Famílias invadem área de 250 mil m² no Nova Cidade

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 05 jan 2017

Tags:, ,

por Mateus Novais
fotos: Rafael Gusmão

Cerca 100 famílias invadiram, no final do mês de dezembro, terreno de 250 mil metros quadrados nas proximidades da Base Comunitária de Segurança, no bairro Nova Cidade. Os invasores alegam ociosidade do terreno e reivindicam a posse da área para construção de casas.

O BLOG DA RESENHA GERAL esteve no local e pode acompanhar dezenas de pessoas, em sua maioria famílias que dizem não ter casa própria, trabalhando nos lotes – demarcados de forma improvisada com placa estampando o nome dos “proprietários”. Os novos moradores alegam que o terreno foi escolhido porque está abandonado há vários anos.

No local, impera o silêncio e olhares desconfiados para estranhos. Poucos dão alguma informação, mas vizinhos da invasão apontam que já há comercialização dos lotes. “Tem gente que vendeu dois terrenos por mil reais”, afirma um morador. “A conversa é que eles vão conseguir na prefeitura o documento de posse dos terrenos”, diz outro vizinho da invasão.

A propriedade do terreno que margeia parte do Anel Viário também é desconhecida. Alguns falam que pertencem ao Município, outros afirmam que uma construtora seria a dona da área.

Prefeitura doará terreno para construção de complexo maçônico em Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 19 maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

SC1_2035foto: divulgação Secom PMVC

A Procuradoria Geral do Município analisa o processo de doação de um terreno para a construção de um complexo maçônico e um centro socioassistencial. Apesar dos tramites burocráticos, a doação já é dada como certa.

O complexo seria um templo maçônico no qual se reuniriam, inicialmente, três lojas maçônicas, um capítulo filosófico (grupo que se reúne para discutir questões específicas da Maçonaria) e uma fraternidade feminina. Já no centro socioassistencial, seriam prestados serviços de assistência jurídica e de assistência médica e material a mulheres grávidas que estejam em dificuldades financeiras – tudo de forma gratuita.

Nesta quinta-feira (19), em reunião com representantes das lojas maçônicas Filadélfia e Pensadores Livres, o prefeito Guilherme Menezes afirmou que a doação deverá ser aprovada pelos propósitos sociais do projeto. “Nesse caso, é possível por conta dos objetivos, da dimensão social e da abrangência”, explicou.

Após a aprovação pela Procuradoria, a proposta será enviada à Câmara Municipal. Somente com o aval dos vereadores é que a construção do complexo maçônico e do centro socioassistencial será permitida.

Comissão aprova projeto que cede terreno para Centro de Zoonoses de Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 01 abr 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1216A Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final da Câmara de Vereadores deu parecer favorável ao Projeto de Lei 16/2015. O PL desafeta (ato pelo qual torna um bem público apropriável) um terreno onde será construído para a construção do Centro de Controle de Zoonoses.

“Uma vitória, um avanço. Vamos continuar com essa bandeira. Quero agradecer também ao Executivo porque nós temos que criticar veementemente quando temos que criticar e também parabenizar. A Prefeitura se sensibilizou e doou esse terreno para a construção do Centro de Controle de Zoonoses”, comemorou o vereador Sidney Oliveira. Ainda segundo o parlamentar, Conquista possui mais de 5 mil animais em situação de abandono, situação que o CCZ pode solucionar.

O PL nº 16/2015 é fruto de reivindicações populares, como a audiência pública, ocorrida no mês de maio de 2015, que discutiu a criação e implantação do espaço na cidade. Ele já nasce com um aporte de R$ 500 mil reais, pelo Fundo Nacional de Saúde, fruto de uma emenda da deputada federal Tia Eron (PRB) para a construção do CCZ.

Coopmac cede área para Prefeitura em acerto de contas

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 22 dez 2015

Tags:, , ,

da Redação

Com informações e foto da Ascom/PMVC

????????????????????????????????????

Desde que assumiu a direção da Coopmac  que o presidente Jaymilton Gusmão Cunha (Jaymiltinho)  vem pagando contas de gestões anteriores. Nesta segunda – feira (21), foi firmado uma cordo com a Prefeitura que permitiu a transferência de uma área de 9.003.72 m² do Parque de Exposições Teopompo de Almeida, ao município. A Coopmac quita desta maneira o débito existente com  o Tesouro Municipal.

A Administração Municipal tem projeto antigo de  estender a Rua Leôncio Correia dos Santos Melo que ocupará toda área que fez parte das negociações.  Durante o ato de assinatura do contrato o prefeito Guilherme Menezes (PT) declarou que  “Foi necessário cumprir essas etapas e chegar a esse resultado com a compreensão de todos. É um ganho para a Prefeitura, para a Coopmac e para Vitória da Conquista”, disse.

O presidente da Coopmac,  agradeceu o Governo em solucionar essa questão. “Meu sentimento neste momento histórico é de agradecimento e reconhecimento dos esforços dessa gestão. Todas as questões entre Coopmac e Prefeitura estão resolvidas, graças à sensibilidade da gestão”.

