Remédio para tratar doença rara será oferecido pelo SUS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Saúde | Data: 03 jan 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Foi anunciado nesta quinta-feira (03), pelo Ministério da Saúde, a incorporação do medicamento dicloridato de sapropterina, utilizado no tratamento da fenilcetonúria, ao Sistema Único de Saúde (SUS).

O remédio deve estar disponível na rede pública em até 180 dias e será ofertado a mulheres que estejam em período pré-concepcional ou em período gestacional e que tenham feito teste de responsividade positivo ao medicamento.

De acordo com a pasta, o uso do dicloridato de sapropterina para o tratamento da fenilcetonúria é feito de forma complementar à realização de dieta, com restrição de alimentos como carne, ovo, trigo e feijão, além do uso de fórmula metabólica rica em aminoácidos, vitaminas e minerais.

Anvisa suspende fabricação de medicamento Perivasc

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 17 jun 2017

Tags:, ,

Da Redação

Nessa sexta (16), por meio de uma resolução publicada no Diário Oficial da União, a Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a suspensão da importação, distribuição, comercialização e uso do medicamento Perivasc (uma composição de diosmin com hesperidina). A formula é utilizada para o tratamento de insuficiência venosa crônica, como: varizes, úlceras varicosas e sequelas de tromboflebites.

Segundo informações da Anvisa, o medicamento foi reprovado durante inspeção para verificação de Boas Práticas de Fabricação na empresa espanhola, Kern Pharma, responsável pelo medicamento. A Eurofarma Laboratórios S.A, importadora do remédio no Brasil, deverá tomar providências para recolher os produtos que ainda se encontram no mercado.

Medicamentos ficam cerca de 5% mais caros

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 02 abr 2017

Tags:, ,

da Redação
Conteúdo Marco Antonio Jr / A Tarde (SP)

O reajuste começa a valer neste fim de semana - Foto: Carlos Severo | Fotos Públicas | Divulgação
O reajuste começa a valer neste fim de semana
Carlos Severo | Fotos Públicas | Divulgação

A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) anunciou nesta sexta-feira, 31, um reajuste de até 4,76% no preço dos remédios. Com o anúncio, os distribuidores e varejistas de todo o país devem repassar os novos preços ao consumidor já a partir deste final de semana.

Apesar do aumento de quase 5%, a Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) destaca que a média dos reajustes está abaixo da inflação, bem como nos últimos 12 anos, com exceção de 2016. No ano passado, o aumento foi considerável, de 12,5%, quase o dobro da inflação (6,29%).

O problema foi a crise do setor, em consequência da recessão econômica, e o aumento de preços dos insumos, dos transportes e de itens que são importados e acompanham a variação do dólar. Ainda assim, entre 2005 e 2016, o crescimento percentual do valor dos remédios foi até 77%, abaixo da variação de 103% do IPCA no mesmo período.

O presidente da Interfarma, Antônio Brito, explica que reajustes serão feitos em três áreas: remédios produzidos em um mercado concentrado e produtos com média e alta concorrência. Desta forma, o aumento de preços variará entre 1,63% e 5%, tendo a média de 3,4%, diferente de outros anos, que tiveram um valor fixo.   “O reajuste não é totalmente aplicado, na prática, porque a concorrência de mercado resulta em descontos expressivos nas vendas em farmácias. E existem descontos obrigatórios para o governo, além de abatimentos negociados”, diz o presidente em nota oficial.

Em uma pesquisa realizada pelo Instituto Febrafar de Pesquisa e Educação Continuada (Ifepec), foi constatado que a maioria dos consumidores (97%) prioriza o preço na hora da compra de medicamentos. Os resultados ainda indicam que 45% trocam os produtos de marcas caras por genéricos de menor preço.

Como economizar …Leia na íntegra

Governador retoma projeto da Bahiafarma em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 22 ago 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_0049

Cumprindo agenda em Vitória da Conquista, nesta segunda-feira (22), o governador Rui Costa assinou o convênio entre a Bahiafarma e o laboratório Cristália, para produção de medicamentos no município. A iniciativa retoma uma velha demanda de se ter um laboratório da Bahiafarma em Conquista – até um galpão chegou a ser construído, em 2007, para receber a fábrica de medicamentos.

