Feijão fica mais caro em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 03 jun 2016

Tags:, ,

Da Redação

FeijaoUm dos alimentos que não pode faltar na mesa do brasileiro é o feijão. No entanto, para os conquistenses, manter o alimento na dispensa ficou mais caro. No último mês de maio, de acordo com pesquisa do projeto Indicadores Econômicos: Cálculo da Cesta Básica Mensal em Vitória da Conquista, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, o feijão teve uma alta de 6,68%.

Em abril, o quilo do alimento custava R$ 5,92. Em maio, os conquistenses pagaram em média pelo quilo do feijão R$ 6,32. Mas, em alguns supermercados, era possível encontrar o alimento por até R$ 8,00, o quilo. Em janeiro de 2016, a média do preço do feijão era R$ 4,64. Isso significa que em cinco meses, o alimento ficou R$ 2,28 mais caro.

O aumento é em função da influência das fortes mudanças climáticas na área rural nos últimos meses, que impactou a produção do alimento. Com baixa produção, a oferta de feijão nas prateleiras é menor.  Isso, gera o aumento do valor do produto pago pelo consumidor.

Estatuinte divide Uesb

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 01 jun 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
fotos: Rafael Gusmão

DSC_0868

A Lei estadual 21.599, aprovada em dezembro de 2015, ampliou a autonomia das Universidades Estaduais, possibilitando que a comunidade acadêmica decida, sem a interferência do Governo, sobre a sua organização e funcionamento. No entanto, a liberdade de decisão está gerando uma divisão dentro da Uesb.

A universidade está em processo de elaboração da Estatuinte, que define o regimento interno, incluindo a forma de escolha do reitor da instituição. E é nesse ponto que se encontra o maior problema.

A atual forma de representação é dividia paritariamente entre as três categorias da comunidade acadêmica (alunos, professores e servidores), cada um com 33%. No entanto, a proposta apresentada pelos professores e estudantes quer uma divisão 50% a 50%, com os discentes de um lado e, do outro, docentes e técnico-administrativos. O que, para os servidores, é inaceitável, pois diminui seu poder de decisão na eleição da nova administração universitária.

“A eleição paritária assegura que cada um dos três segmentos que compõem a comunidade universitária tenha preservados direitos conquistados em todos os sufrágios eleitorais. A Estatuinte deve ser um instrumento para unificar as categorias e não dividi-las”, argumenta o presidente da Associação dos Servidores da Uesb (Afus), Francisco Carvalho. Ele também aponta que essa nova formatação irá relegar os servidores técnico-administrativos do processo de decisão da universidade, já que o úmero de professores é muito superior ao de funcionários – 1.100 docentes contra 470 servidores.

Paralisação

DSC_0875

Diante do impasse, a Afus paralisou as atividades da Uesb, com fechamento de portões, na manhã desta quarta-feira (1º de junho). Entre as 7h e 9h30, as atividades da Uesb a comunidade acadêmica, bem como os ônibus do transporte coletivo, foi impedida de adentrar na instituição. “A categoria deliberou ainda que não participará da Comissão da Estatuinte até que haja um entendimento para manutenção de direitos iguais para técnico-administrativos, estudantes e professores” , conclui o presidente da Afus.

Servidores fecharão portões da Uesb, na manhã desta quarta (1º)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 31 maio 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_0776

Nesta terça-feira (31), os servidores técnico-administrativos da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia deliberaram por paralisar as atividades da instituição. O ato ocorrerá na manhã desta quarta (1º de junho), das 7h às 9h30, em protesto contra a tentativa de golpe na categoria dos técnico-administrativos, explica a categoria.

A mobilização reivindica a continuidade a preservação da eleição paritária para reitor (um terço do peso dos votos para os professores, um terço para os estudantes e um terço para os servidores técnico-administrativos). “A eleição paritária assegura que cada um dos três segmentos que compõem a comunidade universitária tenha preservados direitos conquistados em todos os sufrágios eleitorais. A Estatuinte deve ser um instrumento para unificar as categorias e não dividi-las”, explica os servidores técnico-administrativos, em nota.

A categoria deliberou ainda que não participará da Comissão da Estatuinte até que haja um entendimento para manutenção de direitos iguais para técnico-administrativos, estudantes e professores.

