Prazo para renegociação de dívida com Fies é prorrogado pelo MEC

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral | Data: 30 jul 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Foi prorrogado pelo Ministério da Educação (MEC),, para o dia 10 de outubro, o prazo para renegociação de dívida do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A portaria que prevê a ampliação a renegociação foi publicada hoje (30) no Diário Oficial da União.

Para pedir a renegociação, os estudantes precisam ter firmado o contrato com o Fies até o segundo semestre de 2017; estar com as parcelas atrasadas em, no mínimo, 90 dias; e ter contratos em fase de amortização.

Além disso, os contratos não podem ser objeto de ação judicial. A depender do tipo contrato, a renegociação também poderá ser feita pelo prazo de amortização. De acordo com o Ministério da Educação, mais de 500 mil alunos estão com os contratos de financiamento na fase de amortização e com atraso no pagamento das prestações. O saldo devedor total alcança o valor de R$ 11,2 bilhões.

Para regularizar a situação, os interessados devem procurar a instituição bancária onde o contrato foi assinado. O valor da parcela resultante da renegociação não pode ser inferior a R$ 200. Há ainda a parcela de entrada. O estudante deve pagar ou 10% da dívida consolidada vencida, ou R$ 1.000.

Prazo para renegociação de dívidas do Fies termina hoje(29)

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Geral | Data: 29 jul 2019

Tags:, ,

Termina nesta segunda-feira (29), o prazo para renegociação de dívidas com Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A vantagem é que os valores podem ser parcelados por, no mínimo, 48 meses. Antes de abril, quando foi aberto o período para renegociação, só era possível o pagamento à vista.

Para pedir a renegociação, os estudantes precisam: ter firmado o contrato com o Fies até o segundo semestre de 2017; estar com as parcelas atrasadas em, no mínimo, 90 dias; e ter contratos em fase de amortização. Além disso, os contratos não podem ser objeto de ação judicial. A depender do tipo contrato, a renegociação também poderá ser feita pelo prazo de amortização.

Mais de 500 mil alunos estão com os contratos de financiamento na fase de amortização e com atraso no pagamento das prestações. O saldo devedor total alcança o valor de R$ 11,2 bilhões.

Para regularizar a situação, os interessados devem procurar a instituição bancária onde o contrato foi assinado. O valor da parcela resultante da renegociação não pode ser inferior a R$ 200. Há ainda a parcela de entrada. O estudante deve pagar ou 10% da dívida consolidada vencida, ou R$ 1.000.

Clientes da Caixa poderão quitar dívidas com desconto

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 28 maio 2019

Tags:, , ,

Da Redação

Fonte: A.Brasil

Foi lançada nesta terça-feira(28), pela Caixa Econômica Federal a campanha de regularização de débitos. Cerca de 3 milhões de clientes poderão regularizar dividas com atraso acima de 360 dias, com descontos que variam de 40% a 90%.

O desconto varia conforme o tipo de crédito contratado e o tempo de atraso. As dívidas dos clientes totalizam R$ 4,1 bilhões e expectativa do banco é recuperar R$ 1 bilhão ao oferecer os descontos.

Do total de clientes inadimplentes, 2,6 milhões são pessoas físicas. Segundo a Caixa, 92% deles poderão quitar as dívidas à vista por valores inferiores a R$ 2 mil. Os clientes pessoas físicas, em sua maioria, têm renda de até R$ 1,5 mil (60%), seguidos pelos que têm renda de até R$ 3 mil (23%), até R$ 5 mil (9%) e acima de R$ 5 mil (8%).

A maior parte das dívidas é de crédito consignado (24,7%), seguido por cartão de crédito (18,1%), cartão de material de construção (15,2%), renegociação de dívidas (15,2%), crédito pessoal (13,8%), rotativo (11,7%) e microcrédito (2%).

Caixa vai dar até 90% de desconto para 3 milhões de clientes com dívidas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 23 maio 2019

Tags:, ,

Foi anunciado nesta terça-feira (21), pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, que o banco fará um grande programa de recuperação de crédito para tentar resolver dívidas de 3 milhões de clientes.

