Vice-prefeito de Jequié assume comando da prefeitura

0

Publicado por Editor | Colocado em Sudoeste | Data: 09 maio 2016

Tags:, , ,

Da Redação

vice-jequie-okApós o afastamento da prefeita de Jequié, Tânia Brito (PP), o vice-prefeito, Luiz Sérgio Suzarte Almeida, conhecido como Sérgio Gameleira, assumiu o executivo municipal, nesta segunda-feira (9). A gestora foi afastada do cargo na última sexta-feira (6) pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

Tânia Brito e o ex-secretário de educação do município, João Magno Chaves,, são acusados de não repassar informações sobre a quantidade de escolas e alunos prejudicados pelo atraso das aulas municipais na cidade em 2015, devido a uma série de irregularidades. Segundo o Ministério Público, que pediu o afastamento da prefeita, sua permanência no cargo poderia atrapalhar as investigações.

Tânia Brito, junto com sua defesa, agora trabalha para elaborar um recurso, pedindo ao TJ-BA a sua recondução ao cargo. O que já aconteceu em 2015. Em dezembro do ano passado, , a Justiça já havia determinado o afastamento da prefeita, bem como a indisponibilidade dos seus bens, mas a defesa recorreu e a prefeita voltou ao cargo.

Prefeita de Jequié é afastada do cargo

0

Publicado por Editor | Colocado em Sudoeste | Data: 06 maio 2016

Tags:, , ,

Da Redação

TaniaCamaraO Tribunal de Justiça do Estado (TJ-BA) afastou a prefeita de Jequié, Tânia Britto do seu cargo. A decisão foi publicada nesta sexta-feira (6) no Diário Oficial do TJ-BA, mesmo dia que em a gestora recepciona o Governador Rui Costa na cidade jequieense.

A prefeita e o ex-secretário de educação, João Magno Chaves, que havia sido exonerado do cargo, são acusados de não repassar informações sobre a quantidade de escolas e alunos prejudicados pelo atraso das aulas municipais na cidade em 2015.

Segundo a decisão da Justiça, os acusados “sequer responderam aos ofícios ministeriais, deixando transcorrer o ano sem que os alunos municipais tivessem acesso à rede de ensino e sem no entanto, prestarem conta de tal descalabro aos órgão competentes”. Na decisão, a Justiça também ressalta que “trata-se de absoluta omissão de informações com o objetivo de enganar o órgão ministerial. Todas as respostas de ofício formuladas pela administração foram genéricas e confusas, sem conteúdo informativo, com o claro objetivo de desestimular a investigação”.

No fim de 2015, a Justiça já havia determinado o afastamento de Tânia Brito da prefeitura, bem como a indisponibilidade dos bens da gestora. A prefeita é acusada de realizar contratação irregular de professores, de deixar de efetuar o pagamento de empresa responsável pelo transporte escolar, deixando 74 turmas do município sem aulas, além de outras irregularidades. No entanto, os advogados de defesa entraram com um pedido de cassação da liminar que foi acatado e a Tânia voltou à administração da prefeitura de Jequié.

Com a decisão do TJ, quem assume executivo é o vice-prefeito Sérgio da Gameleira (PSB).

Vice-prefeito de Jequié afirma ter recusado R$ 3 milhões em propina para apoiar Tânia Britto

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 25 jan 2016

Tags:, , ,

IMAGEM_NOTICIA_5Da Redação

O vice-prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira (PSB), afirmou ter recebido proposta para embolsar R$ 3 milhões em propina em troca da retomada de sua aliança com o grupo político da prefeita Tânia Britto (PP) e de seu ex-marido, o deputado federal Roberto Britto (PP).

Gameleira rompeu as relações com Tânia há mais de um ano e, desde então, se converteu em um dos maiores opositores de seu governo. Em entrevista concedida ao blog Júnior Mascote nesse domingo (24), o vice-prefeito afirmou que foi procurado no último dia 17 de janeiro por uma pessoa que não teve o nome revelado, em Barra Grande, na Ilha de Itaparica, local onde Roberto Britto possui casa de veraneio. De acordo com seu relato, aquele que seria o interlocutor do parlamentar propôs que ele se afastasse do chamado G9, grupo de nove vereadores que compõe a oposição do governo na Câmara, e abdicasse do pedido de impeachment contra Tânia que tramita na Justiça.

Ainda segundo Gameleira, a pessoa teria afirmado que a empresa Torre, que faz a coleta de lixo na cidade, e o deputado pagariam a propina. A Torre pertence à esposa do progressista. De acordo com a publicação, o vice-prefeito afirmou ter recusado a proposta e assegurou ter provas sobre a oferta. Com informações do Bahia Notícias

Em outdoors, sociedade pede a renúncia da prefeita de Jequié

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 12 jan 2016

Tags:, , , , ,

Da Redação
fotos: Whatsapp BRG

IMG-20160112-WA0001

A situação da prefeita de Jequié, Tânia Britto (PP), está cada vez  pior. Representantes da sociedade civil espalharam diversas placas de outdoor pela cidade pedindo o afastamento da gestora.