Uesb oferece quase 400 vagas por meio do SiSu

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 31 maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

uesb16Já estão abertas as inscrições para as vagas do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), referentes ao segundo semestre letivo de 2016. Para esse período letivo, a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) está oferecendo 386 vagas, distribuídas entre 23 cursos de graduação, entre eles Medicina, Fisioterapia, Direito, Odontologia, Enfermagem, Psicologia e Administração.

Os interessados em concorrer às vagas disponibilizadas pela Uesb devem ficar atentos aos prazos e demais exigências do processo seletivo. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), podem concorrer às vagas aqueles que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015.

Os candidatos têm o período de 30 de maio a 2 de junho para se inscreverem no site do SiSU. No ato da inscrição, deve ser informado o número de inscrição e a senha usados no último Enem.

Uesb: Governo começa a reestabelecer pagamento de insalubridade

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 31 maio 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

UESB1

Aos poucos, os servidores da Uesb estão conseguindo recuperar alguns dos benefícios que foram cortados pelo Governo da Bahia em 2015. A Superintendência de Recursos Humanos suspendeu o pagamento do adicional de insalubridade de 362 servidores e docentes da Universidade. A decisão gerou revolta até na Reitoria da Instituição, que recorreu.

No dia 20 deste mês, os primeiros processos de reintegração de insalubridade foram devolvidos à Uesb. Dos 58 devolvidos pela Junta Médica do Estado da Bahia, 57 foram deferidos e um indeferido, que será encaminhado novamente ao órgão para reanálise. Os processos são referentes aos enviados no dia 19 de abril de 2016, data em que 340 processos foram encaminhados.

O pagamento do adicional de insalubridade dos servidores docentes e técnico-administrativos foi suspenso em julho do ano passado.  Em sua decisão, a Superintendência alegou que havia a possibilidade de terem ocorrido “concessões indevidas”. Nas demais universidades estaduais (Uesc, Uefs e Uneb) os cortes de benefícios 484 trabalhadores.

Além encaminhar documentação para ingresso com novo processo do adicional de insalubridade, as associações de docentes e servidores movem uma ação na Justiça pedindo o reestabelecimento dos pagamentos, inclusive os retroativos, a todos aqueles que devem receber o adicional de insalubridade.

Professores, servidores e alunos paralisam atividades na Uesb

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 24 maio 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais
fotos: Rafael Gusmão

DSC_0508

Professores, servidores e alunos da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia paralisaram suas atividades nesta terça-feira (24). A ação fechou parta da Avenida Olívia Flores, em Vitória da Conquista, com o objetivo de forçar o Governo do Estado a iniciar negociações com as categorias.

DSC_0513

Segundo a comunidade acadêmica, uma agenda de luta está sendo construída com a comunidade universitária. “O Governo Rui Costa (PT), com esta política de corte no orçamento, está destruindo a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – um patrimônio construído com muito trabalho por professores, técnico-administrativos, alunos e comunidade regional – com o objetivo de reduzir o tamanho da instituição e privatizar serviços e cursos”, denuncia a Associação dos Servidores da Uesb (Afus).

“De 2013 a 2016, a UESB deveria ter recebido R$ 18,1 milhões a mais nas verbas de manutenção, investimento e custeio, considerando a inflação do período. Os graves problemas orçamentários têm impossibilitado o funcionamento mínimo da universidade”, aponta comunicado da Adusb.

Servidores e professores da Uesb se unem e realizam paralisação geral

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 23 maio 2016

Tags:, , ,

Da Redação

afus

Foto: Divulgação

Como informado pelo BLOG DA RESENHA GERAL, os professores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) realizam nesta terça-feira (24) uma paralisação que visa forçar o governo a iniciar negociações com a categoria. Na última sexta (20), os servidores da Instituição anunciaram que também vão paralisar as atividades em uma ação conjunta com os docentes.

As duas categorias realização de um grande ato público com concentração em frente ao Cemae, localizada na Avenia Olivia Flores, a partir das 6 horas. De acordo com o Sidicato dos Servidores, a manifestação é em defesa da Uesb e contra o PLP 257, que pretende congelar salários, suspender promoções e progressões e acabar com os concursos públicos.

Ainda de acordo com a Afus, o movimento tem apoio do corpo discente da Universidade. A paralisação também deve ocorrer nas outras três universidades estaduais da Bahia.