“Vamos dar descontos de 40% a 90% nessas dívidas. São débitos de 300 mil empresas e 2,7 milhões de pessoas físicas. E 90% dessas dívidas são inferiores a R$ 2 mil”, disse o presidente da Caixa ao chegar para reunião no Ministério da Economia.

A expectativa da instituição é recuperar pelo menos R$ 1 bilhão em créditos que já estavam fora do balanço, lançados como prejuízo. Na semana passada, o ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou que a Caixa não deveria dar lucro como iniciativa privada. Segundo o ministro, o banco deveria repassar os ganhos para outros objetivos, como reduzir juros.

Período para renegociação de dívidas do Fies é iniciado

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral | Data: 29 abr 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-candeias-premium.gif

Começa nesta segunda-feira (29) o prazo para a renegociação das dívidas com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o programa de crédito para o ensino superior do governo federal.

Estudantes que fizeram o contrato do Fies até o 2º semestre de 2017 terão até o dia 29 de julho deste ano para entrar com pedido de renegociação da dívida. Mais de 500 mil estudantes estão com parcelas atrasadas há mais de três meses.

Essa é a maior dívida acumulada nos 20 anos do programa de financiamento estudantil. As renegociações até então eram feitas caso a caso, agora, as regras valem para todos que fecharam contratos até 2017, estão em fase de amortização e têm prestações atrasadas há pelo menos 90 dias.

Regras para renegociação do Fies são divulgadas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação | Data: 01 nov 2018

Tags:, ,

Da Redação

As condições para a renegociação da dívida do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foram divulgadas nesta quinta-feira (1º). A medida poderá beneficiar 500 mil estudantes que estão com mais de 90 dias de atraso no pagamento. A dívida total desses alunos chega a R$ 10 bilhões.

Publicadas no Diário Oficial da União   os contratos podem ser renegociados  com atraso no pagamento de pelo menos 90 dias e ainda tiverem no período de amortização e não tenham sido alvo de ação judicial pelo agente financeiro. A medida vale para os contratos de financiamentos concedidos até o segundo semestre de 2017.

Os contratantes do Fies terão duas opções: o reparcelamento, que permite estender o prazo de pagamento da dívida para até 48 parcelas mensais, além de incluir os estudantes com contratos mais antigos na campanha de renegociação; e o reescalonamento, que possibilita diluir os valores em atraso nas parcelas a vencer.

Fies: mais de 500 mil estudantes poderão renegociar dívida

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação | Data: 31 out 2018

Tags:, ,

Da Redação

Dividas de mais de 500 mil estudantes com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), poderão renegociadas. Segundo o ministro da Educação, Rossieli Soares, a renegociação foi aprovada nesta quarta-feira (31), pelo Comitê Gestor do Fies. O valor total da dívida gira em torno de R$ 10 bilhões.

A resolução que autoriza a renegociação deve ser publicada amanhã (1º) no Diário Oficial da União. As regras serão definidas posteriormente, após reuniões com o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, que operacionalizam o financiamento. As renegociações poderão ser feitas até o dia 31 de dezembro de 2019.

O Fies é um programa do governo que financia mensalidades em instituições privadas de ensino com condições especiais. Os estudantes são relacionados a partir do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e devem preencher requisitos de renda para participarem.

Estudantes inadimplentes poderão renegociar as dívidas com o Fies a partir do segundo semestre

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação | Data: 26 jun 2018

Tags:, ,

da Redação

Com informações da Ascom/MEC (Conteúdo)

Alunos que contrataram o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e estão inadimplentes poderão renegociar, a partir do segundo semestre deste ano, as dívidas junto à Caixa Econômica Federal, agente financiador do fundo. A Lei 13.682, que trata dos Fundos Constitucionais de Financiamento e que permite a renegociação, foi publicada na última semana, no Diário Oficial da União. O Comitê Gestor do Fies divulgará oportunamente as regras.

“Essa medida vai beneficiar, especialmente, os alunos que estão inadimplentes e ela é importante para que eles se recoloquem, inclusive com a possibilidade de buscar outras modalidades de financiamentos, como o habitacional, por exemplo”, declarou o ministro Rossieli Soares. O ministro lembrou também que tem solicitado cada vez mais a participação dos parlamentares na discussão de temas da educação, no Congresso Nacional.

