Confira relação de vanzeiros impedidos pela Justiça de operar transporte clandestino

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 03 dez 2018

Tags:, , ,

da Redação
Foto: Blog do Léo Santos

São quase 100 vanzeiros  impedidos de praticar o transporte clandestino na decisão de 2016

Conforme o blog pesquisou, desde  fevereiro de 2016, ainda na gestão do prefeito Guilherme Menezes (PT), o juiz de Direito, Leonardo Maciel Andrade, proferiu sentença e determinou condenação, para os réus abaixo, que praticarem qualquer tipo de transporte coletivo urbano de passageiros no município de Vitória da Conquista, sob pena de multa de R$ 1.000,00 (mil reais) para cada situação de prática ilegal.

O juiz na época atendeu solicitação da Viação Vitória e Cidade Verde. (…) No caso de Vitória da Conquista, as autoras venceram o certame referente a concorrência pública para o transporte coletivo urbano. O contrato de concessão teve início aos 06 de janeiro de 2014 e deve ser exercido com exclusividade pelas concessionárias/autoras. 

A modalidade que excluiu o transporte coletivo feito por vans constava no Edital da gestão do Governo anterior.

Urgente

Após consulta ao site do TJBA e verificação junto a secretaria da 5 Vara, restou demonstrado que não houve qualquer recurso por parte dos Réus no intuito de afastar a aplicabilidade da decisão interlocutória proferida pelo Dr. Leonardo Maciel, na época juiz da 5 vara Cível. Caso exista algum agravo de instrumento em trâmite no TJBA este ainda não foi informado ao juízo de primeira instância (Vitória da Conquista). Assim, a decisão interlocutória proferida continua a gerar seus efeitos.

Confira a relação dos réus:

COM PEDIDO DE TUTELA ANTECIPADA!

(…) CIDADE VERDE TRANSPORTE RODOVIÁRIO LTDA. (“CIDADE VERDE”), pessoa jurídica de direito privado inscrita no CNPJ sob o nº 72.073.117/0004-59, com filial na Avenida Juracy Magalhães, nº 1700, Ala A, Boa Vista, na cidade de Vitória da Conquista/BA, CEP 45.026-090 e VIAÇÃO VITORIA LTDA. (“VIAÇÃO VITÓRIA”), pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob nº 08.470.336/0001- 20, com sede na Avenida Brumado, n° 65, Bairro Zabelê, CEP 45.077-000, na cidade de Vitória da Conquista/BA, vêm, respeitosamente à presença de Vossa Excelência, por intermédio de seus advogados (DOCS. 01 a 04), com fundamento nos Arts. 273, 282 e
461 do Código de Processo Civil, sem prejuízo das demais disposições aplicáveis, propor a presente AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE NÃO FAZER COM PEDIDO DE ANTECIPAÇÃO DOS EFEITOS DA TUTELA PRETENDIDA em face dos seguintes PROPRIETÁRIOS dos veículos abaixo listados que clandestinamente transitam no Município de Vitória da Conquista:

