Hospital Esaú Matos: criança aguarda atendimento médico especializado

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 20 dez 2013

Tags:, , ,

da Redação

Criança BPermanece internada no Hospital Esaú Matos, uma criança com 10 dias de nascimento, com diagnóstico de hidrocefalia. O neuropediatra após avaliação solicitou a urgente cirurgia para colocação de uma válvula ventrículo peritoneal pelo neurocirurgião e o hospital não é dotado desta especialidade. O tratamento requer urgência, pois se não ocorrer o RN irá evoluir com hipertensão intracraniana e risco de morte iminente.

A avó da criança, dona Lenisa Pires procurou a Rádio Clube FM (95,9) fazendo apelo para que a Secretaria de Saúde do Município possa encaminhar a criança para Salvador. O prazo para colocação da válvula, segundo a família, é de apenas 9 dias.

Superlotação: Hospital de Base suspende atendimento

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 04 fev 2013

Tags:, ,

Por Rodrigo Ferraz

hospital de base de conquistaDesde a tarde de ontem (domingo) o Hospital de Base de Vitória da Conquista suspendeu o atendimento devido a superlotação na unidade e a grande demanda de pacientes de toda a região.

Uma mensagem foi anexada na entrada do hospital com os seguintes dizeres: “Atenção: por falta de condições técnicas e de espaço físico, ficou determinado pela direção do HGVC, a suspensão de todos os atendimentos”.

A assessoria de imprensa da unidade também divulgou uma nota oficial que reproduzimos na íntegra. Confira:

“Em função da situação de superlotação na qual se encontra o Hospital Geral de Vitória da Conquista, o atendimento na unidade, na noite deste domingo (03), até segunda ordem, será prestado aos pacientes graves e aos encaminhados pelos serviços de atendimento móvel, Samu 192 e Via Bahia. Os servidores que atendem ao público no registro do Pronto Socorro estão orientados a solicitar aos usuários que procurem a unidade hospitalar mais próxima nos casos que não se enquadram ao perfil indicado nesta nota, evitando assim maiores transtornos à comunidade. A unidade estará com seus profissionais de saúde plantonistas de prontidão para receber os pacientes que necessitarem do atendimento de urgência e emergência”.

382352_433205000088801_904019888_n

Milena Rebouças Andrade

Diretora Geral

Segundo servidores do hospital, a direção teria informado internamente que a insistência no atendimento da emergência poderia chegar a consequências extremas, como a morte de pacientes.