Murilo Mármore assume interinamente a Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 13 jan 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

da Redação

Resultado de imagem para murilo marmore
Murilo Mármore – Foto: Arquivo do BRG

Após ter recebido denúncia de Vicente Moreira, da Coordenação de Abastecimento de Água na Zona Rural, o prefeito Herzem Gusmão (MDB), solicitou a imediata transferência da Operação Pipa para uma sala no Deserg. Segundo relatou o coordenador, caminhões estavam levando água para a fazenda do secretário.

A Secretaria de Transparência e Controle foi acionada para apurar a veracidade da informação. Antes mesmo do secretário Diego Gomes, estava em viagem, abrir o PAD – Processo Administrativo, o caso veio a tona com reportagens nos blogs da cidade.

Nota

A Secom – Secretaria de Comunicação divulgou na tarde de hoje a seguinte nota:

Em reunião com o prefeito Herzem Gusmão, Gilmar Ferraz entregou, na tarde de hoje, o cargo de secretário de Agricultura do Município. Ele retorna à Câmara de Vereadores, onde tem assento.

Gilmar Ferraz tomou a decisão para que a apuração que vai ser feita pela Secretaria da Transparência aconteça sem sua presença no Governo. Ele acreditta que o distanciamento é necessário para mostrar que o processo será conduzido com total lisura e isenção.

Murilo

A partir desta terça-feira (14), Murilo Mármore, atual Chefe do Gabinete Civil da Prefeitura de Vitória da Conquista assumirá a Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural.

Murilo Mármore esteve à frente da Procuradoria Geral do Município e foi Prefeito de Vitória da Conquista (1989 – 1993).

O prefeito Herzem Gusmão entregou recentemente o comando da Subprefeitura de José Gonçalves ao ex-prefeito Murilo Mármore, que também está na coordenação da força-tarefa, criada pelo Governo para cuidar das operações de auxílio aos moradores da zona rural que sofreram as consequências das fortes chuvas.

O prefeito solicitou que o Programa Morar Legal seja utilizado para restaurar casas de famílias desabrigadas na região de Cabeceira.