Formação para a docência em Ciências Biológicas

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 27 maio 2013

Tags:, ,

“O essencial é invisível aos olhos”

Por Professor Reginaldo de Souza Silva

Reginaldo-de-Souza-SilvaCaríssimos colegas de profissão, amados aluno(a)s e todos aqueles comprometidos com a qualidade da educação na Bahia. Mais uma vez tenho a honra de ser convidado para ser o paraninfo do curso de Ciências Biológicas. Teoricamente será a última aula ministrada antes de obterem a certificação para se tornarem oficialmente profissionais da área na qual muitos já estão atuando. Nosso coração sempre irá dizer, relembrar e reafirmar nossos sonhos neste momento tão grandioso. Prezados afilhados e afilhadas, é sempre um momento de grande prazer e também de muita preocupação, receber o convite para ser o paraninfo e me tornar, assim, aquele que deixaria as palavras finais desta que, sem dúvida, é uma das fases mais importantes de suas vidas. Durante dias, a dúvida a respeito do que dizer e de como fazê-lo reduziu ainda mais as minhas, já tão poucas, horas de sono e me levou a pesquisar o que já teriam dito outros paraninfos em outros tempos, mas em contextos tão semelhantes a este que vivemos agora.

Em minha pesquisa, descobri, por exemplo, que, na Grécia antiga, ser paranýmphe era estar ao lado (Pará, em grego) ou conduzindo os nubentes. Para os romanos, que herdaram dos gregos o mesmo sentido, havia a paraninfa (madrinha da noiva) e o paranymphus (padrinho do noivo). Que o conceito original da palavra é o mesmo do termo padrinho, do latim patrinus, diminutivo de pater.  Isto é, aquele que substitui o pai, que protege.

…Leia na íntegra

Educação na Bahia: chegamos ao fim do poço?

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Sudoeste, Vit. da Conquista | Data: 15 maio 2013

Tags:, , ,

Por Professor Reginaldo de Souza Silva

reginaldoTendo como tema principal o “Plano Nacional de Educação – PNE na Articulação do Sistema Nacional de Educação: Participação Popular; Cooperação Federativa e Regime de Colaboração”, os 417 municípios do estado da Bahia, assim como os demais 5.153 municípios brasileiros, estão convocados para a realização de suas Conferencias Municipais de Educação até o mês de junho deste ano.

As conferencias pretendem ser um espaço democrático para a discussão, avaliação e planejamento futuro da educação brasileira a partir de 7 eixos temáticos: I – O Plano Nacional de Educação e o Sistema Nacional de Educação: organização e regulação; II – Educação e diversidade: justiça social, inclusão e direitos humanos; III – Educação, trabalho e desenvolvimento sustentável: cultura, ciência, tecnologia, saúde, meio ambiente; IV – Qualidade da Educação: Democratização do Acesso, Permanência, Avaliação, Condições de Participação e Aprendizagem; V – Gestão Democrática, Participação Popular e Controle Social; VI – Valorização dos Profissionais da Educação: Formação, Remuneração, Carreira e Condições de Trabalho; e,  VII – Financiamento da Educação: Gestão, Transparência e Controle Social dos Recursos.

…Leia na íntegra

Os gestos deveriam falar mais – Te Amo! Mamãe…

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 11 maio 2013

Tags:, , ,

*Por Professor  Reginaldo de Souza Silva

PROF-REGINALDO2111112A palavra “Mamãe”, apesar de familiar, esconde um apelo: por favor, tome conta de mim, pare de gritar comigo e faça um afago na minha cabeça, fique do meu lado, tenha eu razão ou não. Kyun Sook Shin.

Como professor de uma universidade pública do estado da Bahia tenho a felicidade proporcionada por Deus, a cada semestre, de conhecer novas e velhas pessoas, cada uma com seus sonhos, pesadelos e perspectivas de futuro. Se outrora, uma população “mais velha” chegava a educação superior, atualmente os jovens de todas as camadas sociais estão presentes. Lá, no meio das turmas sempre há uma mamãe. Mas, é nos cursos do denominado PARFOR – Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica, onde a grande maioria é formada por professoras com mais de dez anos de experiência, Mães e pais.

…Leia na íntegra

TRABALHADORES DOMÉSTICOS: novos direitos, velhos conflitos?

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Economia, Vit. da Conquista | Data: 29 mar 2013

Tags:, , ,

Por Professor Dr. Reginaldo de Souza Silva

PROF-REGINALDO2111112Certa vez li uma entrevista com a filósofa Marilena Chauí no qual ela dizia que jamais teria empregada(o) doméstica(o), pois evitava trazer para dentro de sua casa o conflito de classe. E, sem dúvida, esse realmente é um problema enfrentado por todos aquele(a)s que dependem dos serviços dessa categoria de trabalhadores. Em nossa sociedade capitalista, o trabalho manual, rotineiro e de manutenção é considerado menor e, portanto, pouco valorizado. Aqueles que exercem essa função sentem-se às vezes desamparados.

Do outro lado, estão aqueles que contratam os trabalhadores domésticos. Esses abrem sua casa, expõem sua intimidade, arriscam a segurança de sua família, dividem a sua rotina com pessoas estranhas e alheias aos seus hábitos. Esses também se sentem desamparados, pois nunca tem a certeza se o serviço será desenvolvido a contento ou de que não terá o seu patrimônio vilipendiado.

São, portanto, dois lados que entram em conflito de interesses em suas necessidades e na definição dos limites dos direitos e deveres de cada um.

…Leia na íntegra