Transporte Público: Câmara oficializa pedido de diálogo com Prefeitura

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 09 jul 2015

Tags:, , , , , , ,

por Mateus Novais

DSC_0656

A Câmara de Vereadores oficializou o pedido, junto ao atual Governo municipal, de abertura de diálogo para discutir o caos no Transporte Coletivo da cidade. Os vereadores querem estabelecer uma mesa permanente para discutir pontos como: Redução de ISS, Reajuste da Tarifa; Reforma do Terminal de Ônibus, Passe Livre, Bilhete Tarifário e Contrato de concessão da empresas.

Segundo o presidente da Câmara, vereador Gilzete Moreira, “a Câmara vem desenvolvendo seu trabalho com independência, em defesa intransigente pela qualidade do serviço de transporte público em Vitória da Conquista. Então, o que queremos é discutir todas essas questões com clareza”. O parlamentar ressaltou também que no início das discussões da redução do ISS para as empresas de transportes, “o secretário Sellmann deixou muito claro que, mesmo com a redução, haveria o reajuste da tarifa. E depois ele declarou à imprensa que o reajuste só ocorreu porque nós não teríamos aprovado o projeto. O que nos causa estranheza, porque nós iríamos aprovar os projetos com as emendas que beneficiavam a população e a Prefeitura retirou o projeto antes”.

Ainda durante a coletiva, os vereadores deixaram claro que este primeiro esforço é para que seja viabilizado da revogação da tarifa de ônibus. “Queremos debater co a prefeitura o que pode ser feito para reduzir a tarifa, sem que a população sai perdendo desse processo”, finalizou o presidente da Câmara.

Participaram da coletiva, os líderes da situação e oposição, Florisvaldo Bitencourt (PT) e Arlindo Rebouças (PROS), além dos membros da Mesa Diretora: Edjaime Rosa – Bibia (PSDB), Juvêncio Amaral (PV) e Hermínio Oliveira (SD).

“Fora Viação Vitória”, pedem estudantes conquistenses

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 07 jul 2015

Tags:, , , , , , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

DSC_1589

Nestes dois primeiros dias de manifestações contra o aumento da tarifa de ônibus (reajustada duas vezes no período de oito meses), os estudantes secundaristas de Vitória da Conquista direcionaram o foco contra a Viação Vitória. A empresa é acusada de não cumprir vários pontos do contrato de concessão do transporte público da cidade.

DSC_1582Segundo os estudantes, os cerca de R$ 30 milhões que a empresa deve em outorga do serviço à Prefeitura é motivo suficiente para o rompimento do contrato por parte do município. “A Viação Vitória vem desrespeitando o usuário do transporte coletivo de Vitória da Conquista há muito tempo. Eles não oferecem serviço de qualidade, não coloca ônibus novos, roda com carros emplacados fora do estado, desrespeita o trabalhador e os estudantes, e também não paga o que deve ao município. Queremos que a Prefeitura rompa o contrato com esta empresa”, argumenta o estudante Tiago Pinheiro.

Como represália à empresa, o grupo impediu que vários ônibus da Vitória circulassem por cerca de quatro horas pela cidade. Os veículos também foram pichados com as frases “2,80 NÃO” e “2,80 é ROUBO”.

Estudantes rejeitam diálogo com Prefeitura e voltam a fechar terminal

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 07 jul 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

DSC_1600

Os estudantes secundaristas de Vitória da Conquista voltaram a protestar contra o reajuste da tarifa do transporte coletivo, nesta terça-feira (7). A manifestação teve início às 10 horas da manhã e promete se estender até às 14 horas.

O grupo de manifestantes impediu que os ônibus, principalmente da Viação Vitória, deixassem o terminal de ônibus da Av. Lauro de Freitas. Além disso, outros grupos bloquearam o trânsito dos veículos que tentavam circular nas ruas próximas ao centro comercial.

DSC_1583

Negociação

Segundo os líderes do movimento, a Prefeitura Municipal os convocou para uma reunião, onde seriam discutidos os pleitos dos estudantes. Porém, o chamado para negociação foi rejeitado. “Antes da votação do reajuste nós solicitamos diversas reuniões com o prefeito e o secretario de Mobilidade, mas eles não quiseram nos receber. Agora que iniciamos nosso movimento eles vêm nos procurar? Só iremos sentar para conversar quando acharmos que é a hora certa”, afirma Tiago Pinheiro.

