Sindicato dos Rodoviários irá ao Tribunal Superior do Trabalho para resolver impasse com a Cidade Verde

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 07 jun 2017

Tags:, ,

Da Redação


Depois de mais de 40 dias, o transporte público em Vitória da Conquista voltou à sua normalidade. Isto, porque chegaram ao fim, na última semana, as paralisações dos funcionários da Empresa Cidade Verde. Agora, para resolver o impasse o Sindicato dos Rodoviários promete ir ao Tribunal Superior do Trabalho.

O Sindicato da categoria, os funcionários pedem 16% de aumento do salário, aumento do valor do o tíquete-alimentação para R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens, que, atualmente, são de 2 horas.

No entanto, a Cidade Verde ofereceu reajuste salarial de 4,55% para motoristas e cobradores, ou seja, eles passarão a receber, respectivamente, R$ 1.780,75 e R$ 1.1019,52. O vale-refeição passou de R$ 280 para R$ 292,88.

O Sindicato, por sua vez, quer que a Cidade Verde pague aos seus funcionários o mesmo valor concedido pela Viação Vitória.Em maio, a empresa concedeu aumento de 6%, fracionados em 5% (cinco por cento) de imediato e 1% (um por cento) para o quinto dia útil do mês de setembro. Também foi proposto,aumento no ticket alimentação para o valor de R$ 350,00.

Impasse entre Cidade Verde e rodoviários já dura um mês

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 18 maio 2017

Tags:, ,

Da Redação


Há exatamente um mês, a população de Vitória da Conquista, que depende do transporte público, vem sofrendo com o impasse que foi estabelecido pela empresa Cidade Verde, uma das empresas que opera o transporte coletivo na cidade, e seus funcionários.

De um lado, os rodoviários querem reajuste salarial. Segundo o Sindicato da categoria, os funcionários pedem 16% de aumento do salário, aumento do valor do o tíquete-alimentação para R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens, que, atualmente, são de 2 horas.

Do outro lado, a Cidade Verde, se nega a entrar em um acordo com os funcionários. A situação, inclusive, foi discutida em uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, em Salvador, na última semana, mas nada foi definido.

Enquanto a situação não é resolvida, a população sofre a duras penas. “A gente vai pro ponto e não se o ônibus realmente vai passar”, afirmou uma usuária do transporte público. Isso, porque, diante da negativa de acordo, os rodoviários continuam realizando paralisações – que tiveram início no dia 18 de abril. Além de reduzir a frota a 30%, em determinados horários, os funcionários recolhem os ônibus, gerando diversos transtornos aos usuários do transporte coletivo.

A pergunta que todos estão fazendo é : “Até quando a situação irá ficar assim?”.

Paralisação dos rodoviários da Cidade Verde pode acabar na próxima terça

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 08 maio 2017

Tags:, , ,

Da Redação


Na próxima terça (9),  será realizada uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, em Salvador, para definir a situação da Cidade Verde Transportes com os seus funcionários. A depender do que for decidido na audiência, a paralisação dos rodoviários da empresa pode chegar ao fim.

Desde o dia 24 de abril, os rodoviários da Cidade Verde estão de greve. Os ônibus das empresa só estão circulando normalmente nos horários de pico, no restante do dia, somente 20% da frota está operando. Segundo o Sindicato dos Rodoviários, o estado de greve foi deflagrado, porque a empresa abandonou as negociações referentes ao reajuste salarial.

Os rodoviários cobram reajuste salarial de 16%,  aumento do valor do o tíquete-alimentação para R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens, que, atualmente, são de 2 horas.

Viação Vitória

No último sábado (6), o Sindicato da categoria aceitou a nova proposta apresentada pela empresa Viação Vitória. Durante assembleia, foi aprovado reajuste salarial de 6%, fracionados em 5% de imediato, valendo para o dia primeiro de maio, e 1% para o quinto dia útil do mês de setembro do referido ano. Também foi proposto aumento no ticket alimentação, para o valor de R$ 350,00.

Ainda conforme o Sindicato, as demais clausulas, como plano de saúde e prêmio de férias, serão discutidas no dia 10 de maio.

Impasse entre rodoviários e empresas do transporte municipal segue causando transtorno à população

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 02 maio 2017

Tags:, , , ,

Da Redação


Desde o dia 18 de abril, os usuários do transporte coletivo de Vitória da Conquista vêm enfrentando uma série de transtornos. Por conta da negociação por reajuste salarial, os ônibus que atendem a cidade estão funcionando em horários alternativos, com apenas uma pequena parte da frota.