(i) ROMARIO PEREIRA DE OLIVEIRA, brasileiro, estado civil ignorado,
profissão ignorada, inscrito no CPF sob o n º 035.860.425-74, proprietário do veículo de
placa AVT 0084-identificado nos Autos de Infração nº 142038, 47, 143118, 77, 146749,
357 e nas Autorizações para Liberação de Veículos emitidas em 19/09/2014 e
Este documento foi assinado digitalmente por ROGERIO BRITO CAMPOS. Protocolado em 28/01/2016 às 15:14:58. Se impresso, para conferência acesse o site http://esaj.tjba.jus.br/esaj, informe o processo 0500354-48.2016.8.05.0274 e o código 1FA8933. fls. 1
2
11/02/2015 (DOC. 05) – residente e domiciliado na Rua Circular Cinco (Miro Cairo), nº
11, Zabelê, Vitória da Conquista/BA, CEP 45.000-000;
(ii) EDNALDO RODRIGUES BONFIM, brasileiro, estado civil ignorado,
profissão ignorada, inscrito no CPF sob o n º 018.735.155-45, proprietário do veículo de
placa BJH 8882 – identificado nos Autos de Infração nº 31, 138849, 74 e 146298 e na
Autorização para Liberação de Veículos emitida em 08/2014 (DOC. 05) e na Autorização
para Liberação de Veículo emitida em 05/2014 (DOC. 06) -, residente e domiciliado na
Rua 02, Senhorinha Cairo, Casa 29, SQ7B, Zabelê, Vitória da Conquista/BA, CEP 45.000-
000;
(iii) DAYANE ALMEIDA DE SOUSA, brasileira, estado civil ignorado,
profissão ignorada, inscrita no CPF sob o nº 047.483.075-60, proprietária do veículo de
placa BSG 0371-identificado nos Autos de Infração nº 103, 257 e 145763 (DOC. 05) -,
residente e domiciliada na Rua Santo Antonio, 814, Campinhos, Vitória da Conquista/BA,
CEP 45.000-000;
(iv) JABSON NERES DE OLIVEIRA, brasileiro, estado civil ignorado,
profissão ignorada, inscrito no CPF sob o nº 022.860.778-78, proprietário do veículo de
placa BUP 6337-identificado nos Autos de Infração nº 414, 155483, 367 e 162875 (DOC.
05) -, residente e domiciliado na Rua do Mulugu, 13, Pov. Iguá, Vitória da Conquista/BA,
CEP 45.000-000;
(v) ROBERTO PACHECO SOUSA, brasileiro, estado civil ignorado,
profissão ignorada, inscrito no CPF sob o nº 022.869.585-64, proprietário do veículo de
placa BXG 6811-identificado nos Autos de Infração nº 14, 138436, 109 e 142307 (DOC.
05) -, residente e domiciliado na Rua Dez, Casa 12, Senhorinha Cairo, Vitória da
Conquista/BA, CEP 45.000-000;
(vi) JOAQUIM QUEIROZ ROCHA, brasileiro, estado civil ignorado,
profissão ignorada, inscrito no CPF sob o nº 014.535.175-02, proprietário do veículo de
placa CDL 1629-identificado nos Autos de Infração nº 54, 137219, 145000 e 88 (DOC.
Este documento foi assinado digitalmente por ROGERIO BRITO CAMPOS. Protocolado em 28/01/2016 às 15:14:58. Se impresso, para conferência acesse o site http://esaj.tjba.jus.br/esaj, informe o processo 0500354-48.2016.8.05.0274 e o código 1FA8933. fls. 2
3
05) -, residente e domiciliado no Caminho 19, Casa 12, Urbis VI, Vitória da Conquista/BA,
CEP 45.000-000;
(vii) ALVENI SANTOS TEIXEIRA, brasileiro, estado civil ignorado,
profissão ignorada, inscrito no CPF sob o nº 025.633.525-76, proprietário do veículo de
placa CDM 9818-identificado nos Autos de Infração nº 53, 138442, 415, 155225 e na
Autorização para Liberação de Veículos emitida em 11/03/2015 (DOC. 05) -, residente e
domiciliado na Rua São Tarcísio, 31, Nossa Senhora Aparecida, Vitória da Conquista/BA,
CEP 45.000-000;
(viii) ALDAMAR APARECIDO AGUIAR LEITE, brasileiro, estado civil
ignorado, profissão ignorada, inscrito no CPF sob o nº 827.044.655-68, proprietário do
veículo de placa CGR 8545-identificado nos Autos de Infração nº 418 e 160115 e na
Autorização para Liberação de Veículos emitida em 24/03/2015 (DOC. 05) -, residente e
domiciliado na Rua Manaus, 390 CA, Ibirapuera, Vitória da Conquista/BA, CEP 45.075-
050;
(ix) AURI SANTOS BRITO, brasileiro, estado civil ignorado, profissão
ignorada, inscrito no CPF sob o nº 353.854.805-68, proprietário do veículo de placa CGR
9516-identificado nos Autos de Infração nº 139698, 159983 e 806 (DOC. 05) -, residente
e domiciliado no Pov. Pradoso, 73, Zona Rural, Vitória da Conquista/BA, CEP 45.000-000;
(x) DANIEL OLIVEIRA GOMES, brasileiro, estado civil ignorado,
profissão ignorada, inscrito no CPF sob o nº 031.434.855-74, proprietário do veículo de
placa CHT 1278-identificado nos Autos de Infração nº 55, 138841, 101, 142046, 808, e
nas Autorizações para Liberação de Veículos emitidas em 07/2014 e 06/2015 (DOC. 05)
-, residente e domiciliado na Rua Juquita França, 480 B, Guarani, Vitória da
Conquista/BA, CEP 45.035-360;
(xi) ANTONIO MOREIRA DOS SANTOS NETO, brasileiro, estado civil
ignorado, profissão ignorada, inscrito no CPF sob o nº 966.263.055-49, proprietário do
veículo de placa CJZ 1079-identificado nos Autos de Infração nº 254, 143096, 90, 145406
Este documento foi assinado digitalmente por ROGERIO BRITO CAMPOS. Protocolado em 28/01/2016 às 15:14:58. Se impresso, para conferência acesse o site http://esaj.tjba.jus.br/esaj, informe o processo 0500354-48.2016.8.05.0274 e o código 1FA8933. fls. 3
4
e nas Autorizações para Liberação de Veículos emitidas em 15/08/2014 e 10/2014 (DOC.
05) -, residente e domiciliado no Pov. Lagoa Maria Clemência, 60, Zona Rural, Vitória da
Conquista/BA, CEP 45.000-000;
(xii) MANOEL DE OLIVEIRA, brasileiro, estado civil ignorado, profissão
ignorada, inscrito no CPF sob o nº 992.860.765-68, proprietário do veículo de placa COQ
4533-identificado nos Autos de Infração nº 93, 146654, 358 e 147414, e na Autorização
para Liberação de Veículos emitidas em 14/11/2014 e em data posterior a 18/11/2014
(DOC. 05) -, residente e domiciliado na Rua Anagé, nº 66F, Bairro Brasil, Vitória da
Conquista/BA, CEP 45.000-000;

(xiii) ANTONIO NONATO MACEDO MIRANDA, brasileiro, estado civil
ignorado, profissão ignorada, inscrito no CPF sob o nº 209.882.495-53, proprietário do
veículo de placa CZU 2276-identificado nos Autos de Infração nº 64, 142125, 601, 306,
143442 e 158935 e na Autorização para Liberação de Veículos emitidas em razão das
detenções ocorridas em 05/08/2014, 10/09/2014 e 20/03/2015 (DOC. 05) -, residente e
domiciliado no Caminho 05, nº 08, URBIS V, Vitória da Conquista/BA, CEP 45.079-104;
(xiv) ALINE RIBEIRO DE SANTANA SILVA, brasileira, estado civil
ignorado, profissão ignorada, inscrita no CPF sob o nº 004.748.855-77, proprietária do
veículo de placa GVE 5744-identificado nos Autos de Infração nº 138439, 16, 151709 e
401 e na Autorização para Liberação de Veículos referente à apreensão ocorrida em
28/11/2014 (DOC. 05) -, residente e domiciliada na Avenida Lapa, nº 2995, Ibirapuera,
Vitória da Conquista/BA, CEP 45.075-230; …Leia na íntegra

 

Blitz do transporte clandestino será intensificada nesta semana

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 12 nov 2018

Tags:, , ,

da Redação
Foto: Arquivo/Ilustração

A Semob – Secretaria de Mobilidade Urbana intensificarás blitzes no decorrer de toda a semana que começa nesta 2ª feira (12). O Cel. Ivanildo, Comandante do CPR/Sudoeste tem garantido as operações disponibilizando toda força policial necessária para o êxito de toda operação.

Ameaça

A ameça de alguns vanzeiros aos integrantes do SImtrans não será tolerada pela administração municipal. Em nota a Prefeitura assim se manifestou:

A Prefeitura de Vitória da Conquista reitera que não concorda que qualquer tipo de ameaça seja feita a qualquer servidor público municipal. Os agentes do Simtrans estão no cumprimento do seu dever, acatando uma orientação do Ministério Público da Bahia (MP-BA).

O município entende que toda a manifestação é legítima, desde que ocorra de forma pacífica. A Prefeitura está de portas abertas para o diálogo, mas não pode tolerar que servidores sejam ameaçados.

O prefeito Herzem Gusmão (MDB) reforçou a nota ao declarar:

“Não aceito que nenhum servidor seja agredido no cumprimento do seu dever. O Nosso Governo vai reagir, e os agressores serão banidos de oportunidades de participar do processo licitatório do transporte alternativo. Responderão ainda  a processos que serão acompanhados pela PGM – Procuradoria Geral do Município. Não vou tolerar desobediência civil, desordem e agressões.”,disse o prefeito Herzem.

