Guilherme deixa grave cenário no transporte coletivo em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 10 ago 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Ascom/Câmara Municipal

Na sessão da Câmara Municipal, realizada nesta 4ª feira (9), o vereador Professor Cori (PT) solicitou que a Prefeitura encaminhe a Casa documentos para que o Legislativo possa ter informações sobre o sistema de transporte coletivo. “O atual cenário é gravíssimo”, disse o edil em sua fala.

O parlamentar conquistense vem manifestando preocupação principalmente em relação a situação financeira das empresas Cidade Verde e Viação Vitória. “A história nos oferece pistas de que algo ocorre nesse seguimento, com várias empresas que abandonaram a nossa cidade”, disse Cori. “Qual será, então, a próxima empresa a sair? Será a Vitória ou a Cidade Verde? Ou as duas?”, indagou.

20 anos quebrando empresas

O prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (PMDB), sempre destacou, inclusive em seus comentários no programa Resenha Geral, que o PT quebrou 5 empresas do transporte coletivo em Conquista. A constatação do vereador Cori reforça a má gestão petista no transporte na cidade. VCL, VDC, Passaredo, Serrana e Vitória a relação das empresas que sofreram com as administrações petistas ao longo de 20 anos.

Na última licitação comandada pelo ex-prefeito Guilherme Menezes, ao desclassificar a Serrana Transportes, a Cidade Verde foi beneficiada na condição de 2ª colocada no Lote 2 da Licitação do Transporte, – habilitada a operar o transporte em Conquista com apenas R$ 6 milhões, contra R$ 20,7 milhões da Serrana e R$ 37 milhões da Viação Vitória. Na foto a assinatura da ilegalidade praticada pelo então prefeito no dia 21 de novembro de 2013. O contrato foi celebrado com a empresa Cidade Verde que deveria pagar pela outorga R$ 20,7 milhões, mesmo valor que a Serrana teria que pagar.

Na época, o vereador Arlindo Rebouças (PROS) defendeu a realização de uma nova licitação como forma de normalizar e legalizar o processo. O vereador não foi ouvido e a administração petista avalizou o grave erro que reflete até os dias atuais no sistema de transporte do município.

Prefeitura/Vitória

O prefeito Guilherme Menezes (PT), o principal responsável pela falência do sistema de transporte coletivo na cidade, e que responde uma ação na Justiça, deixou deliberadamente para o atual prefeito Herzem Gusmão resolver o grave problema do transporte coletivo na cidade, com um Processo Administrativo contra a Viação Vitória. Sem autoridade, e boa prática administrativa, Menezes permitiu a proliferação das vans, e a desregulamentação do sistema de transporte.

 

Requerimento 

Na mesma sessão que originou o questionamento do vereador Cori, foi aprovado requerimento com a solicitação dos seguintes documentos:

•Certidões Negativas de Débitos – Trabalhista – FGTS;

•Certidões Negativas de Débitos – Previdenciário;

•Comprovantes dos pagamentos das parcelas de outorga referentes ao processo licitatório do qual participaram e foram classificadas em nossa cidade;

•Notas fiscais de cada ônibus que circula em Vitória da Conquista com especificação clara do chassi, linha e horários;

•Cópia da folha de pagamento, em dia, dos últimos três meses dos funcionários;

•Quitações das rescisões dos ex-funcionários dos últimos doze meses com tabela específica contendo nomes dos funcionários, data de admissão, data de encerramento do contrato e função;

•Cópia do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado com a Viação Vitória, especificando os itens já cumpridos pela empresa.

Vans

A atual administração entende que a regulamentação do sistema de transporte feito pelas vans, de maneira criteriosa, as vans alimentando os corredores principais dos ônibus, a exemplo do sistema ônibus/metrô nas capitais do Brasil, será a primeira solução a ser encarada com determinação. O projeto já está pronto para a licitação das linhas que serão implementadas após levantamento criterioso com envolvimento de técnicos ligados a Secretaria de Mobilidade Urbana de Salvador.

 

Itapetinga: vereadora pede lista de carros alugados pela prefeitura; espera dura mais de três meses

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Sudoeste | Data: 05 ago 2013

Tags:, , ,

da Redação

ecc71c796401b5e7be72ea71d51ccab64ae9d3ee88252-300x225Após acidente fatal que vitimou duas crianças em Itapetinga na última semana e deixou mais duas gravemente feridas, a Vereadora Naara Duarte (DEM) cobrou mais uma vez o Requerimento que tinha enviado ao prefeito José Carlos Moura (PT), solicitando a relação de todos os carros alugados, local de onde prestam serviço e valores dos alugueis. Porém, há mais de 3 meses que o pedido foi enviado e a prefeitura não respondeu, é i que informa a assessoria de comunicação da parlamentar. Por isso, a vereadora ingressará na justiça para que a prefeitura preste essas informações.

A vereadora fez uma pesquisa em todas as leis vigentes no município e não encontrou nenhuma lei especifica sobre esse assunto, o que a levou a elaborar um Projeto de Lei que estará dando entrada ainda esta semana, na Câmara de Vereadores, para disciplinar a contratação, aluguel e compra de veículos  pelo poder público.

Após entrar com requerimentos, Arlindo lamenta o ‘veto’ dos vereadores

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 02 abr 2013

Tags:, ,

da Redação

Rafa 811Na tarde de ontem (segunda-feira) o vereador Arlindo Rebouças (PMN), líder da bancada de oposição, entrou com dois requerimentos na Secretaria Municipal da Transparência e do Controle.

O parlamentar solicitou a lista de todos os imóveis alugados pela prefeitura e a relação dos proprietários. Além disso, Rebouças cobrou a relação dos bens do prefeito Guilherme Menezes e dos secretários municipais.

Em entrevista concedida a repórter Mônica Cajaíba, o opositor lamentou o ‘veto’ dos colegas vereadores para os requerimentos, durante sessão na Câmara.

“A função do vereador é fiscalizar. O prefeito ordenou para que os parlamentares da sua base votassem contra. Graças a Deus existe a Lei de Acesso a Informação e protocolamos. Agora a prefeitura tem o prazo de até 20 dias para me darem a resposta. Fica parecendo que os vereadores da situação desconhecem a Lei”, desabafa.

Líder da oposição solicita requerimentos da prefeitura

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 01 abr 2013

Tags:, ,

da Redação
Foto: Rafael Gusmão

Rafa 810Na tarde de hoje (segunda-feira) o vereador Arlindo Rebouças (PMN) entrou com dois requerimentos junto a Secretaria Municipal da Transparência e do Controle.

O parlamentar solicitou a lista de todos os imóveis alugados pela prefeitura e a relação dos proprietários. Além disso, Rebouças cobrou a relação dos bens do prefeito Guilherme Menezes e dos secretários municipais.

“Como a maioria dos vereadores não aprovou a minha solicitação, entrei com o pedido embasado na Lei de Acesso a Informação. A prefeitura precisa dar uma resposta, isso é direito de todos, não só de mim, que represento o legislativo municipal, mas da população”.