Prefeitura não confirma devolução de salários cortados dos dias não trabalhados na última greve

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 24 out 2018

Tags:, , ,

da Redação

Devolução dos salários dos dias não trabalhados só após reposição das aulas prejudicadas pela greve

 


A nossa reportagem apurou que a nota oficial produzida pelo Simmp – Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Ensino, contém  grave equívoco.

Os salários dos dias não trabalhados só serão pagos após  reposição das aulas dos dias não trabalhados pelos grevistas. A cada mês de reposição, os salários serão pagos parcialmente, até a completa reposição das aulas que foram prejudicadas pela greve.  O corte tem amparo legal em decisão do STF.

Segundo informações nos bastidores, o Governo Municipal, pretende cortar também os dias não trabalhados, em paralisações influenciadas pelos movimentos sindicais do país, ou mesmo no âmbito local, que possam acontecer neste ano ou em 2019.

Durante o dia de hoje, a Prefeitura através da Secretaria de Administração, deverá divulgar uma nota a imprensa com amplo esclarecimento a cerca das notícias equivocadas que foram divulgadas pelo Simmp.

Foto: site do Simmp

Prefeitura aplica Lei e confirma corte de salários de grevistas

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Vit. da Conquista | Data: 02 set 2018

Tags:, ,


banner alfa park

da Redação

O Simmp – Sindicato do Magistério sabia do risco em patrocinar uma greve irresponsável. Utilizaram os professores para partidarizar ações em ano eleitoral para tentar desgastar a atual administração municipal.

As faltas descontadas na folha de agosto foram relativas ao período de 21/07 a 31/07/18. As demais faltas do dia 01/08 a 13/08/18, serão descontadas na folha de setembro.

A Prefeitura foi rápida em anunciar no primeiro de greve, o corte de salários e não descontou as paralisações antes da greve. A nossa reportagem foi informada que as próximas paralisações, caso ocorram, os dias serão descontados.

A Prefeitura divulgou nota de esclarecimento. Confira:

Nota

A atual Administração Municipal vem, desde o início da gestão, buscando alternativas financeiras e estruturais para, por meio do diálogo, acolher e atender às demandas de todas as categorias que compõem o quadro de funcionários da Prefeitura.

Em períodos grevistas, principalmente aqueles que envolvem a interrupção dos direitos básicos da população, a administração pública precisa adotar medidas que equilibrem a balança entre: oferecer condições justas aos prestadores do serviço, impedir que a população fique desassistida e garantir o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, que limita os gastos com pessoal.

Para fechar esta equação, diante da greve desencadeada por aproximadamente 30% dos professores da Rede Municipal de Ensino, em uma demonstração de responsabilidade e prudência com as contas públicas, a Prefeitura concedeu o reajuste de 2,76% no salário, a todos os servidores, garantindo assim a recomposição da inflação, o que foi acatado pelas demais categorias que não fizeram movimentos de greve e por mais de 60% da classe de professores que, também, não aderiram à greve.

Conforme era de ciência dos sindicatos desde o começo das negociações e das divulgações feitas em notas oficiais, uma vez que o direito de greve estava sendo exercido em detrimento da continuidade de um serviço público – paralisando por 17 dias letivos a Rede Municipal de Ensino – os professores receberão proporcionalmente ao número de dias trabalhados*, com o amparo legal em decisão do STF que, em 13 de junho deste ano, julgou constitucional o decreto estadual nº 4264/1995.

Por fim, a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista reforça, oportunamente, o compromisso da atual Administração em prezar pela aplicação razoável e coerente das normas legais que regem a matéria, o que não se confunde com o cerceamento do direito da categoria em pleitear os seus interesses, mas sim de assegurar a estabilidade da prestação de serviços que não podem ser arbitrariamente interrompidos.

* As faltas descontadas na folha de agosto são correspondentes ao período de 21/07 a 31/07/18,e as demais faltas do dia 01/08 a 13/08/18, serão descontadas na folha de setembro.

