Ranking das melhores universidades públicas é divulgado pelo MEC

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Educação, Geral | Data: 18 dez 2018

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-candeias-premium.gif

Os últimos dados divulgados nesta terça-feira (18), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), revelou o ranking anual do principal indicador de qualidade do ensino superior brasileiro, o Índice Geral de Cursos (IGC).

Anota do IGC varia de 1 a 5. As instituições com 4 e 5 são consideradas excelentes e notas abaixo de 3 são insatisfatórias. Instituições que ficam abaixo de 3 não podem se expandir, ou seja, não podem construir novos campi,nem abrir cursos ou aumentar o número de vagas. Cursos autorizados podem sofrer redução de vagas ou ter processos seletivos suspensos, após vistoria de especialistas.

Confiras indicadas da Bahia:

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA (UFBA) Pública Federal BA

Número de Cursos avaliados no triênio: 68
IGC (Contínuo): 3,7518
IGC (Faixa): 4

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ (UESC) Pública Estadual BA 

Número de Cursos avaliados no triênio:32
IGC (Contínuo):  3,3926
IGC (Faixa):4

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA (UESB) Pública EstadualBA  

Número de Cursos avaliados no triênio:46
IGC (Contínuo): 3,1152
IGC (Faixa):4

Professores das Universidades Estaduais aprovam indicativo de greve geral e fazem paralisação

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Sudoeste, Vit. da Conquista | Data: 20 jul 2016

Tags:, , ,

Por Halanna Andrade (Adusb)

Adusb Paralisação

Na quarta-feira (20), os professores das Universidades Estaduais farão paralisação de atividades para realização de ato público, em Salvador, contra a redução de verbas da educação e pelo respeito aos direitos trabalhistas. Os docentes também aprovaram indicativo de greve geral dos servidores públicos da Bahia. Além dos professores, vários segmentos do funcionalismo estarão mobilizados pelo pagamento integral do reajuste linear, contra o PLP 257 e a PEC 241. A comunidade universitária denunciará os problemas orçamentários das Instituições. A concentração da manifestação ocorrerá na Praça Newton Rique, em frente ao Shopping da Bahia (antigo Iguatemi), a partir das 8h30min.

Direitos trabalhistas

Há três anos o governo tem efetuado o pagamento do reajuste linear parcelado, conferindo perdas aos trabalhadores. Em 2016, não há qualquer sinalização de que o governador Rui Costa conceda o direito trabalhista. O confisco salarial é de 10,67% para os mais de 267 mil servidores.

Além disso, tramita no Congresso Nacional, em regime de urgência, o PLP 257 que veta os aumentos salariais com ganhos reais, adicionais, gratificações e indenizações. Já a PEC 241 é ainda mais severa, pois pretende estagnar os gastos públicos por 20 anos para garantir o pagamento da dívida pública. Os investimentos em saúde, educação, pagamento de salários e outros direitos serão os mesmos que em 2016, salvo a reposição inflacionária do período, mesmo que a receita do país aumente.  …Leia na íntegra

Fórum das ADs lança nota de repúdio e exigem saída de Coordenador do Ensino Superior

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação | Data: 26 abr 2016

Tags:, ,

Por Halanna Andrade


Coordenador desenha durante reunião com o Movimento

O Fórum das Associações Docentes das Universidades Estaduais da Bahia (Fórum das ADs) lançou uma nota de repúdio ao Coordenador do Desenvolvimento do Ensino Superior, Paulo Pontes. Os professores criticam a falta de preparo técnico e político do funcionário da Secretaria de Educação, demonstrado inclusive durante a greve da categoria em 2015. O Movimento também reivindica a retirada imediata de Paulo Pontes do cargo.

“O Coordenador desconhece as estruturas das Universidades Estaduais da Bahia, os cursos que precisam ser consolidados e a redução orçamentária das instituições, também não conhece o funcionamento da carreira docente, tão pouco o perfil dos estudantes matriculados”, afirma Fórum das ADs.

