Audiência Pública com a Embasa tratará sobre a construção da barragem do Rio Catolé

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 12 jan 2017

Tags:, , , ,

Da Redação

A audiência pública, marcada para a próxima terça-feira (17), foi um convite da Embasa para a Câmara Municipal de Vitória da Conquista, com o objetivo de discutir sobre a crise hídrica na cidade, com a solução de que seja construída uma barragem do Rio Catolé. Na ocasião serão apresentados os estudos ambientais, o projeto de engenharia e de educação socioambiental da obra.

Pela terceira vez em um período de quatro anos, a população de Vitória da Conquista e região, sofre há oito meses com o racionamento de água na cidade. Isso porque com a falta de chuvas, o volume de água acumulado nas barragens Água Fria I e II diminuiu os níveis drasticamente, além de também diminuir a vazão do rio Catolé.

Na manhã de ontem, quarta-feira (11), o presidente da Câmara de Vereadores, Hermínio Oliveira (PPS), e o 1º Secretário, Gilmar Ferraz (PMDB) receberam duas representantes da Embasa da unidade de Conquista. A iniciativa da realização dessa audiência é uma das etapas para o lançamento do edital de licitação, como afirmou Maísa Neves, assistente social da Embasa.

Outras licitações desse processo foram realizadas desde 2014, mas nenhuma empresa interessada compareceu para execução da obra. A exigência para obras e instalações da barragem, causadoras de significativo impacto ambiental, cumpre a obrigação legal, conforme a apresentação do estudos ambientais, o projeto e ações de educação socioambiental.

A Embasa apresentará o projeto na audiência pública, que vai acontecer às 15h, no Auditório do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães – Av. Luís Eduardo Magalhães, 1.180, Candeias, Vitória da Conquista.

Racionamento persistirá pelo menos até junho de 2017

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 27 dez 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Até a próxima sexta-feira (30), a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) estará distribuindo os novos calendários do racionamento de água de Vitória da Conquista, que também atende à cidade de Belo Campo. Com o novo cronograma, a expectativa é de que o período de racionamento persista, pelo menos, até junho de 2017.

Segundo a Embasa  as chuvas ocorridas no final deste ano registraram um acúmulo de 180 milímetros em novembro e 88 milímetros em dezembro no complexo de barragens Água Fria I e II, não alcançando uma “condição confortável de disponibilidade hídrica”. Essa situação levou a Embasa a manter a distribuição de água em regime preventivo de racionamento.

Assim sendo, a oferta de água será mantida em dois grupos e a alternância de três em três dias na distribuição de água para cada um.

Situação das barragens

As medições dessa segunda-feira (26) apontam que a barragem de Água Fria I (reservatório utilizado em situações emergenciais) continua com sua capacidade máxima, de 175 mil metros cúbicos. Já a barragem de Água Fria II está com 57% (perante os 34% registrados no início do racionamento), o que significa 3,7 bilhões de litros, enquanto sua capacidade total é de 6,5 bilhões.

Atualmente, a Adutora do Catolé é responsável por ofertar 87% da água distribuída pelo Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Vitória da Conquista.

Chuvas são insuficientes para por fim ao racionamento, garante Embasa

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 18 nov 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

foto-barra

Nesta sexta-feira (18), a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) emitiu nota desmentindo uma falsa informação que está circulando nas redes sociais apontando o fim do racionamento em Vitória da Conquista. O comunicado garante que as chuvas ocorridas na região das barragens de Água Fria I e II são insuficientes para por fim ao regime preventivo de racionamento no sistema integrado de abastecimento de água (SIAA) de Conquista e Belo Campo.

“Os rios que alimentam essas barragens estão situados no município de Barra do Choça, onde o índice de pluviosidade resultante das chuvas desta semana foi de apenas 60 milímetros, contra os 150 milímetros registrados em Vitória da Conquista. Com isso, o nível da barragem de Água Fria II – principal reservatório que atende o sistema – chegou a 51% de sua capacidade máxima, ante os 34% registrados em maio deste ano. Já a barragem de Água Fria I se encontra em seu nível máximo. No entanto, devido à sua pequena capacidade de acumulação, sua função é garantir reserva de água para manter o nível da barragem de Água Fria II em condições de abastecer Vitória da Conquista e Belo Campo”, aponta a nota.