Estudantes iniciam protestos contra reajuste da tarifa de ônibus

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 06 jul 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

DSC_0620

Os estudantes secundaristas de Vitória da Conquista iniciaram uma série de protesto contra o reajuste da tarifa do transporte coletivo. O grupo, formado por cerca de 200 estudantes, passou ainda pelo terminal de ônibus, Prefeitura e Câmara Municipal.

DSC_0609

A manifestação foi iniciada logo cedo, com concentração na porta das escolas da zona leste e saíram em direção ao centro da cidade. No terminal da Av. Lauro de Freitas, os estudantes paralisaram o fluxo de veículos por quase 30 minutos. Em seguida, o grupo se direcionou para o prédio da Prefeitura Municipal. Antes disso, um ato contra a reunião do Conselho Municipal de Transportes, que autorizou o aumento da passagem de ônibus, foi realizado na porta da Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente (os estudantes picharam a frase “aqui jaz um estudante”).

DSC_0625

Já na porta da Prefeitura, os estudantes intensificaram as palavras de ordem contra o prefeito Guilherme Menezes, o secretario de Mobilidade Urbana Luiz Alberto Sellmann e a empresa Viação Vitória. Um tumulto também foi registrado na passagem pelo prédio do Executivo municipal.

DSC_0631

Por fim, o grupo passou pela Câmara Municipal, protestando contra a atitude do vereador Ricardo ‘Babão, membro do Conselho de Transportes, que afirmou que o reajuste era bom para o estudante.

DSC_0645

“Esse reajuste de R$ 2,80 não passaria na Câmara de Vereadores”

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 03 jul 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

DSC_0568

A declaração acima foi dada pelo presidente da Câmara de Vereadores, Gilzete Moreira (PSB), durante entrevista ao programa Resenha Geral (Rádio Clube, FM 95,9). Durante entrevista com o radialista Herzem Gusmão, o vereador esclareceu o posicionamento do Legislativo Municipal em relação às discussões sobre o transporte coletivo e o novo valor da tarifa, fixada pela Comissão de Transporte em R$ 2,80.

Segundo o parlamentar, a Câmara estava participando ativamente das discussões em torno da proposta de reajuste. “Estávamos dialogando com as empresas de ônibus e os vereadores de situação e acreditávamos que a discussão poderia ocorrer com uma maior participação da Câmara. Mas aí veio a reunião do Conselho e determinou o reajuste de R$ 2,80”. Ainda de acordo com o presidente da Câmara Municipal, os vereadores entenderam a necessidade do reajuste, mas defendiam um valor de reajuste menor, de R$ 2,60.

Por fim, Gilzete Moreira voltou a ressaltar que em nenhum momento o Legislativo determinou o aumento de passagem durante as discussões de redução do ISS para empresas de ônibus. “A única coisa que pedimos eram garantias para o serviço de transportes. A emenda aprovada por nós fixava o valor da tarifa [R$ 2,40] em 12 meses, apenas isso. Quem retirou o projeto foi a Prefeitura, as discussões estavam correndo normalmente na Câmara”, finalizou o vereador.

Passagem já custa R$2,80; tarifa representa 15,6% do salário mínimo

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 01 jul 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

cidade-verde-vitoria-onibus-61

A partir desta quarta-feira (1º de junho), os usuários do transporte coletivo de Vitória da Conquista passarão a pagar o maior valor de tarifa do interior da Bahia: R$2,80. Este é o segundo reajuste de valor na passagem de ônibus que os conquistenses enfrentam em menos de oito meses, o último, em 5 novembro de 2014, alterou de R$2,10 para R$2,40.

O reajuste de 16,67% foi autorizado pelo Conselho Municipal de Transporte, composto, em sua grande maioria, por representantes ligados à Prefeitura Municipal. Após a aprovação do Conselho, o prefeito Guilherme Menezes, assinou o decreto, na última sexta (26).

Os dois reajustes em um período inferior a um ano assinatura representam um total de 36,5% a mais no valor da passagem. Para o trabalhador assalariado, que recebe R$788 e utiliza o serviço público de transporte na cidade duas vezes ao dia para ir ao trabalho, o aumento consumirá R$123,20. Ou seja, 15,63% do salário do trabalhador conquistense é direcionado apenas para o transporte.