Conheça o documento na íntegra.

Servidores estaduais protestam no CAB e reivindicam reajuste salarial

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 07 abr 2016

Tags:, , ,

Da Redação

img-20160407-wa0003Foto: divulgação Aduneb

Na manhã desta quinta (7), os servidores do estado da Bahia realizam um protesto no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Os trabalhadores reivindicam o pagamento do reajuste linear da categoria, retorno do adicional por insalubridade, entre outros pontos.

O movimento, batizado de “Dia de Luta contra o reajuste zero”, teve início às 9 horas. Às 10h30, os servidores saíram em caminhada da Assembleia Legislativa até a sede da Governadoria.

Fazem parte da manifestação, servidores da Saúde, Polícia Civil e professores e funcionários técnicos-administrativos das unidades de ensino superior do Estado. Os servidores das Universidades, juntamente com os estudantes, paralisaram as atividades nesta quinta-feira, em reivindicação por melhores condições de trabalho e estudo, além de melhorias na política de permanência estudantil.

Uesb, Ufba e Ifba garantem vaga em Medicina e outros cursos via Sisu na 1ª parcial

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação | Data: 12 jan 2016

Tags:, , ,

da Redação

ProvaOs dados foram liberados para consulta nesta terça-feira (12), no portal do Sisu. O resultado faz parte da primeira parcial do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2016 para o curso de Medicina.

Para conquistar uma vaga no curso de Medicina do campus Anísio Teixeira da Ufba, em Vitória da Conquista, a nota nesta  precisa ser igual ou acima de 749,36.  Para o campus de Jequié da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), a nota de corte é de 740,26.

Na sequencia, o curso de Direito, a maior nota de corte,  pertence a Uesb de Vitória da Conquista com 741,33. No curso integral, nos turnos matutino e vespertino da Ufba em Salvador, a média ficou em 740,96, enquanto, no noturno, em 724,05. A Uneb de Juazeiro tem nota de corta de 737,91; a de Camaçari, 717,20; e a de Jacobina, 708,47.

Para ingressar no curso de Direito do turno matutino da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), seria preciso obter nota igual ou maior que 726,63. No noturno, a média ficou em 710,76. No curso de Engenharia Elétrica da Ufba, a nota de corte desta terça foi fixada em 758,67. Na Ufob, em 726,01. No Instituto Federal da Bahia (Ifba) de Vitória da Conquista, em 662,88; no campus de Paulo Afonso, em 640.50. Na Univasf, a nota de corte foi de 656,16. No curso de Psicologia da Ufba, a nota foi de 720,01, enquanto no campus de Conquista, de 654,35. No campus de Salvador da Uneb, 719,17.  As notas de corte devem ser atualizadas às 9h desta quarta (13), segundo o Ministério da Educação (MEC). As inscrições seguem até esta quinta (14).

Universidades: José Raimundo comemora o que?

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação, Vit. da Conquista | Data: 22 dez 2015

Tags:, , , ,

nov_25_pel_banner_site_resenha_feirao_aquitemnegocio_582x65px_jean

da Redação

O deputado estadual José Raimundo Fontes (PT), ligou para a imprensa em Vitória da Conquista para anunciar que está comemorando a aprovação do Projeto de Lei Nº 21.599/2015, de autoria do Governo do Estado, cujo relator foi o deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB). De acordo com o relator do PL 21.599/2015, “a nova legislação buscou conferir maior autonomia às Universidades Estaduais da Bahia, o que possibilita ainda uma ampliação da democracia interna no ensino superior estadual. Esse era um pleito muito antigo das universidades estaduais e agora cada comunidade universitária vai deliberar suas ações”, justificou o deputado Herzem Gusmão.

