Bahia reforça ações para combater a febre amarela

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 12 mar 2017

Tags:, , ,

Da Redação


Após a confirmação do primeiro caso de febre amarela em macacos na zona rural de Alagoinhas, na Bahia, o estado vem tomando medidas intensas na execução de ações preventivas no combate ao vírus da doença na região. Embora ainda não exista confirmação de casos nas zonas urbanas, o surto da doença preocupa.

Desde janeiro, foi criado um bloqueio vacinal nas regiões Oeste, Extremo Sul e Sudoeste do estado, decorrente da situação epidemiológica da febre amarela no país, que já contabiliza óbitos nos estados de São Paulo, Goiás e Minas Gerais, incluindo regiões que fazem divisa com a Bahia. A imunização de indivíduos que não possuem duas doses registradas no cartão de vacinação é a principal das ações executadas, além do uso de inseticidas para a redução do número de mosquitos transmissores (Aedes aegypti) e monitoramento de casos suspeitos em macacos e em humanos.

A infecção acontece quando uma pessoa que nunca tenha contraído a febre amarela (ou tenha sido imunizado contra ela) é picada por um mosquito infectado. Ao contrair a doença, a pessoa pode se tornar fonte de infecção para o Aedes aegypti no meio urbano. As primeiras manifestações da doença apresentam-se com febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça e muscular. Apresentam também náuseas e vômitos por cerca de três dias e, em sua forma mais grave, após um pequeno período de melhora, reaparecem sintomas de quadros de insuficiências hepática e renal, olhos e pele amarelados (icterícia) e manifestações hemorrágicas.

O tratamento para febre amarela deve ser orientado por especialistas para monitorar as funções hepáticas e buscando aliviar corretamente os sintomas da doença.

*Com informações do Correio

Governo da Bahia solicita doses extras de vacina contra febre amarela

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 23 jan 2017

Tags:, ,

Da Redação

Nesta segunda (23), o governador Rui Costa externou preocupação com Vitória da Conquista, devido ao surto de febre amarela em Minas Gerais, que já conta com 25 mortes confirmadas. Como a cidade recebe muitos mineiros, o risco da doença se espalhar é maior.

Para evitar que a Febre Amarela faça alguma vítima no estado, Rui afirmou que obteve junto ao Ministério da Saúde doses extras de vacina contra a febre amarela para imunizar a população de municípios baianos que fazem fronteira com o Espírito Santo e Minas Gerais.

“A gente vai vacinar toda a população da Serra Geral e Extremo Sul contra a febre amarela. A Bahia não teve, graças a Deus, nenhum caso de febre amarela. Mas, para a gente continuar assim, nós precisamos do apoio das secretarias municipais de Saúde, da mobilização da cidade para que possamos vacinar toda a população dessas regiões”, anunciou Rui.

Secretaria de Saúde esclarece sobre distribuição da vacina contra febre amarela

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 23 jan 2017

Tags:, ,

da Redação

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista, informou que a vacina contra a febre amarela está disponível, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, nas 42 unidades do município – incluindo as zonas urbana e rural. Na última sexta-feira (20) a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) incluiu Vitória da Conquista entre os municípios que deverão receber reforço na vacinação contra a doença.

De acordo com a Secretaria de Saúde local, após o anúncio da Sesab, Vitória da Conquista recebeu cerca de 4 mil doses extras e a reposição nas unidades está sendo feita de acordo com a demanda para garantir que toda a população do público-alvo ainda não imunizada possa ter acesso à vacina. Nesta segunda (23), no entanto,  “houve um atraso na logística de distribuição das doses para as unidades. Por isso, quem foi logo cedo ao posto de saúde não encontrou a vacina”.

Ainda segundo a pasta, vai haver alteração da “estratégia de distribuição das doses para garantir que todas as unidades estejam abastecidas desde o início da manhã”.  Seguindo a orientação do Ministério da Saúde, a prioridade em Vitória da Conquista é para a população que não recebeu a primeira dose da vacina ainda e que vai viajar para uma Área Com Recomendação de Vacina (ACRV).

Febre amarela: vacinação em Conquista vai priorizar quem não tomou a primeira dose

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 20 jan 2017

Tags:, ,

Da Redação


A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) incluiu Vitória da Conquista entre os municípios que deverão receber reforço na vacinação contra a febre amarela, como informou o BLOG DA RESENHA GERAL. De acordo com a Sesab, a cidade possui um importante eixo rodoviário ligado com o norte e nordeste de Minas Gerais, onde estão localizados os municípios com ocorrência de casos e registro de óbitos por febre amarela.