 

 

Professores anunciam paralisação de aulas na Uesb

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 19 maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1045

Professores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia paralisarão suas atividades na próxima terça-feira (24). A ação foi aprovada na Assembleia da Associação dos Docentes da Uesb (Adusb) ocorrida no dia 26 de abril e visa forçar o governo a iniciar negociações com a categoria.

Segundo os professores, uma agenda de luta está sendo construída com a comunidade universitária. “Os ataques ao Ensino Superior Público são ininterruptos. Na Bahia, o Governo Rui Costa (PT) tem adotada uma política de sucateamento que visa acabar com universidades estaduais. De 2013 a 2016, a UESB deveria ter recebido R$ 18,1 milhões a mais nas verbas de manutenção, investimento e custeio, considerando a inflação do período”, aponta comunicado da Adusb.

Ainda segundo a nota, “os graves problemas orçamentários têm impossibilitado o funcionamento mínimo da universidade”.

UESB promove curso de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 17 maio 2016

Tags:, ,

Da Redação

NDCAA Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), por meio do Núcleo de Defesa da Criança e do Adolescente (NDCA), irá promover na próxima semana o curso de extensão “Aspectos jurídicos e psicossociais do enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes”. Realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Vitória da Conquista, a atividade busca fortalecer a política de Direitos Humanos na cidade.

Segundo os organizadores, o curso  tem como proposta proporcionar o acesso a instrumentais técnicos-jurídicos especializados, de modo a fomentar a construção de novas práticas sociais e o redimensionamento da Rede Municipal de Proteção à Criança e ao Adolescente. Nesse sentido, durante os dois dias do evento, serão abordados os aspectos jurídicos relevantes relacionados aos crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes, como também irá tratar sobre as nuances psicossociais relativos ao fenômeno da violência sexual.

A atividade, voltada para alunos, conselheiros tutelares, conselheiros municipais dos direitos da Criança e do Adolescente, policiais civis e militares e demais atores do sistema de garantia de direitos, será realizada no auditório do Módulo 4, campus de Vitória da Conquista, nos dias 23 e 24 de março. As inscrições para o curso já estão abertas e podem ser realizadas na sede do Núcleo, localizada na Rua 10 de Novembro, nº 163, Centro de Vitória da Conquista. Para mais informações, entre em contato pelo telefone (77) 3421 0939.

Com informações da Ascom Uesb.

ATUV convoca estudantes da Uesb para atualização do Bilhete Eletrônico

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 16 maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

bilhetetug51mdMDA Associação dos Operadores do Transporte Coletivo Urbano (ATUV) alerta os estudantes da Uesb para o início do período de atualização do Bilhete Eletrônico Municipal Escolar, para o período letivo de 2016. Os cartões que não forem atualizados terão o uso suspenso na data limite: 31 de maio.

Os estudantes devem consultar a data limite do seu cartão pelo validador, presente em todos os ônibus ou em qualquer agência da ATUV. “Não deixe para atualizar ou fazer o seu cartão de última hora. Vá até uma das agências, localizadas no Bairro Brasil, Centro ou Uesb”, alerta a ATUV.

O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 11h50, apenas no Centro e Uesb. Para o serviço, deve ser apresentada a seguinte documentação:

– RG e CPF (original e cópia);
– Atestado de matrícula devidamente carimbado e assinado pelo responsável da escola (original e cópia); e
– Bilhete Eletrônico Municipal Escolar (BEM) para os alunos que já o possuem.

Uesb estende por mais 30 dias processo contra aluna que fraudou cotas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 10 maio 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_0154A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) prorogou por mais 30 dias do Processo Administrativo Disciplinar contra a estudante Maiara Aparecida Oliveira Freire (foto), condenada por fraude no sistema de cotas raciais da instituição. Maiara apresentou uma declaração falsa de que era moradora de uma comunidade quilombola do município de Livramento de Nossa Senhora no ato da matrícula.

Em nota encaminhada do BLOG DA RESENHA GERAL, a Uesb informou que o adiamento da decisão considerou “as justificativas apresentadas pela Comissão responsável pela condução do Processo Administrativo Disciplinar (PAD)”, que solicitou a prorrogação do prazo. No entanto, a nota não aponta quais foram as justificativas apresentadas pela Comissão.

A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado da Bahia, da última sexta-feira (6). Com isso, a situação da estudante deverá ser definida até o dia 6 de junho. Maiara corre o risco de ser expulsa da Uesb.

