Despejo foi “erro de comunicação”, afirmou Prefeitura para comerciantes

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 31 mar 2015

Tags:, , ,


por Mateus Novais
foto: Ascom PMVC

SC1_1471O grande constrangimento causado por uma ordem de desapropriação emitida pela Prefeitura aos 27 comerciantes das praças da Bandeira e Hercílio Lima foi justificado como um “erro de comunicação”. Durante a retirada das barracas das duas praças, na última segunda-feira (31), era possível ver no olhar dos trabalhadores a tristeza por ter que abandonar sua única forma de sustento.

O BLOG DA RESENHA GERAL apurou junto aos comerciantes que estiveram presente na reunião realizada na tarde da última segunda-feira (30), que a Administração Municipal teria afirmado que a ordem de desapropriação, emitida no sábado passado com prazo final até as 12h da segunda, era válida apenas para os comerciantes que já haviam mudado para o Shopping Popular. Apesar do pedido de desculpas, os membros do Governo Municipal não souberam explicar o motivo da presença da Polícia Militar no local.

Ainda no encontro foi agendada uma nova reunião entre comerciantes e Prefeitura para debater a ocupação dos 23 boxes restantes no Centro de Comércio Popular e o destino dos 27 comerciantes que ainda estão nas duas praças. A reunião ocorrerá nesta quarta, às 16h, no Salão Nobre do Gabinete Civil.

Prefeitura diz que suspendeu sorteio para analisar casos de comerciantes não contemplados

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 31 mar 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_3830O último sorteio dos boxes do Shopping Popular, que iria acontecer na última sexta-feira (27), foi suspenso pela Prefeitura Municipal. Segundo o Governo, o motivo são os casos dos 27 comerciantes que trabalhavam nas praças da Bandeira e Hercílio Lima, que ainda não receberam a carta convite para participar do processo de seleção. A data para o novo encontro não foi definida.

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), que tem interesse na desocupação da Praça da Bandeira para criação de vagas de estacionamento da Zona Azul, informou que a Prefeitura Municipal lhe encaminhou uma nota dizendo que os casos serão analisados até a conclusão de todo o processo.

“Os casos que não cumpriram os critérios estabelecidos pela Comissão Administrativa Municipal para Ordenação de Ocupação do Solo Público serão analisados pela Comissão até a conclusão de todo o processo de ocupação e desocupação das praças Arlindo Rodrigues, da Bandeira e Hercílio Lima”, afirma a nota.

Comerciantes do Shopping Popular reclamam de baixa venda no espaço

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 31 mar 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

DSC_3877

Assim como ocorreu na Praça Hercílio Lima, comerciantes da Praça da Bandeira não contemplados com um boxe no Shopping Popular receberam o comunicado da Prefeitura para desocupar o espaço. No entanto, quem passa pela Praça da Bandeira pode perceber que nem todos os comerciantes que trabalham nas barracas estão se preparando para deixar o local.

Na Praça da Bandeira, ainda há 15 trabalhadores que não foram contemplados, que somados aos 12 trabalhadores que atuavam na Hercílio Lima (leia aqui), ultrapassa a quantidade de boxes ainda disponíveis no Shopping Popular. Os comerciantes argumentam que ainda há 23 boxes fechados no centro comercial.

Além dos 27 comerciantes que ainda estão de fora, os permissionários que estão estabelecidos no Shopping Popular também querem que esta situação seja resolvida logo. Segundo eles, enquanto houver barracas funcionando fora do centro comercial, o consumidor não frequentará o novo espaço. “Aqui no Shopping não está tendo boas vendas porque ainda existem barracas lá na Praça da Bandeira. O consumidor faz as compras por lá e de lá mesmo vai embora. A solução é vir para o Shopping, para o cliente também vir para aqui”, afirmou o permissionário Eli Lopes.