Inédito: Simmp tenta impedir assembleia do Sinverv que reage com indignação

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 01 ago 2018

Tags:, , ,

da Redação
Foto: Arquivo do BRG

Algo inusitado aconteceu em Vitória da Conquista, na última 3ª feira (31), por ocasião da assembleia convocada pelo Sinserv – Sindicato dos Servidores Públicos  Municipais.

O Sinserv, maior sindicato do Sudoeste da Bahia acatou a proposta formulada pela Prefeitura, que ofereceu aumento salarial na ordem de 2,76%, e 5% no Vale Alimentação. O Sinserv entendeu o momento difícil que passa as prefeituras do Brasil com queda histórica na arrecadação.

Invasão

Dirigentes do Simmp – Sindicato do Magistério Municipal, ao comparecer na Câmara de Vereadores, local da assembleia do Sinserv, de maneira surpreendente tentaram interferir na decisão soberana do sindicato co-irmão da Prefeitura de Conquista..

Entrevistado pela Rádio Clube FM (95,9), José Marcos (foto) disparou:.“O que eu acho interessante é que nós nunca invadimos uma assembleia de Sindicato nenhum. Algum Sindicato que está na greve vim querer invadir, querer tumultuar nossa assembleia, inclusive a nossa categoria rejeitou essas pessoas aqui dentro da assembleia”, desabafou José Marcos.

Greve de professores é mantida mesmo com a certeza que nenhuma nova proposta de aumento de salário será apresentada

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Vit. da Conquista | Data: 25 jul 2018

Tags:, , ,

da Redação

A Prefeitura não tem como oferecer mais nenhum aumento a categoria

O pedido de aumento dos professores através do Simmp – Sindicato do Magistério Municipal Público de 6,81% de reajuste salarial representa impacto na folha até o mês de dezembro de mais de R$ 30 milhões.

A Prefeitura, segundo o secretário da Administração, Jonas Sala (foto), tem limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), em uma demonstração de responsabilidade e prudência com as contas públicas, e assegurou os reajustes de 2,76% no salário e 5% no vale-alimentação.

Segundo informações da administração municipal, nenhuma nova proposta será apresentada. A queda na arrecadação das prefeituras brasileiras é uma realidade.

O prefeito Herzem Gusmão (MDB) gostaria muito que os salários dos professores fossem bem melhor, mas a arrecadação e LRF impedem. “Sei que os nossos professores merecem muito mais, porém somos impedidos pela realidade financeira do nosso município”, garante o prefeito.

A Prefeitura garante também que as contas estão abertas para avaliação do sindicato ou até mesmo da Câmara de Vereadores.

Secretário Municipal de Administração esclarece a situação da greve dos professores

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Vit. da Conquista | Data: 24 jul 2018

Tags:, ,

Os professores junto ao Sindicato do Magistério Municipal Público (Simmp) reivindicam 6,81% de reajuste salarial. Entretanto, para cumprir o limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), em uma demonstração de responsabilidade e prudência com as contas públicas, a Prefeitura assegurou os reajustes de 2,76% no salário e 5% no vale-alimentação. O que não foi aceito pela categoria.

De acordo com  o secretário de Administração, Jonas Sala, a prefeitura não pode violar a lei. “Qualquer negociação precisa está centrada na realidade. A primeira realidade é a questão da possibilidade financeira da Prefeitura de poder arcar com os números que são negociados. A segunda é a questão legal,  porque são impostas pela legislação vigente, e nós temos uma legislação que reza sobre isso, que é a lei complementar 101/2000, a chamada Lei de Responsabilidade Fiscal. Ela dá limites precisos para que o gasto da arrecadação da Prefeitura seja feito em diversos segmentos, inclusive com a folha de pagamentos”, explicou o secretário.

As negociações para o fim da greve continuam e a Prefeitura busca medidas para que os dias letivos dos alunos da rede municipal não sejam prejudicados.

 

Prefeitura oficializa corte de salários de professores grevistas; contratados podem ser convocados

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Vit. da Conquista | Data: 23 jul 2018

Tags:, , , ,

da Redação
Fonte: Secom

Em reunião realizada na manhã desta segunda-feira (23), a Prefeitura de Vitória da Conquista anunciou as medidas que serão tomadas mediante mais uma greve do Simmp – Sindicato do Magistério. O corte dos salários dos dias não trabalhados já está valendo. Professores do cadastro de reserva serão convocados para substituir os faltosos.