Heleusa Câmara Figueira reconhecida na Câmara Municipal pelo Proler/Uesb

0

Publicado por Editor | Colocado em Cultura, Educação, Vit. da Conquista | Data: 27 abr 2016

Tags:, , ,

da Redação

Com informações e foto da Ascom/Câmara

EleuzaO mandato do vereador Coriolano Moraes (PT), mais conhecido como Professor Cori, realizou uma importante Audiência Pública, uma das mais relevantes da Casa neste ano, para homenagear o Proler/Uesb idealizado pela Professora Heleusa Figueira Câmara. O programa foi lançado em Vitória da Conquista em 1992.

A professora Heleusa Câmara foi alvo de homenagens e do reconhecimento pelo extraordinário projeto que visa estimular e resgatar o gosto pela leitura. A leitura engrandece a alma (Voltaire). Na sua fala agradeceu ao vereador Professor Cori pela realização da audiência pública e pela ajuda ao Proler, na época em que ele ocupou a Secretaria de Educação. Destacou a presença de todos que ocupavam a mesa, agradecendo ao prefeito Guilherme Menezes (PT), representado pelo secretário de governo Edwaldo Alves Silva. Lembrou a importante participação do ex-prefeito Murilo Mármore, “o apoio a comitiva de 22 pessoas da Fundação Biblioteca Nacional que viriam a Conquista para instalar o ponto piloto do Proler foi decisiva para que nossa cidade tivesse um programa como esse” disse.

Ex-prefeito e ex-ministro falam do Proler

0

Publicado por Editor | Colocado em Cultura, Educação, Vit. da Conquista | Data: 27 abr 2016

Tags:, ,

da Redação

Com informações e foto da Ascom

Por iniciativa do mandato do vereador Prof. Cori (PT), em Audiência Pública, a Câmara Municipal prestou homenagem ao PROLER/UESB um projeto que estimula a leitura. O evento contou com a presença da professora autora do programa, Heleusa Câmara; o secretário de governo do município, Edwaldo Alves; o ex-prefeito de Conquista, Murilo Mármore; o ex-ministro da Educação, Ubirajara Brito e a representante da UESB, Vanessa Lima.

Murilo Mármore

MuriloO ex-prefeito de Conquista, Murilo Mármore, compareceu ao evento e valorizou o projeto que muito tem contribuído na formação de jovens. Murilo destacou que em sua gestão como prefeito foi criado o Conselho Municipal de Educação, o primeiro da Bahia, e a criação da Biblioteca Central. O ex-prefeito lamentou que o país valorize pouco o ensino. “É preciso que nós façamos muito mais. É fundamental que os nossos professores, nossos colegas, passem para os pais de seus alunos a importância da leitura. Essa necessidade não morre nunca. Porque o Brasil, lamentavelmente, ainda apresenta índices absolutamente reprováveis no quesito educação”, disse Murilo.

Ubirajara Brito

O ex-ministro, Ubirajara Brito, destacou os trabalhos realizados no MEC no Governo José Sarney (87/88): “Tenho sempre na memória que, enquanto estávamos lá, focamos no ensino técnico e escolhemos Conquista para receber o antigo CEFET, hoje IFBA. Nenhum país vai crescer sem a educação fundamental, ensinar as crianças a ler e a contar. Foi assim que a Alemanha e o Japão resolveram seu problema no século 19. A educação fundamental também foi investimento de outros tantos países no século 20”, lembrou.

BiraO professor falou da importância de preparar e estimular os professores para tão nobre missão.  Lembrou que os professores no Brasil estão despreparados, “não por conta deles, mas dos governantes que não sabem valorizar o profissional. Afirmou também que a internet  está destruindo a leitura das crianças – que desde cedo aprendem a dedilhar o celular, o tablete e isso é nocivo. Nós estamos destruindo e minimizando a importância do livro de papel. Hoje os jovens não sabem nem escrever porque perderam o hábito de pegar o papel e a caneta”, sentenciou.

Uesb define até 7 de maio situação da estudante que fraudou sistema de cotas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 18 abr 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

UESB1

O processo de análise do caso da aluna do curso de Medicina da Uesb, Maiara Aparecida Oliveira Freire (foto), deve ser concluído até o dia 7 de maio. Maiara apresentou uma declaração falsa de que era moradora de uma comunidade quilombola do município de Livramento de Nossa Senhora no ato da matrícula.