ANTT autoriza reajuste de 7,7% nas tarifas de ônibus interestaduais

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Economia | Data: 28 jun 2015

Tags:, ,

Agência Brasil

onibusA Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou reajuste de 7,708% do coeficiente tarifário dos serviços de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros, conforme resolução publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira, dia 26.

O reajuste não se aplica ao transporte rodoviário interestadual e internacional semiurbano de passageiros e seus serviços diferenciados, que será determinado em ato específico, ressalva o texto. Os novos valores entram em vigor no dia 1º de julho.

Prefeitura publica decreto reajustando passagem para R$2,80; confira

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 27 jun 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

cidade-verde-vitoria-onibus-61

A prefeitura Municipal de Vitória da Conquista divulgou no Diário Oficial do Município, dessa sexta-feira (26), o decreto N.º 16.580 que autoriza o reajuste da tarifa do transporte coletivo para R$ 2,80. O reajuste terá vigência a partir de 01 de julho de 2015.

O documento, assinado pelo prefeito Guilherme Menezes, aponta que o reajuste representa um aumento de 16,67% no valor da passagem. Além disso, estende por mais um ano a desoneração do Sistema o pagamento do valor de gerenciamento pelas empresas operadoras, correspondente a 2% (dois por cento) da arrecadação tarifária.

CONFIRA DECRETO

R$ 2,80 deverá começar a valer dia 1º de julho; confira quem votou pelo reajuste

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 27 jun 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

cidade-verde-vitoria-onibus-151

Já encontra-se nas mãos do prefeito Guilherme Menezes a ata da reunião do Conselho Municipal de Transportes que definiu o aumento na passagem de ônibus de Vitória da Conquista. O documento foi encaminhado pelo presidente do Conselho e Secretário Municipal de Transportes, Luiz Alberto Sellmann, nessa sexta-feira (26).

A expectativa é que o prefeito assine o decreto no início da próxima semana para e que a tarifa passe a custar R$ 2,80 no dia 1º de julho. Caso ocorra a assinatura do decreto, os usuários do transporte coletivo de Conquista enfrentará o segundo reajuste de tarifa em oito meses; o que representa, somando os dois aumentos de valores, 36,5% em um período inferior a um ano (novembro de 2014 a julho de 2015).

Enquanto o novo valor da tarifa não é efetivado, confira os nomes dos membros do Conselho que votaram contra e a favor do reajuste.

Votos a favor:

Aurelino Alves Filho – Movimento Unificado de Moradores
Antônio Vilmar dos Santos – Setor Empresarial e Patronal (CDL)
Arleudes da Silva Viana – Sindicato dos Condutores Autônomos (Taxistas)
Sergio Hubner – Viação Cidade Verde
Cláudio Vinícius de Andrade – Viação Vitória
Antônio Ricardo (Babão) – Câmara Municipal de Vitória da Conquista
Herling Conceição – Coordenação de Trânsito
Daniel Botelho de Oliveira – Servidor da Coordenação de Transporte
Roberto Luz de Carvalo – Coordenação de Obras e Urbanismo
Wagner Santos Alves Dias – Procuradoria Jurídica do Município
João Alberto Rodrigues – Coordenação do Orçamento Participativo
Jordan Luís F. Rodrigues – Secretaria Municipal de Serviços Públicos
José Renato Barra de Souza – Secretaria Municipal de Meio Ambiente

Votos contra:

Tiago Santos Pinheiro – Orçamento Participativo
Mateus Santos Moura – Estudantes Secundaristas
Paulo Vinícius Meira – Estudantes Universitários
Álvaro Pithon – Câmara Municipal de Vitória da Conquista
Arlindo Rebouças – Câmara Municipal de Vitória da Conquista

Abstenções:

Nailton Vieira da Rocha – Sindicato dos Trabalhadores
Álvaro Silva Souza – Sindicato dos Rodoviários (SINTRAVC)
Rudival Maturano – Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico

R$ 2,80 é o preço da nova tarifa de ônibus em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 25 jun 2015

Tags:, , ,

.
por Mateus Novais

DSC_0498

Como esperado, o Conselho Municipal de Transportes aprovou por maioria o reajuste da tarifa do transporte coletivo em Vitória da Conquista. O novo valor para se deslocar de ônibus na terceira maior cidade da Bahia será de R$ 2,80.

O reajuste foi aprovado depois de extensa discussão e trocas de farpas entre estudantes e rodoviários com representantes das empresas de ônibus. Antes da definição do valor, ainda foi rejeitada a proposta dos estudantes e rodoviários o adiamento da votação para a próxima reunião ordinária.