O deputado José Raimundo Fontes votou contra a liberação de mais recursos no Orçamento para as universidades estaduais. Tem votado insistentemente contra conquistas históricas dos servidores públicos. Votou pelo aumento das contribuições ao Plano de Saúde (Planserv). O deputado, fundador e primeiro presidente da Adusb (Uesb) mereceu da categoria uma Moção de Repúdio. O parlamentar não tem nada a comemorar.  Leia abaixo o documento:

Moção de Repúdio – Adusb

Rui Costa, mais uma vez, usa a repressão policial para tentar silenciar a população baiana

Protesto BB

A Adusb vem a público repudiar de forma veemente a violência da Polícia Militar e da Segurança da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), a mando do presidente da ALBA, deputado Marcelo Nilo, com a conivência dos parlamentares da base governista, durante o ato público do dia 9 de dezembro de 2015. Entre os deputados, José Raimundo Fontes – fundador e primeiro presidente da Adusb – foi incapaz de intervir no sentido de preservar a integridade física dos nossos estudantes e professores. O sindicato considera inadmissível o uso de qualquer tipo de violência para coagir a população a não expressar livremente sua insatisfação com os ditos representantes do povo. …Leia na íntegra

Universidades: Projeto de Lei relatado por Herzem Gusmão é aprovado na Assembleia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação, Vit. da Conquista | Data: 21 dez 2015

Tags:, , ,

nov_25_pel_banner_site_resenha_feirao_aquitemnegocio_582x65px_jean

Assessoria Parlamentar

Relatro Herzem

A Assembleia Legislativa da Bahia aprovou, por unanimidade, nesta segunda-feira (21), o Projeto de Lei 21.599/2015 que dispõe sobre a organização e funcionamento das Universidades Estaduais da Bahia e revoga a Lei 7176/97 que tratava sobre o tema.

A revogação da Lei 7176/96 era um anseio histórico da comunidade acadêmica de ensino superior, sendo inclusive ponto de pauta de várias greves realizadas nos últimos anos pelos professores universitários.

De acordo com o deputado Herzem Gusmão (PMDB), relator do PL 21.599/2015, “a nova legislação buscou conferir maior autonomia às Universidades Estaduais da Bahia, o que possibilita ainda uma ampliação da democracia interna no ensino superior estadual”.

Ainda segundo o parlamentar, “o novo texto busca uma melhor caracterização e finalidade das instituições, além de receitas, patrimônio e seu quadro de pessoal”.

Fórum das ADs recebido pela bancada de oposição

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação | Data: 27 out 2015

Tags:, , , , ,

da Redação

ALBAA bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia recebe na manhã desta terça-feira (27) o Fórum das ADs. O movimento em defesa nas universidades tem destacado a crise financeira das Universidades Estaduais da Bahia (UEBA) que é considerada muito grave. Os problemas orçamentários podem inviabilizar as atividades das universidades Para modificar essa realidade, o Fórum das ADs (Adusb, Adufs, Adusc e Aduneb), reunido no dia 23 de outubro em Vitória da Conquista, avaliou que só por meio da luta os problemas orçamentários poderão ser superados.

Os cortes no orçamento serão abordados no encontro que ocorrerá na sala da Minoria liderada pelo deputado estadual Sandro Regis (DEM). De acordo com informações da Assessoria de Planejamento da UESB, serão necessários mais R$ 11 milhões até dezembro. O Estado não vem esboçando nenhuma reação para mudar esta triste realidade. As ADs irão propor uma emenda ao Orçamento do Estado e será apreciada pelos 21 deputados que integram a bancada de oposição na Casa.

Bancada de oposição tem encontro com Fórum das ADs em Salvador

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação | Data: 23 out 2015

Tags:, , , ,

da Redação

ADs

O deputado Herzem Gusmão (PMDB) vai coordenar o encontro entre o Fórum das ADs e a bancada de oposição na Assembleia Legislativa. Os representantes do Fórum pretendem conquistar o apoio dos parlamentares para uma emenda à Lei Orçamentária Anual de 2016, que garanta mais recursos para as universidades.  O pedido para Gusmão ser o coordenador do encontro foi feito pelo líder da bancada de oposição na Alba, deputado Sandro Regis (DEM). Logo após aceitar o convite, Herzem Gusmão acionou a sua assessoria e confirmou a reunião para a próxima terça-feira (27). O Governo da Bahia vem negando investimentos que possam restaurar a crise nas universidades do Estado.