A solenidade de assinatura foi realizada na própria sede da Cooperativa que fica no Parque de Exposições. Além dos associados, estavam presentes secretários e vereadores.

Invasão no Aparecida: Cori rebate acusações de Bibia

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 09 out 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

DSC_1157Nas últimas semanas o clima esquentou entre os vereadores Edjaime Rosa ‘Bibia’ (PSDB) e Professor Cori (PT). Após acusações do tucano contra o petista, envolvendo a situação de terrenos invadidos no bairro Nossa Senhora Aparecida, o Professor Cori procurou a Rádio Clube (FM 95,9) para rebater as acusações de Bibia.

No dia 19 de setembro, em entrevista na Rádio Clube, Bibia havia afirmado que cabos eleitorais ligados ao seu colega de casa estavam vendendo terrenos localizados no Parque da Serra do Peri-peri. “Ele conhece quem vendeu. E as pessoas que estavam vendendo como grileiro de terra, recebendo propina para vender terrenos para os moradores, essas pessoas são cabo eleitoral do Vereador Cori”, apontou Bibia.

Em entrevista ao radialista Herzem Gusmão, nesta sexta-feira (9), o Professor Cori rebateu as acusações. “O vereador foi infeliz e faltou com a verdade. Nunca debati em nenhuma discussão de terreno. Nunca me utilizei de cabo eleitoral, como disse o vereador, para propor e iludir ninguém. É necessário que a gente faça política de uma forma honesta”, disse Cori, que completou: “Depois que eu tomei conhecimento dessa entrevista, eu procurei a comunidade, que nos convidou para uma reunião, ocorrida no dia 26 de setembro, onde a comunidade nos relatou que nenhum vereador da situação ou oposição debateu sobre esse assunto”.

Questionado como estava a situação dos moradores, em meio a essa discussão, o vereador petista apontou que há uma disputa judicial envolvendo o Município e o proprietário do terreno, já que a Prefeitura, em 1999, quando criou a área de preservação ambiental, entrou com o pedido de desapropriação. “Temos que buscar uma solução, porque houve investimento daquelas pessoas. Entendemos que, já que as pessoas construíram ali, é porque precisam de um programa de habitação e ao mesmo tempo nos deparamos com a lei que estabelece [o local] como área de preservação. Então, temos que preservar a lei e preservar as pessoas no seu direito de moradia”, apontou o Professor Cori.

Polícia aponta participação de servidores públicos em vendas falsas de terreno

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 21 maio 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_1190foto ilustrativa

O crime de estelionato envolvendo a venda de imóveis é muito comum em Vitória da Conquista, principalmente pela grande quantidade de transações imobiliárias feita na terceira maior cidade da Bahia. Mas, segundo a Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos, esta modalidade tem crescido mais do que é esperado. O que também preocupa a polícia é a participação de servidores públicos no crime.

No golpe, o estelionatário vende, por exemplo, um terreno para várias pessoas diferentes. Para não ser descoberto antes do negocio ser concluído, os criminosos falsificam documentos ou apresentam contratos apenas com reconhecimento de firma. A vítima só descobre que foi lesada quando vai construir ou negociar o bem.

DSC_0318Em entrevista ao site Blitz Conquista, o delegado Ney Brito (foto) afirmou que a delegacia tem intensificado o combate a essa prática criminosa, mas apontou a participação de servidores públicos estaduais e municipais nos estelionatos. De acordo com o delegado, estes servidores estariam falsificando, até, documentos para a venda de terrenos que pertencem ao Tesouro Público Municipal.

Os nomes dos acusados ainda não podem ser divulgados, pois as investigações estão em andamento. Mas a pena para este tipo de crime pode chegar a 10 anos de prisão.

Atenção!

Vale ressalta que apenas o contrato e o reconhecimento de firma não garantem a lisura do negócio. O Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) orienta ao comprador que procure o Cartório de Registro de Imóveis para levantar a documentação antes de concluir uma negociação imobiliária. Esse registro mostra todas as características do imóvel que está sendo vendido e o verdadeiro proprietário. Somente o Cartório de Registro de Imóveis pode transferir a propriedade.

Uesb divulga balanço de prejuízos do incêndio

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 03 set 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

matagalA Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) divulgou nota informando o balanço dos prejuízos causados pelo incêndio da última terça-feira (2). De acordo com o levantamento realizado pela Prefeitura de Campus de Vitória da Conquista e da Diretoria de Campo, a grande maioria de área afetada foi de mata selvagem.

Dos prejuízos levantados pela instituição, foram perdidos um pequeno percentual de plantação de milho e de pastagem do setor de Caprinos, aspectos de jardinagem, tubulações de água, cercas e mourões, além da rede elétrica que fornecia energia para a obra do novo Módulo Administrativo. A Uesb informou também que o aquecimento próximo à estufa que continham experimentos do curso de Agronomia causou um impacto material pequeno.

Por fim, a Uesb afirma que as causas do incêndio estão sob a responsabilidade do 7º Grupamento de Bombeiros Militares (GBM) de Vitória da Conquista.

