Governo diz estar acompanhando negociação entre terceirizados e empresas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 10 ago 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

IMG_8098

Após a paralisação das aulas em três escolas de Vitória da Conquista, em decorrência de atrasos nos pagamentos dos trabalhadores terceirizados, o Governo do Estado se manifestou. A suspensão das aulas foi organizada pelos próprios estudantes, nessa segunda e terça-feira (8 e 9), em apoio aos trabalhadores.

Segundo a nota divulgada pela Secretaria da Educação do Estado, “o Estado já resolveu todas as pendências e as [novas] contratações dos prestadores de serviço já foram iniciadas nas escolas. A orientação é para que sejam aproveitados os trabalhadores que já atuam nas unidades escolares, de acordo com o número de prestadores que está determinado para cada contrato”.

Ainda segundo o comunicado, a pasta está acompanhando junto ao Ministério Público do Trabalho as negociações relacionadas a rescisão dos funcionários.

Ao todo, as pendências incorrem sobre três empresas que prestavam os serviços terceirizados: Sandes, Base Tech e Contrate. Apesar das mudanças, as empresas anteriores ainda não realizaram o pagamento dos trabalhadores. A Sandes alega que já pagou os salários dos meses de maio e junho e que já está com audiência de rescisão agendada para o pagamento dos direitos trabalhistas.  A Base Tech informou que já pagou maio e que pagará o mês de junho junto com a rescisão. Já a Contrate é a que apresenta a pior situação. Ela encerrou o contrato no mês de março e até agora não realizou o pagamento dos salários atrasados nem a rescisão trabalhista.