Em recente nota divulgada na imprensa, a Adusb informou que só na UESB, a soma dos cortes de verbas nos últimos dois anos ultrapassa R$ 6,5 milhões. Em 2016, a universidade receberá o mesmo valor de 2015 para as verbas de manutenção, investimento e custeio, montante comprovadamente insuficiente para as demandas.

Já o Conselho Superior da Uesb, em sua última reunião, realizada no dia 14 de outubro, admitiu que caso o governo não realize suplementação dos recursos ainda esse ano e não altere a cota orçamentária para 2016, o funcionamento da universidade ficará inviabilizado e poderá resultar na suspensão de atividades. Nas demais universidades da Bahia a situação não é diferente. As ADs tratarão interesses das universidades de Vitória da Conquista (Uesb), de Feira de Santana (UEFS), do eixo Itabuna/Ilhéus (UESC) e UNEB.

Assembleia aprova promoção de professores das universidades estaduais

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 16 set 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

Assembleia

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) aprovou, na tarde dessa terça-feira (15), o projeto de lei nº 21.420/2015, que trata da promoção dos professores nas universidades estaduais. As promoções, progressões e alterações de regime foram um dos pontos de pautas da greve dos docentes, que durou três meses.

Segundo o Governo do Estado os recursos orçamentários para implementação do projeto não compromete o orçamento de custeio e investimento das universidades. “O orçamento das universidades para 2015 já está garantido na sua integralidade, sem contingenciamento. Este orçamento representa um aumento de 10,3% em relação ao ano passado, totalizando R$ 1.126.500 bilhão”.

Agora, o projeto de lei segue para o governador Rui Costa, que tem o prazo de 15 dias para sancioná-lo.

Universitários devem atualizar dados no CadÚnico

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Educação, Sudoeste, Vit. da Conquista | Data: 03 ago 2015

Tags:, ,

Da Redação

Devem se cadastrar estudantes das Universidades Estaduais: Uneb, Uefs, Uesb e Uesc.

cadastro únicoO Governo do Estado prorrogou o prazo para que os estudantes das Universidades Estaduais (Uneb, Uefs, Uesb e Uesc) atualizem os dados que irão subsidiar a implantação da Política Estadual de Permanência Estudantil. O objetivo é assegurar a permanência na universidade e a conclusão do curso, dando o apoio necessário para transporte, alimentação e moradia dos alunos. A Secretaria da Educação enviou cartas para nove mil estudantes, que têm pais inscritos no Cadastro Único de Sociais (CadÚnico), do governo federal. Os dados podem ser confirmados no Portal da Educação.

O critério de identificação do estudante-alvo para ser beneficiado pela Política de Permanência Estudantil é o CadÚnico. Logo, aqueles que não receberem a carta e apresentam dificuldades para se manter podem se dirigir à prefeitura de sua cidade e solicitar o registro no CadÚnico. Os dados apresentados passarão pelo processo de validação e comprovação. …Leia na íntegra

Sem acordo, greve nas Universidades Estaduais continua

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 31 jul 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

dsc_0265

Mais uma tentativa de acordo entre professores universitários e Governo do Estado falhou, nesta sexta-feira (31). Durante a semana, os docentes sinalizaram positivamente para o fim da greve, sob a condição da assinatura de um termo de compromisso; o que não ocorreu.

O Termo de Compromisso solicitado pelos professores deveria prever implementação de promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho que estão travadas, em até 60 dias. Além disso, o governo deveria se compromete a encaminhar, também em até 60 dias, para a Assembleia Legislativa o projeto de lei que revoga a lei 7176/97 e assegura a autonomia universitária conforme previsão do artigo 207 da Constituição Federal.

Ao fim da reunião de hoje, a Associações de Docentes da Uesb afirmou que “os representantes de Rui Costa não apresentaram o termo de Compromisso discutido durante as negociações do dia 27.07, que garantiria a criação de uma agenda de trabalho para debater os direitos trabalhistas em 2016″.