A Embasa ainda ressalta que, desde junho deste ano, o sistema de captação de água do rio Catolé, tem contribuído com cerca de 80% da oferta de água distribuída nos dois municípios, “enquanto as barragens estão sendo preservadas para que possam voltar a ter níveis mais seguros de disponibilidade de água”.

Após últimas chuvas, Embasa informa situação das barragens que abastecem Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 17 nov 2016

Tags:, , , , ,

Da Redação

barragem-2
A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informou que no período de 13 a 16 de novembro, foram registradas precipitações que acumularam 52 milímetros na bacia hidrográfica das barragens de Água Fria I e II. O acumulado do mês de novembro representa 111 milímetros.

Com isso, a Barragem de Água Fria I está com 100% da sua capacidade e a Barragem de Água Fria II, que é a principal responsável pelo abastecimento de Vitória da Conquista, está com 51 % da sua capacidade, o que representa um aumento de 4% no índice em relação aos últimos dados divulgados no mês de outubro.

Mesmo assim, o racionamento em Vitória da Conquista, que já dura seis meses, não tem data para acabar. A Embasa solicita a população para que faça uso consciente da água, economizando ao máximo.

Capacidade das barragens Água Fria sobe para 47%

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 06 out 2016

Tags:,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

barragem-2

O nível de armazenamento das barragens que abastecem Vitória da Conquista e Belo Campo subiu. Segundo o último levantamento divulgado pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), as barragens Água Fria 1 e 2 contam atualmente com 47% da capacidade total.

Mesmo que em um volume ainda pequeno, as últimas chuvas têm contribuído para a recuperação das barragens. Desde o dia 1° de outubro, foram registradas precipitações na região das barragens que acumulam 89 milímetros.

No início do racionamento, dia 23 de maio, as barragens contavam com 39% do total da capacidade.

Racionamento continua mesmo com melhoria no bastecimento, diz Embasa 

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 06 out 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

RacionamentoO racionamento de água em Vitória da Conquista e Belo Campo continua até que os níveis de segurança dos mananciais sejam normalizados com a chegada do período chuvoso. O comunicado emitido pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) esclarece duvidas de conquistenses, moradores de pontos críticos do município, onde o fornecimento foi normalizado nos últimos dias.

Segundo a Embasa, após intervenções realizadas na rede distribuidora, houve um reforço no volume ofertado que regularizou o abastecimento em algumas regiões da cidade, criando a sensação de suspensão do racionamento. “O fornecimento de água para os bairros segue conforme o calendário entregue nos imóveis. Desde ontem (quarta, dia 5), a distribuição de água foi direcionada para o grupo B. O abastecimento no grupo A será retomado no próximo sábado (dia 8)”, aponta a empresa.

Alterações – Saem do grupo A e migram para o grupo B as seguintes localidades: bairro Vila América (trecho compreendido entre a Avenida Juraci Magalhães e a Rua Francisco Sabino), condomínios Cidade das Flores, Cidade Jardim, Riviera, Provence, Sul Residence, Morada Sul, Sul América, Loteamento Porto Seguro e adjacências. Já as localidades de Lagoas das Flores, Cedro, Chácaras Mirassol, Choça e Itapirema migraram do grupo B para o grupo A. Para identificar os dias em que haverá fornecimento de água, o morador pode acompanhar pelo mesmo calendário já entregue em sua residência. Basta substituir os dias marcados pelos que não estão marcados no calendário. Dúvidas e mais informações pelo telefone 0800 0555 195.

Embasa teme que calor aumente consumo de água

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 23 ago 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

IMG_0160

No mês de julho, o nível das barragens de Água Fria 1 e 2 se estabilizou. Além da conscientização da população, as baixas temperaturas do período de inverno foram apontadas pela Embasa como motivos para o bom momento do abastecimento no município de Vitória da Conquista. No entanto, com o retorno do calor, a empresa teme que o consumo de água volte a aumentar.

