Transexual recebe alta após ser agredida com socos e facadas, em Maiquinique

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Sudoeste | Data: 17 out 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais*

img_1537A transexual e comerciária Natylla Mota Barreto, de 21 anos, recebeu alta nesta segunda-feira (17), do Hospital Cristo Redentor, em Itapetinga, após ser agredida por um grupo de quatro pessoas. A agressão ocorreu no último dia 8, no centro do município de Maiquinique (a 150  quilômetros de Vitória da Conquista).

A vítima, que sofreu duas perfurações no pulmão, seguiu nesta manhã direto para a delegacia de Maiquinique para pegar a guia para exame de perícia. Até esta tarde nenhum suspeito havia sido preso.

Agressão

Natylla revelou que saiu com o seu companheiro para lanchar, quando, de repente, eles começaram a ser atingidos por latinhas de cerveja e copos por um grupo composto por três mulheres e um homem, que estava no local. Ainda na ocasião, uma das mulheres do quarteto fez comentários homofóbicos e partiu para atacar o casal com um a faca.

Ela ainda contou que seu companheiro conseguiu imobilizar a agressora, mas acabou sendo ferido na mão e encaminhado ao Hospital Municipal de Maiquinique. A comerciária foi atacada com chutes e golpes de facas enquanto acompanhava seu companheiro ainda dentro hospital.

Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o momento em que a trans é agredida por uma das agressora no chão da unidade de saúde.

Natylla acusa o Hospital Municipal de Maiquinique de prevaricação, por conta da omissão de socorro, falta de intervenção da segurança e obstáculo ao acesso ao serviço público.

Em comunicado, o Grupo Gay da Bahia pede ao Ministério Público da Bahia para intervir no caso e punir os funcionários do hospital.

A promotora Maria Imaculada disse que a ocorrência está sob apuração e, caso seja constatado a omissão, os responsáveis também responderão criminalmente. Ainda de acordo com o Ministério Público, a delegacia local já expediu quatro mandados de prisão temporária.

*com informações do A Tarde

Vitória da Conquista realizará diagnóstico social de travestis e transexuais

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 04 abr 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1025foto: Secom PMVC

A Coordenação de Políticas LGBT vai produzir um diagnóstico social do público travesti e transexual em Vitória da Conquista. A pesquisa de campo será realizada por meio de visitas técnicas às residências e locais de trabalho das travestis, mulheres e homens transexuais, e servirá para investigar a vulnerabilidade das pessoas trans e sua relação social com a cidade. Toda a pesquisa será efetuada em parceria com o Coletivo Finas, responsável por ações de empoderamento e visibilidade das pessoas travestis, mulheres e homens transexuais da cidade de Vitória da Conquista, durante o mês de abril deste ano.

As condições socioeconômicas, o comportamento sexual e a acessibilidade a serviços de educação, assistência social, saúde e de registro civil, serão algumas das características a serem avaliadas. Denúncias de violência e maus-tratos também serão questionadas durante as visitas. “A ideia é conhecer de perto a realidade das travestis, mulheres e homens transexuais para que possamos atuar, juntamente com o poder público, na proposição de ações que garantam a este público mais dignidade”, comentou a presidenta do Coletivo Finas, Raphaela Souza.

“Com o resultado do diagnóstico, desenvolveremos uma série de ações a fim de compreender como a dinâmica do preconceito impõe obstáculos à cidadania e aos direitos humanos dessa população, de forma a preparar intervenções para fortalecer suas ações no âmbito do poder público e ampliar o entendimento sobre a questão da violência contra as experiências trans”, assegurou o coordenador de Políticas LGBT, Danillo Bittencourt.

Comunidade LGBT organiza manifestação contra morte de transexual

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 28 jan 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Ascom Câmara

lgbt4A comunidade de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais de Vitória da Conquista anunciou um grande ato em memória da transexual Fernanda, assassinada na última segunda-feira (26), e de tantas outras que sofrem ou sofreram violência na cidade. Fernanda trabalhava na Rio-Bahia como profissional do sexo e foi encontrada com várias perfurações de disparos por arma de fogo em uma estrada de terra na Lagoa das Flores.

A presidente do Coletivo Finas e coordenadora da atividade, Raphaela Souza, afirmou que o Dia da Visibilidade Trans, comemorado nacionalmente no dia 29 de janeiro, foi o dia escolhido para cobrar respostas públicas acerca do andamento das investigações das mortes por homofobia em Vitória da Conquista. “Conclamamos toda a sociedade conquistense para dar seu Grito por Fernanda. Todas na pista, na Rio-Bahia, no Ponto da Fernanda, batendo calçada. Todas, às 12 horas, na Avenida Integração. Tragam cartazes, bandeiras, apitos e suas formas de amar”, disse Raphaela.

Um relatório organizado pelo Grupo Gay da Bahia (GGB) aponta que Vitória da Conquista é a cidade com mais crimes contra LGBT na Bahia. Em 2014, foram quatro mortes na cidade, enquanto que em todo o Estado registrou-se 24 mortes. As cidades de Salvador, Santa Brígida e Teixeira de Freitas, registraram três mortes no ano passado. No país, foram 326 óbitos, um aumento de 4,1% em relação a 2013, que registrou 313 vítimas fatais.

Assassinato no bairro Lagoa das Flores

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 26 jan 2015

Tags:, ,


por Mateus Novais
Foto: Blitz Conquista

IMG-0003

Transexual foi encontrado morto no início da manhã desta segunda-feira (26) com sinais de disparos de arma de fogo. O corpo estava em uma estrada de terra no bairro Lagoa das Flores.

Segundo informações do blog Blitz Conquista, a vítima seria natural do estado do Rio Grande do Sul e foi identificado apenas como Léo.

Morte a facadas intriga polícia; homem é confundido com transexual atacado na Juracy Magalhães

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 16 jul 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Untitled-1A Polícia Civil corrigiu a informação de que o homem morto a facadas no Hospital de Base, no último domingo (13), seja o transexual encontrado ferido na Av. Juracy Magalhães.

Fabio Alves dos Santos, de 37 anos, deu entrada no hospital na mesma noite em que o transexual foi atacado. Ambos foram atingidos por golpes de faca. Mas, após a identificação do corpo de Fábio pela família, a informação foi corrigida.

Após a confusão, a dúvida surgiu. Até o momento não há informações sobre a morte de Fábio, já que ele chegou ao hospital sozinho. O estado de saúde e a identidade do transexual também são desconhecidos.

Transexual é assassinado a facadas na Av. Juracy Magalhães

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 14 jul 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

Untitled-1Um transexual foi assassinado a golpes de faca na noite do último domingo (13), em Vitória da Conquista. O homicídio ocorreu por volta das 23h30, na Av. Juracy Magalhães.

Fabio Alves dos Santos, de 37 anos, foi visto ferido e caído no chão, próximo a Churrascaria Los Pampas, por uma pessoa que passava pelo local. A pessoa, não identificada, acionou a polícia. Fábio foi socorrido pelo SAMU 192 e encaminhado ao Hospital de Base, vindo a óbito às 1h30.

A polícia suspeita que o crime foi cometido por um cliente da vítima, que se prostituía na região.