A greve deve ser mantida, pelo menos, até uma nova assembleia da Adusb, que ocorrerá no dia 4 de agosto, conforme prometeu os professores, “caso de algum tipo de mudança no conteúdo do acordo ou retirada da mesa de algum dos documentos, por parte do governo”.

Professores universitários divulgam moção de repúdio ao governo Rui Costa

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 29 jul 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_2350foto: divulgação Adusb

Os professores e as professoras das quatro Universidades Estaduais da Bahia (Uneb, Uesb, Uefs e Uesc), em greve desde o dia 13 de maio de 2015, emitiram uma nova carta de repudio, nesta quarta-feira (29). Dessa vez, a moção de repúdio foi direcionada ao governo Rui Costa (PT), pela “truculência do nas negociações com a categoria”. Para os docentes, a presença da Rondesp na Secretaria da Educação do Estado (SEC), durante a ocupação pacífica do prédio, entre os dias 15 e 18 de julho, expressa a incapacidade política do Governador e do Secretário de Educação, Osvaldo Barreto, para dialogar com os movimentos sociais.

Confira a nota:

Durante a ocupação da SEC, professores e estudantes, em luta pela defesa da universidade pública, enfrentaram a nova tática do governo Rui Costa. Na noite do dia 17 de julho, diversas viaturas da Rondesp cercaram o prédio público. O governador Rui Costa deu ordens para que a PM desocupasse o prédio, utilizando os meios que fossem necessários. O que nos surpreendeu foi que somente após a intervenção do coronel é que os representantes do governo sentaram-se à mesa de negociação com os professores e estudantes. Fomos constrangidos e ameaçados pela Polícia Militar na presença do chefe de gabinete da SEC, Wilton Cunha, e com a conivência do Secretário de Educação do Estado. Aqueles que deveriam zelar pela educação foram os mesmos que nada fizeram para evitar a intervenção militar que poderia ter levado a uma tragédia. …Leia na íntegra

Greve: posição das ADs na votação da LDO na Assembleia Legislativa da Bahia causa estranheza

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 09 jul 2015

Tags:, , , ,

da Redação

GREVE ADSJá são quase 2 meses de greve deflagrada na UESB e em todos as universidades estaduais da Bahia. O movimento grevista cobra o fim do contingenciamento de recursos do orçamento 2015. O Fórum das ADs (Associação dos Docentes) protocolou em Salvador, no início da semana, a contraproposta do Movimento Docente na Secretaria de Educação e Secretaria de Administração. Além de destacar as reivindicações dos professores, o documento solicita posicionamento do governo até o dia 9 de julho de tudo o que vem sendo cobrado.

Porém, durante a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) os professores se ausentaram. A bancada de oposição, que representa a minoria na casa, apresentou 4 emendas, sendo que uma delas era exatamente a que cobrava aplicação de 7% da Receita Corrente Líquida (RCL) nas universidades – uma das solicitações do Fórum das ADs. Já o movimento não apresentou nenhuma resistência à bancada governista, que foi contrária à proposta.

Não deu para entender a ausência de representantes do movimento nas galerias da Assembleia. Sequer um simples cartaz foi exibido. Vale destacar que em todas as manifestações das ADs nota-se cuidados especiais com o Governo, desde a gestão Jaques Wagner. Posição como esta coloca em dúvida a autenticidade do movimento grevista.

Em greve, professores da UESB se reúnem na segunda-feira para avaliar a situação do movimento

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Educação, Sudoeste, Vit. da Conquista | Data: 25 jun 2015

Tags:, , , ,

Da Redação

greve adusbA greve dos professores das universidades estaduais da Bahia continuam. Na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, nos três campi: Vitória da Conquista, Jequié e Itapetinga, as atividades em sala de aula estão interrompidas. A Associação dos Docentes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Adusb) vai realizar na próxima segunda-feira (30), uma assembleia extraordinária para avaliar toda a situação. Confira abaixo o comunicado divulgado pela Diretoria.