A redução nas barragens se estabilizou e o volume armazenado alcançou 40% de sua capacidade, contra os 34% registrados no início do racionamento. “Passamos de uma média de 23.7°C, no mês de julho, para 26.3°C, em agosto, e chegamos a registrar uma média de 29º C na semana passada. Quando as temperaturas estavam mais baixas durante o inverno, a população, naturalmente, mantinha um gasto menor de água, situação que mudou com o calor dos últimos dias”, detalha o gerente do Escritório Local da Embasa, André Ribeiro Castro.

Ainda de acordo com o gerente da Embasa, o volume de água ofertado é o mesmo desde o início do racionamento, o que torna indispensável que a população continue controlando o consumo “para que não haja desabastecimento em nenhum ponto da cidade”, afirma.

Poções: racionamento garantirá continuidade do abastecimento, diz Embasa

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Sudoeste | Data: 30 jul 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

barragem-de-morrinhosO racionamento de água que será implantado nos municípios de Poções e Bom Jesus da Serra (a 67 km de Vitória da Conquista) tem o objetivo de garantir continuidade do abastecimento até o fim do mês de outubro. A informação foi passada pela assessoria da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), neste sábado (30), através de nota.

De acordo com a Embasa, a medida cumpre uma determinação da Agência Nacional de Águas (ANA), já que, atualmente, o reservatório da barragem de Morrinhos está com 50% de sua capacidade total de acumulação. O problema está relacionado com a estiagem prolongada e atípica que vem contribuindo para a redução do volume de água armazenado na barragem.

Durante a vigência do racionamento, o volume de água ofertado será reduzido em 40% e o sistema será dividido em dois grandes grupos com o fornecimento acontecendo em dias alternados para aproximadamente 17 mil imóveis. O abastecimento alternativo e complementar para hospitais, creches, e escolas, além de imóveis que não foram abastecidos no período estabelecido no calendário, será garantido pela Embasa por meio de carros-pipa, mediante solicitação através do call center 0800 0555 195.

Audiência Pública  

Para explicar como acontecerá o racionamento, detalhar as ações da Embasa nos municípios e esclarecer dúvidas da população, serão realizadas audiências públicas nas Câmaras de Vereadores dos municípios. Em Poções, audiência ocorrerá na próxima quarta-feira (27), às 16h. Em Bom Jesus da Serra, a reunião acontece no dia 2 de agosto, às 14h. Durante as audiências, o corpo gerencial da empresa também concederá entrevista à imprensa local.

Recomendações

Nesse cenário, é importante evitar o uso de água potável para a lavagem de carros e calçadas ou rega de plantas e jardins. Para esses fins, é recomendável o reuso da água de lavagem de roupas ou da lavagem de hortaliças e legumes (ver mais dicas no hotsite Eu Economizo Água). Também é preciso que a população seja vigilante em relação a vazamentos na rede interna do imóvel onde mora ou frequenta, como centros comerciais e repartições públicas, e também em relação a vazamentos na rua.

Para informar sobre vazamentos na rede pública distribuidora de água, basta ligar 0800 0555 195 ou 3431-1023 para que a Embasa providencie o conserto da tubulação e evite perda de água na distribuição.

Embasa impõe calendário de racionamento também a Poções

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Sudoeste | Data: 30 jul 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

barragem-de-morrinhosfoto: Portal Poções

Começa a vigorar na próxima segunda-feira (1º de agosto) o calendário de racionamento no abastecimento de água em Poções. Assim como em Vitória da Conquista, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) dividiu o município de Poções em dois grupos, porém, com intervalo de dois dias em cada grupo na oferta de água.

Segundo a empresa, a medida é necessária por que os níveis de água na barragem de Morrinhos, que abastece o município, apresenta um déficit de 50% do normal de sua capacidade de água.

Vitória da Conquista

O racionamento na terceira maior cidade da Bahia teve início no dia 23 de maio. Desde lá, os grupos estão sendo abastecidos por três dias correntes, com intervalos de mais três dias. A projeção da Embasa é que  racionamento perdure até o mês de dezembro.

Servidores da Embasa realizam nova paralisação

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Bahia | Data: 21 jul 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC01225

Os trabalhadores da Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa) irão paralisar novamente as atividades por 24 horas nesta quinta-feira (21). A decisão foi tomada em assembleia nesta quarta (20), de acordo com o sindicato da categoria (Sindae).