IMG_0154O BLOG DA RESENHA GERAL solicitou da Uesb informações sobre o processo contra a estudante. Através de nota, a Assessoria de Comunicação da instituição informou que os integrantes da Comissão Processante, formada no dia 7 de abril, “têm prazo de 30 dias para apresentar relatório final, devendo ser observadas as disposições legais”.

Outras denúncias

Após a sentença e condenação da estudante, no dia 30 de março, outras denúncias semelhantes surgiram. Na última sexta (15), um grupo formado por estudantes originários de comunidades quilombolas realizou um protesto no campus da Uesb contra a fraude nas cotas raciais da universidade. O grupo aponta a existência de pelo menos 30 casos suspeitos de frude, a maioria no curso de Medicina.

No entanto, a Uesb não revela se a informação procede. No mesmo comunicado, a Ascom da instituição diz que ainda não obteve “os devidos esclarecimentos” dos “setores responsáveis” pelo assunto.

Quilombolas denunciam mais de 30 casos suspeitos de fraude nas cotas da Uesb

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 15 abr 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

UESB1

Na manhã desta sexta-feira (15), um grupo formado por estudantes originários de comunidades quilombolas realizou um protesto no campus da Uesb contra a fraude nas cotas raciais da universidade. O grupo aponta mais de 30 casos suspeitos, a maioria no curso de Medicina.

Os estudantes percorreram todo o campus de Vitória da Conquista e realizaram um ato em frente à reitoria, cobrando investigação dos casos suspeitos, dentre outras reivindicações. Em um vídeo publicado no Facebook da revista Gambiarra, os estudantes bradam palavras de ordem, pedindo respeito.

“Estudantes quilombolas, estamos aqui para denunciar as fraudes que acontecem nesta universidade, principalmente no curso de Medicina. Nós negro quilombolas, estamos aqui, e merecemos mais negros nos cursos de medicina”, diz o grupo.

Fraude

Uma estudante do curso de Medicina da Uesb foi condenada por pratica de fraude no sistema de reserva de cotas adicionais para o grupo de quilombolas. A estudante, Maiara Aparecida Oliveira Freire, apresentou uma declaração falsa de que era moradora de uma comunidade quilombola do município de Livramento de Nossa Senhora. Após a condenação, a Uesb abriu processo administrativo para apurar a situação da estudante, que poderá ser expulsa da instituição.

UESB promove 1º Simpósio de Psicologia

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 13 abr 2016

Tags:, ,

Da Redação
foto ilustrativa

frases_de_depressaoNesta quinta (14), a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), campus de Vitória da Conquista, promoverá o 1º Simpósio de Psicologia. Por meio de palestras, apresentações de trabalhos e mesas-redondas, o evento terá como foco principal a temática “Depressão: temas e discursos contemporâneos”.

A atividade irá discutir as questões que estão por trás do fenômeno da depressão de forma ampla e sistêmica no que tange os saberes psicológico, psiquiátrico, psicanalítico, histórico e sociológico.

O Simpósio é aberto para os estudantes de Psicologia da Uesb e de outras instituições da cidade. O evento, que será realizado no Teatro Glauber Rocha, terá início às 8 horas e se estenderá durante todo o dia. Os interessados podem conferir a programação do evento aqui.

Servidores da Uesb paralisam as atividades mais uma vez

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 12 abr 2016

Tags:, ,

Da Redação

UESB1Em assembleia geral realizada nessa segunda-feira (11), os servidores técnico-administrativos da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) aprovaram mais uma paralisação. Os funcionários da Instituição irão suspender as atividades nestas quarta e quinta, 13 e 14 de abril, respectivamente.

Segundo o Sindicato da categoria,  a paralisação geral tem como objetivo lutar contra a aprovação do Projeto de Lei Complementar 257/2016, que retira e limita direitos trabalhistas. O Projeto, enviado pelo Governo ao Congresso Nacional, estabelece o Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal e medidas de estímulo ao reequilíbrio fiscal. E, entre outras coisas, propõe uma reforma fiscal que pode suspender a realização de concursos públicos, congelar salários e criar até um programa de demissão voluntária de servidores públicos.

A paralisação dos servidores atingirá os três campi da Universidade (Vitória da Conquista, Itapetinga e Jequié). No entanto, o Sindicato da categoria ainda não informou se os portões da Uesb serão fechados.

Uesb divulga 3ª chamada do Vestibular e 4ª chamada do SiSU

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 11 abr 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

uesb16

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia  (Uesb) disponibilizou as listas dos candidatos convocados em terceira chamada do Vestibular 2016, e em quarta chamada do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) para os cursos de graduação com ingresso no primeiro semestre.