No entanto, de acordo com a Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista, a orientação para o município é diferente da que foi estabelecida para 45 cidades baianas, nas quais foi recomendada a imunização de toda a população contra a febre amarela. Na cidade, devem tomar a vacina todos aqueles que ainda não foram imunizados. Além disso, como a imunização contra a febre amarela é feita com a administração de duas doses, a prioridade será para as pessoas que nunca receberam a primeira dose.

Ainda segundo a Secretaria de Saúde, lotes extras da vacina já chegaram a Vitória da Conquista e não haverá problemas de reposição, pois as doses serão repostas de acordo com a demanda para garantir que toda a população ainda não imunizada possa ter acesso à vacina. A vacinação seguirá a rotina e será feita de segunda a sexta, nos horários normais, das 8 às 17 horas, tanto na zona urbana quanto na zona rural.

Sesab recomenda vacinação conta febre amarela em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 20 jan 2017

Tags:, , ,

Da Redação

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) emitiu nota nesta sexta-feira (20) recomendou o reforço vacinal contra a febre amarela em Vitória da Conquista. De acordo com a Secretaria, a cidade possui um importante eixo rodoviário ligado com o norte e nordeste de Minas Gerais, onde estão localizados os municípios com ocorrência de casos e óbitos por febre amarela.

“Embora o fluxo rodoviário não seja uma indicação para vacinação da população, pela intensidade migratória diária e pelas fortes relações de saúde entre as duas regiões, foi incluído mais esse município na lista daqueles com indicativo de intensificação vacinal seletiva”, afirmou a nota.

A Sesab também solicitou ao Ministério da Saúde a ampliação da imunização para cidades com elevada circulação de pessoas oriundas de Minas Gerais, devido ao aceso a toda região litorânea, sobretudo no verão, como é o caso de Teixeira de Freitas, onde recentemente foi notificado um caso da doença em uma pessoa residente em Teófilo Otoni (MG). As outras cidades do extremo sul com recomendação de imunização são: Alcobaça, Belmonte, Caravelas, Eunápolis, Guaratinga, Ibirapuã, Itabela, Itagimirim, Itamaraju, Itanhém, Itapebi, Jucuruçu, Lajedão, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Porto Seguro, Prado, Santa Cruz de Cabrália e Vereda.

A vacina deve ser tomada por crianças a partir dos nove meses e pelos adultos que ainda não estão imunizados. Para as pessoas acima dos 60 anos e para os imunodeprimidos, como os transplantados, a vacinação deve ser feita apenas com recomendação médica.

Vacina contra febre amarela é distribuída regularmente em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 16 jan 2017

Tags:, , ,

Da Redação

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) emitiu um alerta para 45 cidades baianas recomendando que a vacinação da população contra a febre amarela fosse intensificada em 100%. Vitória da Conquista não faz parte dessa lista, mas a Secretaria Municipal de Saúde informou que as doses das vacinas estão disponíveis  para  distribuição, como orienta o Ministério da Saúde.

Alguns casos que tem surgido pelo Brasil tem deixado a população em alerta para os riscos de se contrair a doença. O caso mais recente foi a morte de seis macacos notificados como hospedeiros da doença no município de Coribe, no Oeste do Estado, além de uma morte registrada em Riberão Preto, interior de São Paulo, e dezenas de casos suspeitos de febre amarela no estado de Minas Gerais.

Apesar do alerta para os municípios do interior da estado, a coordenadora municipal de Imunização, Andréa Amaral, tranquiliza a população e explica que não é necessária correria para as unidades de saúde em busca  da vacinação, pois ela é de rotina e feita durante todo o ano no município.

A imunização é feita com duas doses da vacina: a primeira pode ser aplicada em bebês a partir de 9 meses, e a segunda dose deve ser administrada antes dos 5 anos de idade. Já os adultos devem tomar a segunda dose 10 anos após a primeira.

A situação preocupa, pois o último surto da febre amarela na área urbana aconteceu em 1942. A secretaria de Saúde ainda orienta que a vacina deve ser tomada 10 dias antes em casos de viagens para uma das cidades em estado de alerta, ou viagens para áreas de região silvestre, rural ou de mata.