Processo

Os agressores identificados na operação da semana passada, que ameaçaram os agentes do Simtrans, serão já relacionados, e não poderão participar do processo licitatório  em curso, que está suspenso – até que o Estudo de Viabilidade  seja apresentado ao Ministério Público. Os seus nomes (vanzeiros) serão encaminhados a PGM – Procuradoria Geral do Município e serão denunciados criminalmente à Justiça.

Blitz do Simtrans contra o transporte clandestino não vai parar

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 18 set 2018

Tags:, , , ,


Da Redação 

Foto: Blog do Rodrigo Ferraz

No final da manhã desta 3ª feira (18), motoristas de vans compareceram na Prefeitura e ocuparam os corredores em protesto a operação contra o transporte clandestino.

Os vanzeiros apresentaram uma pauta de reivindicações, e detre elas a suspensão da operação e liberação dos veículos apreendidos. A Prefeitura ainda não fez nenhuma manifestação sobre o problema.

Ministério Público

No mês de maio deste ano, O MP exigiu FISCALIZAÇÃO que evite a clandestinidade praticada por veículos de qualquer natureza. A Prefeitura, só agora com apoio da Polícia Militar pode iniciar a operação pata atender ao MP (…) que pede  uma INCONTESTE e EFETIVA fiscalização do transporte clandestino no Município de Vitória da Conquista, com a aplicação das medidas previstas no Art. 15, da Lei 968/99, para coibir a referida prática ilegal e de conhecimento público e notório, que, indubitavelmente, coloca em risco a saúde e a vida dos cidadãos conquistenses que necessitam de transporte público.

Bliz

As blitzes serão constantes com envolvimento do Simtrans e Polícia Militar. Segundo informações, não haverá recuo da Prefeitura, e as exigências de suspensão da operação e liberação dos veículos não serão acatadas pela municipalidade. A Secretaria de Mobilidade Urbana tem determinação do Governo de cumprir preceitos legais que são exigidos pelo MP.

Penalidades

Reza no Art. 15, da Lei Municipal 968/99 – A execução, por particulares de qaulquer tipo de serviço de transporte público local, sem título de transferência ou autorização fundamentada na presente Lei e demais normas complementares, será considerada ilegal e caracterizada com CLANDESTINA, sujeitando os infratores:

  • Imediata apreensão dos veículos
  • Multa de R$ 120 (cento e vinte reais)
  • Pagamento dos custos da remoção (quincho) e de estadia conforme fixado pelo prefeito municipal

Art. 1º – Em caso de reincidência, a multa prevista no inciso II, e os preços previstos no inciso III, do presente artigo, serão devidos em dobro:

Protesto com vans bloqueia trechos da Rio-Bahia em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 27 abr 2018

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Blog do Rodrigo Ferraz

Em protesto ao Edital de Licitação Concorrência Pública Nº 001/2018, do transporte alternativo, e conforme nota da Atravic, os vanzeiros seguem com os protestos, e na manhã desta 6ª feira (27), a categoria fez bloqueio na BR-116, queimando pneus nos trechos da Rio-Bahia, na altura da Lagoa das Flores e do Atacadão.

A Prefeitura já tinha encaminhado comunicado ao Comando da PM – Polícia Militar tão logo recebeu documento protocolado pela Associação da categoria (Atravic), sugerindo providências em caso de bloqueio de ruas e avenidas da cidade.

A nossa reportagem estará de plantão aguardando o desfecho e qual será o posicionamento do Governo Municipal diante da situação.

 

 

Prefeitura se mantém em silêncio após movimentação de vanzeiros

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 26 abr 2018

Tags:, , ,

da Redação
Foto: Ilustração

O site da Prefeitura não divulgou nenhuma nota em relação a movimentação dos vanzeiros que anunciaram uma paralisação das vans na manhã desta 5ª feira (26).

O Edital que foi publicado no dia 21 de fevereiro, e que motivou a insatisfação dos vanzeiros, só agora a associação resolveu manifestar descontentamento, com as normas estabelecidas, e que irão  servir de balizamento para a histórica regulamentação do transporte alternativo na cidade. A Licitação será julgada no dia 2 de maio e logo será divulgada a relação dos permissionários que serão legitimados a operar linhas em Conquista.

Após a conclusão da Licitação, a Prefeitura estipulará prazo razoável para que os ganhadores preparam os veículos com identificação visível  para facilitar a fiscalização. Após o prazo, os veículos não padronizados, serão  apreendidos em pátio com aplicação de multas e ainda despesa de guincho e diárias.

Vans

A Antravic – Associação divulgou nota à imprensa, promoveu reunião na noite de ontem e protocolou o documento abaixo na Prefeitura. Leia a íntegra:

Falência

O PT durante 20 anos conseguiu falir o sistema de transporte coletivo e motivou grave denuncia do MP –  Ministério Público contra a última licitação feita na gestão Guilherme Menezes (PT). O processo demorou 3 anos para sair o resultado, que segundo o MP faltou lisura. O parecer do MP pede a anulação do contrato.

O Ministério Público entendeu que que a Ação Popular, movida pelo ex-vereador Arlindo Rebouças, deve ser julgada procedente, para anular o contrato de concessão que foi assinado com a Ré Cidade Verde.

Concluiu o Ministério Público: (…) Como precaução e para respeitar o princípio da descontinuidade dos serviços públicos, entende, ainda o MPE que V.Exa. deve determinar que o Município providencie a realização e conclusão de Licitação Pública, no prazo de 180 (cento e oitenta) dias a contar do trânsito em julgado da sentença, para as linhas integrantes do Lote.

Desordem

A Licitação do dia 2 de maio será um marco para a cidade de Vitória da Conquista. Segundo declarações do prefeito Herzem, Gusmão (PMDB), o transporte alternativo será legalizado e marcará o fim da clandestinidade. ” A desordem no transporte coletivo não será tolerada. O Governo atuará com rigor e determinará o fim da clandestinidade do transporte feito por vans ou qualquer outro veículo”, disse o prefeito.

A atual administração encontrou o caos no sistema de transporte, fruto da falta de gestão durante 20 anos.

 

Prefeitura avança para legalizar transporte alternativo em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 19 abr 2018

Tags:, ,

da Redação

 

Licitação está marcada para o dia 2 de maio e definirá contrato de 160 vans, sendo 80 no cadastro reserva

Está marcada para o dia 2 de maio, a licitação que definirá a permissão para que 160 vans possam circular de maneira oficial na cidade de Vitória da Conquista. 80 serão da cota do cadastro reserva. Se necessário a Prefeitura contratará as 160 vans.