Os nomes dos convocados podem ser conferidos no anexo único dos Editais 052/16 (Vestibular) e 053/16 (SiSU).

De acordo com os referidos editais, os candidatos devem efetuar a matrícula nos dias 18 e 19 de abril, das 14h30 às 17h30, na Secretaria de Cursos do campus em que a graduação escolhida é oferecida. Na oportunidade, é necessário apresentar toda a documentação exigida, conforme estabelecido nos editais de convocação.

Uesb instaura processo contra estudante que fraudou sistema de cotas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 06 abr 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

UESB1

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) abriu processo administrativo para apurar a situação da estudante Maiara Aparecida Oliveira Freire, que fraudou o sistema de cotas raciais para entrar no curso de Medicina. Maiara apresentou uma declaração falsa de que era moradora de uma comunidade quilombola do município de Livramento de Nossa Senhora.

Ela foi condenada foi condenada a 2 anos de prisão por Falsidade Ideológica no dia 30 de março pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Vitória da Conquista. Como se trata de ré primária, a pena foi convertida em trabalhos comunitários e pagamento de multa no valor de um salário mínimo. A Uesb, a quem o juiz apontou ser responsável por determinar a permanência da estudante na instituição, foi notificada da decisão nessa terça-feira (5).

Confira a nota:

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), considerando a decisão proferida pelo MM. Juiz de Direito da 2ª Vara Criminal da Comarca de Vitória da Conquista (Processo nº 0504863-90.2014.8.05.0274) e a gravidade da situação envolvendo a estudante do curso de Medicina, do campus de Vitória da Conquista, Maiara Aparecida Oliveira Freire, informa que está sendo instaurado Processo Administrativo Disciplinar (PAD), visando apurar administrativamente a responsabilidade da discente, ficando-lhe assegurado o direito de defesa e do contraditório. Universidade informa, ainda, que será composta uma Comissão Processante, por meio de Portaria, que será devidamente publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

Implantação dos cursos de Odontologia e Veterinária na Uesb é discutida na AL-BA

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 05 abr 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

IMG_0693

Acontece nesta terá-feira (5), a Audiência Pública que discute a possibilidade de implantação dos cursos de Odontologia em Vitória da Conquista, e Medicina Veterinária em Itapetinga, ambos pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). O encontro foi um apelo do deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB).

“Desde 1960, que o ex-prefeito Gerson Gusmão Sales, já solicitava ao Governo do Estado, General Juracy Magalhães  a implantação de Odontologia, em Vitória da Conquista. E, em Itapetinga, o curso de Medicina Veterinária para fomentar a economia local, inclusive, por a região ser referência em agropecuária”, explicou o deputado peemedebista.

O vice-reitor da Uesb, Fábio Félix, disse que a reitoria não é contrária a criação de novos cursos, mas argumentou que a instituição passa por um “problema estrutural”. Ele também sugeriu “um debate mais amplo, incluindo o Governo do Estado”.

A presidente da Associação dos Docentes da Uesb (Adusb), Márcia Lemos, também seguiu a mesma linha do vice-reitor. “A Adusb é favorável a expansão de novos cursos, mas demanda responsabilidade e financiamento público”, aproveitando o gancho para criticar o baixo orçamento destinado às instituições de ensino superior. “A Uesb perdeu 18 milhões desde 2013”, afirmou a presidente da Adusb.

O deputado Herzem fez um contraponto entre a implantação de novos cursos e a situação financeira das universidades estaduais. “Eu não aceito o discurso que o Governo não tem recursos. O discurso da falta de orçamento sempre existiu. Houve esse mesmo discurso  na implantação do curso de medicina em Conquista – que hoje é referência no país. Ou seja, a universidade impulsiona a economia local. O que precisa ganhar força é o debate político em prol do aumento de receita para as Universidades”, disse Herzem.

Participam da audiência o presidente da Comissão de Educação da AL-BA, Eduardo Sales (PP); a pro-reitora de Graduação da Uesb, Talamira Brito; o ex-prefeito de Itapetinga, Michel Hage; a ex-deputada estadual Virgínia Hage; o vereador de Itapetinga, Eliomar Barreira ‘Tarugão’ (PMDB); e o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Itapetinga, Adriano Alcântara.