A Diretoria da Adusb – Seção Sindical do Andes – SN, no uso de suas atribuições, convoca ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA, a realizar-se no dia 30 de junho de 2015 (terça-feira), com primeira convocatória às 9h e segunda convocatória às 9h 30min, no auditório do Centro de Aperfeiçoamento Profissional (CAP), campus de Vitória da Conquista, com a seguinte pauta:

  1. Informes;
  2. Avaliação da negociação com o governo;
  3. Mobilização e fortalecimento da greve: encaminhamentos;
  4. Recursos à assembleia das deliberações da Comissão de Ética;

…Leia na íntegra

Universidades estaduais “enterram” o governador Rui Costa

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 19 maio 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto: Ascom Adusb

IMG_1040

Professores, estudantes e funcionários da UESB e das demais Universidades Estaduais realizaram um enterro simbólico do governador Rui Costa (PT) nesta terça-feira (19), em frente à Secretaria de Educação em Salvador. A categoria está em greve desde o dia 13 de maio e luta por mais investimentos para as Instituições, bem como o respeito aos direitos trabalhistas.

IMG_1032A comunidade acadêmica das universidades levou faixas, cartazes, mortalhas e coroas de flores para a porta da secretaria em protesto contra o arrocho financeiro enfrentado pelas instituições. Os professores denunciaram os problemas vividos, além de cobrar soluções efetivas. A Associação de Docentes da Uesb (Adusb) aponta que na instituição mais de 250 professores aguardam por promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho.

Governo garante aos professores que manterá orçamento das universidades em R$ 1,1 bilhão

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 08 abr 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais
foto: Secom Bahia

DSC_0462

Representantes dos professores, servidores e alunos das universidades estaduais foram recebidos pelos secretários estaduais da Educação e da Administração, nesta quarta-feira (8), na sede da Secretaria da Educação, em Salvador. As Universidades Estaduais da Bahia paralisam as atividades no dia de hoje, pedindo abertura das negociações por mais recursos para as instituições. Recentemente, os professores aprovaram um indicativo de greve.

Durante a reunião, o Governo do Estado afirmou que “não haverá corte no orçamento das universidades” e garantiu R$ R$ 1.126.500.000,00 para as quatro instituições em 2015. “O valor é 3,8% superior ao destinado às universidades no ano passado”, afirma o Governo.

A garantia do orçamento para as universidades também foi reafirmada em reunião, no dia 31 de março, com os reitores das universidades estaduais e representantes o Estado. Porém, mesmo com este compromisso, as Associações dos Docentes da UESB, UNEB, UESC e UEFS mantiveram a intenção de instalar um movimento paredista. As associações ainda não emitiram comunicado oficial após a reunião com o Governo.

Fórum das Ads indica aprovação do Estado de Greve nas Universidades Estaduais

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Vit. da Conquista | Data: 20 mar 2015

Tags:, , , ,

Adusb

O avanço na luta contra a crise orçamentária foi considerado como essencial pelo Fórum das Associações Docentes (Fórum das ADs), durante a reunião ocorrida no dia 12 de março, em Ilhéus. Com a recusa do governo em iniciar o processo de negociação da pauta de reivindicações, o Movimento Docente mostra disposição para o enfrentamento e pauta a greve. O Fórum indica a aprovação do estado de greve e paralisação no dia 8 de abril para construção das atividades do Dia Estadual em Defesa da Educação Pública. Na data, coletivos, sindicatos e movimentos sociais realizarão um ato em frente a Secretaria de Educação, em Salvador, quando será lançado o Comitê em Defesa da Educação Pública na Bahia.

Mesmo com a mobilização durante todo o ano de 2014 pelo respeito aos direitos trabalhistas e mais recursos, o governo não atendeu às demandas do Movimento Docente. Foram realizadas paralisações, panfletagens, campanha de mídia, atos públicos e até mesmo ocupação da Assembleia Legislativa. O indicativo de greve também foi aprovado nas quatro Universidades (UESB, UESC, UEFS e UNEB).