Após quase uma semana realizando paralisações pontuais, os rodoviários da empresa Viação Cidade Verde decretaram greve por tempo indeterminado no dia 25 de abril, em reivindicação por aumento de salário e melhores condições de trabalho. O comunicado foi feito pelo Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários (Sintravc), sob a justificativa de que os diretores da empresa não participaram da reunião agendada para o dia 24, nem apresentaram propostas de reajuste salarial.

A empresa, porém, alega que foi o próprio sindicato que se distanciou das negociações. Diante do impasse, as atividades dos funcionários da Cidade Verde estão parcialmente suspensas.  Segundo o sindicato, apenas 20% do quadro de funcionários está sendo mantido, que possui cerca de 80 funcionários. Ainda conforme o sindicato, “por consideração à população”, nos horários pico, que compreendem o período de 5h às 8h e 17h às 19h, todo o efetivo está mantido.

Já os rodoviários da Viação Vitória resolveram voltar às atividades nesta terça-feira (2) após terem cruzado os braços na última quinta-feira (27), quando entraram em greve. De acordo com o sindicato da categoria, os funcionários da Vitória decidiram voltar ao trabalho após a empresa se comprometer em apresentar uma proposta de negociação com valores acima da anterior. A proposta vai ser discutida em reunião entre empresa e sindicato, na quarta-feira (3).

Enquanto a situação não é resolvida, a população que depende do transporte coletivo – aproximadamente 100 mil pessoas que utilizam o serviço diariamente -, segue tendo diversos problemas. Em alguns bairros, por exemplo, é necessário esperar mais de uma hora para conseguir se deslocar utilizando um ônibus.

Greve Geral: Vitória da Conquista ficará sem ônibus nesta sexta-feira

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 27 abr 2017

Tags:, ,

Da Redação


O Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista emitiu um comunicado informando que nesta sexta-feira (28), devido à Greve Geral, os funcionários das empresas que operam o transporte coletivo da cidade irão suspender as atividades. Durante todo o dia, os ônibus não irão circular.

A suspensão das atividades dos rodoviários foi definida em assembleia realizada nessa quarta (26). Com a paralisação, os funcionários terão condições de participar das manifestações que irão acontecer em todo o país contra que tem como as reformas Trabalhista e da Previdência, e contra a aprovação do projeto da terceirização, sancionada recentemente pelo presidente Temer.

Funcionários da Cidade Verde podem entrar em greve nesta segunda (24)

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 24 abr 2017

Tags:, , ,

Da Redação


Desde a última terça-feira (18), os usuários do transporte público de Vitória da Conquista vêm enfrentando transtornos devido às constantes paralisações dos rodoviários da Cidade Verde. Nos últimos sete dias, nos horários de pico, apenas 30% da frota da empesa está circulando.

As paralisações fazem parte das medidas encontradas pelo Sindicato do Rodoviários para forçar a negociação do reajuste salarial. Conforme a direção do Sindicato, na tarde desta segunda (24), haverá mais uma rodada de negociação, caso não haja acordo, os funcionários da empresa irão entrar em greve.

Reivindicações

Os rodoviários cobram reajuste salarial de 16%,  aumento do valor do o tíquete-alimentação para R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens, que, atualmente, são de 2 horas.

Em relação à Viação Vitória, o Sindicato afirmou que uma proposta já foi feita pela empresa, no entanto, não foi acatada pelos rodoviários. Ainda nesta semana, será realizada uma contra-proposta e, a partir do posicionamento da Viação Vitória, serão analisadas as medidas que deverão ser tomadas.

Rodoviários iniciam paralisações nesta terça (18) e prometem greve na sexta

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 18 abr 2017

Tags:,

Redação

Os usuários de transportes público em Vitória da Conquista terão de enfrentar dificuldades para se deslocar a partir desta terça-feira (18). A partir da noite de hoje, os Rodoviários iniciam paralisações, nos horários de 5h a 7h, das 11h às 13h, e das 17h às 19h, relativas à campanha salarial. O estado de greve já foi deflagrado pelo sindicato da categoria (Sintravc).

Os trabalhadores fizeram uma assembleia na manhã desta terça onde rejeitaram a proposta da Cidade Verde, uma das duas empresas que operam o serviço na cidade. Segundo o presidente do Sintravc, Álvaro Souza, os rodoviários cobram reajuste salarial de 16%, só que a empresa só aceita ceder caso haja novo aumento da tarifa. “A questão é que já houve aumento da tarifa no começo do ano, da ordem de 16,8%”, diz. Outras demandas dos trabalhadores são o tíquete-alimentação de R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens (atualmente são 2 horas, no entanto, a Viação Vitória concede a vantagem ao trabalhador).

