Segurado vai pedir benefício em sindicatos e empresas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 11 dez 2017

Tags:, ,

Clayton Castelani
do Agora

A partir do ano que vem, metalúrgicos, administradores e funcionários da Fiesp (federação das indústrias) poderão ser os primeiros trabalhadores no Estado autorizados a pedir benefícios previdenciários sem a necessidade de comparecer aos postos da Previdência.

Acordos firmados com o INSS pelo SindMetal (Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região) e pelo Saesp (Sindicato dos Administradores de São Paulo) permitirão que os 109 mil associados realizem o processo para a concessão de aposentadorias e outros benefícios diretamente nas sedes dessas instituições.

O mesmo será disponibilizado a 400 funcionários da Fiesp.

O atendimento na sede de sindicatos ou empresas ainda deverá ser estendido para dezenas de milhares de profissionais representados por entidades que já assinaram protocolos de intenções para estabelecer acordos de cooperação com o INSS.

Sindicatos realizam greve geral contra a reforma da previdência na próxima terça (5)

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 01 dez 2017

Tags:, ,

Da Redação


Na próxima terça (5), sindicatos de Vitória da Conquista irão participar de uma greve geral. A mobilização é uma convocação da CSP-Conlutas e demais Centrais Sindicais contra a Reforma da Previdência. Nesta data acontecerá a votação da proposta de emenda constitucional (PEC) 287/16, pela Câmara dos Deputados.

De acordo com os Sindicatos, apesar do governo federal ter recuado em alguns pontos a nova proposta ainda contém pontos desfavoráveis aos trabalhadores. Por exemplo, a nova proposta determina o tempo mínimo de contribuição em 25 anos, porém não garante o valor integral da aposentadoria. Os 25 anos possibilitarão o recebimento de apenas 70% da média das contribuições feitas ao longo da vida. Para ter direito a 100% somente, será necessário a contribuição por 40 anos.

A mobilização, em Vitória da Conquista, acontecerá na Praça Barão do Rio Branco, no Centro da Cidade, a partir das 8h30.

Sindicatos na Prefeitura deverão arrecadar R$ 1,5 milhão este ano na soma de Sinserv, Simmp e Sindacs

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Vit. da Conquista | Data: 14 set 2017

Tags:, ,

da Redação

Só na Prefeitura de Vitória da Conquista os sindicatos de várias categorias de servidores municipais arrecadaram no ano de 2016, R$ 1.348.244,13. O Sinserv arrecadou R$ 731.944,53, seguido pelo SIMMP com arrecadação de R$ 452.761,60, e finalmente o Sindacs com R$ 163.537,90.

Para o ano de 2017, com aumento salarial, uma projeção sinaliza que a arrecadação poderá chegar a R$ 1,5 milhão. Levantamento do BRG indica que até o mês de agosto os três sindicatos arrecadaram mais de R$ 1 milhão.

Ainda este ano a contribuição sindical  que vem com o desconto no contra-cheque será opcional. Com essa modificação determinada na aprovação do texto na Reforma Trabalhista a contribuição sindical obrigatória deixa de existir – e, com ela, a principal fonte de financiamento para muitas das entidades que representam tanto empresas quanto trabalhadores.

Essas organizações empregam atualmente 153,5 mil pessoas com carteira assinada no país, mostram os dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Os sindicatos de trabalhadores, destino dos R$ 2,6 bilhões arrecadados em 2016 com o desconto de um dia de trabalho de todos os funcionários com carteira assinada do país, respondem por 76,5% do total de vagas, 117,6 mil.

As entidades patronais, que receberam R$ 1,3 bilhão da contribuição recolhida diretamente das empresas, somam 35,9 mil funcionários.

Sindicato perde força

Os empresários brasileiros de todos os setores aprovaram a Reforma Trabalhista. O presidente Michel Temer com essa medida enfraqueceu o movimento sindical no Brasil que é muito forte e é sustentado com muitos milhões.

Especialistas em mercado de trabalho e sindicalismo, afirmam que o número de trabalhadores em sindicatos no Brasil tende a encolher, de um lado, porque muitas entidades terão de se reestruturar para sobreviver com um orçamento menor e, de outro, porque centenas de sindicatos deixarão de existir.