Comerciantes não contemplados do Shopping Popular são despejados

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 30 mar 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_3822

As barracas da Feira do Paraguai começaram a ser retiradas da Praça Hercílio Lima, próximo ao Hospital São Vicente, na manhã desta segunda-feira (30). A ordem da Prefeitura Municipal é para que todas as barracas sejam desocupadas ainda hoje. Porém, 12 comerciantes que não foram contemplados nos sorteios do Shopping Popular estão sem saber o que fazer, já que não tem um local para trabalhar.

Como é o caso de Vanessa Pereira, que herdou a barraca de sua mãe, depois de mais de 20 anos na Feira do Paraguai. Ela diz que está angustiada, porque não sabe o que vai fazer de agora em diante. “A gente está sem resposta. Não sabe se vai ou se não vai [para o Shopping Popular]. E o pior é que a gente sabe que tem ponto sobrando lá. Nossa documentação foi entregue e eles só dizem que está em processo de análise”.

DSC_3826Outro comerciante que está nessa mesma situação é Murilo Santos. Ele diz que procurou por diversas vezes a Prefeitura e foi informado que uma solução seria dada até a sexta-feira passada, o que não aconteceu. “A Prefeitura falou que iria decidir para onde a gente iria, mas no sábado eles mandaram uma nota dizendo que teríamos 24 horas para retirar as mercadorias das barracas. Só que não deram nenhuma posição do que vão fazer com a gente”.

Por fim, dona Lorena Ribeiro, mãe de duas crianças, conta que alugou um ponto na Feira do Paraguai por 10 anos. E, com o anúncio do Shopping Popular, imaginou que as coisas poderiam melhorar, mas teve os sonhos frustrados. “Nós vamos todos os dias para a Prefeitura e eles falam que vai chegar essas cartas, e nunca chegam. Só que a gente precisa trabalhar. Como eu vou ficar com duas crianças dentro de casa sem trabalhar”.

Com 6 meses de atraso, Shopping Popular começa a funcionar de verdade

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 23 mar 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_1670Sem cerimônia e muita pompa, o Shopping Popular de Vitória da Conquista foi realmente inaugurado na manhã desta segunda-feira (23). Os 261 permissionários, das praças da Bandeira e Arlindo Rodrigues (Feira do Paraguai), que participaram dos sorteios de distribuição dos boxes, já estão trabalhando no espaço.

A parte complicada da história se trata dos 41 boxes finais. Comerciantes apontam que os métodos de escolha dos permissionários para ocupar o Shopping Popular geraram problemas e excluíram pessoas com décadas de feira.

Apesar da Comissão Administrativa Municipal de Ordenação de Ocupação do Solo Público afirmar que iria avaliar os problemas apontados pelos comerciantes, até o momento não foi informado oficialmente quais serão os métodos adotados para o sorteio dos últimos boxes.

Shopping Popular será inaugurado na próxima segunda (23)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 20 mar 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Shopping PopularA Prefeitura de Vitória da Conquista confirmou a real inauguração do Centro de Comércio Popular (Shopping Popular) para a próxima segunda-feira (23), às 9h. Já estarão trabalhando no espaço 261 permissionários, das praças da Bandeira e Arlindo Rodrigues (Feira do Paraguai), que participaram dos sorteios de distribuição dos boxes.

A parte complicada da história se trata dos 41 boxes finais. Comerciantes apontam que os métodos de escolha dos permissionários para ocupar o Shopping Popular geraram problemas e excluíram pessoas com décadas de feira.

Apesar da Comissão Administrativa Municipal de Ordenação de Ocupação do Solo Público afirmar que iria avaliar os problemas apontados pelos comerciantes, até o momento não foi informado oficialmente quais serão os métodos adotados para o sorteio dos últimos boxes.

