MG decreta situação de emergência em 152 cidades com casos de febre amarela

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 13 jan 2017

Tags:, , ,

Da Redação

Há a suspeita de que 30 pessoas tenham morrido em 2017 em Minas Gerais por causa da doença.

O governo de Minas Gerais decretou nesta sexta-feira, 13, situação de emergência em 152 municípios com incidência de casos de febre amarela. A decisão abrange as regionais de saúde que têm como sede as cidades de Coronel Fabriciano (Vale do Aço), Governador Valadares (Leste), Manhumirim (Zona da Mata) e Teófilo Otoni (Vale do Mucuri).

O decreto vale por 180 dias e tem como objetivo “adoção de medidas administrativas necessárias à contenção do surto, em especial à aquisição de insumos materiais e à contratação de serviços estritamente necessários ao atendimento da situação emergencial”.

Segundo o último boletim da Secretaria de Estado de Saúde, há a suspeita de que 30 pessoas tenham morrido em 2017 em Minas Gerais por causa da doença. Exames estão sendo realizados para comprovação da causa dos óbitos. Há ainda 110 casos suspeitos de infecção.

*Com informações do Estadão

Após longo período de seca, Estado decreta situação de emergência em 108 municípios baianos

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 10 jan 2017

Tags:, , ,

Da Redação

Depois um longo período sem chuvas em diversas regiões, o governo do estado decretou situação de emergência em 108 municípios da Bahia, publicada no Diário Oficial do Estado.

O decreto, que realizará obras emergenciais e auxílios aos moradores do semiárido, valerá por 180 dias. Dessa forma, os órgãos estaduais já estão autorizados a oferecem ajuda as prefeituras, instituições e à população dos municípios em situação de emergência.

Vários municípios do Sudoeste baiano também decretaram estar situações emergenciais com a escassez de água. Entre eles estão Maetinga, Belo Campo, Aracatu, Macaúbas, Caetanos, Caraíbas, Planalto, Mirante, Livramento de Nossa Senhora, Guanambi, Brumado, dentre tantos outros.

Brumado: prefeitura decreta situação de emergência por causa da seca

0

Publicado por Editor | Colocado em Sudoeste | Data: 22 abr 2016

Tags:, ,

Da Redação

falta-águaPor conta da seca que atinge a região, nesta semana a prefeitura de Brumado (140 Km de Vitória da Conquista) decretou situação de emergência no município.
O Decreto, publicado em de 20 de abril de 2016, leva em conta o agravamento da estiagem, a consequente falta de água potável para consumo humano e a insuficiência de recursos financeiros para socorrer as famílias prejudicadas.
A situação de emergência se estende a toda a zona rural, também atingida pela seca.

Prefeitura de Vitória da Conquista decreta situação de emergência em 11 comunidades rurais

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 23 mar 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

seca

Nessa terça-feira (22), a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista decretou situação de Emergência em 11 localidades do município. O decreto 17.018 cita os distritos de José Gonçalves, Iguá, Bate-pé, Dantilândia, Inhobim, São Sebastião, Cabeceira do Jibóia, São João da Vitória, Cercadinho, Veredinha e Pradoso, devido ao período de estiagem que afeta a zona rural de Vitória da Conquista.

Com prazo de 180 dias, o decreto autoriza as secretarias municipais a adotarem as ações e medidas urgentes necessárias para atendimento às famílias atingidas pela estiagem e o desencadeamento do Plano Emergencial de Resposta aos Desastres.

Enquanto o período de seca não passa, somente os caminhões da Operação Pipa, realizada por meio de convênio entre o Município e o Exército Brasileiro, abastecem as comunidades rurais. No interior do município, 37 veículos atendem a cerca de 170 comunidades rurais. Outros três caminhões-pipa contratados diretamente pela Administração Municipal, e ainda um quarto veículo desse tipo, que foi doado pela União, distribuem água em outras 70 comunidades rurais.

Jaguaquara decreta situação de emergência por causa das fortes chuvas

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 07 jan 2016

Tags:, , , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

Da Redação

lagoa2Foto: Blog do Marcos Frahm

A prefeitura da cidade de Jaguaquara, localizada a um pouco mais de 200 Km Vitória da Conquista, decretou situação de emergência nessa quarta-feira (6) por conta dos estragos provocados pela forte chuva que atingiu a região no início da semana. Foram apenas 40 minutos de chuva, mas o suficiente para afetar diretamente cerca de 300 famílias.

Segundo a Defesa Civil da cidade, em entrevista ao G1, depois de mais de dois meses sem chover, caiu na cidade 140 milímetros, quantidade de chuva prevista para todo o mês.

Muitas pessoas tiveram móveis perdidos já que, de acordo com a Defesa Civil, em várias casas, a água chegou a um metro de altura, sendo que os mais prejudicados foram os moradores ribeirinhos, já que o rio que corta a cidade transbordou. Além disso, 45 pessoas ficaram desabrigadas.

O decreto de emergência vai possibilitar a disponibilização, pelo governo federal, de recursos para que a prefeitura possa arcar com os prejuízos causados pela chuva.

 

Governo decreta situação de emergência em 51 cidades da Bahia

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Bahia | Data: 03 out 2015

Tags:,

Correio da Bahia

incendio-chapada-diamantina-640x420Os incêndios florestais na região da Chapada Diamantina e no Oeste da Bahia levaram o governo a decretar situação de emergência em 51 municípios do estado. O decreto foi publicado no Diário Oficial da Bahia, nesta sexta-feira (2), e terá validade de 90 dias.