Os profissionais tentam pressionar a empresa a aceitar um acordo coletivo. A Embasa, no entanto, oferece reajuste de 9,83% retroativos a maio. O mesmo índice seria aplicado ao abono alimentação. Os demais benefícios ficariam “congelados”. A categoria não aceitou a proposta.

A última paralisação ocorreu na terça (12) e afetou o atendimento ao público. Somente o posto de atendimento do SAC estará funcionando. No entanto, as equipes de rua irão trabalhar. Uma nova assembleia será realizada nesta sexta (22).

Abastecimento d’água está afetado em bairros do grupo B

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 14 jul 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

ÁguaO fornecimento de água encontra-se afetado na parte alta dos bairros do grupo B do calendário de racionamento em Vitória da Conquista. Segundo a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), o problema é momentâneo e causado por falhas eletromecânicas em equipamentos de bombeamento.

A Embasa informou que “uma equipe de técnicos da empresa já está atuando para corrigir o problema e restabelecer o funcionamento integral do sistema nas próximas horas, quando o abastecimento será retomado de forma gradativa”.

Enquanto isso, os moradores que não forem abastecidos no período estabelecido no calendário devem solicitar o abastecimento alternativo por meio de carros-pipa, através do teleatendimento 0800 0555 195.

Em meio ao racionamento, servidores da Embasa realizam paralisação

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Bahia | Data: 11 jul 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC01225

Uma paralisação de 24 horas irá atingir todas as unidades da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) nesta terça-feira (12). Os trabalhadores tentam aprovar um acordo coletivo superior a 4%, oferecido pela direção da empresa.

“Em reunião realizada na última segunda (4) a direção da empresa não apresentou proposta diferente da anterior (4% de reajuste salarial e “congelamento” das demais cláusulas econômicas). Alegou que não teve autorização do governo. Isso foi considerado um desrespeito, daí a decisão de paralisar os serviços na semana que vem”, apontou o Sindicato dos Trabalhadores de Água e Esgoto do estado (Sindae).

Em Vitória da Conquista, a paralisação afetará o atendimento ao público. Somente o posto de atendimento do SAC estará funcionando. No entanto, as equipes de rua irão trabalhar.

Racionamento

Desde o dia 23 de maio, Conquista enfrenta o seu terceiro racionamento de água. O calendário de abastecimento, com três dias com e três dias sem água, tem atrapalhado o dia a dia da população e aumentado a procura pelo serviço de atendimento da Embasa. Segundo a empresa, o número de ligações no teleatendimento (0800 0555 195) aumentou consideravelmente, o que tem causado congestionamento das linhas.

Embasa e UESB promovem ação sobre consumo racional de água

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 05 jul 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

uesb-1

A Embasa e a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) se uniram com o intuito de mobilizar a sociedade para o consumo racional da água. Na próxima sexta-feira (08), será realizada uma ação de conscientização no refeitório do Restaurante Universitário da UESB, das 11h às 14h, voltada a estudantes, funcionários e transeuntes do Campus de Vitória da Conquista.

Além da palestra de conscientização, de instruções para adoção de condutas permanentes para a preservação da água e da panfletagem, serão exibidos dados sobre a situação das barragens e do abastecimento na cidade. A mobilização, aberta a toda a comunidade, está sendo desenvolvida pela área socioambiental da Embasa em parceria com o Centro Universitário de Atenção à Saúde (Ceuas) da UESB.

“O desenvolvimento de ações educativas nos mais diversos segmentos sociais visam envolver toda a população na busca por alternativas responsáveis quanto ao uso da água e vem sendo organizado, sempre que possível, em parceria com instituições e movimentos populares da cidade”, destaca a assistente social da Embasa, Maísa Neves.

Embasa reúne lideranças comunitárias para tratar do racionamento em Conquista 

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 29 jun 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_0218foto: divulgação Embasa

Lideranças comunitárias representantes de vários bairros de Vitória da Conquista participaram de reunião na Unidade Regional da Embasa, na última segunda-feira (27). O encontro teve o intuito de reforçar os esclarecimentos sobre o racionamento e a importância do uso racional da água.