Prefeitura admite erros na distribuição dos boxes do Shopping Popular

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 11 mar 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Ascom Câmara

shopping-popular-2Durante a audiência pública sobre o Shopping Popular, os problemas gerados pelos métodos de escolha dos permissionários para ocupar o Shopping Popular foram evidenciados pelos próprios comerciantes que participaram do processo de implantação do equipamento público. A partir das questões levantadas pelos lojistas, os responsáveis pela seleção admitiram que erros aconteceram no processo.

A comerciante Edna Rocha lembrou das alegrias e tristezas geradas pela criação do Centro Comercial Popular. Ela afirmou que esteve presente em todas as reuniões para a criação do Centro Comercial Popular e que chegou a ir a Salvador com o prefeito e alguns vereadores para concretização da emenda que seria utilizada para construção do empreendimento, pois era um sonho de todos os lojistas do local. “Quando chovia o esgoto invadia as lojas, era precário. Esperamos por muitos anos por essa obra”.  Ela relatou que pessoas como Dona Francisca, com 35 anos de trabalho na praça, não foi beneficiada devido aos critérios utilizados pela prefeitura. “O sonho de tanta gente virou pesadelo, pois muita gente ficou de fora. Não é justo que sejamos excluídos de um bem que seria nosso”, detalhou.

A Comissão Administrativa Municipal de Ordenação de Ocupação do Solo Público explicou que a distribuição dos boxes está sendo realizada a partir de alguns critérios que levam em conta, por exemplo, a posse de alvará, a atuação efetiva na feira e o cadastro regular junto a Prefeitura Municipal. “No afunilamento, algumas pessoas não foram contempladas”, afirmou o membro da comissão de distribuição dos boxes, Kléber Monteiro Braga.

Mas a presidente da Comissão, Marivone Ribeiro Vieira Batista (foto), reconheceu que erros podem ter ocorrido. “Se existiu algum problema durante o processo, vamos reavaliar. Somos humanos, erramos e estamos abertos para rever os casos”, concluiu.

Comerciantes criticam métodos de escolha da Prefeitura sobre Shopping Popular

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 11 mar 2015

Tags:, , ,


por Mateus Novais*
foto: Ascom Câmara

shopping-popular-1

Na Audiência Pública desta terça-feira (10), no plenário da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), os comerciantes da Praça da Bandeira apresentaram os problemas gerados pelos métodos de escolha dos permissionários para ocupar o Shopping Popular. O principal questionamento se trata do não beneficiamento de casais que trabalhavam em boxes separados.

shopping-popularA comerciante Alcione Correia (foto) foi a primeira a fazer uso da Plenária. Ela afirmou que tem uma permissão no solo da prefeitura há 10 anos e disse que “fui informada verbalmente que não serei relocada por ser casada com um também permissionário”. Finalizou seu pronunciamento criticando que quando o político quer o voto “quer de toda a família”.

A comerciante Natrízia Marques reclamou da avaliação feita pela Comissão. Segundo Maques, o órgão alega que ela não trabalha na Praça da Bandeira e que, por isso, não teria direito a um box no Shopping Popular. “Eu tenho mais de 200 testemunhas que provam que eu trabalho na praça”. Ela afirmou que é feirante desde criança, tendo tomado chuva e enfrentado enxurrada e esgoto na praça e que sua situação é regular: “Minha documentação está toda em dia. Eu estive ausente [da praça] alguns dias, mas meu box nunca ficou parado”.

A também feirante Gisele Durval reclama o direito de acesso a um box por já trabalhar há mais de dez anos na Praça da Bandeira. Ela explicou que somente o marido foi contemplado e que a Comissão tem proibido a distribuição de boxes para casais. Segundo Durval, ela e o marido já eram feirantes antes do casamento o que garantiria o direito dos dois. “Tenho dois filhos. Quem vai pagar as minhas contas?”, questionou a comerciante que se sente injustiçada por ser mulher.