Sindicatos viraram negócio, por isso 90% deles estão no Brasil

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 21 ago 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Diário do Poder (Conteúdo)

Já são 17,2 mil sindicatos, Criam-se mais sindicatos que empresas no Brasil

O número de sindicatos no Brasil passou dos 17,2 mil este ano, no governo Michel Temer. Em setembro de 2015, antes do impeachment de Dilma, o total já era impressionante: 15,9 mil entidades. Quando Lula foi reeleito, o Brasil virou campeão no número de sindicatos, com mais de 90% do total mundial. Foi autorizada a criação de 9.382 sindicatos em 2006, mais da metade dos 17.289 de hoje. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O Ministério do Trabalho confirmou terem sido autorizadas as criações de 112 novos sindicatos, de um total de 391 solicitações só este ano.

São 11.867 sindicatos de trabalhadores, 5.408 de empregadores, sem contar federações, centrais, associações, conselhos de classe etc.

A África do Sul e Estados Unidos têm cerca de 190 sindicatos; Reino Unido, 168, Dinamarca, 164 e a Argentina, apenas 91.

Os sindicatos brasileiros tiraram compulsoriamente de trabalhadores e empregadores brasileiros mais de R$ 3,5 bilhões, apenas em 2016.

Possível acordo Prefeitura e sindicatos evitará corte de salários

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 19 jun 2017

Tags:, , ,

da Redação

A Prefeitura decide hoje e deverá anunciar a proposta dos sindicatos (Simmp, Sindacs e Sinserv). Assim como os professores terão que trabalhar aos sábados – na reposição de aulas para alcançar os 200 dias letivos exigidos pelo MEC, as demais categorias, a exemplo do servidor ligado ao atendimento a saúde, terá que trabalhar aos sábados para repor os dias não trabalhados durante a greve que durou mais de 20 dias.

STF

O STF – Supremo Tribunal Federal decidiu que os dias parados por greve de servidor devem ser descontados, exceto se houver acordo de compensação (Recurso Extraordinário (RE) 693456 com repercussão geral reconhecida.

Durante a greve os setores mais atingidos foram as escolas municipais do ensino fundamental e os postos de saúde. O calendário já elaborado e aprovado pela Prefeitura e o Simmp será submetido a aprovação do Conselho Municipal de Educação nesta terça-feira (20).

A Secretaria de Saúde, caso seja aprovada o acordo de compensação, deverá colocar os posto de saúde em funcionamento aos sábados em horário a ser definido. Um relatório de presença do servidor será apresentado a Secretaria de Administração para evitar que os cortes sejam efetivados futuramente.

 

 

Prefeitura reafirma corte de salários de dias não trabalhados na greve

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 16 jun 2017

Tags:, , , ,

da Redação

Na reunião realizada na manhã desta 6ª feira (16), o Sindacs, Simmp e Sinserv,  que são os sindicatos que representam os servidores municipais, – ouviram dos representantes do Governo Municipal, que o corte será mantido conforme estabeleceu o STF em outubro de 2016.

Segundo o blog apurou, as notícias,  “chutes”  ou “barrigadas” jornalisticas, de órgãos da imprensa, que alimentam a irreal possibilidade de não ocorrer o pré-anunciado (corte) pelo prefeito, serão esclarecidas na segunda-feira.

Para o Simmp a situação é mais fácil – já que a reposição das aulas, terá que acontecer para atender exigência dos 200 dias letivos que são  assegurados pelo MEC. Para as demais categorias, a administração municipal analisará o pedido para que os dias não trabalhados sejam recompensados.

O prefeito Herzem Gusmão (PMDB), de posse do pleito dos sindicatos, apresentará na próxima 2ª feira (19). a posição oficial do Governo. O prefeito entende qua a minoria que aderiu a greve terá que ser responsabilizada pelas atitudes intransigentes tomadas,  e que prejudicaram a população, em especial as crianças nas escolas municipais,  e os agendamentos de consultas e atendimentos médicos na cidade e zona rural.