Enquanto esperam retorno dos patrões, os rodoviários realizarão as paralisações nos horários de pico até a sexta-feira (21), data limite para deflagrarem greve por tempo indeterminado. Cada empresa em Conquista conta com cerca de 520 trabalhadores

Rodoviários realizam manifestação contra as reformas da Previdência e do Trabalho

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 31 mar 2017

Tags:, ,

Da Redação

Nesta sexta-feira (31), acontece em todo o Brasil mais uma manifestação contra às reformas da Previdência e do Trabalho. Em Vitória da Conquista, diversos setores aderiram à paralisação nacional, inclusive os rodoviários.

Na cidade, desde às 9 horas, os rodoviários pararam as atividades como sinal de protesto. Até às 12 horas os ônibus não irão circular. Neste momento, os veículos estão parados em diversas ruas.

De acordo com o Sindicato da categoria, os trabalhadores estão se manifestando contra a retirada de direitos, que foram conquistados ao longo dos anos.

 

Rodoviários irão paralisar as atividades nesta sexta-feira (31)

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 30 mar 2017

Tags:, ,

Da Redação


Os rodoviários de Vitória da Conquista irão aderir a paralisação nacional contra a Reforma da Previdência, marcada para acontecer nesta sexta-feira (31). De acordo com o Sindicato da categoria, as atividades serão suspensas das 9 às 12 horas.

Assim, durante essas três horas os ônibus não circularão na cidade. Ainda conforme o Sindicato, todos os funcionários irão aderir a paralisação.

Além dos rodoviários, outros setores também dever suspender as atividades nesta sexta-feira, a exemplo de bancários, professores e servidores público. Um ato público está previsto para acontecer às 9 horas na Praça Barão do Rio Branco, Centro de Vitória da Conquista.

Rodoviários da Vitória ameaçam iniciar nova greve nesta sexta (17)

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 16 mar 2017

Tags:, , ,

Redação

Termina nesta quinta-feira (16) o prazo dado pelo Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista para o pagamento de benefícios aos funcionários da Viação Vitória. Os trabalhadores ameaçam iniciar uma nova greve, suspendendo a oferta dos serviços de 20 linhas atendidas pela empresa.

O Sindicato dos Rodoviários já comunicou a empresa que, se caso o pagamento das férias dos empregados não seja efetuado até a meia noite de hoje, a entidade paralisará as atividades da Vitória a partir das 4 horas desta sexta feira (17).

“O padrão desastroso de trabalho adotado pela Vitória prejudica não somente os funcionários, mas também os usuários que constantemente vem reclamando do serviço mal prestado pela empresa”, aponta os Rodoviários.

Rodoviários da Vitória paralisam nesta quinta (8) e prometem nova greve

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 08 dez 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_7682

Os funcionários da empresa do transporte coletivo de Vitória da Conquista, a Viação Vitória, anunciaram duas paralisações para esta quinta-feira (8). A mobilização seria motivada pelo não pagamento dos salários referente ao mês de novembro. Os rodoviários também apontam a possibilidade de uma nova greve.

As paralisações estão programadas para às 12 e 18 horas de hoje e servirá, segundo o Sindicato dos Rodoviários, como última advertência antes da deflagração da greve. “Findo o prazo para pagamento dos salários [07/11, segundo a deliberação da assembleia do mês passado]de seus mais de 500 funcionários, a Viação Vitória não oferece outra alternativa ao seu quadro funcional que não seja a deflagração de greve a qualquer instante”, aponta o Sindicato através de nota.

Caso a greve seja confirmada, a categoria garante que atenderá as exigência legais, ofertando 30% dos serviços referente à empresa – 24 dos 80 ônibus, que circulam em 20 linhas.

Confira a nota na íntegra: …Leia na íntegra

Funcionários da Viação Vitória paralisam as atividades por causa de salários atrasados

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 17 nov 2016

Tags:, , ,

Da Redação

IMG_1523
No início da manhã desta quinta-feira (17), motoristas e cobradores da Viação Vitória paralisaram as atividades e os ônibus da empresa não saíram da garagem nos primeiros horários, como normalmente acontece. A decisão pela paralisação foi tomada em Assembleia, realizada na última sexta (11), quando motoristas e cobradores da Viação Vitória discutiram a situação dos atrasos nos pagamentos de salários e Ticket Alimentação pela empregadora.