Essa é mesma situação de Geraldo Silva, que também é casado com uma feirante. Ele informou que conheceu a esposa trabalhando na feira e que cada um têm direito a um box. “Ser casado com uma permissionária vai me impedir de receber um box”, detalhou. Silva reclamou também da demora da Comissão em dar respostas. O feirante entregou um dossiê, explicando sua situação, no dia cinco de dezembro de 2014 e até o momento não obteve retorno.

*informações Ascom Câmara de Vereadores

Shopping Popular: vereadores tentam abrir canal de diálogo entre comerciantes e Prefeitura

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 09 mar 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

DSC_3022Nesta terça-feira (10), a Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista (CMVC), uma Audiência Pública para discutir a situação do Shopping Popular da cidade, que foi entregue no mês de setembro do último ano e, até o momento, não foi inaugurado. A proposta da audiência é esclarecer a forma de distribuição dos box, as exigências para ocupação do espaço, entre outros pontos .

O vereador Florisvaldo Bittencourt (PT), que solicitou a audiência, diz que o pedido partiu de vários comerciantes que ocupavam a Praça da Bandeira e a Feira do Paraguai e estão se sentindo excluídos deste processo. “O que a Câmara deseja é que possa reunir a Prefeitura, para que ela esclareça para a população os critérios das escolhas das pessoas. Por que elas foram escolhidas; e as que foram excluídas, quais critérios foram adotados. […] Temos também que discutir alternativas para esse excedente. Foi apresentado aos feirantes um valor de R$ 225 para o condomínio, o que dá em torno de R$ 67 mil por ano. Nós queremos saber como chegaram a esse valor, quais são os gastos, já que o shopping foi construído com recurso público”, disse. …Leia na íntegra

Aliado fala de diálogo difícil com a Prefeitura na implantação do Shopping Popular

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 07 mar 2015

Tags:, ,


da Redação*

Flor BBA cada dia fica mais evidente a insatisfação do vereador Florisvaldo Bitencourt (PT) com o prefeito Guilherme Menezes (PT). Na sessão ordinária da Câmara de Vereadores, realizada nessa quarta-feira (04), o edil apresentou requerimento solicitando a realização de uma Audiência Pública para tratar do Shopping Popular. A data solicitada foi para terça-feira, dia 10, às 16 horas. O isolamento que a Prefeitura impõe ao vereador petista alimenta a discórdia com a base aliada.

O parlamentar lamentou: “já fomos procurados por pessoas indagando sobre algumas questões. Eu estou a dois anos tentando acompanhar e nunca fui convidado para participar de uma reunião, mesmo sendo a pessoa com maior conhecimento desse assunto e que levou o prefeito a dialogar com os comerciantes. Eu não sei se há alguma dificuldade de alguns setores do governo em dialogar com seus parceiros”.

Florisvaldo lembrou que acompanha o projeto desde 2005/2006. “A primeira audiência estava presente junto com o então deputado federal Guilherme Menezes na Secretaria de Estado do Trabalho na Bahia”. Para o vereador o encaminhamento atual está equivocado. “Minha obrigação é alertar. Não é para confrontar o governo, mas para ajudar”, finalizou.

*Com informação e foto da Ascom

Shopping Popular será inaugurado com 74 boxes vazios no dia 20 de março

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 25 fev 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_2937

Mais 32 permissionários do Shopping Popular descobriram os boxes que ocuparão a partir do dia 20 de março, nova data da inauguração do empreendimento público. Com o sorteio desta quarta-feira (25), somente 228 comerciantes estarão aptos a ocupar o espaço até a data oficial de abertura dos portões.

O Shopping Popular foi entregue à Prefeitura pelo Governo do Estado no dia 26 de setembro de 2014, poucos dias antes das eleições. O evento foi tratado como uma inauguração. Porém, desde lá, novas datas foram anunciadas para a real inauguração (2 de janeiro, 10 de fevereiro, 23 de fevereiro e 10 de março). Outros problemas surgiram nesse período, o valor do condomínio, de R$ 250, pro exemplo, foi recusado pelos comerciantes. Por fim, foi acordado em R$ 225, com o compromisso de ser revisto futuramente.