O prefeito reconhece que o servidor municipal merecerá do seu governo atenção especial. Um levantamento será feito pela administração, que em contato direto com o servidor, fará um cadastramento dos interessados em adquirir uma casa, ou apartamento, na intermediação da Prefeitura com a Caixa Econômica Federal. O plano de Saúde é outra meta a ser alcançada pela gestão atual.

Sindicatos em Vitória da Conquista podem estar patrocinando na Prefeitura a única greve existente em todo Estado da Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Vit. da Conquista | Data: 21 maio 2017

Tags:, , ,

da Redação

Os sindicatos de Vitória da Conquista que estão ligados aos servidores  lotados na Prefeitura, – liderados pelo  Sinserv  – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais,  Simmp – Sindicato do Magistério e o Sindacs – Sindicato de Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate as Endemias decidiram em suas respectivas assembleias iniciarem uma GREVE GERAL marcada para esta 2ª feira (22).

A greve anunciada em Vitória da Conquista é a única em todo Estado da Bahia, e não se tem notícias de outras greves na prefeituras brasileiras. Impedida de conceder qualquer aumento em função da LRF, a Prefeitura usou espaço neste domingo nos programas do Faustão e Fantástico da Rede Globo de Televisão para divulgação de esclarecimento.

 

 

Prefeitura anuncia aumento zero a servidores em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 16 maio 2017

Tags:, ,

da Redação

Os sindicatos Sinserv e Simmp receberam mal a notícia de que a Prefeitura de Vitória da Conquista está impossibilitada de conceder aumento salarial aos servidores do município.

Em reunião na manhã de ontem (15), membros do Sindicato do Magistério Municipal foram recebidos para finalizar a discussão de algumas pautas pedagógicas e econômicas. No período da tarde foi a vez do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais quando os membros do sindicato também foram comunicados das dificuldades da administração municipal em conceder aumento salarial.

Estiveram presentes o secretário de  Administração, Gildásio Carvalho, chefe do Gabinete Civil, Marcos Ferreira, da Educação, Marcelo Melo, a secretária de Finanças, Marivone Ribeiro, secretário de Transparência e Controle, Diego Gomes, e a assessora do Gabinete Civil, Geanne Oliveira.

No site da PMVC o Governo Municipal apresentou boas notícias aos servidores e também a má notícia : (…) A Administração Municipal informou que, em razão de uma parceria recentemente firmada com a Unimed, uma proposta de plano de saúde estará disponível aos servidores municipais a partir de 1º de julho. Se aderir, o servidor terá direito a uma tabela diferenciada. Entre as vantagens, não haverá carência, taxa de adesão nem co-participação, além da possibilidade de inclusão de dependentes.

Outro informe foi o aumento de 25% no vale-alimentação, para todas as categorias de servidores. A novidade é que, dentro de no máximo três meses, o vale passará a ser pago em forma de cartão.

A Administração Municipal informou ainda que sua postura, neste momento, é de “prudência”, diante da projeção da receita líquida do município e da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Sindicatos dos Comerciários e Patronal assinam acordo da Convenção Coletiva 2017 dos trabalhadores no comércio de Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 02 fev 2017

Tags:, , ,

da Redação

Por Ascom Sindicato dos Comerciários / CDL / VC

Sindicato dos Comerciários e Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Vitória da Conquista assinaram o acordo da Convenção Coletiva 2017 dos trabalhadores no comércio da cidade.

A Convenção de 2017 estabelece para os empregados com até três meses de admissão na empresa um piso salarial de R$ 952,00, trabalhadores com mais de três meses de serviço prestados ao mesmo empregador receberão R$ 1000,00. Para os empregados que já recebiam até dia 31 de dezembro de 2016 salários acima de R$ 938,00, piso anterior, o reajuste foi de 6,58%.

O triênio, direito concedido aos trabalhadores que possuem mais de três anos de serviço prestado ao mesmo empregador permaneceu em 2% em cima do salário mínimo vigente.

Vale destacar que o salário do comerciário conquistense se estabeleceu em um valor superior ao nacional, que corresponde atualmente a R$ 937,00”.

