Paralisação dos rodoviários da Cidade Verde pode acabar na próxima terça

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 08 maio 2017

Tags:, , ,

Da Redação


Na próxima terça (9),  será realizada uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, em Salvador, para definir a situação da Cidade Verde Transportes com os seus funcionários. A depender do que for decidido na audiência, a paralisação dos rodoviários da empresa pode chegar ao fim.

Desde o dia 24 de abril, os rodoviários da Cidade Verde estão de greve. Os ônibus das empresa só estão circulando normalmente nos horários de pico, no restante do dia, somente 20% da frota está operando. Segundo o Sindicato dos Rodoviários, o estado de greve foi deflagrado, porque a empresa abandonou as negociações referentes ao reajuste salarial.

Os rodoviários cobram reajuste salarial de 16%,  aumento do valor do o tíquete-alimentação para R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens, que, atualmente, são de 2 horas.

Viação Vitória

No último sábado (6), o Sindicato da categoria aceitou a nova proposta apresentada pela empresa Viação Vitória. Durante assembleia, foi aprovado reajuste salarial de 6%, fracionados em 5% de imediato, valendo para o dia primeiro de maio, e 1% para o quinto dia útil do mês de setembro do referido ano. Também foi proposto aumento no ticket alimentação, para o valor de R$ 350,00.

Ainda conforme o Sindicato, as demais clausulas, como plano de saúde e prêmio de férias, serão discutidas no dia 10 de maio.

Impasse entre rodoviários e empresas do transporte municipal segue causando transtorno à população

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 02 maio 2017

Tags:, , , ,

Da Redação


Desde o dia 18 de abril, os usuários do transporte coletivo de Vitória da Conquista vêm enfrentando uma série de transtornos. Por conta da negociação por reajuste salarial, os ônibus que atendem a cidade estão funcionando em horários alternativos, com apenas uma pequena parte da frota.

Após quase uma semana realizando paralisações pontuais, os rodoviários da empresa Viação Cidade Verde decretaram greve por tempo indeterminado no dia 25 de abril, em reivindicação por aumento de salário e melhores condições de trabalho. O comunicado foi feito pelo Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários (Sintravc), sob a justificativa de que os diretores da empresa não participaram da reunião agendada para o dia 24, nem apresentaram propostas de reajuste salarial.

A empresa, porém, alega que foi o próprio sindicato que se distanciou das negociações. Diante do impasse, as atividades dos funcionários da Cidade Verde estão parcialmente suspensas.  Segundo o sindicato, apenas 20% do quadro de funcionários está sendo mantido, que possui cerca de 80 funcionários. Ainda conforme o sindicato, “por consideração à população”, nos horários pico, que compreendem o período de 5h às 8h e 17h às 19h, todo o efetivo está mantido.

Já os rodoviários da Viação Vitória resolveram voltar às atividades nesta terça-feira (2) após terem cruzado os braços na última quinta-feira (27), quando entraram em greve. De acordo com o sindicato da categoria, os funcionários da Vitória decidiram voltar ao trabalho após a empresa se comprometer em apresentar uma proposta de negociação com valores acima da anterior. A proposta vai ser discutida em reunião entre empresa e sindicato, na quarta-feira (3).

Enquanto a situação não é resolvida, a população que depende do transporte coletivo – aproximadamente 100 mil pessoas que utilizam o serviço diariamente -, segue tendo diversos problemas. Em alguns bairros, por exemplo, é necessário esperar mais de uma hora para conseguir se deslocar utilizando um ônibus.

Viação Vitória divulga nota de esclarecimento

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 30 abr 2017

Tags:, , ,

da Redação

Em relação as últimas paralisações no transporte coletivo em Vitória da Conquista, a Viação Vitória enviou para a redação do blog uma nota de esclarecimento.

A Prefeitura vem atuando com rapidez para iniciar imediata transformação no sistema de transporte da 3ª maior cidade da Bahia. O PL de regulamentação do transporte de vans está recebendo retoques finais para ser enviado a Câmara de Vereadores para amplo debate sobre a implantação do transporte que será feito pelas vans.

Outra importante ação do governo municipal inclui a transformação do terminal da Av. Lauro de Freitas. O projeto foi concluido e a Secretaria de Inbfraestrutura Urbana irá disparar o processo licitatórios no mês de maio.

Confira a nota da Viação Vitória: …Leia na íntegra

Paralisação da Viação Vitória é suspensa

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 16 mar 2017

Tags:,

Da Redação


O Sindicato dos Rodoviários informou que  paralisação dos funcionários da Viação Vitória, que aconteceria nesta sexta-feira (17), foi suspensa. Isso porque as férias vencidas dos meses de dezembro de 2016 e janeiro de 2017 foram pagas pela empresa nesta quinta (16). Já o restante dos vencimentos devidos, ficou acordado em reunião, será pago na próxima semana.

Caso o pagamento não seja feito, os trabalhadores ameaçam iniciar uma nova greve, suspendendo a oferta dos serviços de 20 linhas atendidas pela empresa. “O padrão desastroso de trabalho adotado pela Vitória prejudica não somente os funcionários, mas também os usuários que constantemente vem reclamando do serviço mal prestado pela empresa”, aponta os Rodoviários.