O Sindicato cobra reajuste salarial de 6,81%, reformulação do plano de carreira, além de criação de um plano de carreira para monitores escolares. Só na folha dos professores, a pedida do Simmp representa impacto de mais de R$ 30 milhões na folha.

Proposta

A proposta da Prefeitura, e nenhuma outra será apresentada,  oferece reajuste no salário de 2,76% e 5% de ajuste no auxílio alimentação, retroativo a maio. A Prefeitura informa que os docentes tiveram uma reposição salarial de 32,5% referente ao acumulado pela inflação entre os anos de 2015 a 2017. Confira abaixo a mensagem da Prefeitura:

Nota

A Prefeitura de Vitória da Conquista lamenta a decisão do Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista (SIMMP) pela greve, mesmo após o Governo ter mantido o diálogo constante com a categoria e, em especial, ao longo dos últimos meses de renegociação salarial.

No entanto, levando em consideração os prejuízos causados aos alunos da Rede Municipal pelo movimento grevista, a Prefeitura Municipal informa que:

1º – O Governo adotará todas as medidas legais para o funcionamento das unidades escolares, visando à garantia do direito dos alunos.

2º – A secretaria de Educação monitorará as unidades de ensino durante o período em que durar a greve.
3º – Uma vez constatada a ausência do servidor por razões da greve, a Secretaria de Administração aplicará o corte de salário correspondente aos dias não trabalhados.

4º – Caso o movimento grevista comprometa o cumprimento legal dos 200 dias letivos, a Secretaria de Administração poderá convocar profissionais para garantir o funcionamento das unidades de ensino.

Vale salientar que a Prefeitura tem mantido total clareza e transparência em seus atos e espera contar com o bom senso de seus servidores para que retomem seus postos de trabalho e garantam o bem-estar da população.

Prefeitura decide hoje posição sobre a greve dos professores da rede municipal de ensino

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Vit. da Conquista | Data: 22 jul 2018

Tags:, ,

da Redação

A Prefeitura de Vitória da Conquista decidirá na manhã desta 2ª feira (23), a posição a ser tomada diante de mais uma greve anunciada pelo Simmp – Sindicato do Magistério.

A administração municipal deverá anunciar o corte de salários a partir de hoje. Outra possibilidade é a imediata contratação de professores substitutos para que os alunos não sofram interrupção no aprendizado.

O prefeito Herzem Gusmão (MDB), tem afirmado em entrevistas que ” A greve é perversa e maltrata alunos e os seus pais”.  Nenhuma outra proposta será apresentada segundo  notícias devido a LRF.

STF

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu no dia 13 de junho sobre as providências que podem ser tomadas pelo poder público quando servidores entram em greve.

O decreto foi mantido por maioria do colegiado o que significa que servidor que fizer greve pode ser punido e ter os dias descontados.  Entre os pontos do decreto estão a possibilidade de o governo determinar corte de ponto em dias não trabalhados e a contratação de pessoal por tempo determinado, diante da necessidade do “interesse público”.

 

Simmp faz paralisação; mais uma greve nas escolas?

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 19 jun 2018

Tags:, ,

da Redação
Foto: Arquivo

O Simmp –  Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista  anunciou em seu site oficial uma paralisação para esta quarta-feira (20). A paralisação visa mobilizar os professores da rede  municipal de ensino para que possam acompanhar a rodada de negociação salarial com o governo municipal.

A paralisação, todo ano acontece,  foi acertada em assembleia e visa pressionar a administração municipal a ceder o que sempre cobra a categoria.

Greve/Sindicato

A Prefeitura mantém a mesa permanente de negociações, e tem mostrado a realidade do Município no tocante a queda de arrecadação e LRF já no limite prudencial. Os representantes do Governo Municipal estão tentando evitar mais uma greve nas escolas da rede municipal.

O Simmp, merece confirmação, mantém praticamente a média histórica de uma greve a cada ano. São interrupções que agravam e dificultam a recuperação de alunos. Ao longo dos anos das administrações petistas a cidade de Vitória da Conquista nunca conseguiu bater a meta do Ideb.