Durante a reunião, os participantes do Movimento Unificado das Associações de Moradores pontuaram demandas específicas de cada localidade por causa do racionamento. “Recebemos a todo tempo questionamentos de moradores que não sabem se comportar diante de um vazamento, de um atraso na chegada de água durante o racionamento, por exemplo. Quando nós estamos bem informados, podemos orientar corretamente cada um, evitando alardes provocados por boatos e alertando sobre a importância do cuidado com a água”, destacou a secretária da Associação de Moradores do Bateias II, Aline Arruda.

Os representantes das comunidades foram esclarecidos sobre operacionalização das manobras de abastecimento e canais de atendimento disponibilizados pela empresa, além dos fatores externos que interferem na continuidade da programação em determinadas áreas.

“Com as informações trocadas nessas reuniões, temos condições de promover um ciclo de confiança dentro das associações, que é repassado a toda a comunidade, e se efetiva com a melhoria dos serviços oferecidos pela Embasa, ainda que com a excepcionalidade pela qual passamos, que é o racionamento”, o gerente da Embasa, Álvaro Aguiar.

Racionamento: Embasa diz que abastecimento em Conquista está “razoável”

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 28 jun 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

Racionamento

Mesmo com racionamento, conquistenses estão recebendo quantidade de água bem acima do mínimo estabelecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), afirma a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). A concessionária de saneamento garante que vem conseguindo garantir uma média de distribuição de cerca de 100 litros por pessoa/dia.

De acordo com gerente do escritório local da Embasa em Vitória da Conquista, Álvaro Aguiar, “a condição de oferta do sistema integrado de abastecimento de água de Vitória da Conquista e de Belo Campo para as ligações regularmente cadastradas pela empresa é razoável”. Esta avaliação, segundo ele, leva em conta diretriz estabelecidas pela OMS.

Segundo a organização, quase um bilhão de pessoas no mundo sobrevive com 20 litros por dia, quantidade mínima necessária para a sobrevivência de cada ser humano. O volume fornecido em Conquista e em Belo Campo sofreu uma redução de 37,5%, diminuindo de 48 milhões para 30 milhões de litros de água por dia. …Leia na íntegra

Crise hídrica é discutida na Câmara de Vereadores de Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 22 jun 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_9374

Nesta quarta-feira (22), a Câmara de Vereadores realizaram uma Sessão Especial para debater a crise hídrica de Vitória da Conquista, principal preocupação da população que vive na terceira maior cidade da Bahia com população em torno de 350 mil habitantes.

IMG_9386Com a falta de chuva em Conquista, e principalmente na região da Barra do Choça onde estão localizadas as barragens de Água Fria I e II, a situação vem se agravando. Com isso, a cidade está sendo castigada por mais um racionamento de água controlado pelo Embasa. Caminhões-pipa estão reforçando no trabalho de amenizar a falta do líquido precioso na cidade e zona rural.

Para o presidente da Casa, Gilzete Moreira (PSD), esse debate é uma demonstração de que o Legislativo Municipal está atento às demandas da população. “Vemos que há o empenho de todos em contornar esse problema da água em nosso município. Então, estamos debatendo e cobrando uma solução para o abastecimento. Agora, esperamos que o plano que foi apresentado pela Embasa seja cumprido e que sai o mais breve a barragem do Rio Catolé”.

Para o debate, foram convidados representantes da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), Instituto Do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e Secretaria Municipal de Infraestrutura. No entanto, o Inema não mandou representante.

Embasa realiza ronda noturna para combater vazamentos 

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 21 jun 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_1543

A Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa) tem realizado rondas noturnas para identificar vazamentos na rede distribuidora. Segundo a empresa, o trabalho é uma das medidas emergenciais adotadas para combater o cenário de escassez hídrica em Vitória da Conquista.

As ondas são desenvolvidas a cada dia nas áreas que estão sendo abastecidas, conforme estabelecido pelo calendário de abastecimento. Os setores que estão sendo abastecidos são monitorados por equipes nos horários de maior incidência de pressão nas redes de distribuição, que normalmente acontecem durante a noite.  “As rondas noturnas nos ajudam a identificar muitos pontos de vazamentos, mas a maior parte das correções que efetuamos é informada pela própria população. Por isso é indispensável que haja esta parceria. É preciso que as pessoas notifiquem quaisquer vazamentos encontrados”, esclarece o gerente do Escritório Local, Álvaro Aguiar.