As pesquisas mostram que a cidade de Vitória da Conquista não apresenta o transporte coletivo como o problema que mais afeta a vida do conquistense. Enquanto Saúde lidera com mais de 40% e Violência em 2º lugar com 30% -, somente 3% na média respondem que o transporte e problema.

Campanha

O transporte feito por veículos do tipo Van tem colaborado de maneira decisiva no transporte coletivo na cidade. A campanha feita com a tentativa de ‘satanizar’ os vanzeiros tem sido em vão. A imprensa patrocinada por interessados, e até políticos com mandato, se colocam como lobistas. Ao contrário a administração municipal vem agindo para resolver o problema e oficializar o transporte alternativo.

Defesa

Quando o prefeito Herzem Gusmão (MDB), exerceu o mandato de deputado estadual – foi uma voz decisiva em defesa do transporte alternativo intermunicipal feito por vans. Tentou aprovar um PL – Projeto de Lei, mas encontrou barreira da bancada de situação do mandato do governador Rui Costa (PT). Mesmo assim a articulação e os discursos do então deputado Herzem Gusmão foram necessários para que o Governo da Bahia permitisse a regulamentação do transporte de vans. Era grande a resistência de empresas de ônibus do transporte convencional de passageiros.

Herança

O Governo do PT, em 20 anos, quebrou 5 empresas de ônibus em Vitória da Conquista e na relação estão a  VCL, VDC, Serrana, Passaredo e Viação Vitória.

A Viação Vitória responde a um processo na Prefeitura (Caducidade) que poderá determinar que o contrato seja anulado. Outro problema está por conta da Viação Cidade Verde, que o MP – Ministério Público pede que o contrato seja anulado.

Ministério Público:  Quer a Lei a lisura do certame

(…) O que vemos no presente processo foi a ocorrência de atos administrativos que macularam a lisura da concorrência pública e desrespeitaram o princípio da legalidade, da moralidade, impessoalidade, isonomia, probidade administrativa, vinculação ao instrumento convocatório e julgamento objetivo, vez que a administração agiu de forma contrária à legislação atinente à matéria e com desvio de finalidade, como ficou acima demonstrado.

Contrato

O Ministério Público entendeu que que a presente Ação Popular deve ser julgada procedente,para anular o contrato de concessão que foi assinado com a Ré Cidade Verde.

Concluiu o Ministério Público: (…) Como precaução e para respeitar o princípio da descontinuidade dos serviços públicos, entende, ainda o MPE que V.Exa. deve determinar que o Município providencie a realização e conclusão de Licitação Pública, no prazo de 180 (cento e oitenta) dias a contar do trânsito em julgado da sentença, para as linhas integrantes do Lote 02.

 

Prefeito já admite autorizar circulação de 150 vans no transporte urbano em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 18 mar 2018

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Blog do Rodrigo Ferraz
Foto: Ilustração

Entrevistado pelo Blog do Rodrigo Ferraz na tarde deste domingo (18), o prefeito Herzem Gusmão (MDB), ao ser indagado sobre a nota da ATUV –  Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Vitória da Conquista manifestou insatisfação com o conteúdo da nota.

O prefeito já admite permissão para 150 vans e não mais apenas 80. Na entrevista o prefeito destacou que conversou com o BNB que poderá assegurar linha de crédito para aquisição de uma frota zero Km.

Linhas

O projeto de implantação do transporte alternativo feito por vans – será mais generoso. Linhas mais rentáveis e cobiçadas serão incluídas no roteiro a ser operado pelas vans.

A Secretaria de Mobilidade Urbana irá alterar o Edital para permitir a circulação de 150 vans e mudanças nas linhas.

O Governo responde a nota da associação: “Vamos ampliar a parceria com os vanzeiros”. Em outras entrevistas concedidas o prefeito Herzem tem sido contundente: ” Feira de Santana tem várias empresas de ônibus, mototáxi, vans e até BRT. Aqui em Conquista querem me convencer em manter somente a Vitória e Cidade Verde. Vamos avançar na regulamentação do transporte alternativo”, tem sido o prefeito.

Prefeitura busca equacionar crise no transporte coletivo deixada pelo PT

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 09 mar 2018

Tags:, , , ,

da Redação
Com informações e foto da Secom

O Governo Municipal elaborou estudos e traçou alternativas para a oferta de um serviço de qualidade no sistema de transporte coletivo na cidade de Vitória da Conquista.

Na manhã desta quinta-feira (8), a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana se reuniu com representantes das empresas do transporte coletivo urbano na cidade para ouvir as demandas dos empresários do setor.

“Durante 20 anos nos governos do PT, 5 empresas faliram e a clandestinidade do transporte cresceu. Não foram capazes de resolver o problema. Os nossos técnicos darão uma resposta rápida a cidade”, garante o prefeito Herzem Gusmão (MDB).

Ônibus/Vans

As empresa Viação Vitória e Cidade Verde reclamam da distribuição de linhas que serão operadas por 80 vans logo após conclusão do processo licitatório.

“Queremos achar um denominador comum, onde todos tenham espaço e possam disputar de forma livre e independente o passageiro. Afinal, o que nos interessa como gestão pública é a  satisfação da comunidade ao ser transportada pelos vários tipos de alternativas, e que ela escolha de forma livre, com conforto e segurança”, explicou o secretário de Mobilidade Urbana, Esmeraldino Correia.

O representante da Viação Vitória deixou sua opinião sobre a reunião: “Estamos procurando resolver o sistema de transporte coletivo da cidade, para melhorar o atendimento à população. As ideias foram colocadas na mesa, para que a gente possa trazer um melhor serviço para a cidade”, avaliou Cláudio Vinícius de Andrade, diretor da Viação Vitória.

Já a Cidade Verde representada pelo diretor Roberto Jacomelli Cidade Verde destacou a importância do diálogo: “Esperamos que, a partir dessa reunião, nós possamos avançar, as empresas de transporte coletivo da cidade de Vitória da Conquista com o poder público. E, assim, encontrar mecanismos para que o serviço seja eficiente e eficaz”, afirmou.

Vans

O prefeito Herzem Gusmão (MDB) disse que defende que o sistema não seja desregulamentado, mas dará todo apoio ao sistema de transporte alternativo que será feito por vans: “Conquista não pode ficar apenas com a Cidade Verde e a Viação Vitória.  Feira de Santana tem várias empresas de ônibus e mais vans, moto-táxi, BRT e já prepara implantação do VLT.  Estamos há 20 anos no atraso sem avançar”, disse Herzem.