Não existe nenhum dado oficial em pesquisa, mas empiricamente pode ser creditado as inúmeras interrupções de aulas o fracasso das escolas municipais. “Onde o sindicato é forte o ensino é fraco”(autor desconhecido); frase que o prefeito Herzem Gusmão (MDB) destacou quando da posse dos novos diretores de escolas, em evento na AABB. O prefeito disse que ouviu a frase em um encontro da FNP – Frente Nacional dos Prefeitos.

 

 

 

Simmp inicia Campanha Salarial 2018 e aprova paralisação

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 14 maio 2018

Tags:,

Por André Thibes (Siga.News)

 

O Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista (Simmp) deliberou em assembleia o indicativo de greve e paralisação parcial no turno vespertino do dia 17 com a finalidade de reforçar a luta pela campanha salarial.

Na tarde da ulúltima quarta-feira, 09, o Simmp discutiu as reivindicações dos profissionais da educação com o governo municipal. O sindicato destacou uma comissão de negociação, que é composta pela diretoria do Simmp e seis representantes da base. Essa foi a primeira rodada de negociações da Campanha Salarial de 2018.

Nessa primeira rodada de negociações, foram discutidas as pautas do termo de repactuação, que contém as principais reivindicações da categoria referentes às questões financeiras. As principais reivindicações para 2018 são: cumprimento integral da Lei do piso, reestruturação do plano de carreira dos profissionais da educação – com o acréscimo de mais quatro níveis na carreira -, desmembramento do profissional da educação (monitor escolar) do quadro administrativo e reajuste do auxílio alimentação.

Cristina Novais, avaliou que as negociações ocorreram dentro do previsto. “Aguardamos uma devolutiva afirmativa por parte do governo e principalmente o atendimento das reivindicações propostas em mesa”, concluiu.

Na quinta-feira, 10, os profissionais da educação reuniram-se na Câmara Municipal de Vereadores para discutir as pautas abordadas durante a primeira rodada de negociações. Segundo os representantes do governo, o fechamento das contas do quadrimestre acontece até o dia 15 de maio, e só será possível discutir a proposta da categoria após essa data. A segunda reunião foi agendada para logo em seguida, no dia 17 de maio, no período vespertino e o sindicato, em assembleia, deliberou pela paralisação em apoio a comissão de negociação.

Mesmo com recomposição de mais de 7% sindicato dos professores mantém greve

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Vit. da Conquista | Data: 29 maio 2017

Tags:, ,

da Redação
Foto: Blog do Giorlando Lima

A Prefeitura de Vitória da Conquista ofereceu em reunião na tarde da última quinta-feira (25), ao Sindicato do Magistério Municipal Público,  a recomposição da tabela salarial com recursos oriundos  do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação). A decisão representa aumento de mais de 7% aos professores. A reunião contou com as presenças dos vereadores Luis Carlos Dudé (PTB), Nidma Ribeiro (PCdoB) e Valdemir Dias (PT) e vários secretários do governo.

Outro avanço ficou por conta do aumento de R$ 100,00 na CET (Condição Especial de Trabalho) para os monitores de creches. O valor passaria dos atuais R$ 300,00 para R$ 400,00.

Na reunião, o prefeito Herzem Gusmão (PMDB), reafirmou aumento de 25% no Vale-Alimentação, garantiu que os primeiros R$ 5 milhões do Refis serão repassados a todos os servidores, garantindo também que irá destinar  de R$ 500 a R$ 1 milhão para subsidiar o plano de saúde do servidor. Para o programa de moradia a administração anunciou doação de terreno, e intermediação com a CEF para facilitar a implantação de moradia para beneficiar todas as categorias de servidor.

Mesmo com tantas conquistas, na assembleia da categoria realizada na sexta (26), os professores anunciaram que a greve irá continuar por tempo indeterminado. O prefeito na reunião afirmou: “Eu pratico democracia. Não pratico democratismo”,  que é a política definida pelo excesso de discussões e pelo atraso na tomada de decisões.