Apesar da importância das mobilizações, o governo não cumpriu suas promessas no que se refere ao PL da desvinculação e ampliação do quadro de vagas. Em relação ao orçamento, além de não destinar 7% da receita líquida de impostos, reduziu em 2015 novamente as verbas de manutenção, investimento e custeio das Universidades. Nem mesmo a reposição inflacionária do ano passado está garantida para os(as) servidores(as) públicos(as), já que o Secretário da Fazenda defende o “adiamento” do pagamento. Em outras palavras, diante do descaso total, é preciso endurecer com o governo. Neste sentido, o Fórum das ADs aponta para a aprovação do estado de greve nas assembleias docentes das quatro Universidades Estaduais no final de março. …Leia na íntegra

Deputado Herzem Gusmão cobra do Governo fim do decreto que reduziu orçamento das Universidades da Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação, Política, Vit. da Conquista | Data: 10 mar 2015

Tags:, , ,

da Redação

Secretário da Fazenda promete ajuste e fala em dar uma folga as Universidades Estaduais da Bahia

FAZENDA

De posse de um Boletim Informativo da ADUSB e do relatório do Fórum de Reitores das Universidades Estaduais da Bahia, o deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB), participou na manhã desta 3ª feira (10), de uma Audiência Pública – Avaliação do Cumprimento das Metas Fiscais com presença do secretário da Fazenda, Manoel Vitório.

O deputado conquistense cobrou a imediata revogação do Decreto 15.624/14 de contingenciamento que reduziu o repasse de recursos para as instituições de ensino superior. O Decreto atingiu, além da UESB, a UESC, UEFS e UNEB.

O secretário ouviu atentamente as cobranças de Herzem Gusmão que abordou ainda os direitos trabalhistas contidos na exposição da Adusb. O Diretor Financeiro da Adusb, Sérgio Barroso, solicitou informações aos reitores sobre promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho, já que na Uesb centenas de docentes aguardam pelo pagamento de tais direitos. Barroso também criticou a ausência de tais pontos no documento protocolado pelos gestores.

O deputado ainda destacou que o Consepe aprovou nota de denúncia da crise orçamentária indicando suspensão das demissões dos terceirizados.

O secretário Manoel Vitório admitiu que fará um ajuste e dará uma folga as Universidades. No plenário Gusmão voltou a cobrar a revogação do Decreto já que o secretário da Fazenda destacou que a Bahia equilibrou as suas contas e fechou o ano com superávit.

“Situação é crítica”, dizem reitores das Estaduais, que pedem ao Governo mais recursos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 07 nov 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

30_anos_UESB_Nov_11_78O Fórum de Reitores da Bahia enviou um documento ao governo do Estado solicitando que haja uma suplementação orçamentária para o ano de 2014. No documento enviado na última terça-feira (3), os reitores deixam claro que a situação é “crítica”.

O documento é assinado pelos reitores das quatro universidades estaduais da Bahia, Uesb (foto), Uesc, Uneb e Uefs. Nele, os representantes pedem que o percentual mínimo de 7% da RLI Receita Líquida de Impostos (RLI) seja adotado futuramente para o orçamento anual das instituições de ensino superior da Bahia, o que significaria mais R$ 430 milhões para os orçamentos das Universidades.

Os reitores citam, no documento, a ampliação das atividades administrativas e acadêmicas, como a oferta de cursos de graduação e pós-graduação, desenvolvimento de projetos de pesquisa e atividades de extensão, ampliação das instalações físicas, dentre outras, como fatores que respaldam a necessidade da ampliação dos recursos para educação superior.

Um trecho do documento diz: “Reconhecemos que alcançamos uma situação crítica que ameaça o funcionamento das Universidades Estaduais da Bahia e que, com o orçamento projetado atualmente para 2015, tende a severo aprofundamento.”   …Leia na íntegra