Pesquisa

O prefeito sempre destaca que os institutos de pesquisa NaFonte e CoMpete atestaram em 2016 – que a população de Vitória da Conquista não aponta o transporte coletivo como problema. Apenas 2% dos entrevistados responderam que sim. Os dados permanecem inalterados. Os números atestam que as vans têm grande parcela de contribuição na satisfação da população com transporte rápido e pontual.

“O nosso Governo vai ampará-los (vanzeiros). A nossa preocupação maior é com a população que necessita de transporte rápido e eficiente. As empresas entenderão que a cidade precisa de mais alternativas de transporte”, disse o prefeito.

Edital das Vans será publicado nesta 4ª feira

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 20 fev 2018

Tags:, , ,

da Redação
Fonte: site PMVC

A Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista anunciou no seu site que o Edital para contratação de serviços de transporte público – feito através de veículos tipo Van, será publicado amanhã, quarta-feira (21).

Devido a necessidade de um pequeno ajuste será permitido que veículos de até 4  anos possam concorrer ao certame que será decidido através de processo licitatório. No atual Decreto era permitido a inscrição de veículos de até 3 anos de uso. Com a alteração os vanzeiros ganharam 1 ano o que facilitará a vida de muitos.

Todo processo está sendo conduzido pela Secretaria de Mobilidade Urbana. O Edital contempla a permissão para a circulação de 80 vans padronizadas.

Conheça o Decreto da Prefeitura que oficializa o transporte de vans em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 22 out 2017

Tags:, , , ,

da Redação
Foto: Ascom/Prefeitura

Foi publicado na noite desta 6ª feira (20), o Decreto Municipal que estabelece normas para a regulamentação do transporte alternativo em Vitória da Conquista. As vans que já circulam na clandestinidade há muitos anos, passarão a ter normas que irão disciplinar a utilização deste tipo de transporte.

O Decreto prevê a circulação de 80 vans que estarão disciplinadas nas normas estabelecidas pela Secretaria de Mobilidade Urbana. Os veículos serão novos, padronizados, e com motoristas capacitados.

Após a regulamentação a Prefeitura buscará junto aos agentes financeiros, a possibilidade de liberação de uma linha de crédito especial para atender os interessados. A cidade possui uma Cooperativa e uma Associação que agregam os motoristas de vans.

Gratuidade

A gratuidade no Decreto está garantida conforme o  Art. 6º VI – cortesia e respeito aos direitos do usuário. O STSC buscará, gradualmente, atender aos princípios da acessibilidade e aos interesses dos usuários de mobilidade reduzida. Será garantida a gratuidade parcial e total, em conformidade com a legislação municipal e atos normativos de regulamentação.

Decreto

Conheça o Decreto que aprova o Regulamento do Serviço de Transporte Público Seletivo Complementar de Passageiros do Município de Vitória da Conquista – STSC/VDC, em cumprimento ao art. 12, II e §2º combinado com o art. 14 da Lei Municipal 968, de 1999, e dá outras providências. Confira a íntegra:

 

O PREFEITO MUNICIPAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA, Estado da Bahia, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, com fundamento na Lei Municipal 968, de 1999; e

Considerando que, desde a publicação da Lei Municipal 968, de 1999, ficou regulamentado o Sistema Municipal de Transporte Público do Município de Vitória da Conquista, Estado da Bahia;

Considerando que a Lei 968, de 1999, impõe à Administração Pública o dever jurídico de regulamentar a prestação das modalidades de transportes público seletivo e especial;

Considerando que até o ano de 2016 não consta lei ulterior que proíba, e nem qualquer ato administrativo que regulamente a prestação do serviço público de transporte seletivo de passageiros;

Considerando que a ausência de regulamentação do transporte público seletivo no Município, e, por consequência, o tratamento do transporte de passageiros por meio de vans como transporte clandestino, nos termos do Código de Trânsito Brasileiro, não inibiu o fenômeno social da circulação de centenas de veículos tipo van que transportam passageiros;

Considerando que a prestação de serviço do transporte público coletivo convencional não atende de modo satisfatório toda a população, existindo efetiva demanda de passageiros para o transporte público seletivo;

Considerando que a não regulamentação do Serviço de Transporte Público Seletivo Complementar de Passageiros do Município de Vitória da Conquista – STSC/VDC gera zona de insegurança para as pessoas sujeitas à realidade fática de deslocamento por meio de vans;

Considerando a necessidade de promover a sustentabilidade do Sistema Municipal de Transporte Público de Vitória da Conquista em função da coexistência das modalidades de transporte coletivo e de transporte seletivo de passageiros;

DECRETA: …Leia na íntegra

Regularização do transporte alternativo: começa levantamento de interesse

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 12 jun 2017

Tags:, ,

Da Redação

A Prefeitura de Vitória da Conquista deu início, nesta segunda (12), ao levantamento de interesse para quem pretende pleitear uma vaga de permissionário no Serviço de Transporte Seletivo Complementar (STSC). Até a próxima quarta-feira (14), os proprietários de vans interessados podem se cadastrar.

Além de preencher a ficha de cadastro, na oportunidade, os interessados apresentar cópias do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e do comprovante de residência do condutor.Com esse processo, a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, por meio da Coordenação de Transporte Público,  espera  verificar o perfil e a quantidade de interessados em ingressar no Sistema.

A ideia, com esse levantamento, é fazer um estudo minucioso para conhecer a oferta do serviço em Vitória da Conquista. Assim, essa é a primeira etapa para a possível regularização do transporte alternativo na cidade.

Sindicato dos Rodoviários e vanzeiros são recebidos pela Administração Municipal

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 21 abr 2017

Tags:, , ,

da Redação
Conteúdo Ascom / Prefeitura

Na manhã desta quinta-feira, 20, o prefeito Herzem Gusmão recebeu, no Gabinete Civil, representantes do Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista (Sintravc) e dos vanzeiros do município. Juntamente com o secretário municipal de Serviços Públicos, Esmeraldino Correia, foram discutidas as recentes paralisações no transporte coletivo e a regularização das vans como Serviço de Transporte Seletivo Complementar (STSC).

“A nossa relação com o Sindicato dos Rodoviários e com os vanzeiros é como o governo Herzem Gusmão tem definido toda sua prática política administrativa, de diálogo, de valorizar pessoas”, afirma Correia. Para ele, esse é um encontro aberto ao diálogo, onde se busca o bem comum, que é atender melhor à comunidade dentro dos parâmetros legais.