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista, a empresa tinha se comprometido a pagar o salário de novembro até o dia 16, Vale até o dia 25, Ticket no dia, e Salário referente ao mês dezembro, até o dia 07 de dezembro. Como Viação Vitória não cumpriu a primeira data, os funcionários da empresa decidiram por suspender as atividades imediatamente.

Diante da paralisação dos cobradores e rodoviários, até às 8 horas da manhã, os ônibus da empresa ficaram sem rodar na cidade. A partir das 8 horas, apenas 30% da frota passou a circular.

Essa não é a primeira vez que os funcionários da empresa decidem realizar paralisação. Em fevereiro deste ano, também por falta de pagamento, os rodoviários da Viação Vitória chegaram a supender as atividades por cinco dias.

Rodoviários fecham terminal em protesto contra violência

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 19 out 2016

Tags:, , ,

texto e fotos: Mateus Novais

img_0004

Às 12 horas desta quarta-feira (19), os rodoviários de Vitória da Conquista interromperam o fluxo de veículos na Avenida Lauro de Freitas e entorno do terminal de ônibus em protesto contra a violência sofrida pelos trabalhadores. O Sindicato dos Rodoviários (SIntravc) aponta que o número de assaltos e agressões contra os trabalhadores têm aumentado.

Álvaro Souza, presidente do sindicato, afirma que nestes dois últimos dias foram registradas duas ocorrências envolvendo os rodoviários. “Ontem, uma cobradora foi assaltada e agredida, no Patagônia, enquanto retornava do trabalho. Hoje pela manhã, roubaram um ônibus no [bairro] Vila Serrana e, não contente em levar o dinheiro, os bandidos bateram no motorista”, relatou Álvaro. “Isso está se tornando frequente e ninguém faz nada”.

img_0005

A mobilização durou cerca de duas horas e parou todo o serviço de transporte coletivo no município.

Cidade Verde assumirá linhas enquanto durar paralisação na Viação Vitória

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 12 fev 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1523

Após o início da paralisação dos Rodoviários da Viação Vitória, na tarde desta sexta-feira (12), a Secretaria de Mobilidade Urbana emitiu nota informando as medidas para manter as linhas operadas pela empresa em funcionamento. Segundo a Semob, a Viação Cidade Verde irá operar parte das linhas paralisadas, além de autuar a Vitória.

Confira a nota:

A Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana, informa que notificou a empresa Vitória e está aplicando autuações pelas viagens não realizadas, em conformidade com a legislação de transporte.

A Prefeitura também está providenciando o atendimento de algumas linhas da Vitória temporariamente pela empresa Cidade Verde para viabilizar os deslocamentos dos usuários e já está oficiando o Sindicato para que possíveis paralisações não ultrapassem 30℅ das linhas da operadora para minimizar os prejuízos aos usuários.

O Sindicato da categoria alega que a empresa Vitória ainda não efetuou o pagamento do salário de janeiro. A empresa afirma que pagou a 50% do salário de janeiro e que irá saldar o restante da dívida na próxima semana.

Rodoviários da Vitória paralisam atividades

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 12 fev 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1523

Na tarde desta sexta-feira (12), os rodoviários da cumpriram a promessa de paralisar as atividades da Viação Vitória. Os motoristas e cobradores da empresa afirmam que estão sem receber o salário referente ao mês de janeiro.

O anuncio de recolhimento dos veículos para a garagem foi feito na noite dessa quinta. Inicialmente a paralisação ocorreria no início da manhã desta sexta, mas foi retardada até o meio dia de hoje.

O Sindicato dos Rodoviários informou que está discutindo com os trabalhadores os rumos do movimento. Sem os veículos da Viação Vitória, somente os ônibus da Viação Cidade Verde continuam circulando normalmente na capital do Sudoeste baiano.

Rodoviários da Viação Vitória ameaçam paralisar atividades nesta sexta (12)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 11 fev 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

Onibus B

O Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista e Região voltou a emitir nota informando uma nova paralisação dos funcionários da Viação Vitória nesta sexta-feira (12). Segundo o comunicado, a mobilização pode ocorrer devido ao atraso no pagamento do salário referente ao mês de janeiro.

“A paralisação ocorrerá logo nas primeiras horas de amanhã, caso o pagamento não seja efetuado até a meia noite de hoje”, dia a nota. “Desde a última semana, a diretoria do Sindicato tem pressionado a empresa para que fossem pagos os salários de seus funcionários, mas até o momento, nenhum funcionário recebeu seu salário do mês”, conclui o comunicado.

TRT decidirá em dezembro intrajornada dos rodoviários conquistenses

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 27 nov 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

ônibus

A resolução do conflito entre rodoviários e empresas de ônibus, envolvendo a intrajornada, foi adiada para o dia 10 de dezembro. Durante a reunião no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), na última terça-feira (24), as partes envolvidas fizeram novas exigências para o fracionamento de intervalo.