A data base da categoria é 1º de janeiro, e a convenção tem validade de um ano. Os trabalhadores que desejam obter maiores informações sobre a Convenção Coletiva de Trabalho, ou mesmo ter a íntegra do acordo, podem acessar o site do Sindicato dos Comerciários (www.ocomerciario.com.br) e ficar por dentro de tudo.

 

“Marcha Rumo à Greve Geral” também acontece em Conquist

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 07 nov 2016

Tags:, ,

Da Redação

cartaz-ocupa-tudo-11-de-novembro-01-768x576Sindicatos, estudantes e movimentos sociais de Vitória da Conquista voltarão a ocupar as ruas contra projetos de lei da Escola Sem Partido, reformas do ensino médio, da previdência e trabalhista na próxima sexta-feira (11). A atividade é um chamado nacional das centrais sindicais rumo à greve geral no Brasil.

Aqui na cidade, a mobilização acontecerá a partir das 9 horas na Praça Barão do Rio Branco e seguirá em marcha até o Bairro Brasil. Professores universitários, do ensino básico, servidores da saúde, terceirizados, estudantes, trabalhadores rurais, pequenos agricultores são algumas das categorias mobilizadas para a atividade.

No caso do Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista (SIMMP), também fazem parte da pauta de reivindicações o cumprimento integral da lei do piso, a reformulação do plano de carreira dos Trabalhadores da Educação, bem como a elaboração do plano dos profissionais que ocupam a função de Monitor.

Sindicatos divulgam Carta Aberta aos deputados de Rui Costa (PT)

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 23 dez 2015

Tags:, , , ,

da Redação

Rui

O que a Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia denominou de Pacote de Maldades, do governador Rui Costa (PT),  continua tendo fortes reações dos servidores públicos do Estado da Bahia. Os sindicatos que agregam trabalhadores de várias categorias,  divulgaram uma Carta Aberta,  que chama atenção dos deputados da base que insistem em votar contra os servidores públicos. Leia a íntegra:

Carta aberta aos deputados da base governista:

Deputados, nos dirigimos aos senhores neste momento como uma última tentativa de sensibilizá-los para o que está por vir caso nesta quarta-feira (23) sejam aprovados em definitivo os projetos enviados à Assembleia Legislativa pelo governo, que mexem com direitos e conquistas do funcionalismo. Caso isso ocorra, que os senhores tenham conhecimento, que a relação do movimento sindical de servidores públicos estaduais com os parlamentares que votarem a favor das medidas sofrerá uma ruptura.

Sabemos que a base do governo é heterogênea, que vai desde deputados com uma trajetória nos Movimentos Sociais e na construção da esquerda, a parlamentares de direita, sem qualquer vínculo com as organizações populares. Por isso, queremos falar diretamente àqueles que historicamente reconheceram e respeitaram os servidores públicos e o seu papel na luta pela transformação da Bahia e do Brasil.

Aos senhores, queremos falar da decepção que foi perceber que o comportamento dos deputados governistas que vocês tanto criticavam até 2006 está se reproduzindo fielmente neste momento. Houve uma clara mudança na relação dos governos do PT com os servidores públicos à medida que os anos se passaram, chegando agora a um quadro em que não há qualquer debate e as coisas são aprovadas sobre a pressão do governador, para quem, lamentavelmente, os senhores estão se submetendo sem qualquer espaço para a dúvida. Não há diferença entre este modo de agir e o modo de atuar do grupo que antecedeu o governo Wagner. …Leia na íntegra

Sindicatos reagem ao “pacote do governo” e vão protestar

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 03 dez 2015

Tags:, , ,

da Redação

ALBA

Tem sido grande em todo Estado a repercussão contra as medidas que o Governo da Bahia pretende tomar contra o funcionalismo público. Lideranças sindicais e de associações que representam os servidores públicos preparam um grande movimento de protesto marcado para a próxima quarta – feira (9), na Assembléia Legislativa da Bahia.