Álvaro Souza, presidente do Sintravc, apresentou algumas medidas que estão sendo tomadas pelo Sindicato para por fim às paralisações no transporte coletivo. “Para não prejudicar a população, nem trazer transtornos ao Governo Municipal, e atendendo ainda às necessidades do trabalhador”, explicou.

Além disso, também foi discutido o projeto de regulamentação do Serviço de Transporte Seletivo, feito por vans, que em breve será encaminhado à Câmara Municipal de Vereadores. Para Paulo Sérgio Rodrigues, representante dos vanzeiros, esse é um avanço significativo: “A gente vê a intenção do prefeito Herzem Gusmão em  cumprir a legalização do sistema de transportes de vanzeiros em Vitória da Conquista.”

Com representantes de vários setores, Câmara discute regulamentação do transporte alternativo

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 20 mar 2017

Tags:, , ,

da Redação
Com informações da Ascom / Câmara (Conteúdo)

Na manhã desta sexta-feira, 17, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) debateu o transporte coletivo e alternativo da cidade. A discussão aconteceu em sessão especial, fruto da iniciativa do mandato do vereador Adinilson Pereira (PSB).

Além dos vereadores, a Casa recebeu para a discussão o secretário municipal de Mobilidade Urbana, José Antônio de Jesus Vieira, o secretário municipal de Serviços Públicos, Esmeraldino Correia, a coordenadora de transportes da Secretaria de Mobilidade Urbana, Valéria Schettini, o gerente da Viação Cidade Verde, Sérgio Hubner, o gerente da Viação Vitória, Cláudio Vinícius Andrade, o presidente da Associação dos Taxistas, Nilson Pinheiro, o presidente da Associação dos Vanzeiros, João Paulo Soares e o presidente da Cootatevc, Paulo Sérgio Telles.

Coronel Esmeraldino Correia

Coronel diz que transporte alternativo será regulamentado – O secretário municipal de Mobilidade Urbana, Coronel Esmeraldino Correia, defendeu a regulamentação do transporte alternativo na cidade. De acordo com ele, o transporte alternativo está conseguindo atender a uma demanda existente na cidade.

O secretário apontou as regulamentações já ocorridas em Salvador e em Feira de Santana, defendendo que o mesmo ocorra em Vitória da Conquista. “Vitória da Conquista terá sim o seu transporte alternativo regularizado”, garantiu o coronel.

Cláudio Vinícius Andrade

Sistema está ultrapassado – O gerente da Viação Vitória, Cláudio Vinícius Andrade, afirmou que o problema do transporte em Conquista é crônico, vem desde uma licitação de 1997. Ele lembrou que já passaram várias empresas pela cidade e todas tiveram problemas porque o jeito que se trata esse serviço está ultrapassado. Para o gerente é necessário fazer novos estudos e identificar novas modalidades de transporte. Em sua fala, admitiu que a empresa passa por dificuldades. “Nós fizemos um TAC [Termo de Ajuste de Conduta] com a Prefeitura. Estamos trabalhando para que esse TAC seja regularizado o mais rápido possível. Estamos passando por um processo de reestruturação”, disse e emendou: “Do jeito que está indo a situação não vai se concretizar”.

Conforme Vinícius as empresas investem, cada um, cerca de R$ 500 mil para se manterem e a situação não vai mudar somente com a substituição delas. “O contrato que foi assinado em 2014, hoje ele já existe um prejuízo de aproximadamente R$ 13 milhões para cada empresa”, detalhou. Ele finalizou a fala indagando se o transporte alternativo vai garantir as gratuidades, a meia passagem, o acesso a deficientes, por exemplo.

José Antônio de Jesus Vieira

Prefeito não quer prejudicar empresas – O secretário de Mobilidade Urbana, José Antônio de Jesus Vieira, afirmou que, apesar de apenas dois meses de gestão, o prefeito Herzem Gusmão  “já teve a coragem de enfrentar diversos problemas, incluso neles o problema  crucial – que é o transporte”. Em sua fala, frisou que a cidade tem mais de dois mil quilômetros de ruas, a maioria em péssimo estado. Conforme o secretário, o prefeito “não quer prejudicar empresa de transporte urbano nenhuma” e busca a manutenção delas associada à melhoria das condições de atendimento à população. “Seria melhor criar uma regulamentação determinando como funcionar e que todas essas empresas que fazem o transporte que elas sejam fiscalizadas, que atendam a população um conforto melhor relacionado tanto ao transporte quanto ao horário”, disse. Vieira ressaltou que em outros lugares do mundo modalidades diferentes de transporte convivem estabelecendo possibilidades de escolha para o usuário, “sem prejudicar empresa de transporte de ônibus, sem prejudicar táxi ou outro tipo de transporte”.

Sérgio Hubner

Mobilidade urbana não admite erros – O gerente da Viação Cidade Verde, Sérgio Hubner, disse que a discussão sobre a mobilidade urbana é bastante delicada, que não admite erros de curso e não pode ser tratado de forma superficial.

Hubner assegurou que o edital que vem sendo cumprido pelas empresas exploradoras o transporte alternativo de Vitória da Conquista oferece aos conquistenses um sistema de transporte de qualidade. “O edital fez com que a população experimentasse pela única vez  80 ônibus 0 KM”, disse o gerente.

Segundo Sérgio, apesar de estar cumprindo o contrato, as empresas estão com as condições financeiras desequilibradas. “Antes de criar um novo modal, temos que salvar o que já está em curso”, disse ele apontando, inclusive, que o transporte alternativo não deu certo em nenhuma cidade brasileira que o regulamentou.

João Paulo Soares

Transporte alternativo é uma realidade em Conquista – João Paulo Soares – O presidente da Associação de vanzeiros, João Paulo Soares, apontou que o transporte alternativo, mesmo sem regulamentação, atende a cidade. “Somos uma realidade no município”, apontou o representante dos vanzeiros.

Segundo ele, o transporte coletivo regular não consegue atender completamente à demanda da cidade, de modo que o transporte alternativo cresceu nessas falhas do transporte regulamentar. Soares apontou que a regulamentação é importante para que regras sejam criadas a fim de organizar o transporte alternativo para que ele atenda à população da melhor forma possível, evitando a ação de oportunistas.

Valéria Schettini

Interesse no diálogo – A coordenadora de transportes da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Valéria Schettini, disse que a discussão é de total interesse da gestão do Governo Municipal. “Nós já havíamos conversado tanto com os vanzeiros como com as empresas e procuramos também abrir o diálogo com o Ministério Público sobre esse processo de regulamentação”, explicou a coordenadora, que apontou ser complicado alinhar interesses da população, das empresas do transporte coletivo e o transporte alternativo.