A prefeitura de Vitória da Conquista solicitou que os intervalos não fossem no terminal de ônibus para evitar tumultos. A Federação dos rodoviários ressaltou que a saúde do trabalhador seja levada em consideração. Enquanto as Empresas Cidade Verde e Viação Vitória, destacaram sobre o fracionamento não gerar despesas, além de adequação do horário das escalas.

O Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista e Região apresentou uma escala favorecendo os pontos questionados, possibilitando as paradas nos bairros, para evitar aglomeração no terminal da Avenida Lauro de Freitas. Resguardando as empresas no que diz respeito a problemas trabalhistas, pois no momento do intervalo os funcionários não ficaram responsáveis pelos ônibus.

Levando em consideração as abordagens apresentadas, os desembargadores do Tribunal Regional do Trabalho darão o parecer no próximo dia 10 de dezembro.

Negociação entre Rodoviários e Cidade Verde vai parar no MPT, em Salvador

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 12 nov 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto: Rafael Gusmão

DSC_0424

As negociações envolvendo o intervalo intrajornada dos funcionários da Viação Cidade Verde foi parar na Justiça. Na próxima terça-feira (17), acontecerá uma audiência de conciliação no Ministério Público do Trabalho, em Salvador, que pode colocar fim ao imbróglio.

O Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista e Região (Sintravc) garante que as paralisações vão continuar até que a empresa Viação Cidade Verde se coloque disponível para negociar com a categoria sobre o fracionamento do intervalo.

Enquanto isso, as discussões avançam em direção à Viação Vitória. O Sindicato informou que a empresa se comprometeu a dar uma posição à categoria até esta sexta (12). “Caso a empresa dificulte as negociações, também fará parte das paralisações”, afirma os sindicalistas.

As paralisações na Cidade Verde ocorrerão em dois horários, das 8h30 às 17 horas e das 20 horas até 0 hora. Nestes dois períodos, a frota será reduzida para apenas 40% dos ônibus em circulação na cidade.

Rodoviários da Cidade Verde iniciam nova greve

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 12 nov 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1528

Às 12 horas desta quinta-feira (12), os rodoviários da Viação Cidade Verde irão recolher 60% dos veículos para a garagem da empresa. O ato marca o início de uma nova greve do transporte coletivo de Vitória da Conquista.

Segundo o Sindicato dos Rodoviários da cidade (Sintravc), uma liminar concedeu o direito da mobilização da categoria. “A liminar determinou que nós deveríamos circular com o mínimo de 40% nos horários normais e 70% nos horários de picos. Então, vamos recolher 60% dos ônibus da Cidade Verde agora, às 12 horas, e retornaremos com 100%, das 17 horas às 20 horas”, detalhou o presidente do Sindicato, Alvaro Souza, apontando que das 5 horas às 8 horas todos os ônibus da empresa também estarão circulando.

Ainda de acordo com Alvaro, este esquema seguirá pelos próximos dias, até que seja encontrado uma saída para a crise envolvendo a intrajornada dos trabalhadores da empresa. “Estamos cientes dos transtornos que são causados, porém, infelizmente, não temos alternativas. São centenas de trabalhadores que teve, de uma hora pra outra o seu horário de trabalho alterado. Quem tinha outra atividade, está tendo que largar, e quem tem filho, não está sabendo com quem deixar, porque seus horários foram alterados sem consulta prévia da empresa”, argumentou o presidente do Sintravc.

Negociações não avançam e rodoviários ampliam paralisações na Cidade Verde

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 11 nov 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC_1285

A reunião que poderia por um fim às paralisações dos funcionários da empresa do transporte coletivo Cidade Verde terminou sem boas novidades. Após o não comparecimento de representantes da empresa, os rodoviários anunciaram que irão ampliar as mobilizações.

O encontro se deu apenas entre a diretoria do Sindicato dos Rodoviários e o secretário de Mobilidade Urbana, Luiz Alberto Sellman. “Sendo assim, as paralisações vão continuar, pois não houve avanços nas negociações. Hoje das 17 horas às 20 horas e amanhã, além deste mesmo horário, também durante o começo da manhã, das 5h às 8h”, comunicou a categoria em nota.

“O Sindicato conta com a colaboração e compreensão de toda a comunidade, pois estamos cientes dos transtornos que são causados, porém, infelizmente, se faz necessário para estabelecer melhores condições de trabalho para nossa categoria”, completou o comunicado.