Prefeito é vaiado enquanto tentava protestar contra Governo Temer

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 21 maio 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais
fotos: Rafael Gusmão

IMG_0163

A Prefeitura Municipal tentou transformar a passagem da Tocha Olímpica em um evento político, mas não contou com a rejeição do público. Durante a cerimônia de Celebração da Tocha Olímpica, nesta sexta-feira (20), a Prefeitura iniciou um protesto contra o governo interino do presidente Michel Temer (PMDB), o que foi retaliado com vaias. Temer substitui interinamente a presidente afastada Dilma Rousseff, do PT, mesmo partido que governa o município há 20 anos.

No decorrer das atividades culturais que permeiam a celebração, uma homenagem ao cineasta Glauber Rocha (1939-1981), maior expoente do Cinema Novo, era realizada através de videomapping. A técnica consiste em grandes imagens projetadas em paredes.

DSC_0278

Entre imagens de entrevistas e filmes dirigidos por Glauber, a imagem de uma charge contra o governo Temer foi mantida por um longo período em uma das paredes do prometido planetário. O protesto se iniciou segundos antes da fala do prefeito Guilherme Menezes (PT), que foi recebido sob vaias do público.

O prefeito chegou a ensaiar um discurso na mesma linha da imagem projetada na parede do Centro Cultural, mas foi desestimulado pelo coro da platéia. “Ladrões!”, “Bandidos!” eram proferidos pelos presentes no Glauber Rocha, enquanto o prefeito declarava que “[as Olimpíadas], antes de tudo, é contra o ódio e a intolerância entre as pessoas. Este evento traz uma mensagem importante de solidariedade entre os povos, principalmente num momento como este, para o Brasil e, particularmente, para Vitória da Conquista”.

As vaias ganharam corpo e foi claramente sentida pela comitiva petista, como também ao Comitê Organizador do Revezamento da Tocha Olímpica. O apresentador contratado pelo Comitê chegou a declarar que “todos são livres para se manifestar”, mas pediu a compreensão da organização local e do público para manter o foco no evento.

A manifestação contrária aos petistas causou reação imediata nos coordenadores da Prefeitura, que imediatamente retiraram a charge.

Em festa da CUT, petistas levam vaias e latadas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 03 maio 2014

Tags:, ,

Por Josias de Souza

O Grito/Edvard Munch

Devagarinho, os políticos vão conseguindo transformar o povo numa espécie de  cão enraivecido. Nos protestos de junho de 2013, parou de abanar o rabo. Na festa de 1º de Maio de CUT, começou a morder.

Um grupo de petistas ousou intrometer-se entre a plateia e as atrações musicais. Ouviram-se vaias. Latas, garrafas e bolas de papel voaram em direção ao palco. Fernando Haddad saiu de fininho. Ricardo Berzoini, Alexandre Padilha e Eduardo Suplicy passaram pelo microfone com a velocidade de um raio. Ficou entendido que a companheirada prefere ouvir música.  queria ouvir música, não lero-lero.

 

Presidente do PT é vaiado e chamado de pelego em reunião do partido

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 26 out 2013

Tags:, ,

da Redação (Claudio Humberto)

DiárioVAIAS, CRÍTICAS A DILMA E À ALIANÇA COM O PMDB MARCAM DEBATE DO PT

Críticas ao governo Dilma Rousseff, pregações contra a aliança com o PMDB e inconformismo com o leilão do campo de Libra marcaram o último debate entre os seis candidatos à presidência do PT, na noite de quinta-feira, 24. O vice-presidente da República Michel Temer (PMDB) chegou a ser chamado de “sabotador” por um dos concorrentes e a administração de Dilma foi definida como “conservadora” e de “instabilidade” econômica.

Ao defender o governo e a parceria com o PMDB, o presidente do PT, Rui Falcão, ouviu vaias da plateia e até gritos de “pelego” vindos do fundo do auditório da Câmara Legislativa do Distrito Federal, onde foi realizado o debate. Provável coordenador da campanha de Dilma, em 2014, e candidato a novo mandato no PT, o deputado disse ter visto com “muita melancolia” os ataques à administração petista. …Leia na íntegra