Schettini disse que a atual situação de dificuldades do transporte coletivo é fruto de uma desatenção histórica com o setor nos últimos anos. De acordo com ela, o contrato com as empresas do transporte coletivo não torna ilegal o transporte alternativo por ter algumas características diferentes, como por exemplo o transporte de passageiros em pé, que não pode ser realizado nas vans.

A coordenadora reconheceu a importância do transporte alternativo. “O transporte complementar vai atender demandas de bairros mais distantes que o transporte coletivo não atende”, explicou ela. “A gente tem que pensar na configuração desse tipo de transporte sobretudo para a população de Vitória da Conquista, não no interesse simplesmente das vans, do transporte coletivos ou dos taxistas”, completou.

Nilson Pinheiro

Taxistas cobram posição da prefeitura – O presidente da Associação dos Taxistas, Nilson Pinheiro, questionou o sistema atual do transporte coletivo e o contrato que assegura exclusividade para as duas empresas de ônibus que ganharam a última licitação. Sobre a atuação das vans cobrou uma posição urgente da Prefeitura em relação à legalização ou não. “O que não podemos aceitar em hipótese alguma é aceitar o transporte do jeito que se encontra”, disse. Ele denunciou que carros de passeio vem transportando clandestinamente passageiros. “Sabemos que o transporte individual deverá ser feito pelos taxis de nosso município”, falou. O presidente exigiu uma posição mais assertiva da prefeitura com uma maior fiscalização. Em sua fala, Nilson cobrou a resolução do impasse com a proibição da parada de ônibus intermunicipal na Avenida Juracy Magalhães e na Bartolomeu de Gusmão. A situação prejudica, segundo o taxista, os profissionais do ponto de taxi 13, no Gancho, e os passageiros. Nilson sugeriu que, no caso do Gancho, as paradas passem a acontecer no apoio construindo pela empresa Rota.

Paulo Sérgio Telles Rodrigues

Os dois tipos de transporte podem andar juntos – O diretor presidente da COOTATEVC, Paulo Sérgio Telles Rodrigues, sentenciou que o transporte alternativo é uma realidade no município, ganhou espaço nas falhas do transporte feito pelas empresas de ônibus. Ele acredita que com a regularização os dois tipos podem andar juntos e atender as demandas dos usuários. Segundo Paulo, o quantitativo de ônibus não dá conta do sistema e o maior prejudicado é o usuário. O presidente frisou que as empresas investiram e têm direito ao lucro, mas é preciso dinamizar o sistema. Em sua fala, ressaltou que a cooperativa que preside está legal e regular é para poder atender a população.

Hermínio Oliveira (PPS)

Presidente defende regulamentação – O presidente da Casa, Hermínio Oliveira (PPS), lembrou que vem pautando a discussão sobre o transporte em Vitória da Conquista a algum tempo. Ele defendeu a regulamentação do transporte alternativo, que segundo ele, supre as falhas do transporte coletivo. “Eu sou a favor do transporte alternativo”, declarou.

Segundo Hermínio a Viação Vitória tem enfrentado dificuldades, principalmente de ordem financeira, estando, inclusive inadimplente com a Prefeitura. “Já foram presos mais de 30 ônibus por inadimplência e está também inadimplente com Prefeitura”.

Prefeitura cria zona de exclusão de vans em Conquista e dá primeiro passo para regulamentação do transporte alternativo

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 23 jan 2017

Tags:, ,

da Redação
Com informações do Diário Conquistense

Foto: Arquivo do BRG


A administração municipal iniciou entendimentos para regularização do transporte alternativos feito por vans em Vitória da Conquista. Na semana passada por ocasião da visita de representantes do BNB, ao gabinete do prefeito Herzem Gusmão (PMDB), foi ventilado a possibilidade de um financiamento do BNB para que os permissionários deste serviço possam adquirir veículos zero KM. Os contemplados serão preferencialmente os já existentes e cadastrados em uma cooperativa e associação na cidade.

A zona de exclusão criada para evitar embarque e desembarque no terminal da Av. Lauro de Freitas, é uma clara sinalização que a administração não admitirá nenhuma situação que contribua para desregulamentar e desequilibrar o sistema de transporte coletivo na cidade.

Para garantir a determinação da medida, agentes de trânsito do Simtrans realizarão de forma intensiva a fiscalização no local. “Com esta primeira atitude, a Prefeitura dá início ao processo de ordenamento do trânsito no centro da cidade, com mudanças pontuais, para melhorar para todos, pedestres, motoristas e passageiros do transporte público urbano”, afirma o secretário Esmeraldino Correia.

Vanzeiros protestam por regularização do transporte alternativo

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 13 jan 2016

Tags:, , ,

Da Redação
fotos: Rafael Gusmão

DSC_0336
Na tarde desta quarta-feira (13) dezenas de motoristas de vans realizaram uma manifestação em Vitória da Conquista pedindo a regularização do transporte alternativo na cidade. O protesto foi provocado pelas recentes blitzes que os agentes do Simtrans estão realizando.

Desde a última segunda-feira (11), a prefeitura está intensificando a fiscalização a fim de coibir o transporte clandestino na cidade. Segundo o Simtrans, as blitzes, além de buscar a segurança da população, tem como objetivo “proteger” o sistema regular de transporte do município.

DSC_0333

Segundo assessoria de comunicação da Prefeitura, só no primeiro dia de fiscalização, uma van foi apreendida e outras seis foram notificadas.

A manifestação dos vanzeiros passou pelas ruas do centro de Vitória da Conquista e concentrou-se em frente à Prefeitura da cidade. Para os motoristas dos veículos, a regularização do transporte alternativo é urgente e necessária, visto à intensa fiscalização que vêm sofrendo, que resultam na apreensão dos veículos, bem como multas. Assim, eles solicitam uma negociação com a administração municipal, para que as vans também possam contribuir para o bom funcionamento do transporte coletivo no município.