Em uma das placas, está escrita a frase “Prefeita, para o bem de Jequié, RENUNCIE JÁ”. Em outras diz: “Vergonha, prefeita. Nunca as famílias do campo foram tão esquecidas e maltratadas”.

IMG-20160112-WA0000

Em dezembro do último ano, a Câmara de Vereadores de Jequié abriu um processo de impeachment da prefeita.  O pedido de impeachment foi apresentado por um morador da cidade e se fundamenta na má gestão da Educação, que culminou na exoneração do secretário responsável pela pasta.

Além disso, no fim de 2015, a justiça determinou o afastamento Tânia Brito da prefeitura, bem como a indisponibilidade dos bens da gestora. A prefeita é acusada ainda de realizar contratação irregular de professores, de deixar de efetuar o pagamento de empresa responsável pelo transporte escolar, além de outras irregularidades. No entanto, os advogados de defesa entraram com um pedido de cassação da liminar que foi acatado e a Tânia voltou à administração da prefeitura de Jequié.

 

Justiça determina o afastamento da prefeita de Jequié

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 29 dez 2015

Tags:, , ,

Da Redação

TaniaCamara
O cenário político da cidade de Jequié vive mais um momento conturbado. A justiça determinou o afastamento da Prefeita do município, Tânia Britto (PP). A decisão, expedida pelo juiz Glauco Dainese de Campos,foi motivada pelo crime de improbidade administrativa.

A liminar concedida pela justiça tem validade de 120 dias, período em que serão investigadas as contas da Prefeita. Além do afastamento, a Justiça determinou ainda a indisponibilidade dos bens da gestora, e do ex-secretário de Educação do município, João Magno Chaves.

O processo foi instaurado após 74 turmas do município permanecerem sem aula até o dia 11 de agosto deste ano, enquanto outras três classes ficaram suspensas até o dia 14 de setembro. O fato foi atribuído “à inércia, negligência, falta de eficiência dos gestores acionados”.

Os advogados de defesa podem entrar com um pedido de cassação da liminar e a gestora retornar ao cargo a qualquer momento. No entanto, a partir desta terça feira (29), quem assume o cargo pela primeira vez é o vice-prefeito Sérgio da Gameleira, que recentemente trocou o PT pelo PSB.

Tânia Brito é acusada ainda de realizar contratação irregular de professores, de deixar de efetuar o pagamento de empresa responsável pelo transporte escolar, além de outras irregularidades.

Comissão na Câmara de Jequié aprova continuidade de processo contra prefeita

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 23 dez 2015

Tags:, , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

Da Redação

TaniaCamara
O cenário político da cidade de Jequié continua conturbado. Após o procurador jurídico da Câmara de Vereadores recomendar o arquivamento do processo de impeachment da prefeita do município, Tânia Britto (PP), a comissão criada para tratar do caso emitiu parecer pela continuidade do processo.

De acordo com o presidente do colegiado, o vereador Emanoel Campos Silva (PV), o Tinho, os depoimentos relacionados ao pedido de afastamento foram marcados para o dia 11 de janeiro.

Segundo o site Bahia Notícias, a situação na Câmara está tumultuada, pois, apesar de ter se formado um novo bloco de oposição, após a recomendação do procurador, circulam na cidade rumores de que a chefe do Executivo municipal estaria influenciando na condução dos trabalhos.

Segundo alguns parlamentares, vários edis ganharam cargos, teve nomeação de filhos, primos e de vereador.  Entre as nomeações mais recentes está a do vereador Juvenal de Almeida Teles Neto (PRP), o “Neto da Água”, para a Secretaria de Cultura e Turismo, nessa segunda-feira (21).

A votação do processo de impeachment da prefeita está previsto para fevereiro.

Prefeita de Jequié fala sobre impeachment

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política | Data: 15 dez 2015

Tags:, , ,

Da Redação

TaniaCamara
A prefeita de Jequié, Tânia Britto (PP), falou pela primeira vez sobre o processo de impeachment que sofre na Câmara de Vereadores. Em entrevista a uma rádio local,  a gestora afirmou que não acredita em impeachment e declarou que tudo não passa de questão política.

Além disso, Tânia tentou minimizou o fato de os vereadores terem aprovado por unanimidade a abertura da ação que pode culminar na cassação de seu mandato. “O que os vereadores fizeram é oportunizar a nossa defesa. Eu tenho a convicção que será julgada improcedente. Essa denúncia é num movimento de oposição, num movimento político, como se fosse a palavra golpe contra a democracia e o estado de direito”, declarou.

A prefeita tinha sumido da cidade logo após o processo ter sido instaurado na Casa. Segundo informações que circulam na imprensa local, Tânia saiu de Jequié para não ser notificada pela Câmara sobre o processo de impeachment. Por outro lado, ela afirma que documentos comprovam que, na ocasião, estava em Salvador e, nos dias 2 e 3 de dezembro, esteve nas secretarias estaduais de Saúde e Educação da capital baiana.

O pedido de impeachment foi apresentado por um morador da cidade, de nome Rafael Pereira dos Santos. A denúncia se fundamenta na má gestão da Educação, feitas pelo Ministério Público no fim do mês de novembro, que culminou na exoneração do secretário responsável pela pasta. Com informações do Bahia Notícias