempre na memória que, enquanto estávamos lá, focamos no ensino técnico e escolhemos Conquista para receber o antigo CEFET, hoje IFBA. Nenhum país vai crescer sem a educação fundamental, ensinar as crianças a ler e a contar. Foi assim que a Alemanha e o Japão resolveram seu problema no século 19. A educação fundamental também foi investimento de outros tantos países no século 20”, lembrou.

BiraO professor falou da importância de preparar e estimular os professores para tão nobre missão.  Lembrou que os professores no Brasil estão despreparados, “não por conta deles, mas dos governantes que não sabem valorizar o profissional. Afirmou também que a internet  está destruindo a leitura das crianças – que desde cedo aprendem a dedilhar o celular, o tablete e isso é nocivo. Nós estamos destruindo e minimizando a importância do livro de papel. Hoje os jovens não sabem nem escrever porque perderam o hábito de pegar o papel e a caneta”, sentenciou.

24º Encontro de Leitura do Proler

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Educação, Sudoeste, Vit. da Conquista | Data: 23 jul 2015

Tags:,

Da Redação

encontro prolerBuscando ampliar as ações de educação e atualização cultural na zona rural, o 24º Encontro de Leitura do Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler) acontecerá entre os dias 18 e 20 de agosto para os alunos do Círculo Escolar Integrado de Inhobim, na Escola Municipal Paulo Setúbal.

Contando com a presença de estudantes do ensino fundamental, professores da rede pública, agentes de leitura e comunidade em geral, o evento apresentará 12 oficinas com o enfoque em atividades leitoras que valorizem o saber local, reconheçam as produções culturais e incentivem a leitura e a escrita criativa, articulando e promovendo ações que levem à democratização dos espaços culturais e divulgação dos acervos literários. Acompanhe também o blog do Encontro. Com informações Ascom/Uesb.

Distrito de Iguá recebe ações de educação neste mês

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 02 set 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais
foto: Blog Proler

encontro 4 1O distrito de Iguá, em Vitória da Conquista, receberá o 23º Encontro de Leitura do Proler. O evento, realizado pela Universidade estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), ocorrerá na Escola Municipal Erasthóstenes Menezes realizará entre os dias 16 e 18 deste mês.

Participam do Encontro, professores da rede pública, agentes de leitura, estudantes do ensino fundamental e médio. O evento oferece 14 oficinas de formação de mediadores da leitura e é aberto a toda a comunidade.