DSC_1100Segundo o governador, com o convênio assinado, o Laboratório Cristália terá o período de um ano para fazer as adaptações no galpão fornecido pelo Município, no Distrito Industrial, e começar a produzir. Os medicamentos feitos em Conquista serão para o tratamento de diferentes tipos de câncer, principalmente o de mama, e da doença falciforme. Os medicamentos atenderão ao SUS em todo o país e poderão ainda ser exportados para países da América Latina.

Obra abandonada

Em Vitória da Conquista, a estrutura da indústria de medicamentos foi anunciada pelo governador Jaques Wagner para funcionar em 2007, ano em que o governador tomou posse. O investimento seria em torno de R$ 18 milhões. Mas o prédio encontra-se entregue ao mato, esperando que as obras, licitada em junho de 2013, sejam finalizadas.

A finalização do projeto, com custo de R$ 601.748,95, é de responsabilidade do governo municipal. A licitação, concluída em junho de 2013, tinha o prazo de conclusão em oito meses, contando a partir da data de assinatura da ordem de serviço, que já teria sido dada.

Falta de medicamentos em Vitória da Conquista é denunciada na Câmara Municipal

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 26 mar 2016

Tags:, , ,

da Redação

ZildaNa Tribuna Livre da Câmara de Vereadores, em sessão durante a semana, dona Zilda Correia Lopes, mais conhecida como Princesinha, prima do ex-vereador Eduardo Mesquita, relatou a falta de medicamentos no posto de fornecimento da 20ª Dires, que atende a região de Vitória da Conquista.

Princesinha narrou dois casos que presenciou. Uma senhora que buscava remédio para o esposo recém transplantado não conseguiu a medicação, bem como uma mãe de uma criança asmática, que também não foi contemplada com a medicação para seu filho. “Fiquei chocada. Isso é uma pouca vergonha”, desabafou.

Finalmente ela pediu empenho aos vereadores para cobrar a regularização do fornecimento de medicamentos na cidade. “A saúde é uma decepção. As pessoas estão morrendo. A pessoa doente não tem o remédio?”, cobrou. “Peço a todos vocês, que entrem em contato, resolvam o problema. É a única coisa que eu estou aqui pra fazer”, disse.

Pacientes com anemia falciforme estão revezando medicamento em Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 06 mar 2015

Tags:, , ,


por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

dires

O atraso na distribuição de alguns medicamentos ofertados pelo SUS, em Vitória da Conquista, está causando desespero em familiares de pacientes com Anemia Falciforme. Entre o final do ano passado e início deste ano, os pacientes ficaram quatro meses sem receber a medicação ‘hidroxiuréia’, que também é utilizado no tratamento de câncer.

DSC_3074Dona Maria José Meireles (foto), mãe de um adolescente de 13 anos que tem a doença, conta que a distribuição do medicamento para o tratamento da doença está sendo constantemente atrasado pelo Núcleo Regional de Saúde, antiga Dires. “De setembro até janeiro ficamos sem a medicação, só apareceu após procurarmos a Defensoria Pública. Mas era para entregar no dia 27 de fevereiro de novo, só que não tem. Faz uma semana que vamos lá todos os dias e dizem que não tem previsão de chegada”, conta a dona de casa.

A medicação evita que os pacientes sintam dores e previne um possível Acidente Vascular Encefálico. Dona Maria José aponta que são 1500 frascos que chegam a Vitória da Conquista todo mês, e questiona: “Onde está essa medicação?”.

No período da falta do Hidroxiuréia, as famílias não beneficiadas recorriam aos que recebiam o remédio, já que o medicamento não é vendido regularmente nas farmácias. “A mãe que tinha, estava dividindo com outras mães. Por exemplo, meu filho usava por dois dias e passava outros dois dias sem usar para poder ajudar outra mãe que estava em dificuldade”. …Leia na íntegra

PRF apreende remédios para inibição de apetite e disfunção erétil

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 24 set 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais
foto: PRF

IMG-20140924-WA0025

Medicamentos inibidores de apetite e para disfunção erétil foram apreendidos durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) a um ônibus na BR-116.A apreensão foi feita no trecho da rodovia que cruza a cidade de Encruzilhada, na manhã desta quarta-feira (24). O ônibus saiu de São Paulo e trafegava com destino a Pernambuco.