Agerba intensifica blitz contra vanzeiros e agrada empresas de ônibus na região

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, transporte, Vit. da Conquista | Data: 29 nov 2015

Tags:, , ,

da Redação
Foto: Arquivo do BRG

VAns

O comércio e prestação de serviço em Vitória da Conquista, especialmente os setores de Saúde e Educação, transformaram a cidade na capital da região Sudoeste da Bahia. A economia da cidade recebe intensa movimentação de municípios de toda região. Aproximadamente 100 municípios injetam recursos nas atividades econômicas do terceiro maior município da Bahia.
O principal transporte é feito através de micro-ônibus e vans que estão sofrendo dura fiscalização da Agerba. O levante do órgão estadual tem se intensificado nos últimos dias e o Governo da Bahia continua inerte – sem esboçar reação para resolver tão grave problema que mexe com a economia de todo Estado. Por que tanto interesse em impedir os vanzeiros de trabalhar? Por que não legalizar uma modalidade de transporte que já é uma realidade no Estado?

A fiscalização da Agerba só agrada os empresários do transporte de ônibus que atendem com muito ineficiência a população regional. “Tem um fiscal truculento e valentão que ameaça e até usa arma para intimidar os vanzeiros”, disse um membro de uma cooperativa que não quis ser identificado temendo represálias. A Cootrabis de Vitória da Conquista e a Cootaji da cidade de Jequié (cooperativas) estão trabalhando em defesa da legalização do transporte alternativo na Bahia.

Tramita na Assembleia Legislativa, um PL – Projeto de Lei, que se aprovado, a legalização desta atividade será imediata para melhorar o transporte. O líder do Governo Rui Costa, deputado estadual Zé Neto (PT), garantiu que o Governo tem interesse em resolver o problema. O caso será levado ao líder do governador.

Vans: realidade de transporte em Vitória da Conquista e região sofre dura fiscalização

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 19 ago 2014

Tags:, , , ,

da Redação
Vans BBA ineficiência do transporte coletivo municipal e intermunicipal tem contribuído com o surgimento de vans que são bem aceitas pelos usuários. A foto mostra veículos novos e seminovos estacionados na pracinha localizada entre a Rua Laudicéia Gusmão e Avenida Crescêncio Silveira. Esses veículos são mais rápidos, confortáveis e pontuais – e operam para as cidades de Barra do Choça e Caatiba, via Barra Nova com uma clientela fiel e frequente.

A Agerba que comanda implacável blitz contra os vanzeiros foi criticada em pronunciamento em Brasília pelo deputado federal Valmir Assunção (PT). Para o parlamentar essa fiscalização apenas agrada os empresários do transporte autorizado que é feito pelos ônibus.

Existe um movimento forte e organizado em Vitória da Conquista em defesa da legalização deste transporte alternativo também na zona urbana. O Simtrans tem endurecido na fiscalização, mas a Prefeitura não avança com a modernização do transporte e perde o controle da situação.

Ônibus cheio leva ao uso de van informal, diz jornal

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 04 ago 2014

Tags:, ,

da Redação

VANS COOP

O jornal A Tarde destaca na principal manchete da edição desta 2ª feira (4), a seguinte manchete: ‘Ônibus ceio leva ao uso de van informal’. A atual administração em Salvador tem avançado no setor de transporte coletivo, mas mesmo assim as vans dão grande contribuição com o setor na capital.

Em Vitória da Conquista, ao contrário de Salvador, a Prefeitura não consegue avançar e a terceira maior cidade da Bahia, com aproximadamente 350 mil habitantes, sofre com um sistema de transporte que não atende a demanda da cidade – hoje com um pouco mais de 2 milhões de passageiros mês.Os vanzeiros  promoveram uma importante reunião no dia 23 de julho para tratar de assuntos de interesse dos profissionais do volante que defendem a legalização do transporte alternativo na zona urbana com aproximadamente 70 veículos operando o transporte de passageiros.

Os protestos que vinham sendo realizados com bloqueio do terminal de ônibus, motivados pela apreensão dos veículos pela PMVC foi suspenso, mas os profissionais continuam mobilizados em defesa do direito de operar. O transporte coletivo é impontual, mantém monopólio de linhas, vários corredores sem asfalto, bilhete é um faz de conta, aspectos que reforçam a circulação das vans.

Passe livre: pagar uma van para chegar é melhor, revela enquete com passageiros de ônibus

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 20 maio 2014

Tags:, ,

da Redação

Qualidade e ineficiência colocam o sistema de transporte coletivo de Conquista em xegue

VansNo programa Resenha Geral desta 3ª feira (20), será apresentado um trabalho de reportagem de Mônica Cajaiba, onde vários passageiros aprovam a utilização das vans em Vitória da Conquista como uma opção de transporte. Importante realçar que a repórter ouviu passageiros de bairros diferentes da cidade.

Alguns passageiros chegaram a declarar que é melhor pagar para chegar do que aguardar por longo tempo um ônibus, mesmo com direito a gratuidade na passagem. Este é o caso do direito assegurado aos idosos acima de 65 anos. A PMVC não consegue avançar na modernização e qualidade do transporte coletivo na 3ª maior cidade da Bahia.

A impontualidade e superlotação em determinados horários –  acabam fortalecendo o movimento em defesa do transporte alternativo feito pelas vans. O sindicato da categoria vai a justiça liberar veículos que foram apreendidos pela Prefeitura,  apresentando o apoio da população manifestado por abaixo assinados de moradores de diversas localidades.

Comandante da PRE aponta irregularidades em vans

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 21 fev 2014

Tags:, , ,

da Redação

MAjor PMO comandante da Polícia Rodoviária Estadual de Vitória da Conquista, Maj. Souza Jr. apontou irregularidades nas vans do transporte alternativo que é considerado ilegal pela Agerba. Souza Jr. disse ser prática constante a existência de veículos com pneus velhos, super lotação e até motoristas embriagados ao volante. A PRE fiscaliza 2.300 Km na BA 262, BA 263 e BA 415. São utilizados 96 homens quando deveria ser disponibilizado um contingente de 240 homens.

A fiscalização é da competência da Agerba e a PRE é convocada para garantir as operações no combate ao transporte clandestino. Na visita que fez a Rádio Clube FM, o comandante ouviu do apresentador da Resenha Geral, Herzem Gusmão, que a Agerba pode vistoriar os veículos a PRE combater as irregularidades, mas o transporte das vans precisa da legalização imediata do Governo do Estado. A fiscalização inflexível da Agerba prejudica a cidade e só agrada as empresas do transporte intermunicipal que prestam um péssimo serviço aos usuários.

Toda fiscalização para combater o péssimo estado de conservação desses veículos, que incluem também ônibus e micro-ônibus, terá todo apoio da Rádio Clube e do Blog da Resenha Geral.  O Governo da Bahia teve oportunidade de legalizar o transporte alternativo, mas não colocou como uma das mais importantes prioridades do transporte na Bahia.