Vacina contra HPV para meninos está disponível nas Unidades de Saúde

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 05 jan 2017

Tags:, ,

Da Redação

Foto: divulgação Ascom PMVC

As unidades de Saúde de Vitória da Conquista já estão disponibilizando vacina contra o vírus HPV para meninos entre 12 e 13 anos. A vacinação dos adolescentes, que já ocorria entre meninas de 9 a 14 anos, tem como objetivo contribuir para a diminuição do câncer de colo do útero e vulva das mulheres, já que isso possibilita a diminuição da circulação do vírus na população.

Além disso, os próprios meninos serão beneficiados, já que a vacina protege contra câncer de pênis, garganta, ânus e verrugas genitais, problemas também relacionados ao Papiloma Vírus Humano (HPV).  Para receber a dose, basta apresentar o cartão de vacinação e o documento de identificação. Para completar a proteção, os adolescentes devem tomar duas doses. A segunda delas, seis meses depois da primeira.

A vacinação também será estendida a homens que vivem com HIV entre 9 e 26 anos. Antes, só as mulheres com HIV desta faixa etária podiam se vacinar gratuitamente. Nesses casos, o esquema vacinal é de três doses.

Outra novidade, é a vacina contra a Meningite C (conjugada), que também previne a sepse, infecção generalizada. Pela primeira vez, esta vacina está sendo disponibilizada pelo  Serviço Único de Saúde (SUS) para os meninos e meninas de 12 e 13 anos.

 

Vacina contra HPV começa a ser distribuída para meninos a partir deste ano

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 02 jan 2017

Tags:, ,

Da Redação
Com informações do A Tarde

A partir deste mês, a rede pública de saúde vai passar a oferecer a vacina contra o HPV para meninos de 12 a 13 anos como parte do Calendário Nacional de Vacinação. A faixa etária, de acordo com o Ministério da Saúde, será ampliada gradativamente até 2020, período em que serão incluídos meninos de 9 a 13 anos.

A expectativa da pasta é imunizar mais de 3,6 milhões de meninos este ano, além de 99,5 mil crianças e jovens de 9 a 26 anos que vivem com HIV/aids no Brasil. Serão adquiriras, ao todo, 6 milhões de doses ao custo de R$ 288,4 milhões.

De acordo com o governo federal, o Brasil é o primeiro país da América Latina e o sétimo no mundo a oferecer a vacina contra o HPV para meninos em programas nacionais de imunização. Estados Unidos, Austrália, Áustria, Israel, Porto Rico e Panamá já fazem a distribuição da dose para adolescentes do sexo masculino.

Duas doses

O esquema vacinal contra o HPV para meninos será de duas doses, com seis meses de intervalo entre elas. Já para os que vivem com HIV, o esquema vacinal é de três doses, com intervalo de dois e seis meses, respectivamente. Nesses casos, é necessário apresentar prescrição médica.

A doença

HPV é a sigla em inglês para papiloma vírus humano, capazes de infectar a pele ou as mucosas. Existem mais de 150 tipos, sendo que cerca de 40 podem infectar o trato ano-genital.

A infecção é muito frequente, mas transitória, regredindo espontaneamente na maioria das vezes. No pequeno número de casos nos quais a infecção persiste, pode ocorrer o desenvolvimento de lesões precursoras que, se não forem identificadas e tratadas, podem progredir para o câncer, principalmente no colo do útero, mas também na vagina, vulva, ânus, pênis, orofaringe e boca.

Pelo menos 13 tipos de HPV são considerados oncogênicos, apresentando maior risco ou probabilidade de provocar infecções persistentes e estar associados a lesões precursoras. Dentre eles, os tipos 16 e 18 estão presentes em 70% dos casos de câncer do colo do útero.

Campanha de multivacinação termina nesta sexta-feira

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 30 set 2016

Tags:,

Da Redação

VAcinaA Campanha Nacional de Multivacinação, que pretende atualizar a carteira de vacinação de crianças e adolescentes, termina nesta sexta-feira (30) na Bahia e nos demais estados do país.

Os responsáveis devem levar as crianças e adolescentes portando a caderneta de vacina, que será avaliada pelo profissional responsável. Caso seja necessário, receberão as doses pendentes. Ao todo, estão sendo atualizados 14 tipos de vacina nessa população.