 

 

 

Servidores de Conquista poderão ter plano de saúde a partir do segundo semestre

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 15 maio 2017

Tags:, , ,

Da Redação

Foto: Secom PMVC

Em reunião com membros do Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista (Simmp) e do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinserv), a prefeitura anunciou que a partir do segundo semestre, os servidores terão direito a plano de saúde. De acordo com comunicado da administração, em razão de uma parceria recentemente firmada com a Unimed, uma proposta de plano de saúde estará disponível aos servidores municipais a partir de 1º de julho.

Ainda conforme a prefeitura, se aderir, o servidor terá direito a uma tabela diferenciada. Entre as vantagens, não haverá carência, taxa de adesão nem co-participação, além da possibilidade de inclusão de dependentes.

Vale Alimentação

Ainda em contato com os servidores, a prefeitura anunciou o aumento do vale-alimentação em 25%, para todas as categorias. A novidade é que, dentro de no máximo três meses, o vale passará a ser pago em forma de cartão.

Reforma da Previdência é tema de Sessão da Câmara

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 21 mar 2017

Tags:, ,

Da Redação


A Câmara Municipal de Vereadores realizará nesta quarta-feira(22), às 8h30, uma sessão especial para fazer uma ampla discussão sobre a PEC 287, que estabelece as novas regras da Previdência Social. A sessão atende uma solicitação do Sindicato do Magistério Público Municipal (Simmp).Segundo os solicitantes, a sessão especial, que também faz parte da agenda da Greve Geral da Educação, iniciada no dia 15 de março, tem a finalidade de debater pontos importantes da Reforma da Previdência Social, principalmente os artigos que trazem prejuízos para a classe trabalhadora.

Ainda na Câmara Municipal de Vereadores, acontecerá, a partir das 15 horas, uma mesa redonda, com o tema “Reforma da Previdência e os Impactos na vida do Trabalhador”, que contará com a participação de diversos profissionais.

Professores da rede municipal aderem à greve nacional

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 16 mar 2017

Tags:, ,

Da Redação

Foto: Ascom Simmp

Na tarde dessa quarta-feira (15), os professores da rede municipal de ensino decidiram aderir à greve nacional, proposta pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), com duração de 10 dias. A decisão foi tomada em assembleia realizada na Câmara de Vereadores.

De acordo com Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista (Simmp), a paralisação foi motivada frente à insatisfação dos profissionais para com a reforma da previdência, que retira direitos dos trabalhadores, aumentando a idade mínima para a aposentadoria, e o não cumprimento integral da lei do piso salarial do magistério.

Ainda conforme o Simmp, embora com as atividades escolares suspensas, os profissionais estarão nas unidades de ensino na manhã desta quinta-feira (16) para comunicar aos pais os motivos do movimento, sendo que, a partir do turno vespertino, escolas e creches estarão fechadas.

Como também estão iniciando a Campanha Salarial, segundo o Simmp, os docentes aproveitarão a oportunidade para entregar ao governo municipal a pauta de reivindicações da categoria, que tem como um dos principais pontos de discussão a reformulação do plano de carreira dos professores e a criação do plano dos monitores. As aulas nas escolas voltarão, normalmente, no dia 27 de março.

Sinserv e SIMMP travam disputa por representação dos Monitores da Educação

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 10 mar 2017

Tags:, , ,

Redação

Monitores da Educação em reunião com a Prefeitura no dia 30/01/2017. Foto: divulgação PMVC

Um conflito entre dois sindicatos que representam servidores rachou as relações de entidades do município de Vitória da Conquista. Desde 2015, o Sindicato do Magistério Municipal Público (SIMMP) iniciou um pedido junto ao Ministério da Educação para representar a categoria, gerando a desavença com o Sindicato dos Servidores Municipais (Sinserv) – representante atual dos monitores.