O “pacote de maldade” como foi denominado pela Bancada de Oposição tem sido rechaçado por várias categorias de trabalhadores. As atividades serão paralisadas neste dia conforme anunciou a Associação dos Funcionários Públicos da Bahia (Afpeb). As propostas, no entendimento dos sindicatos, alteram direitos dos servidores público, como férias e licença-prêmio, além de extinguir a estabilidade financeira para os funcionários.

O movimento agrega, conforme recente assembleia, servidores dos três poderes, como o Sindsalba, Sindsefaz, Sinpojud, Sindsaúde-Ba, Sindsemp-Ba, Sindistecba, Sindetran, Aspra, Absso/PM, Asfi, Asserf, Asbac, Sindpoc, Ctb, Csp Conlutas, Observatório da Cidadania, Força Invicta, Appm, Sintest Uneb e Uefs, Sinspeb e do Fórum das ADs (Adufs, Adusb, Aduneb e Adusc).

Conselho Municipal da Cidade promove reunião com sindicatos urbanos

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 10 out 2013

Tags:, ,

Da Redação

Vitória-da-ConquistaO Conselho Municipal da Cidade de Vitória da Conquista promove uma reunião com os sindicatos urbanos nessa sexta-feira (11), às 14h, no Sindicato dos Bancários. Com a finalidade de eleger dois representantes das organizações sindicais de Trabalhadores Urbanos para comporem o Conselho. Serão eleitos um titular e um suplente

O Conselho Municipal da Cidade de Vitória da Conquista, criado pela Lei nº 1.928/2013, é uma conquista da sociedade organizada e dos movimentos sociais que lutam pelo desenvolvimento urbano e sustentável das cidades. Caberá ao conselho planejar, acompanhar, promover e deliberar sobre as políticas públicas urbanas, como o plano diretor urbano e os grandes projetos estratégicos de impacto no município.

 

Tremedal: população vai às ruas em protesto

0

Publicado por Editor | Colocado em Sudoeste | Data: 08 ago 2013

Tags:, , , ,

Por Rodrigo Ferraz

tremedalNesta sexta-feira (09), a partir das 09h, a população de Tremedal realiza uma manifestação pacífica no intuito de despertar e mobilizar a sociedade, além das lideranças políticas, para que busquem melhorias. Recentemente, através de pesquisa, o município foi classificado como um dos piores nos indicadores de renda, emprego, saúde e educação.

Várias entidades e sindicatos participam do protesto, como, por exemplo:  Igreja Católica,  Igreja Metodista, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, o Instituto Adelmário Pinheiro, a Central das Associações, a Associação dos Criadores e Produtores de Cultura, a Associação dos Quilombolas da Fazenda Quenta Sol, a Pastoral Familiar, a Pastoral da Criança, a Pastoral da Catequese, APROV – Associação Promotora de Vida e Tremedal Revista.

Os manifestantes prometem realizar uma grande caminhada pelas principais ruas da cidade.

Sindicatos e movimentos fazem panfletagem na praça 9 de Novembro

0

Publicado por Editor | Colocado em Manifesto Popular, Vit. da Conquista | Data: 06 ago 2013

Tags:, , ,

da Redação

DSC_0174Representantes de sindicatos e movimentos sociais de Vitória da Conquista realizaram nesta terça (6) uma panfletagem na Praça 9 de Novembro para alertar a população quanto aos prejuízos do Projeto de Lei 4330/04 que pretende ampliar o processo de terceirização no Brasil.

A mobilização é nacional, com protestos organizados por todas as centrais sindicais.

RISCOS

Se aprovado, o PL 4330/04 vai acabar com a responsabilidade solidária das empresas. Com isso, as firmas terceirizadas não vão arcar com as obrigações trabalhistas dos funcionários. Nesse caso, as empresas contratantes não assumirão qualquer responsabilidade pelos trabalhadores e não poderão ser acionadas pela via judicial.

…Leia na íntegra

‘Prefeitura de Conquista não atende reivindicações da primeira pauta da mobilização dos sindicatos e movimentos sociais’, denuncia as entidades

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 18 jul 2013

Tags:, ,

da Redação

DSC_6265-600x399Durante as manifestações do dia 11 de julho em Vitória da Conquista, mais de trinta entidades reivindicaram melhorias sociais para o país e para a classe trabalhadora. Em resposta à pauta local de reivindicação do transporte público entregue pelo movimento à Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, as entidades se reuniram na manhã desta quinta (18).