Para informar vazamentos na rua ou uso clandestino da água da rede de distribuição, a população pode utilizar o site da Embasa, ligar para o teleatendimento 0800 0555 195 ou ir pessoalmente a uma das lojas de atendimento localizadas na Rua Siqueira Campos (610) e no SAC do Centro.

Embasa estuda utilizar água de outros rios para abastecer Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 16 jun 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_9350Após o anúncio de um novo conjunto de captação de água na adutora do Rio Catolé, a Embasa comunicou mais uma obra emergencial para o período de crise hídrica em Vitória da Conquista. A intenção da empresa é aumentar a vazão do Rio Catolé através de outros mananciais da região.

“A gente está estudando fazer uma reversão de outros mananciais para o rio Catolé, como o Rio Gaviãozinho, de forma emergencial. Isso é uma obra de três a quatro quilômetros, para trazer um pouco de vazão para cá e garantir essa oferta de água para a cidade”, revelou o presidente da Embasa, Rogério Cedraz (foto).

A informação foi passada a imprensa no final da manhã desta quinta-feira (16), durante um encontro do presidente da Embasa, com o secretário Estadual do Meio Ambiente, Eugênio Spengler, e o prefeito de Conquista, Guilherme Menezes.

Racionamento: secretário autoriza apreensão de grandes bombas para irrigação

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 16 jun 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_9351Nesta quinta-feira (16), a Secretaria de Meio Ambiente e Embasa estiveram reunidas, em Vitória da Conquista, para discutir ações em torno da crise hídrica que o município enfrenta. O encontro ocorrido no Centro de Artes e Esportes Unificados, no bairro Alto Maron, apontou algumas ações emergenciais contra o desabastecimento.

Segundo o secretário Estadual do Meio Ambiente, Eugênio Spengler, uma delas é um maior rigor na fiscalização de captação de água para a irrigação. “Nesse primeiro momento, nós estamos retirando todas as bombas de irrigação dos irrigantes que não tem outorga e também daqueles que tem outorga que utilizam em área superior a 5 hectares”. A intenção dessa medida, para o secretário, é avaliar os efeitos da retirada das grandes bombas de captação no abastecimento humano. “Nós temos duas equipes [formada por Inema, Embasa e Polícia Militar] permanentes em campo, que, na semana passada, já recolheram 10 bombas de captação. E nós temos observado um maior volume na adutora do catolé e nas barragens Água Fria 1 e 2. Mas nós estamos avaliando se há associação direta com a retirada das bombas”.

Ainda de acordo com Eugênio Spengler, a prioridade, nesse omento, é o uso será garantido para uso humano e animal. Também participou do encontro o prefeito de Conquista, Guilherme Menezes.

Opinião: Constrangido, o prefeito se cala; a incompetência fala mais alto

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Geral | Data: 16 jun 2016

Tags:, ,

por Ivan Cordeiro

IvanO prefeito de Vitória da Conquista, que costuma falar baixo, em promessa na campanha de 2012, afirmou em alto e bom som que a presidente Dilma havia autorizado mais de R$ 140 milhões para investimento na Barragem do Rio Catolé. A promessa não virou realidade, como muitas outras do desgoverno petista. Agora, constrangido e silenciado, Guilherme vai deixar a prefeitura levando para casa a marca do insucesso de não ter construído a barragem que Conquista tanto precisa. Se tivesse construído, seria a maior e mais importante obra do seu governo. Mas 20 anos no poder e o apoio dos governos estadual e federal não foram suficientes.

Quando o prefeito José Pedral Sampaio firmou o contrato com a Embasa, em 1996, seus opositores queriam crucificá-lo, afirmando que o ele havia assinado o documento na calada da noite. O contrato do Município de Vitória da Conquista com a Embasa vence em agosto, e a prefeitura já informou que um novo contrato só ficará pronto no próximo ano. Mas estava em silêncio absoluto sobre o assunto. Nenhum pio. A ‘cláusula 14ª’ do contrato vigente informa que a prorrogação poderá acontecer desde que as partes cheguem a um consenso até 12 meses antes do seu término, o que não aconteceu. A prefeitura deveria ter feito audiências públicas com a população durante esse período, o que também não aconteceu. Participação zero. …Leia na íntegra