Com todos estes problemas, a Administração Municipal foi forçada a definir que o espaço será aberto ao público com 74 boxes vazios no dia 20 de março. Para os novos permissionários, a Prefeitura afirmou que o último sorteio ocorrerá “em breve”, mas não soube informar as datas.

Segundo sorteio de boxes do Shopping Popular acontece amanhã (25)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 24 fev 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Shopping PopularA Prefeitura Municipal realizará o segundo sorteio de distribuição dos boxes do Shopping Popular nesta quarta-feira (25). O sorteio contemplará 32 permissionários das praças da Bandeira e Arlindo Rodrigues (conhecida como “Feira do Paraguai”), que, segundo a Administração, se encontram habilitados.

O novo sorteio ocorrerá no auditório da Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (Semtre), às 18h.

Há cerca de um mês, a Prefeitura Municipal foi obrigada a estender a data das assinaturas dos termos de permissão dos primeiros permissionários, sorteados em dezembro do ano passado. A medida forçada ocorreu após cerca de 70% dos 196 primeiros selecionados recusarem o valor de R$ 225 referente ao condomínio.

Shopping Popular: após protesto, Prefeitura estende data de assinatura de termos de permissão

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 29 jan 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

DSC_2602A Prefeitura Municipal estendeu até o dia 10 de fevereiro a data das assinaturas dos termos de permissão do Shopping Popular de Vitória da Conquista. A medida forçada ocorreu após cerca de 70% dos 196 primeiros selecionados recusarem o valor de R$ 225 referente ao condomínio. A intenção do Governo Municipal era de colher todas as assinaturas na última terça-feira (27).

Os poucos comerciantes que assinaram, receberam as chaves dos boxes com que foram contemplados no sorteio realizado em 10 de dezembro. Segundo o Governo, outro sorteio ainda será promovido, a fim de completar a lista dos 302 boxes. Por conta do imbróglio, a expectativa da Prefeitura para o funcionamento do Centro de Comércio Popular também ficou indefinida. Antes anunciada como certa para o dia 23 de fevereiro, agora o Governo especula que “comece a funcionar logo após o Carnaval – provavelmente, no dia 23 de fevereiro”.

A Prefeitura afirma que para chegar a esse valor de R$ 225 na taxa de condomínio, os cálculos “tiveram como base uma pesquisa, por meio de uma série de levantamentos, nos quais foram analisados os diversos aspectos necessários para o bom funcionamento do equipamento”. Se ficar definido esse valor, a Prefeitura irá arrecadar R$ 67.950 mensais com o empreendimento popular.

Camelôs cobram diálogo e respostas da Prefeitura

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 27 jan 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_2579A forma que o valor do condomínio do Shopping Popular foi proposto pela Prefeitura gerou muita revolta entre os camelôs. Os comerciantes cobraram do Governo diálogo e transparência no processo de definição do aluguel o espaço e sorteio dos 106 boxes que ainda restam.

Segundo o presidente do Sindicato dos Sacoleiros, Ambulantes e Camelôs (SINDSAC), Valdemir Pereira, mais conhecido como Sky (foto), representantes da Prefeitura ameaçaram os camelôs já sorteados de perda da permissão, caso não assinassem a proposta de R$ 225 de condomínio. “Eles falaram: ou assina ou estão dispensando um Box no Shopping Popular”, afirmou Sky. “Nós estamos nesse impasse. Mas nós queremos conversar. É um valor que todo mundo achou um absurdo, porque nós não somos empresários, somos camelô que estamos nos formalizando”, completou o presidente.

