Cursinho Pré-Vestibular Quilombola divulga período de inscrições

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 05 abr 2018

Tags:, ,

Da Redação

A Coordenação de Promoção da Igualdade Racial, em parceria com a Secretaria de Educação e com o Conselho das Associações Quilombolas do Território do Sudoeste da Bahia, divulgou o período de inscrição para o cursinho Pré-Vestibular Quilombola. As vagas são destinadas aos quilombolas, estudantes de baixa renda ou oriundos de escola pública.

Para se inscrever, os interessados devem comparecer à secretaria do Cursinho, localizada na Avenida Brumado, s/n, bairro Brasil, primeiro andar do Mercado Municipal entre os dias 16 de abril e 18 de maio, das 9 às 12 horas e das 14 às 18 horas.

Os documentos necessários para a inscrição são: RG, CPF, comprovante de residência, comprovante de conclusão do 2º grau ou atestado de matrícula do 3º ano do Ensino Médio na Rede Pública de Ensino.

As aulas vão acontecer nos turnos matutino e noturno. A aula inaugural está prevista para o dia 11 de junho, a partir das 19h, no mesmo local das inscrições.

Quilombolas da região de Oiteiro recebem Bolsa Família Móvel

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 22 set 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Ascom/Prefeitura (Conteúdo)

Nesta quarta-feira, 20, o Bolsa Família Móvel esteve realizando mais uma ação na zona rural de Vitória da Conquista. Dessa vez, a equipe se instalou na comunidade quilombola de Oiteiro. O atendimento também beneficiou famílias das outras sete comunidades da região: Poço de Aninha, Maria Clemência, Taboa, Manoel Antônio, Muritiba, Caldeirão e Riacho de Teófilo.

Cerca de 150 pessoas foram atendidas, na localidade, nesta edição do projeto, que disponibilizou serviços de atualização cadastral, inscrição de novos cadastros e balcão de dúvidas. “É de extrema importância essas ações do Bolsa Família Móvel, pois trazem para perto da comunidade os serviços que são de direito dela. Às vezes existem dificuldade de acesso ou financeira, e até mesmo questões da própria comunidade, então trazer para perto os serviços facilita”, destaca a supervisora de campo do Bolsa Família, Paloma Caires.

O representante da Associação de Moradores de Oiteiro e região, Valdenício Gonçalves, lembra que as oito comunidades que compõem a área possuem cerca de 400 famílias, e, portanto, a ação é bastante benéfica. “Em vez de deslocar tanta gente, cada um de uma vez, e com transporte difícil, quase todas as mulheres com crianças, facilita demais para as comunidades se reunir aqui”, confirma. E completa: “É um serviço muito bem feito que eles fazem aqui dentro, igualmente ao que eles fazem lá no centro da cidade.”

Marta Soares ficou contente quando foi informada que o Bolsa Família Móvel estaria na região. Com o benefício bloqueado há sete meses, ela pretende verificar a situação do seu cadastro e atualizar as pendências, para voltar a regularizá-lo. Com os serviços disponíveis perto de casa, ficou mais fácil resolver sua situação. “Achei muito bom, porque às vezes estamos sem dinheiro para ir à cidade. Eu tenho quatro filhos pequenos para criar, então, eu corro atrás. O Bolsa Família é o que me ajuda.”, revela.

Estudante expulso da UESB por fraude, entra na Justiça pra voltar à Universidade

0

Publicado por Editor | Colocado em Sudoeste | Data: 30 jun 2017

Tags:, , , , ,

Da Redação


Maurício Guilherme Nunes, um dos sete estudantes expulsos da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia por suspeita de fraudar o Sistema de Cotas da Instituição, por meio de cotas quilombolas, entrou na Justiça para tentar reverter a decisão. De acordo com o ex-estudante de medicina, a expulsão foi injusta.

Em outubro do ano passado, a Uesb abriu uma Sindicância para apurar as denúncias de fraudes feitas pelo Programa Fantástico da Rede Globo. Na época, a reportagem apontou que estudantes ingressaram na Universidade com declaração falsa, que atestavam que eram quilombolas da comunidade Quilombola da Rocinha, localizada na zona rural de Livramento de Nossa Senhora.


Após análise de documentos e visita à referida comunidade, a Universidade conclui que os sete estudantes, inclusive Maurício Guilherme, cometeram falsidade ideológica, sendo desligados da Instituição.  A decisão da Uesb foi publicada no Diário Oficial do Estado do dia 10 de junho.

Maurício Guilherme, que já estava a quatro meses da formatura, por sua vez, diz que apresentou documentos , como título de eleitor e baixo-assinado, que comprovam que ele residia na comunidade quilombola Itaguaçu, em Livramento de Nossa Senhora. Já a Uesb afirma que durante o Processo Administrativo instaurado, quando o aluno teve a possibilidade de defesa, ele não conseguiu comprovar a condição de morador do quilombo.

O atestado apresentado por Maurício no ato da matrícula, em 2011, foi assinado pela presidente da Associação do Desenvolvimento Comunitário, Cultural, Educacional e Social do Quilombo da Rocinha e Região (Acooped), Maria Regina Bonfim, responsável por emitir os documentos falsos, que foi denunciada à Justiça por falsidade ideológica, após ação do Ministério Público.

Agora, ele aguarda a decisão da Justiça e espera poder voltar a assistir as aulas para termina o curso de Medicina.

100 alunos serão atendidos pelo Curso Pré-Vestibular Quilombola

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 16 maio 2017

Tags:, ,

Da Redação
fotos: Rafael Gusmão


Na noite dessa segunda-feira (15), foi realizada a aula inaugural do curso Pré Vestibular Quilombola. Oferecido pela Coordenação de Igualdade Racial, em parceria com os núcleos de associações quilombolas do Território da Região Sudoeste da Bahia, o curso é mais uma política de ação afirmativa e valorização da juventude quilombola.

Conforme a Coordenação de Igualdade Racial, neste ano, 100 alunos estão matriculados nos turnos matutino e noturno. Além de matérias comuns ao currículo dos cursos pré vestibulares, os estudantes terão contato com a disciplina Cidadania e Cultura, que é voltada à identidade, realidade e cultura quilombola.

A aula inaugural contou com a presença do prefeito Herzem Gusmão, do secretário de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico Claudio Cardoso, do coordenador de Igualdade Racial Beto Gonçalves. O evento foi marcado ainda com a realização de apresentações culturais de membros da Associação de Capoeira Viva Conquista e de uma palestra com a professora da Universidade da Bahia (Uneb), Luciana Pereira.