A discussão, que antes se restringia aos bastidores da prefeitura agora ganhou corpo e foi parar na Tribuna Livre da Câmara de Vereadores. “Agente não vai aceitar que um sindicato, que representa uma categoria de professor venha falar que representa toda a Educação”, afirmou nesta sexta-feira (10) o presidente do Sinserv, José Marcos Amaral, apontando que seu sindicato representa do gari ao médico.
O assessor da Federação Interestadual dos Servidores Públicos Municipais e Estaduais (FESEMPRE), Flávio Vieira, também compareceu à Câmara para defender o Sinserv. Segundo ele, a lei do magistério 11.638/2008 não coloca o monitor pertence a classe do magistério. “O SIMMP solicitou ao Ministério para também representar os monitores. Essa posição está no processo de fila e o Ministério ainda vai avaliar se pode ou não. Mas o SIMMP já quer iniciar negociações em nome dos monitores sem autorização”, avaliou Vieira.

Ainda segundo o assessor da FESEMPRE, “esse conflito não prejudica os sindicatos e sim os servidores que neste momento estão com duas entidades lutando pela sua representatividade”. “O Governo precisa pedir que o SIMMP só atue em nome dos monitores quando o Ministério do Trabalho autorizar, se não uma negociação pode anular a outra”, solicitou Flavio Vieira.

Secretaria de Administração se reúne com o Simmp

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Vit. da Conquista | Data: 04 mar 2017

Tags:, , ,

da Redação

Com informações da Ascom / Prefeitura (Conteúdo)

Na manhã desta sexta-feira, 3, o secretário municipal de Administração, Gildásio Oliveira de Carvalho, recebeu representantes do Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista (Simmp). O secretário assumiu a pasta na última terça-feira, 21, e promoveu o encontro com o intuito de se apresentar à entidade e estreitar o seu relacionamento.

A abertura para as demandas das entidades representativas dos servidores é uma marca do governo municipal, conforme explica o secretário de Administração Gildásio Oliveira. “O encontro com o Simmp teve a intenção de me apresentar como secretário da pasta e nos aproximarmos, uma vez que é com o diálogo que chegamos ao denominador comum”.

O secretário municipal de Educação, Marcelo Melo, também  participou do encontro e reiterou a disposição do Governo em ouvir a categoria e buscar o entendimento .  “O governo municipal tem toda disponibilidade de ouvir as demandas do Sindicato e, dentro do que for possível, atendê-las.”

A avaliação do encontro foi favorável. De acordo com Lígia Correia, diretora de Saúde do Simmp, esse primeiro contato com o setor é fundamental para um diálogo contínuo e saudável. “É muito importante conhecer o secretário de Administração, que vai estar na mesa de negociações conosco. A gente precisa estreitar essa relação, pois o Sindicato está aqui para defender os direitos da categoria”, afirma.

Assembleia do Simmp acontece nessa terça (14) na Câmara de Vereadores

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 13 fev 2017

Tags:, ,

Da Redação

Nesta terça-feira (14), os profissionais da Educação da rede municipal de ensino de Vitória da Conquista, irão se reunir na Câmara Municipal de Vereadores, às 8h30 da manhã, para tratar sobre as pautas:  Informes; Campanha Salarial; e o que ocorrer.

A reunião havia sido adiada para outra data, mas retornou a data do dia 14. Em nota, o Sindicato do Magistério Municipal Público (Simmp) de Vitória da Conquista pediu desculpas aos afiliados pelos transtornos no agendamento da assembleia e afirmou que não haverá prejuízos quanto a discussão, uma vez que a pauta permanece a mesma.

Profissionais da Educação paralisam contra cortes no salário

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 28 abr 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
fotos: Rafael Gusmão

DSC_1505

Nesta quinta-feira (28), os profissionais da Educação de Vitória da Conquista paralisaram as atividades para protestar contra o corte nos salários dos monitores escolares. A polêmica medida, tomada pela Prefeitura Municipal neste mês de abril, atingiu os trabalhadores que aderiram a mobilização proposta pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), nos dias 15, 16 e 17 de março.

Os professores e monitores ocuparam a Secretaria Municipal de Educação (SMED), onde foi realizada uma assembleia extraordinária, reivindicando a garantia dos direitos dos trabalhadores. “Nesses 28 anos de trabalho e luta sindical, foi a primeira vez que um governo municipal agiu de forma tão opressora, punindo trabalhador que participa de mobilização. Isso é ditadura”, reforçou a presidente do Sindicato dos Profissionais da Educação (SIMMP), Lourdes Mendes.

