Servidores municipais realizam assembleia

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 17 abr 2013

Tags:, , ,

Por Rodrigo Ferraz

DSC_0070

Na tarde de hoje (quarta-feira) os servidores municipais de Vitória da Conquista realizaram uma assembleia na Câmara de Vereadores da cidade.

Com o tema ‘Não sorria, você está sendo enganado’, a categoria discutiu uma série de pautas, a exemplo da campanha salarial 2013, que visa discutir junto ao poder público o reajuste.

DSC_0059

Os servidores prometem se reunir com a prefeitura na próxima semana para dar início aos debates no intuito de chegar a um acordo.

Aracatu: servidores protestam e reivindicam salários

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Sudoeste | Data: 17 mar 2013

Tags:, ,

Por Rodrigo Ferraz
Fotos: Hermes Leite

foto 1

Durante toda a última sexta-feira (15) servidores municipais lotados na prefeitura de Aracatu, no Sudoeste do estado, realizaram protesto pelas ruas da cidade para reivindicar salários atrasados e diversos direitos. De acordo com a categoria, algumas garantias próprias dos servidores não estão sendo respeitadas pela prefeitura municipal. A cidade, que atualmente é administrada pelo prefeito Sérgio Maia (PV), vem enfrentando várias manifestações dos servidores.

Além disso, a categoria também afirma que vários concursados estão sendo transferidos para outros setores.

foto 2

Aracatu: Em assembleia, servidores municipais denunciam prefeitura e buscam melhorias

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Política, Sudoeste | Data: 12 mar 2013

Tags:, ,

da Redação
Fotos: Divulgação

foto 1

Na manhã de ontem (segunda-feira) servidores municipais de Aracatu estiveram reunidos e mobilizados com uma série de reivindicações no intuito de cobrar do atual prefeito, Sérgio Maia (PV), melhorias para a categoria.

Segundo uma das colaboradoras, Pollyanna Silveira, a administração municipal não tem atendido, principalmente, os concursados.

Ainda de acordo com a líder sindicalista, vários servidores são prejudicados e transferidos para setores de outras áreas ou até mesmo na zona rural.

foto 2

Assim como os servidores, os professores da rede municipal de ensino também reclamam do tratamento da prefeitura com a categoria.

Os servidores entraram com ação no Ministério Público contra o prefeito. Os trabalhadores de Aracatu esperam que as autoridades competentes tomem providências em apurar as denúncias feitas e através do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais estão se mobilizado em busca dos seus Diretos.

Aracatu: servidores municipais denunciam o prefeito do município

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Política, Sudoeste | Data: 12 mar 2013

Tags:, , ,

da Redação

srgio maiaOs servidores municipais da prefeitura de Aracatu, no Sudoeste do estado, enviaram e-mail a nossa reportagem com uma série de reivindicações e reclamações com relação a atual gestão do prefeito do município, Sérgio Maia (PV).

Segundo o e-mail, as denúncias já foram encaminhadas para o Ministério Público.

Ainda de acordo com o texto escrito por alguns servidores, a atual administração está substituindo os trabalhadores concursados por contratados sem qualquer tipo de explicação, transferindo para outros setores, até mesmo na zona rural.

Outra categoria que demonstra indignação com o atual prefeito são os professores.

Segundo alguns docentes que entraram em contato com a nossa reportagem, vários professores concursos são impedidos de exercerem suas funções, já que foram transferidos e substituídos por contratados.

Na última segunda-feira (11) os servidores municipais estiveram reunidos no intuito de discutirem a pauta de reivindicações da categoria.

Corregedoria Geral verifica situação de 58 mil servidores da Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 03 fev 2010

Tags:, ,

do Tribuna da Bahia

Em 26 operações correcionais realizadas pelo governo do Estado, 786 servidores foram exonerados após constatação de irregularidades. Entre as situações flagradas, está a de servidores que abandonaram há 20 anos o local de trabalho, mas que continuavam recebendo salários. Outro exemplo é o servidor que possuía cinco vínculos – com incompatibilidade de carga horária entre os cargos –, e a servidora, aposentada por invalidez na Bahia, mas que trabalhava como médica em Sergipe. Em outro caso, o filho de um servidor, substituía o pai e recebia os vencimentos, mesmo sem ser concursado.

Irregularidades desse porte vinham se repetindo mensalmente na folha de pagamento do Estado e foram identificadas a partir do trabalho da Secretaria da Administração (Saeb), por meio da Corregedoria Geral (CGR), que verificou a situação de 58 mil servidores da capital e do interior em 826 órgãos.

…Leia na íntegra