Do total de 302 boxes no empreendimento, restam ainda 106 boxes que serão sorteados. Porém, os comerciantes garantem que a Prefeitura não informou a quem será destinado esses boxes. “Ninguém sabe quando serão sorteados. Falam que é pendência, mas não falam quais pendências são essas. Porque não mandam cartas pedindo a regularização ou dizendo quem está regular? Porque a entrega das chaves primeiro para uns e para outros não? Porque não fazem logo o sorteio dos outros boxes? Isso é o que não sabemos; e queremos uma resposta”, cobrou o presidente do Sindicato.

Valor de condomínio gera confusão na assinatura de permissão do Shopping Popular

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 27 jan 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

DSC_2602

A assinatura do termo de permissão do Shopping Popular terminou em confusão, na tarde desta terça-feira (27). Cerca de 70% dos 196 camelôs aptos a ganhar uma das 302 chaves do empreendimento popular não assinaram o termo, em protesto contra o valor do condomínio estipulado pela Prefeitura Municipal.

A confusão começou após a Prefeitura apresentar o valor de R$ 250, em uma reunião na última segunda.  O Sindicato dos Sacoleiros, Ambulantes e Camelôs (SINDSAC) não concordou com a proposta do Governo Municipal e pediu o prazo de 24 horas para discutir, em assembleia, o valor. “Mas hoje, fui procurado por funcionários da Prefeitura pedindo para marcar uma reunião às 11h, antes mesmo de a gente realizar a assembléia. Nós não concordamos, mas algumas pessoas foram para a reunião e recebeu uma segunda proposta de R$ 225”, revelou o presidente do sindicato, Valdemir Pereira, mais conhecido como Sky (foto).

Pela falta de diálogo da Prefeitura, a grande maioria dos camelôs não assinaram o termo, na tarde desta terça, como esperava a Prefeitura. Os poucos que aceitaram a proposta do Governo afirmaram que assinaram o documento por medo de perder o direito ao box. Mesmo assim, a assinatura foi realizada sob vaias e gritos de “traidor” vindo dos próprios colegas.

Comerciantes da Feira do Paraguai reclamam das exigências da Prefeitura para o novo espaço

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 30 dez 2014

Tags:, ,

da Redação

Shopping-Popular-300x180Um comerciante da Feira do Paraguai,  que preferiu não se identificar com medo de retaliações,  informou a reportagem da Rádio Clube FM (95,9),  que trabalha há alguns anos na feira e não foi contemplado com um ponto no Shopping Popular.

“ Quando ocorreu a transferência para a Praça Hercílio Lima a conversa da prefeitura foi muito bonita, informando que todos seriam contemplados e agora impõe várias exigências”, explica o comerciante reclamando que perdeu a oportunidade de trabalhar porque casou-se em 2012,  e desde 2010,  fez o cadastro de micro-empreendedor. ” Apenas minha esposa foi contemplada”, disse. Neste caso a Prefeitura pode estar entendendo que a família já está contemplada com um box. Existem outras situações que comerciantes que ocupavam o mesmo espaço estarem encontrando barreiras para se instalarem no shopping.

Shopping Popular começa a funcionar em fevereiro

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 11 dez 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_0175Os prazos finais para a abertura definitiva das portas do Shopping Popular foram estabelecidos durante o primeiro sorteio dos boxes, na noite da última quarta-feira (10). Ao todo, 196 comerciantes assinaram o termo de permissão e um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) para regularização da documentação. O Centro de Comércio Popular conta com 302 boxes.

Na oportunidade, o Governo Municipal definiu os seguintes prazos que os permissionários devem ficar atentos:

  1. Regularizar o cadastro até o dia 22 de dezembro de 2014 (segunda-feira);
  2. Assinatura do termo e recebimento da chave entre os dias 22 de dezembro de 2014 (segunda-feira) e 9 de janeiro de 2015 (sexta-feira);
  3. Ocupação do box até o dia 10 de fevereiro de 2014 (terça-feira).

Para que o Centro de Comércio Popular comece a funcionar, o espaço será administrado, inicialmente, em parceria entre a Prefeitura e os comerciantes, por meio de uma comissão, até que uma empresa seja selecionada por meio de processo licitatório para gerenciar o condomínio do equipamento.