DSC_1513

“É inadmissível que os trabalhadores sejam privados de reivindicar seus direitos. Não aceitamos esse corte imposto aos monitores, um grupo que já é tão mal remunerado e desvalorizado pela PMVC”, afirmou a diretora de imprensa do Sindicato, Ariane Brandão.

Ainda durante a mobilização, os trabalhadores cobraram o cumprindo integral da lei do Piso Nacional do Magistério. “A Lei assegura que o professor tenha um terço da carga horária de trabalho direcionada para estudo e planejamento, através da Atividade Complementar. Entretanto, oito anos após a lei ter sido sancionada, a prefeitura de Vitória da Conquista continua descumprindo a legislação”, reclamou Lourdes Mendes.

Prefeitura corta salários de monitores que aderiram a paralisação do SIMMP

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 27 abr 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

Como forma de retaliação aos monitores que aderiram a paralisação proposta pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), nos dias 15, 16 e 17 de março, a Prefeitura Municipal determinou o corte de três dias do salário dos trabalhadores. A ação provocou revolta dentro do Sindicato dos Profissionais da Educação (SIMMP), que respondeu com a deliberação de mais uma paralisação.

Nesta quinta-feira (28), professores e monitores ocuparão a Secretaria Municipal de Educação (SMED), onde será realizada uma assembleia extraordinária, reivindicando a garantia dos direitos dos trabalhadores. “É inadmissível que os trabalhadores sejam privados de reivindicar seus direitos. Não aceitamos esse corte imposto aos monitores, um grupo que já é tão mal remunerado e desvalorizado pela PMVC”, afirmou a Diretora de Imprensa, Ariane Brandão.

“Nesses 28 anos de trabalho e luta sindical, foi a primeira vez que um governo municipal agiu de forma tão opressora, punindo trabalhador que participa de mobilização. Isso é ditadura”, reforçou a presidente do SIMMP, Lourdes Mendes.

Lei do Piso …Leia na íntegra

Geanne Oliveira se licencia da presidência do SIMMP

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 04 abr 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

GeanneNesta segunda-feira (4), Geanne de Cássia Oliveira Nascimento, se afastou temporariamente da presidência do Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista (SIMMP). Geanne emendará a Licença Prêmio com sua candidatura a Câmara de Vereadores.

“A atual presidente, Geanne de Cássia Oliveira Nascimento, usufruirá de Licença Prêmio, a partir do dia 04 de abril de 2016, seguida de Licença Eleitoral, nos termos da Lei Complementar nº 64, de 18 de maio de 1990, ficando afastada da presidência até o dia 02 de outubro de 2016. A presidência será assumida pela então vice-presidente, Maria de Lourdes Oliveira Mendes. Todas as atividades serão mantidas normalmente”, aponta o comunicado do SIMMP.

Prefeitura deixou demandas importantes de fora do projeto de reajuste, queixa-se SIMMP

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 01 abr 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_0113Nesta sexta-feira (1º de abril), a presidente do Sindicato dos Profissionais da Educação de Vitória da Conquista (SIMMP), Geanne Oliveira, utilizou a Tribuna Livre da Câmara Municipal para cobrar a participação dos vereadores nos interesses dos professores e monitores. O ponto de partida foi o projeto de lei que reajusta o salário dos professores, que, segundo Geanne, não contempla várias demandas dos profissionais da Educação.

A presidente do SIMMP criticou que a lei, enviada pelo Governo Municipal à Câmara, mantém a estrutura da carreira em dois níveis, negando a proposta do Sindicato de inclusão dos níveis de especialista, mestre e doutor. “O sindicato desencadeou a sua campanha para o ano de 2016 com a reformulação da carreira para os profissionais da educação e o cumprimento integral da lei do piso. Apesar de o reajuste já ter sido enviado à Câmara para ser votado sem a nossa aprovação, a campanha não se encerra aqui, pois a carreira dos Profissionais da Educação e o cumprimento integral da lei do piso continuam na pauta do dia”, garantiu Geanne. …Leia na íntegra