Por fim, o resultado final da votação foi: 13 votos pelo reajuste; 4 votos contra; e 3 abstenções. A data em que a nova tarifa entrará em vigor ainda não foi definida. Mas a expectativa é que, dentro dos próximos dias, o prefeito Guilherme Menezes deve autorizar o aumento.

A reunião foi bastante conturbada, principalmente pela escolha do local em que ocorreu o encontro e a impossibilidade da participação de convidados. A sala, na Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente, escolhida para o encontro mal coube todos os conselheiros sentados. A imprensa, assim como os estudantes, foi impedida de acompanhar a discussão. Sendo liberada, após muita pressão, para acompanhar do lado de fora. Ainda assim, os estudantes continuaram barrados no portão, entoando palavras de ordem contrárias ao reajuste.

Estudantes questionam Prefeitura em discussão sobre reajuste de tarifa

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 25 jun 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

IMG_1208

Os líderes estudantis do movimento ‘Revolta do Busu’ concederam entrevista ao programa Resenha Geral, desta quinta-feira (25), e apresentaram as pautas de reivindicações contra o reajuste da tarifa do transporte coletivo. Os estudantes questionam o posicionamento da Prefeitura Municipal no processo de discussão do reajuste.

Segundo o Gabriel Xavier, presidente da UJS, dois reajustes no período de sete meses inviabiliza a vida dos estudantes e trabalhadores de Vitória da Conquista. “Quase 40% de aumento na passagem em sete meses é inviável. E a contra proposta do secretario é defender o reajuste com unhas e dentes. Nas entrevistas, ninguém sabe dizer quem é secretário e quem é dono de empresa”.

Por isso, o intuito do movimento é “constranger os conselheiros para que eles votem contra esse aumento”, durante a reunião do Conselho de Transportes, na tarde de hoje, explica o estudante.

Além da não aprovação do reajuste na tarifa, os estudantes defendem a ampliação dos pontos de ônibus cobertos, linhas que funcionem 24 horas, o passe livre, reformulação do sistema integrado e clareza nas informações do transporte. “Queremos que a Prefeitura cumpra seu dever de fiscalizador e cobre das empresas que cumpra integralmente o edital de licitação”, dizem os estudantes.

Caso seja confirmado o reajuste, os estudantes prometem dar continuidade nas mobilizações. “Vamos fechar terminal, ocupar a prefeitura, montar barraca em frente à Prefeitura”.

Estudantes prometem atrapalhar discussão do reajuste da tarifa de ônibus

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 25 jun 2015

Tags:, , , , , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

Protesto

Entidades estudantis de Vitória da Conquista estarão mobilizadas durante a tarde desta quinta-feira (25) contra a aprovação do reajuste da tarifa do transporte coletivo. Os estudantes prometem realizar atos pelo centro da cidade e ocupar a reunião do Conselho Municipal de Transportes.

O intuito é atrapalhar a discussão em torno do reajuste. Em um comunicado divulgado pelo Facebook, o movimento intitulado “Revolta do Busão”, afirma que “o cotidiano da classe de estudantes e de trabalhadores e trabalhadoras se tornam mais difícil devido a debilidade no transporte público e a penosa mobilidade diária para as aulas e para o trabalho”. Eles apontam que muitas horas são perdidas na locomoção pela cidade. O movimento também destaca que o reajuste em R$ 2,88 é semelhante ao valor cobrado nos grandes centros urbanos, como Salvador.

A mobilização está marcada para às 16 horas, na Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente, localizada na Praça Tancredo Neves Nº 116- Centro.

Reajuste na tarifa de ônibus deve ser aprovada nesta quinta (25)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 25 jun 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Bilhete Eletrônico EscolarO novo valor da tarifa do transporte coletivo em Vitória da Conquista deve ser definida nesta quinta-feira (25). Uma reunião extraordinária do Conselho Municipal de Transportes foi convocada para discutir a pauta única da “Proposta de Equilíbrio Econômico e Financeiro do Transporte Coletivo”.

Se aprovada, a nova tarifa deve ser reajustada entre R$ 2,70 e R$ 2,90. Mas a insatisfação entre os membros do conselho, principalmente dentre os representantes da Câmara Municipal e classes estudantis, é evidente e pode dificultar o entendimento para o reajuste.