Sorteio define primeiros permissionários do Shopping Popular

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Economia | Data: 10 dez 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Rafael Gusmão

DSC_0162

Aconteceu nesta quarta-feira (10) o primeiro sorteio dos boxes do Shopping Popular. O evento, realizado no auditório do IFBA, definiu a localização dos cerca de 200 primeiros comerciantes do centro de comércio popular.

DSC_0175Dos contemplados neste primeiro sorteio, 60 boxes serão ocupados por comerciantes do ramo de vestuários. Os demais são do comércio de eletroeletrônicos.

Os que tiveram algum tipo de pendência, como ausência de CNPJ, deverão assinar, além do termo de permissão, um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) para cumprir os prazos de regularização total.

A Comissão de Uso do Solo municipal ficará responsável pela administração do espaço até ser finalizado o processo de licitação. A expectativa de mudança para o Shopping Popular é para o dia 2 de Janeiro, com possibilidade de ser antecipada.

Shopping Popular tem 302 boxes para 400 comerciantes

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 03 dez 2014

Tags:, ,

da Redação

Aproximadamente 100 pequenos comerciantes poderão ficar sem espaço para trabalhar

Shopping-PopularConforme levantamento da reportagem do programa Resenha Geral da Rádio da Rádio Clube FM (95,9),  são aproximadamente 400 pequenos comerciantes que aguardam solução da Prefeitura,  e sonham com um boxe no Shopping Popular. Na noite de ontem (2), em reunião com os interessados, a PMVC  anunciou que no dia 10, no auditório de CEMAE,  será feito o sorteio de 200 boxes que serão destinados aos comerciantes permissionários que se habilitaram com o CNPJ. Segundo informações 196 comerciantes já estão habilitados e outros em processo de regularização.

Segundo a Comissão de Uso do Solo municipal os demais comerciantes serão convocados tão logo seja regularizada a documentação necessária. Os interessados deverão procurar a Secretaria de Finanças. A transferência para o Shopping Popular está programada para o dia 2 de Janeiro, e pode ser antecipada.

A tão esperada revitalização do centro comercial cobrada insistentemente pela CDL poderá ter que aguardar mais um tempo. Difícil arriscar o que ocorrerá com os mais de 100 comerciantes que serão guilhotinados pela Prefeitura de Vitória da Conquista. Os da Praça da Bandeira prometem resistir e lutar por direitos adquiridos de muitos anos.

Sorteio dos boxes do Shopping Popular ocorrerá dia 10

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Economia | Data: 02 dez 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais
fotos: Rafael Gusmão

DSC_1984Os futuros permissionários do Shopping Popular e a Prefeitura Municipal definiram a data do primeiro sorteio dos boxes do local. Dia 10 deste mês, no auditório do Cemae, foi a data escolhida para os comerciantes conhecerem seus futuros locais de trabalho.

O sorteio será fracionado, cerca de 200, do total de 302 boxes, farão parte do processo inicialmente. Isto porque, até o momento, apenas 196 comerciantes estão aptos, segundo a Prefeitura, para ocupar seu lugar no empreendimento.

DSC_1987Assim que for realizado o sorteio, será assinado o termo de permissão. Os que tiveram algum tipo de pendência, como ausência de CNPJ, deverão assinar também um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) para cumprir os prazos de regularização total.

Segundo a Comissão de Uso do Solo municipal, que ficará responsável pela administração do espaço até ser finalizado o processo de licitação, informou que os demais comerciantes serão convocados tão logo seja regularizada a documentação necessária. Para tal, o comerciante deverá procurar a Inspetoria de Vendas, na Secretaria de Finanças, informou a Comissão.

A expectativa de mudança para o Shopping Popular é para o dia 2 de Janeiro, com possibilidade de ser antecipada.