O documento suspende a realização de atividades que possam propagar os incêndios florestais e afirma que as chamas podem ameaçar a produção econômica de algumas regiões e até a nascente de alguns rios.

De acordo com o superintendente de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), Rodrigo Hita, o decreto de emergência ajuda na celeridade na compra de equipamentos de combate, contratação de pessoal e recursos federais.

…Leia na íntegra

Por conta da seca, os 11 distritos de Vitória da Conquista estão em situação de emergência

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 31 maio 2015

Tags:, , ,

Da Redação

Seca

Desde o fim do mês de março, a Prefeitura de Vitória da Conquista decretou situação de emergência nos onze (11) distritos do município por conta da forte estiagem que atinge a região. A medida foi necessária porque os distritos de Bate-Pé, Iguá, José Gonçalves, Pradoso, Cercadinho, Inhobim, Cabeceira da Jiboia, São Sebastião, São João da Vitória, Veredinha e Dantilândia, apesar das chuvas isoladas ocorridas ultimamente, vêm passando por um longo período de estiagem, o que tem causado grandes estragos e imensos prejuízos aos agricultores, impedindo o plantio e a formação de pastagens para os animais.

No povoado de Laranjeiras, por exemplo, localizado a 25 quilômetros do centro de Vitória da Conquista e que conta com cerca de cem famílias, não chove com regularidade há quatro anos. No local, devido a escassez das águas da chuva, diversas famílias, que sobrevivem do cultivo do milho e do feijão, têm sofrido grandes perdas.

A atividade não tem gerado grandes lucros em razão da falta de chuva. O milho plantado durante as fortes chuvas de novembro de 2014 não desenvolveu como o esperado e agora os agricultores correm o risco de perder toda a plantação. O feijão plantado na mesma época está quase todo perdido.
Com informações do G1/Bahia

11 localidades da Zona Rural de Conquista estão em situação de emergência

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 04 abr 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

imagem1

A falta de chuva na Zona Rural de Vitória da Conquista tem dificultado a vida de quem trabalha no campo. Segundo o Sindicato Rural do município, mais de 8 mil agricultores familiares estão sem conseguir produzir. O caso é tão grave que a Prefeitura já decretou situação de emergência em 11 localidades do município.

Cimagem2omo é o caso de Seu Milton, que investiu mais R$ 2 mil na pequena plantação de milho. O plantio começou em novembro do ano passado. Hoje, cinco meses depois, o que se vê é uma lavoura inteira perdida. Por causa da seca, o milho não se desenvolveu e o trabalho de Seu Milton ficou todo comprometido. “Perdemos a lavoura, perdemos o trabalho e o que a gente investiu está no prejuízo”, lamenta o agricultor.

Ele conta que em algumas ocasiões o abastecimento de água vem do açude próximo de sua casa. “Não é uma água sadia, não é uma água muito boa, ela é pesada. Mas, não tendo outra, nós temos que usar ela”.

Por conta desse problema, representantes das localidades atingidas pela seca se reuniram, nesta semana, para avaliar os estragos e prejuízos da seca. Eles também pretendem encaminhar para o Governo do Estado reivindicações para melhorar a vida do produtor familiar nesse período de estiagem.

Seca faz prefeitura de Feira decretar situação de emergência

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Bahia | Data: 19 out 2014

Tags:, ,

A Tarde

650x375_seca-feira-de-santana_1457140

A estiagem que atinge principalmente a zona rural de Feira de Santana (a 109 km de Salvador) fez com que a prefeitura decretasse situação de emergência nas regiões afetadas pela seca. O decreto nº 9.331 prevê o abastecimento de água potável por carro-pipa para 1.085 cisternas comunitárias situadas em cinco dos oito distritos.

Serão atendidos os distritos de Governador João Durval Carneiro (Ipuaçu), Bonfim de Feira, Jaguara, leste de Maria Quitéria e oeste de Tiquaruçu. Muitas famílias sofrem sem água para consumo humano há meses.

Na comunidade de Venda Nova, em Maria Quitéria, a situação é crítica. Em algumas casas, a água existente é doada por vizinhos. Como é o caso de dona Maria São Pedro Santos Oliveira, que possui uma cisterna mas não tem água para nada.

…Leia na íntegra

Seca mantém 236 municípios em situação de emergência

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Bahia | Data: 03 mar 2013

Tags:,


A Tarde

Seca na zona ruralMesmo com as chuvas dos últimos meses no Estado, com o acúmulo total de 150 milímetros em janeiro e 25 milímetros em fevereiro, segundo o Climatempo, ainda existem cidades afetadas pela seca. Só na região de Feira de Santana (a 108 km da capital baiana), dez municípios continuam nesta situação: Água Fria, Anguera, Antônio Cardoso, Coração de Maria, Ipecaetá, Irará, Santa Bárbara, Santanópolis, Santo Estêvão e Tanquinho.

Embora não conste na lista da Cordec como um dos que continuam em estado de emergência, Ichu (a 198 km de Salvador), na região sisaleira, também está sendo bastante castigado. Há dois anos não chove em quantidade suficiente na região e as famílias já amargam muitos prejuízos. Com uma população aproximada de 6.480 habitantes, o município tem na pecuária e agricultura de grãos a principal fonte de renda.

…Leia na íntegra