TJ inicia hoje inscrição para concurso de titulares de cartórios

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Bahia | Data: 07 jan 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

A partir desta terça-feira (07), estão abertas as inscrições para o concurso de titulares de cartórios do estado. Em toda a Bahia, de acordo com o edital do Tribunal de Justiça do Estado, são 1.383 vagas, com a reserva de 5% para deficientes físicos. As vagas são para provimento ou remoção na atividade extrajudicial de notas e registros. O valor do salário será de acordo com o serviço prestado.

Para se inscrever, o candidato precisa ser bacharel em Direito ou comprovar ter exercido funções em serviços de registro por 10 anos. Além disso, é necessário pagar uma taxa de R$ 200 e preencher uma ficha disponível no site www.cespe.unb.br/concursos/tj_ba_13_notarios. Os interessados devem se cadastrar até as 23h59 do dia 5 de fevereiro.

As etapas da seleção, como prova, entrevista pessoal, prova oral e análise da vida pregressa, serão realizadas em Salvador. Este é o primeiro concurso para administrar os 1.350 cartórios baianos, desde a privatização, gerada pela Lei Estadual nº 12.352, sancionada em 2011.

TJ e TCM estouram limite de despesas com pessoal indicado pela LRF

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política | Data: 29 dez 2009

Tags:, , ,

do A Tarde

Gastos do Poder Judiciário chegam a R$ 917,8 milhões, excedendo 0,59% do permitido

As despesas com pessoal do Poder Judiciário e do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) ultrapassaram, em novembro, o limite máximo estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O limite máximo do Judiciário com pessoal seria de R$ 884,6 milhões, mas os gastos acumulados nos últimos 12 meses chegaram a R$ 917,8 milhões. No TCM, deveriam ficar no máximo em R$ 84 milhões, porém o tribunal comprometeu R$ 87,4 milhões com a folha.

O limite máximo do Judiciário com os serventuários é de 0,59% da Receita Corrente Líquida (RCL) do Estado, que é de R$ 14,7 bilhões. No TCM, esse percentual é de 6,22% da Receita Corrente Líquida.

A situação desses dois poderes é mais preocupante que a do Executivo, cuja despesa com pessoal atingiu, em novembro, R$ 59,5 milhões. Isso fez com que o Estado comprometesse 46,46% da RCL e extrapolasse em 0,29% o limite prudencial que é de 46,17%. A despesa líquida do governo com pessoal, de dezembro de 2008 até novembro de 2009, é de R$ 6,8 bilhões.

…Leia na íntegra