Sem a presença do prefeito, Guilherme Menezes, secretários e o vice-prefeito,  Joás Meira, apresentaram um documento da administração que não responde às reivindicações de redução imediata da tarifa, efetiva acessibilidade em pontos de ônibus e terminal, bem como passe livre para estudantes e desempregados, é o que denuncia os sindicatos, em nota enviada para imprensa nesta tarde.

…Leia na íntegra

Representantes de sindicatos vão às ruas no ‘Dia Nacional de Luta’

0

Publicado por Editor | Colocado em Manifesto Popular, Vit. da Conquista | Data: 11 jul 2013

Tags:, ,

Por Rodrigo Ferraz

DSC_0253

Mais de vinte representantes de sindicatos e entidades se reuniram em Vitória da Conquista na manhã de hoje (quinta-feira) e foram as ruas no ‘Dia Nacional de Luta’. Várias são as reivindicações das categorias, como, por exemplo, a melhoria no transporte coletivo da terceira maior cidade da Bahia, além da redução da tarifa do ônibus. Cerca de duas mil pessoas se reuniam na Praça Barão do Rio Branco e seguiram pelas principais ruas do município. A manifestação deve terminar por volta de meio-dia, em frente a Prefeitura. Por onde os protestantes passavam, os comerciantes fechavam as portas.

A mobilização visa a interação entre entidades e sociedade, de forma a conscientizar a população e legitimaras reivindicações dos movimentos de forma unificada.

Movimentos sindicais conquistenses aderem ao Dia Nacional de Lutas

0

Publicado por Editor | Colocado em Manifesto Popular, Vit. da Conquista | Data: 08 jul 2013

Tags:, , ,

da Redação

DSC_0065_thumbEntidades e movimentos sociais de Vitória da Conquista se reuniram no último dia 05 de julho com o objetivo de discutir as demandas de suas categorias na região e organizar um ato conjunto no dia 11 de julho (quinta-feira). A mobilização é um reflexo dos protestos que vem acontecendo em todo o país.

Na reunião, que ocorreu na sede do Sindicato dos Bancários, estiveram presentes representantes de 20 entidades e movimentos sociais.

As bandeiras de luta do movimento popular e sindical do dia 11 em Vitória da Conquista segue a pauta do Dia Nacional de Lutas convocado pelas Centrais Sindicais, o qual tem como reivindicações: o fim do Fator Previdenciário; jornada de 40h semanais, sem redução salarial; reajuste digno para os aposentados; mais investimentos em saúde, educação e segurança; fim do Projeto de Lei 4330, que amplia a terceirização; reforma agrária e fim dos leilões do petróleo.

Além dessas pautas, os representantes das entidades sindicais e movimentos se comprometeram em levar as reivindicações pertinentes a cada categoria para a manifestação. Fonte: Ascom – Sindicato dos Comerciários de Vitória da Conquista

Representantes de sindicatos se reúnem e organizam manifestação para o dia 11 em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Manifesto Popular, Vit. da Conquista | Data: 05 jul 2013

Tags:, , , , ,

Por Rodrigo Ferraz

GEDC2457-300x225Em sintonia com as centenas de manifestações realizadas em todo o país, na tarde da última quarta-feira (03), representantes de vários sindicatos de Conquista se reuniram na sede do SIMMP (Sindicato do Magistério Público de Vitória da Conquista) para organizar um grande protesto que deverá acontecer na manhã do próximo dia 11 de julho.

Segundo os sindicalistas, o protesto terá o objetivo de pressionar o Governo Municipal a fim de garantir melhorias imediatas no transporte público, tais como a redução da tarifa, passe livre para estudantes e desempregados e investimento em acessibilidade no terminal e nos pontos de ônibus. Outras bandeiras de luta levantadas pelas entidades dizem respeito a investimentos em educação, saúde, segurança e moradia.

…Leia na íntegra