As vacinas que estão sendo aplicadas são as que protegem conta a paralisia infantil, Difteria, Tétano, Coqueluche, Meningite e Hepatite B, meningocócica tipo C, pneumonia e HPV.

 

‘Dia D’ de campanha de multivacinação acontece neste sábado

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 23 set 2016

Tags:, ,

Da Redação

vacinacao2
O “Dia D” da Campanha Nacional de Multivacinação na Bahia será realizado neste sábado (24). Além da vacinação contra poliomielite, que ocorre todos os anos, a ação inclui, pela primeira vez, todas as vacinas disponíveis pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para crianças de até 5 anos e para crianças e adolescentes entre 9 e 15 anos incompletos, incluindo a imunização contra HPV para meninas.

São oferecidas 14 tipos de vacinas para as crianças e cinco para os adolescentes: Hepatite A, VIP, Meningocócica C, rotavírus, HPV, Pneumo 10, febre amarela, varicela, pentavalente, tetraviral, dupla adulto, DTP, tríplice viral, VOP (poliomielite). As vacinas podem ser aplicadas em 3.345 postos em todo o Estado.

Para receber as doses de proteção, os pais ou responsáveis devem levar as crianças e adolescente ao posto de saúde mais próximo, levando a caderneta de Vacinação. A campanha segue até 30 de setembro.

Último lote de vacina da H1N1 chega aos posto de saúde nesta semana

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Segurança | Data: 16 maio 2016

Tags:, ,

Da Redação

vacinagripeO último lote de vacina contra H1N1 chega aos postos de saúde da Bahia nesta semana, que é a última da campanha de vacinação. Segundo o Ministério de Saúde, a campanha que busca vacinar grupos prioritários contra a gripe termina no dia 20 de maio, próxima sexta-feira.

Segundo a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), esta fase da campanha é voltada para quatro dos seis grupos prioritários que ainda não alcançaram a meta de imunização. Assim, serão vacinados profissionais de saúde (em hospitais), crianças de até cinco anos, idosos e gestantes. A vacinação das demais categorias será retomada após o alcance da meta e se ainda tiver doses disponíveis.

Em Vitória da Conquista, Secretaria de Saúde ainda não informou em quais unidades de saúde estarão disponíveis as novas doses da vacina.

Filas e confusão marcam o retorno da vacinação contra a gripe em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 03 maio 2016

Tags:, , ,

Da Redação
Foto: reprodução TV Sudoeste

conquista_postoNesta terça-feira (3), a campanha de vacinação contra a gripe H1N1 foi retomada. Segundo informações da Secretaria de Saúde do município, nove mil doses foram recebidas, equivalente a pouco mais de 12% do público-alvo, as quais foram distribuídas para sete unidades de saúde.

Diante do anúncio feito pela Secretaria, as pessoas, que ainda não tinham sido imunizadas, chegaram aos postos de saúde logo cedo, formando longas filas desde a madrugada. Em algumas unidades, a espera pela dose da vacina também gerou confusão. No Centro de Saúde Régis Pacheco, a confusão começou porque pessoas que pretendiam entrar no local para marcar consultas eram impedidas por quem esperava na fila para receber a vacina contra a H1N1.

Segundo o G1/Bahia, foi necessário acionar a Polícia Militar para controlar a distribuição de senhas e doses da vacina. Em outras unidades, muitas pessoas saíram na bronca, pois, apesar de ficarem muito tempo na fila, não conseguiram ser vacinadas, pois as doses se esgotaram sem dar conta da demanda.

O que foi confirmado pela Coordenação de Imunização de Vitória da Conquista, que afirmou que a quantidade de vacinas recebida pelo município não é suficiente para abastecer todos os postos.  Segundo a Secretaria de Saúde informa, assim que chegar o novo lote, serão priorizadas àquelas que não receberam neste.

Segue durante todo o mês de maio a campanha de vacinação contra febre aftosa na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 02 maio 2016

Tags:, , ,

Da Redação

vacinação-contra-febre-aftosa-300x200Começou neste domingo (1º) e segue até o dia 31 de maio, a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa na Bahia. Neste ano, a estimativa da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) é vacinar 10.854.311 bovinos e bubalinos pertencentes a 384.393 criadores.

A vacinação é necessária para que nenhuma doença comprometa os rebanhos baianos, principalmente a febre aftosa. Além das mortes dos animais, a doença reflete também em prejuízos econômicos causados pelas barreiras comerciais com outros países.