20140924_124303De acordo com a PRF, 1.060 comprimidos de pramil e 9.760 de sibutramina de 500 ml eram levadas em caixas de celulares infantis, dentro do bagageiro, como uma encomenda. Além disso, 608 celulares infantis foram localizados.

A PRF informou que foi cometido o crime de tráfico internacional de drogas, na modalidade medicamentos. O proprietário da mercadoria e a pessoa que fazia o transporte da carga não foram identificados. Segundo a investigação, há indícios de que a nota fiscal da carga é falsa, já que o CNPJ da empresa que emitiu a mercadoria e o CPF do destinatário não conferem.

Problema de licitação teria causado falta de medicamentos nos postos de saúde

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 01 ago 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto ilustrativa

medicamentos1A Prefeitura Municipal admitiu a falta de medicamentos nos postos de saúde de Vitória da Conquista. De acordo a Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores, a secretária de Saúde Municipal, Márcia Viviane, esclareceu que o problema foi causado pela falta de estoque das empresas vencedoras da licitação.

“O problema ocorreu porque algumas empresas vencedoras da licitação não dispuseram dos medicamentos para entregar, por falta de oferta no mercado.”, diz o relatório de ações da Comissão. O relatório complementa dizendo que a secretária afirmou que “outra licitação foi realizada para sanar o problema.”.

Este não é o primeiro problema com licitação que a Prefeitura Municipal enfrenta. O Blog da Resenha Geral vem divulgando constantemente casos em que as licitações do Executivo Municipal não têm sido cumpridas corretamente, como a da UPA do Senhorinha Cairo, das carteiras escolares e da creche da Lagoa das Flores.

Ambulâncias do SAMU 192 contará com medicação par vítimas de infarto

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 30 jul 2014

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

samu1921Uma portaria assinada pelo Ministério da Saúde, na última segunda-feira (28), inclui um novo medicamento nas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), o trombolítico, para vítimas de infarto. A estimativa é de que esta incorporação reduza em 17% o número de óbitos por infarto.

O trombolítico estará disponível nos veículos que dispõem de Suporte Avançado de Vida, além de profissional médico capacitado para realização da trombólise.

Com a portaria, o Ministério irá repassar o recurso para que os municípios realizem a aquisição. Para tal, a Prefeitura deve indicar leitos de terapia intensiva (UTI tipo II ou III) e leitos habilitados como Unidade Coronariana, além de referenciar um estabelecimento habilitado em procedimentos de hemodinâmica.

As doenças do aparelho cardiovascular são as que mais matam brasileiros hoje. Em 2012, o Sistema Único de Saúde (SUS) registrou 84.157 mortes e 59.510 internações por infarto agudo do miocárdio. A expectativa é que, com o medicamento, o SAMU possa salvar até 8.368 pessoas por ano.

Bahiafarma é inaugurada em Simões Filho; Vitória da Conquista aguarda há 7 anos por sua unidade

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 26 jun 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

0012O Governo do Estado inaugurou hoje a unidade industrial da Fundação Baiana de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico, Fornecimento e Distribuição de Medicamentos (a Bahiafarma), no Centro Industrial de Aratu, em Simões Filho. O projeto inicial também incluía a construção de uma unidade no Distrito Industrial dos Imborés, em Vitória da Conquista. A obra deveria estar funcionando desde 2007, mas foi abandonado pelo Governo.

Em Simões Filho, a Bahiafarma irá funcionar nas instalações da Diamed, uma fábrica de bolsas de sangue desativada por problemas societários. Em 2012, o deputado estadual Sandro Regis havia dito que “a Bahiafarma vai colocar seu nome em remédios produzidos por laboratórios privados em instalações de terceiros, contrariando justamente os objetivos ideológicos dos seus defensores, que desejavam medicamentos produzidos diretamente por laboratório estatal.”.

Em Vitória da Conquista, a estrutura da indústria foi anunciada pelo governador Jaques Wagner para funcionar em 2007, ano em que o governador tomou posse. O investimento seria em torno de R$ 18 milhões. Mas o prédio encontra-se entregue ao mato, esperando que as obras, licitada em junho de 2013, sejam finalizadas. …Leia na íntegra