Incêndio na Uesb: fogo atingiu área de pesquisa e construções

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 03 set 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais
foto: Luciana Flores

matagalO incêndio que atingiu a Universidade estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), na última terça-feira (2), atingiu proporções maiores do que se imaginava. Segundo a Assessoria de Comunicação da instituição, dentro do perímetro atingido pelo incêndio estava uma área de experimentos do curso de agronomia e uma obra que estava sendo realizada aos fundos do Laboratório da Biofabrica.

Uma nota à imprensa será divulgada no final do dia, após um levantamento completo que está sendo realizado pela prefeitura de campus, na tarde desta quarta.

O Corpo de Bombeiro informou que uma área de quase 200 metros quadrados  foram consumidos pelo fogo.

 

 

Incêndio atinge terreno próximo a Uesb

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 02 set 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

matagal

O Corpo de Bombeiros impediram que um incêndio se alastrasse em um terreno próximo à Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) na tarde desta terça-feira (2). O fogo avançava em direção à instituição.

O fogo foi debelado pela equipe rapidamente e não causou grandes estragos. Ainda não se sabe o que pode ter causado o incêndio.

Moradores realizam protestos após invadir terreno público no bairro Vila América

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 28 maio 2014

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

foto (4)A área foi ocupada no início dessa semana pelos moradores do bairro Vila América em Vitória da Conquista. No local, centenas de pessoas já trabalham na divisão de lotes e limpeza do terreno.

Os moradores do bairro afirmam que a responsabilidade por essa invasão é da Prefeitura, já que a maioria das pessoas têm cadastro no programa Minha Casa, Minha Vida há mais de três anos e até hoje o governo não deu uma resposta. Dona Maria José Bomfim levou os documentos da sua inscrição no Programa Minha Casa, Minha Vida. Ela espera por uma residência há mais de três anos. “Eu fiz o cadastro e não tive resposta até hoje. Eu só quero o que é meu por direito”, desabafou dona Maria.

Na manhã desta quarta-feira (28), uma equipe de fiscais da prefeitura chegou ao local da invasão. A população cercou o carro dos fiscais e o clima ficou bastante tenso. Apesar do tumulto, os fiscais conseguiram abordar algumas questões com os invasores. Eles fizeram um cadastro de todos que estavam no local para ser apresentado no setor de habitação da administração municipal.

…Leia na íntegra

Terreno para Comunidade de Atendimento Socioeducativo agora espera ação do Governo Estadual

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Segurança | Data: 02 abr 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

fundac_baixa_smallA Prefeitura Municipal formalizou a doação de um terreno de 15 mil m² para a Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac), órgão ligado à Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate a Pobreza do Governo do Estado. A área, situada no Loteamento Chácaras Candeias, poderá ser destinada à construção de uma Comunidade de Atendimento Socioeducativo (CASE).

A ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, já garantiu o recurso de R$ 10 milhões de reais para a construção da unidade em Vitória da Conquista. Mas, até o momento, o projeto esbarra na demora do Governo do Estado, que ainda não deu um posicionamento sobre início da obra e sua contrapartida.

Se construída, a unidade terá capacidade para comportar 90 adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação provisória e internação, com até três adolescentes em cada quarto. Além disso, contará com área de lazer e de convivência, quadras poliesportivas, prédios para implantação de Escola Estadual e Municipal, enfermaria, cozinha, áreas arborizadas e espaços ecumênicos.

Limpeza do terreno do novo aeroporto de Vitória da Conquista começou na última quinta (20)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 21 fev 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC_24581As máquinas do consórcio Top/Paviservice começou a limpar a área onde será construído o novo aeroporto de Vitória da Conquista nesta quinta-feira (20). O terreno, localizado no povoado de Pé de Galinha, a 7 km da cidade, será terraplanado logo após esta limpeza.

O projeto do novo aeroporto prevê uma pista de pouso com 2.100 metros de comprimento e 45 metros de largura, o que vai possibilitar a aterrissagem de aeronaves do modelo Boeing 737-800, utilizadas pelas grandes companhias aéreas do país.

Moradores do terreno do antigo Clube Nevada são despejados

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 22 jan 2013

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Famílias que moram e trabalham no terreno ao lado do Maxx Atacadão estão sendo despejadas. Os moradores estão na localidade há mais de 30 anos. O terreno pertence aos sócios do antigo Clube Nevada.

DSC_0756

Segundo um dos comerciantes do local, Omar Freitas Rocha, “tem morador aqui que tem mais de 30 anos no local. Eu moro aqui com minha família há mais de 15 anos. Tem também outras duas famílias. Então a gente não sabe o que vai fazer. O jeito é aceitar o acordo que vão nos oferecer”, disse.

Os moradores afirmaram que o advogado dos sócios do clube garantiu que outro espaço, próximo ao atual terreno, será destinado para que eles construam suas casas e comércios.

Policiais militares estiveram no local para garantir que a desocupação fosse realizada dentro da normalidade.