A febre aftosa é uma doença viral, altamente contagiosa, que afeta animais de casco fendido, como os bois, búfalos, cabras, ovelhas e porcos. Pode ser transmitida principalmente pelo contato entre os animais doentes e sadios. O vírus pode ser transportado pela água, ar, alimentos, pássaros e pessoas que entram em contato com os animais doentes.

Vacinação contra gripe recomeça na segunda (25)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 23 abr 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

vacinação gripeApós três dias de interrupção, devido o fim do estoque de doses, as ações da Campanha de Vacinação Contra Gripe será reiniciada nesta segunda-feira (25). As 17 mil novas doses chegaram nessa sexta (22), conforme anunciado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) e já estão sendo distribuídas para as 41 salas de vacinação que existem no município.

Com a chegada desse novo lote, sobe para 55% a oferta da vacina em Vitória da Conquista. O restante das doses devem chegar na próxima semana, para o dia “D”, previsto para acontecer no próximo sábado (30).

O estoque de 21 mil doses, enviados para a antecipação da Campanha, foi zerado já nos dois primeiros dias de ação.

Campanha já vacinou 21 mil contra a gripe em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 22 abr 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

650x375_vacinacao_1516115

Cerca de 21 mil pessoas já foram imunizadas contra a gripe em três dias de campanha de vacinação em Vitória da Conquista, segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). O quantitativo representa 30% do público-alvo – a meta é imunizar 80% de pouco mais de 81 mil pessoas.

Conforme a SMS, Conquista recebeu da Secretaria estadual da Saúde (Sesab), pouco mais de 21 mil doses da vacina contra a gripe, equivalente a 30% da população-alvo da campanha, que segue até 20 de maio. O estoque foi zerado já nos dois primeiros dias da Campanha. “Agradecemos essa adesão maciça da comunidade com relação à vacina já nos primeiros dias, diferente do que aconteceu em anos anteriores”, enfatizou a secretária de Saúde, Karine Brito.

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) confirmou o envio de mais 17 mil doses de vacina, o que corresponde a mais 25% do total, para Vitória da Conquista, até sexta-feira (22). A partir de segunda (25), elas vão ser distribuídas para as 41 salas de vacinação do município.

Ainda de acordo com a Sesab, os outros 45% restantes das doses chegarão para o dia “D”, que acontece no próximo sábado (30).

Postos de Conquista têm manhã movimentada em dia de vacinação contra gripe

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 18 abr 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

DSC_1256

Os postos de saúde de Vitória da Conquista tiveram uma manhã movimentada nesta segunda-feira (18), no primeiro dia da Vacinação contra a Gripe. Crianças de 6 meses a 5 anos incompletos, idosos e gestantes integram o grupo que começou a ser atendido nesta segunda.

No Centro, a Unidade de Saúde Régis Pacheco teve grande movimento. Antes mesmo dos postos abrirem, às 8 horas, já havia pessoas à espera nas unidades de atendimento. As filas dobravam os quarteirões.

DSC_1241

E a expectativa é de que o movimento aumente novamente no final da tarde, no horário em que as crianças saem das aulas. A vacinação ocorre nos postos de saúde, diariamente, das 8 horas às 17 horas. O Dia “D” da campanha permanece 30 de abril.

DSC_1260

A Secretaria Estadual da Saúde decidiu antecipar campanha nesta semana, que para o resto do país começa só dia 30 de abril, devido ao surto de gripe H1N1. Em Vitória da Conquista já foram confirmados 3 casos para Influenza A-H1N1 (2 com altas hospitalares); além de duas mortes, 1 confirmada e outra inconclusiva.

A cobertura visa abranger um público estimado de mais de 71 mil pessoas. A meta da Secretaria de Saúde é vacinar 80% deste público até o dia 20 de maio.

Confira a relação de grupos prioritários que serão atendidos:

  • crianças de 6 meses a menores de 5 anos;
  • gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz recentemente);
  • trabalhador de saúde;
  • povos indígenas;
  • indivíduos com 60 anos ou mais de idade;
  • população privada de liberdade;
  • adolescentes e jovens que estão cumprindo medidas socioeducativas;
  • funcionários do sistema prisional;
  • pessoas portadoras de outras condições clínicas especiais (doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica, doença neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias).