A proposta de renegociação das dívidas do Fies pelos estudantes com as instituições financeiras já havia sido apresentada pelo MEC na reunião anual da Frente Parlamentar Mista da Educação, na Câmara dos Deputados, em maio, e estava prevista na Medida Provisória do Novo Fies. Mas a decisão oficial ocorreu somente com a publicação da lei. …Leia na íntegra

Em audiência pública, representantes discutem renegociação das dívidas dos pequenos agricultores

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 04 out 2017

Tags:, ,

Por Dilson Gusmão

Por iniciativa do Vereador Gilmar Ferraz, nesta terça-feira dia 03 de outubro de 2017 foi realizada uma audiência pública na câmara municipal de vereadores para discussão da renegociação da dívida por parte dos agricultores de nossa região.

Foram vários representantes do município convidados para o debate da renegociação como: o gerente Constantino Martins do banco do Nordeste, Jaimilton Gusmão presidente da cooperativa mista agro pecuária conquistense e Rosemario Pereira dos Santos gerente do Banco do Brasil, dentre outros.

Como representante do prefeito Herzem Gusmão, foi convidado o Secretário da Agricultura do Município o Sr. Paulo Cesar, para levar uma mensagem do prefeito de Vitória da Conquista, sendo autorizado a anunciar, que a prefeitura de Vitória da Conquista através do executivo, enviará à câmara um projeto de lei que atenderá ao propósito anunciado pelo gerente do Banco do Nordeste de solucionar esta questão da dívida dos pequenos agricultores.

Conforme Secretário, a secretaria da agricultura tem uma coordenadoria com ações voltadas para o agricultor familiar, sendo prioridade. Ele já havia levado ao prefeito esta preocupação e já havia conversado com o gerente Constantino, levando também sugestão de minuta do projeto de lei que disciplina essa matéria para que se tenha agilidade. Ele solicita que a câmara com seus vereadores discutam este assunto e esta deliberação o mais rápido possível , pois o prazo é de menos de três meses, até o dia 29 de dezembro, onde muitos poderão ser beneficiados.

Quase 300 mil empresas já renegociaram dívidas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 25 jan 2017

Tags:, ,

da Redação

Fonte: Agência de Notícias Sebrae

Quase metade dos pequenos negócios que estavam com débitos no Simples Nacional, e que foram notificados pela Receita em setembro do ano passado, parcelaram suas dívidas e permaneceram com o direito de serem optantes desse sistema tributário que reduz impostos e a burocracia.  Das 584 mil micro e pequenas empresas que foram notificadas, 285 mil já regularizaram a situação para permanecer no Simples.

Quem ainda não se regularizou, já foi desligado do Simples Nacional. Para voltar a ser optante, o empresário deve pagar ou parcelar suas dívidas e pedir uma nova adesão ao sistema até o dia 31 de janeiro. “O Brasil está passando por momentos econômicos difíceis. As empresas precisam de mais fôlego financeiro para enfrentar a crise. Sair do Simples pode ser o fim do sonho de empreender”, enfatiza o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos. O empresário que não se regularizar a tempo, só poderá voltar a usufruir desse sistema de tributação em 2018.

A recomendação do Sebrae é que os donos de pequenos negócios com dívidas no Simples procurem seus contadores e peçam para eles aderirem ao parcelamento de até 120 meses e reincluírem a empresa no Simples. Para isso, o contador deve calcular o valor dos débitos e da parcela mais adequada. O pedido de parcelamento deve ser feito no Portal do Simples Nacional (https://www8.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional/)

Para ajudar os donos de micro e pequenas empresas a acertarem as contas, o Sebrae promove o Mutirão da Renegociação, que, além de estimular a regularização dos débitos tributários, incentiva e ajuda os empreendedores a renegociarem as dívidas bancárias, locatícias e com fornecedores.  Para isso, o Sebrae disponibilizou um hotsite (www.sebrae.com.br/renegociacao) com dicas para negociar com os diferentes tipos de credores e com perguntas e respostas sobre a campanha. Além disso, o Call Center do Sebrae (0800 570 0800) e os postos de atendimento espalhados pelo país também estão preparados para auxiliar os empreendedores a acertarem suas contas.