A reunião acontece a partir das 16h, na Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente, em frente a Praça Tancredo Neves.

Empresas prevêem reajuste de R$ 2,80 e lamentam greve dos rodoviários

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 20 jun 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_2690

As empresas que operam no transporte coletivo de Vitória da Conquista lamentaram a deflagração de greve pelos rodoviários, na noite dessa sexta-feira (19). Os patrões ofereceram o reajuste de 10%, pedido pelos trabalhadores, mas, somente, se a tarifa do transporte for reajustada para R$ 2,80.

Nesse sentido, a proposta das empresas ficou fechada em 8,34%, baseada no INPC (Indicie Nacional de Preços ao Consumidor). Já os rodoviários querem 10%, mais 3%, após o reajuste na tarifa. Com o impasse, a greve foi deflagrada.

“Infelizmente, o Sindicato recusou a proposta e abandonou a mesa de negociação. Apesar disso, as empresas reiteram o interesse em continuar as conversas, sempre no sentido de melhorar os salários e as condições de trabalho da categoria, desde que isso não comprometa a saúde do sistema de transporte, nem onere demasiadamente os usuários”, diz a nota divulgada pelas empresas.

Nova tarifa de ônibus pode ser definida na próxima quinta (25)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 19 jun 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_1000

O secretário de Mobilidade Urbana, Luiz Alberto Sellman, convocou uma reunião extraordinária do Conselho Municipal de Transportes para a próxima quinta-feira (25). Já neste encontro, o novo valor da passagem de ônibus em Vitória da Conquista poderá ser definido.

Na última reunião, realizada nessa quarta, o secretário, que também preside o Conselho, adiantou que o próximo encontro dos conselheiros debateria apenas o novo valor da tarifa do transporte coletivo. Selmann também informou que o valor seria maior que o custo do passageiro, R$ 2,65, definido na planilha. “Isso significa dizer que a tarifa deverá ser um pouco maior, justamente para poder prevê a inflação do período e o reajuste dos insumos”, argumenta o secretário.

A reunião acontece a partir das 16h, na Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente, em frente a Praça Tancredo Neves.

Próxima reunião do Conselho de Transportes definirá tarifa acima de R$ 2,65

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 18 jun 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_2680O novo valor da tarifa do transporte coletivo de Vitória da Conquista será definido na próxima reunião do Conselho Municipal de Transportes. A data desta reunião ainda não está marcada, mas a certeza é que a tarifa terá um reajuste superior a R$ 2,65.

Durante coletiva para a imprensa, ao final da reunião do Conselho, o secretário de Mobilidade Urbana, Luis Alberto Selmann, informou que o valor calculado na planilha sobre o custo do passageiro é de R$ 2,65. “Isso significa dizer que a tarifa deverá ser um pouco maior, justamente para poder prevê a inflação do período e o reajuste dos insumos”, argumenta o secretário. Nesse sentido, ele também adiantou que os rodoviários devem receber um reajuste de aproximadamente 10%.

O secretário também comentou sobre a desoneração de impostos para as empresas de ônibus (Viação Vitória e Viação Cidade Verde). “Ele é um sistema que vem desequilibrado já da última tarifa. O prefeito Guilherme Menezes autorizou, além da tarifa de R$ 2,40, a redução da taxa de gerenciamento, de 2%, o que já reduziu essa diferença. A Prefeitura também entrou com o projeto de redução de ISS, mas infelizmente ainda não foi aprovado pelos vereadores. Mas, estamos nessa tentativa de desonerar o serviço, ainda que a Prefeitura perca em arrecadação, para baratear para a população”, disse. Segundo ele, a redução do ISS representaria menos R$ 0,08 (oito centavos) na tarifa final.

Por fim, Selmann foi categórico em dizer que “o reajuste da tarifa do transporte coletivo, hoje, é inevitável. Temos um sistema totalmente desequilibrado, o custo acima da receita, precisando ser urgentemente reajustado”.

Secretário de Mobilidade Urbana confirma novo reajuste na tarifa de ônibus

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 17 jun 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_1285

A Prefeitura de Vitória da Conquista encampou a luta das empresas do transporte coletivo em prol do reajuste da tarifa de ônibus. Nesta quarta-feira (17), durante reunião do Conselho Municipal de Transportes, o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Luis Alberto Sellmann, confirmou que a passagem vai aumentar.

