Lei que permite transporte alternativo foi criada em 1999 em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 20 abr 2018

Tags:, ,

da Redação

Em entrevista concedida nesta quinta-feira (19), ao programa de Massinha na Rádio Clube FM, o prefeito Herzem Gusmão (PMDB), de maneira didática falou e tranquilizou a população que usa o transporte coletivo. O prefeito deixou com clareza que todas as providências necessárias estão sendo tomadas para evitar a descontinuidade do serviço em Vitória da Conquista.

A  presente licitação do Transporte Público Seletivo não viola os contratos assinados com as empresas de transporte coletivo de acordo Licitação realizada em 2013. Ela (Licitação)  foi a mais confusa da história da cidade de Vitória da Conquista com indícios fortes de manipulação. A Viação Vitória ganhou o Lote 1 com valor de R$ 37 milhões e a Serrana foi contemplada com o Lote 2 com valor de R$ 20 milhões.

A administração passada burlou o processo licitatório, segundo atesta o Ministério Público,  para beneficiar a Viação Cidade Verde que pagou apenas R$ 6 milhões para operar em Conquista. Uma escandalosa diferença que emporcalhou o processo licitatório.

Transporte alternativo

No dia 2 de maio a Prefeitura definirá na Licitação os vencedores do certame que permitirá a contratação de 160 vans que irão operar legalmente com linhas regulares em Vitória da Conquista. 80 vans ficarão no cadastro de reserva, e se necessário serão logo convocadas a integrar o sistema de transporte na cidade.

Lei de 1999

Não tem amparo legal a frágil tese que a Prefeitura não pode regulamentar o transporte alternativo. A Lei 968 de 1999, legitima o processo em curso com os principais dispositivos conforme o Art. 12 da Lei. Os Serviços de Transporte Público do município de Vitória da Conquista são classificados da seguinte maneira: A – Coletivos (Ônibus); B – Seletivos (Vans); C) Especiais; D) Individuais.

 

Deputado líder do Governo da Bahia vai a Agerba sobre fiscalização dura contra vanzeiros

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, transporte, Vit. da Conquista | Data: 03 dez 2015

Tags:, , , , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

da Redação

Zé Netofoto: TV do Servidor Público

O deputado estadual Zé Neto (PT), líder do Governo da Bahia garantiu ao deputado Herzem Gusmão (PMDB), nesta quarta-feira (2), que já está em contato com a Agerba que insiste em comandar na Bahia uma dura fiscalização contra os vanzeiros. “É injustificável essa medida da Agerba já que o processo de licitação do transporte está em andamento”, disse o líder do Governo. A fiscalização deve ser apenas aquela que diz respeito as condições e documentação dos  veículos,  e dos seus respectivos  condutores  que é da competência exclusiva da PRE.

Tanto para vans, quanto para ônibus, o deputado Zé Neto articulou um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) para gerar um novo marco na qualidade dos sistemas. “O documento, além de tratar de questões contratuais e abrir as licitações, há também pactuações que dizem respeito à melhoria da qualidade dos dois sistemas, inclusive com ampliação de linhas”, revelou no Facebook o parlamentar de Feira de Santana.

Esse já é considerado um passo decisivo na melhoria da logística do transporte público de massa na Bahia, reconhece o Governo. Sobre a dura fiscalização da Agerba, caso não seja flexibilizada, o deputado conquistense Herzem Gusmão,  continuará em defesa da imediata legalização do transporte complementar na Bahia.

Em Vitória da Conquista  a Cootrabis  e a Cootaji da cidade de Jequié (cooperativas) estão trabalhando em defesa da legalização do transporte alternativo na região Sudoeste.

Passe livre: pagar uma van para chegar é melhor, revela enquete com passageiros de ônibus

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 20 maio 2014

Tags:, ,

da Redação

Qualidade e ineficiência colocam o sistema de transporte coletivo de Conquista em xegue

VansNo programa Resenha Geral desta 3ª feira (20), será apresentado um trabalho de reportagem de Mônica Cajaiba, onde vários passageiros aprovam a utilização das vans em Vitória da Conquista como uma opção de transporte. Importante realçar que a repórter ouviu passageiros de bairros diferentes da cidade.

Alguns passageiros chegaram a declarar que é melhor pagar para chegar do que aguardar por longo tempo um ônibus, mesmo com direito a gratuidade na passagem. Este é o caso do direito assegurado aos idosos acima de 65 anos. A PMVC não consegue avançar na modernização e qualidade do transporte coletivo na 3ª maior cidade da Bahia.

A impontualidade e superlotação em determinados horários –  acabam fortalecendo o movimento em defesa do transporte alternativo feito pelas vans. O sindicato da categoria vai a justiça liberar veículos que foram apreendidos pela Prefeitura,  apresentando o apoio da população manifestado por abaixo assinados de moradores de diversas localidades.

Comandante da PRE aponta irregularidades em vans

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 21 fev 2014

Tags:, , ,

da Redação

MAjor PMO comandante da Polícia Rodoviária Estadual de Vitória da Conquista, Maj. Souza Jr. apontou irregularidades nas vans do transporte alternativo que é considerado ilegal pela Agerba. Souza Jr. disse ser prática constante a existência de veículos com pneus velhos, super lotação e até motoristas embriagados ao volante. A PRE fiscaliza 2.300 Km na BA 262, BA 263 e BA 415. São utilizados 96 homens quando deveria ser disponibilizado um contingente de 240 homens.

A fiscalização é da competência da Agerba e a PRE é convocada para garantir as operações no combate ao transporte clandestino. Na visita que fez a Rádio Clube FM, o comandante ouviu do apresentador da Resenha Geral, Herzem Gusmão, que a Agerba pode vistoriar os veículos a PRE combater as irregularidades, mas o transporte das vans precisa da legalização imediata do Governo do Estado. A fiscalização inflexível da Agerba prejudica a cidade e só agrada as empresas do transporte intermunicipal que prestam um péssimo serviço aos usuários.

Toda fiscalização para combater o péssimo estado de conservação desses veículos, que incluem também ônibus e micro-ônibus, terá todo apoio da Rádio Clube e do Blog da Resenha Geral.  O Governo da Bahia teve oportunidade de legalizar o transporte alternativo, mas não colocou como uma das mais importantes prioridades do transporte na Bahia.