Creches dos bairros Patagônia e Lagoa das Flores passam por reformas

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 08 jun 2018

Tags:,

Da Redação
foto: Secom PMVC


Nesta sexta-feira (8), o prefeito Herzem Gusmão visitou as obras de reforma do Centros Municipais de Educação Infantil na Lagoa das Flores e no bairro Patagônia, em Vitória da Conquista. Os dois equipamentos tiveram suas obras retomadas no último ano.

Na Lagoa das Flores, a creche está pronta. Já no Patagônia, a previsão é que a instituição seja entregue no mês de julho. Cada um dos locais, conforme a Prefeitura, irá beneficiar 120 crianças da Educação Infantil.

“Nós pegamos inclusive projetos prontos, com recursos canalizados, mas com obras paralisadas. Visitamos hoje algumas que pegamos praticamente o projeto no papel, e outras que estavam inacabadas. O resultado nos traz uma alegria e até uma emoção, pois são equipamentos tão importantes, muito bem feitos inclusive”, afirmou o prefeito.

Os Centros Municipais de Educação Infantil, segundo a Secretaria de Educação, são obras do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e devem começar a funcionar no segundo semestre deste ano.

Conquista: Unidade de Saúde da urbis VI passa por reforma e ganhará Academia de Saúde

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 12 abr 2018

Tags:, ,


Da Redação

Foto: B. A

Outro local da cidade de Vitória da Conquista que vem ganhando reformas em sua estrutura  nesses últimos dias foi a Unidade de Saúde da Família VI, do bairro urbis 6, único espaço de Saúde Pública do local.

Segundo informações do diretor Administrativo da Secretaria Municipal de Saúde, Lucas Batista de Jesus, além da reforma do prédio, a unidade estará ganhando uma Academia da Saúde.

Academia da Saúde é um programa de estratégia de promoção da saúde e produção do cuidado, que funciona com a implantação de espaços públicos conhecidos como polos do Programa Academia da Saúde. Esses polos são dotados de infraestrutura, equipamentos e profissionais qualificados. Complementam o cuidado integral, fortalecendo as ações de promoção da saúde em articulação com outros programas e ações de saúde como a Estratégia da Saúde da Família, os Núcleos de Apoio à Saúde da Família e a Vigilância em Saúde”.

Temer decide adiar votação de reformas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 09 jun 2017

Tags:, , ,

Folha de S.Paulo

Na tentativa de garantir sua sobrevivência no cargo, o presidente Michel Temer decidiu adiar as reformas trabalhista e da Previdência para o segundo semestre e mobilizar a base aliada para evitar seu afastamento temporário do cargo.

A expectativa do Palácio do Planalto é de que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresente na semana que vem denúncia contra Temer, o que, na visão do governo, prolongaria a instabilidade política e poderia colocar em risco a aprovação das reformas.

Como as mudanças nas leis trabalhistas e nas aposentadorias enfrentam resistência até na base aliada, a ordem é deixá-las em banho-maria.

A avaliação de assessores e auxiliares presidenciais é de que as duas “mais atrapalhariam do que ajudariam” neste momento e de que o esforço prioritário deve ser o de garantir a permanência de Temer no cargo.

Para não se tornar réu e ser afastado temporariamente do cargo, o presidente precisa do apoio de 172 deputados federais.

Centrais ameaçam nova greve geral contra reformas

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Trabalho | Data: 02 maio 2017

Tags:, , ,

Renê Gardim, Vanessa Sarzedas, Clayton Castelani do Agora
com Folha de S.Paulo e UOL

O recado das centrais sindicais nas festas do Dia do Trabalho foi de que a greve geral da última sexta contra as reformas do governo Michel Temer foi “só o começo”. As principais centrais sindicais estudam um formato de greve geral de dois dias, não mais de um, e uma espécie de “invasão de trabalhadores” em Brasília para pressionar governo e parlamentares a não votarem a reforma da Previdência.

No ato da Força Sindical, no Campo de Bagatelle (zona norte), o deputado Paulo Pereira da Silva (SD-SP), presidente da entidade, disse que “se o governo não entendeu, vai ter mais”. Apesar de integrar a base do governo, Paulinho disse que a central foi traída com a falta de uma ampla discussão sobre a elaboração das reformas.

Ele prometeu reunir sindicalistas em Brasília para pressionar o Congresso contra as propostas.