O secretário utilizou os mesmos argumentos apresentados há sete meses, quando houve o último reajuste, para justificar essa nova proposta. “O desequilíbrio econômico é muito grande e isso afeta na qualidade do serviço na nossa cidade”, disse Sellmann.

Mais adiantado que o secretário está o diretor da Cidade Verde, Sérgio Hubner, que já especula publicamente valores para o novo reajuste. Para ele, a tarifa ideal seria de R$2,80 a R$2,90. Como explicação, Hubner apontou o momento delicado que vive a economia do país e garantiu que “esse valor de R$2,40, aprovado no ano passado, já nasceu defasado”.

Além disso, o empresário voltou a apontar a campanha salarial dos rodoviários como ponto importante para justificar o reajuste. “Isso vai facilitar, também, a negociação com o Sindicato dos Rodoviários, porque esse preço de R$2,40 inviabiliza qualquer ação”, disse.

Uma reunião extraordinária será marcada nos próximos dias para começar a definir o valor do reajuste, que deve superar os R$2.70. Informações Blog do Rodrigo Ferraz.

Reajuste de tarifa volta a ser tema de debate no Conselho de Transportes

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 17 jun 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_1000

O Conselho Municipal de Transporte de Vitória da Conquista inicia nesta quarta-feira (17) uma nova discussão em torno do reajuste da tarifa de ônibus. O debate volta à pauta do Conselho sete meses depois de entrar em vigor a nova tarifa do transporte coletivo.

Membros do conselho receberam um e-mail da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana com a pauta da reunião, que conta com o item “equilíbrio econômico e financeiro do transporte coletivo” a ser discutido.

O último reajuste na tarifa aconteceu no dia 5 de novembro de 2014. A tarifa, que custava R$ 2,10, foi majorada em mais de 14%. Na época, segundo a Prefeitura, o valor deveria ser de, pelo menos, R$ 2,53. Porém, com a suspensão do pagamento da taxa de gerenciamento, concedida pela Administração Municipal, o valor foi fixado em R$ 2,40.

O fim da taxa gerou um déficit de R$ 1 milhão por ano aos cofres do município. Esta cobrança tinha como finalidade o investimento em pavimentação asfáltica de corredores de ônibus.

Mega-Sena já está custando mais caro; R$3,50

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Brasil | Data: 25 maio 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto: divulgação/Caixa

MEGA E$SSAO valor da aposta na Mega-Sena ficou mais caro. Um decreto do Ministério da Fazenda, publicado no final de abril, autorizou a Caixa Econômica Federal a reajustar os preços das apostas das loterias (Mega-Sena, Lotofácil, Quina, Dupla-Sena, Loteca e Lotogol).

Com isso, a aposta mínima da Mega passou de R$ 2,50 para R$ 3,50, o que significa um reajuste de 40%. No mesmo dia, a Quina passou a custar R$ 1,50. A Lotofácil foi reajustada um dia antes e passou a custar R$ 2. Ainda ontem, o valor cobrado pela aposta na Dupla-Sena aumentou para R$ 2. Já a Loteca e Lotogol sofreram reajuste em 18 de maio, quando passou a cobrar R$ 1.

Agentes comunitários e de endemias quer reajuste aprovado para os servidores

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 25 maio 2015

Tags:, , , ,


por Mateus Novais

tiraOs agentes Comunitários de Saúde e os de Combate às Endemias estão mobilizados contra a proposta da Prefeitura para a campanha salarial 2015. A categoria quer a concessão do reajuste salarial junto com os demais servidores públicos, o que é descartado pelo governo municipal.

O reajuste de 8.84%, retroativo a 1º de maio de 2015, que foi aprovado na última semana para os servidores, não contempla os agentes. A Administração Municipal argumenta que a aprovação do isso salarial é muito recente. Assim sendo, a Prefeitura oferece o reajuste para setembro deste ano, quando a aprovação do piso completa um ano. Mas a proposta não foi aceita pela categoria.

A coordenadora estadual do Sindicato dos Agentes Comunitários e de Endemias (Sindacs), Rita Suzana (foto), diz que os trabalhadores querem a “isonomia”. “Realizamos uma assembleia nesta segunda-feira e a categoria rejeitou a proposta do governo, porque nós somos servidores do município como todos os outros e merecemos o reajuste”, afirma. Ela também aponta para uma paralisação, caso as negociações não avancem. “Se o governo nos oferecer uma proposta razoável, não será necessária uma paralisação”.