 

Acontece neste sábado o Dia D de vacinação contra a raiva

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 16 abr 2016

Tags:, , , ,

Da Redação

DSC02490
Neste sábado (16), acontece o dia “D” da campanha de vacinação contra a raiva. Donos de cães e gatos devem levar seus animais de estimação para receber a imunização.

A vacinação acontece nas unidades de saúde das zonas urbana e rural – com exceção do Centro de Saúde Régis Pacheco. Os moradores da área de abrangência do Centro de Saúde, devem procurar o posto de vacinação que será instalado na Praça do BNH, na Avenida Olívia Flores.

Na Zona Urbana, as unidades ficarão vacinando até às 17 horas e na Zona Rural os postos de saúde ficarão abertos até às 16 horas.

A expectativa é que 80% dos cães e gatos do município, que atualmente correspondem a 62.256 animais, sendo 51.030 cães e 11.226 gatos.

Aumenta procura por vacina contra o H1N1 em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 08 abr 2016

Tags:, , ,

Da Redação

650x375_vacinacao_1516115Diante do surto do vírus H1N1 ( influenza) no país, a procura pela vacina contra a gripe aumentou consideravelmente em Vitória da Conquista, no entanto, as clínicas de imunização da cidade não têm estoque suficiente para atender a demanda.

A vacinação contra influenza é a intervenção mais importante na redução do impacto da gripe H1N1 e é um componente importante para controlar a circulação de amostras de vírus influenza sazonal. Pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a vacina está disponível, gratuitamente, para gestantes, puérperas, adultos com idade maior que sessenta anos. crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores de saúde, ovos indígenas, população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis.

Anualmente, o Ministério da Saúde realiza uma campanha nacional de vacinação contra Influenza cujo foco são as pessoas dos grupos prioritários. Neste ano, a campanha terá início no dia 30 de abril.

Dados sobre a gripe H1N1

Diversas regiões do Brasil estão registrando um alto índice da doença. Em Vitória da Conquista, somente neste ano, de acordo com a Secretaria de Saúde, foram notificados 13 casos suspeitos, sendo 5 negativos e 1 inconclusivo. Em 2015, foram notificados 10 casos suspeitos e nenhum se confirmou.

Governo cancela Campanha de Vacinação contra a Raiva em animais na Bahia

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 28 out 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Vacina-cachorrofoto: imagem ilustrativa

O Governo do Estado cancelou a Campanha de Vacinação contra a Raiva em animais neste ano de 2015. A falta da vacina antirrábica no país foi apontada como motivo para o cancelamento.

Em contato com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), a reportagem do BLOG DA RESENHA GERAL foi informada que somente em Salvador, está se tentando realizar a campanha ainda este ano. A Sesab informou que está “aguardando que o Ministério da Saúde disponibilize 300 mil doses da vacina antirrábica animal para que possa ser feita” a campanha na capital. Nos demais municípios da Bahia, a campanha deverá acontecer no primeiro semestre de 2016

“A Sesab esclarece que, por não ser o Estado da Bahia prioritário para a doença, uma vez que desde julho de 2004 não se registra nenhum caso, o Ministério da Saúde solicitou que a campanha anual fosse transferida para 2016. A questão envolve a produção de vacinas”, diz a nota enviada ao BRG. Ainda segundo a nota, “a vacinação de rotina continua nos postos do município”.

Unidades de saúde de Vitória da Conquista disponibilizam vacina contra o HPV para adolescentes

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 19 set 2015

Tags:,

Da Redação

São salas de vacinação na cidade e equipes volantes na zona rural.

Vacinação-HPVVários estudos mostram que a vacina que previne contra o Papiloma Vírus Humano (HPV) é mais eficiente se for aplicada em adolescentes de 9 a 13 anos. Como essas meninas não tiveram contato com o vírus, estima-se que a produção de anticorpos contra o HPV seja dez vezes maior.

No Brasil, o acesso à esta vacina é garantido. Em Vitória da Conquista, ela é disponibilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todas as 42 salas de vacina do município, de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h. Há também uma equipe volante de vacina para a zona rural.

Para receber a dose, basta apresentar o cartão de vacinação e o documento de identificação. Cada adolescente deverá tomar três doses para completar a proteção. A segunda dose deve ser tomada seis meses depois da primeira e a terceira, cinco anos após. …Leia na íntegra