Rodoviários da Vitória ameaçam iniciar nova greve nesta sexta (17)

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 16 mar 2017

Tags:, , ,

Redação

Termina nesta quinta-feira (16) o prazo dado pelo Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista para o pagamento de benefícios aos funcionários da Viação Vitória. Os trabalhadores ameaçam iniciar uma nova greve, suspendendo a oferta dos serviços de 20 linhas atendidas pela empresa.

O Sindicato dos Rodoviários já comunicou a empresa que, se caso o pagamento das férias dos empregados não seja efetuado até a meia noite de hoje, a entidade paralisará as atividades da Vitória a partir das 4 horas desta sexta feira (17).

“O padrão desastroso de trabalho adotado pela Vitória prejudica não somente os funcionários, mas também os usuários que constantemente vem reclamando do serviço mal prestado pela empresa”, aponta os Rodoviários.

Por falta de pagamento, motoristas e cobradores da Viação da Vitória paralisam as atividades

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 17 fev 2017

Tags:, , , ,

Da Redação

Foto: Arquivo BRG

As paralisações dos motoristas e cobradores da Viação Vitória, uma das empresas que realiza o transporte coletivo de Vitória da Conquista, já podem entrar no calendário oficial da cidade. Praticamente, todo mês, os funcionários suspendem as atividades por falta de pagamento.

Nesta sexta-feira (17), aconteceu mais uma paralisação. De acordo com o Sindicato dos Rodoviários (Sintravic), apenas 30% da fronta foi liberada para atender a comunidade. O demais carros se encontram na garagem da empresas, aguardando a liberação do pagamento dos salários dos funcionários.

Essa situação, que já se tornou corriqueira, afeta diretamente a população que tem a dura rotina de utilizar o transporte público em Vitória da Conquista.

Nova paralisação dos funcionários da Viação Vitória causa transtornos à população conquistense

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 17 jan 2017

Tags:, ,

Da Redação

Mais uma vez, os conquistenses que utilizam o transporte coletivo acordaram com uma paralisação dos funcionários da Viação Vitória, uma das empresas de ônibus da cidade. Nesta terça (17), apenas 30% da frota dos ônibus da Viação Vitória estão circulando.

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários, o motivo da manifestação é o mesmo de sempre: atraso de salários. Cobradores e motoristas cobram o salário atrasado do mês de janeiro e só voltam a trabalhar normalmente quando a empresa realizar o pagamento.

Na última quinta (11),  os funcionários da Viação Vitória já tinham realizado um protesto pelo mesmo motivo. Na oportunidade, os ônibus da empresa só saíram da garagem por volta das 6h30, mais de uma hora depois do o horário normal, o que já havia gerado transtornos para a população.

 

Funcionários da Viação Vitória voltam a protestar contra salários atrasados

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 11 jan 2017

Tags:, ,

Da Redação

Devido ao atraso de salários, na manhã desta quarta-feira (11), funcionários da Viação Vitória realizaram mais um protesto. Os ônibus da empresa só saíram da garagem por volta das 6h30, conforme informou o Blog do Nildo Freitas.

Por conta disso, pessoas que utilizam linhas do transporte público da Viação Vitória logo nas primeiras horas do dia  tiveram que esperar para chegarem ao seu destino, o que gerou alguns transtornos. A situação, no entanto, pode ficar pior.

Os funcionários deram um prazo para a empresa efetuar o pagamento dos salários atrasados até a note desta quarta, caso isso não ocorra eles vão paralisar amanhã também.

 

Sob risco de ter contrato cancelado, Viação Vitória busca diálogo com novo governo

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 04 jan 2017

Tags:, ,

por Mateus Novais

Representantes do Governo Municipal se reuniram, na tarde desta terça-feira (3), com dirigentes e funcionários da Viação Vitória. No encontro foram discutidos questões operacionais e o processo administrativo, movido pelo antigo Governo, que recomendou o encerramento do contrato com a empresa.

Na ocasião, os secretários de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, José Antônio, o Procurador Municipal, Murilo Mármore, e o secretário de Administração, Paulo Williams, fizeram uma visita à garagem da empresa para verificar as condições dos ônibus que são ofertados pela empresa ao transporte público em Vitória da Conquista.

O diretor da empresa, Cláudio Vinícius Andrade, pediu a devolução da linha D38, que percorre o trecho Urbis VI x Alto Maron, bem como o apoio do poder público para solução de outras dificuldades.

O secretário municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, José Antônio Vieira, se ateve a informar que “todas as ações do Governo têm como prioridade atender aos anseios da população, para isso, busca conhecer de perto problemas que podem prejudicar os serviços”.

Rodoviários da Viação Serrana ainda aguardam pagamentos de direitos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 02 jan 2017

Tags:

por Mateus Novais

A possibilidade do cancelamento do contrato da Viação Vitória tem deixado os rodoviários em alerta. É que a experiência recente da saída de uma empresa do transporte coletivo em Vitória da Conquista ainda causa traumas nos trabalhadores. Os funcionários da antiga empresa Serrana ainda esperam o pagamento dos direitos trabalhistas – algo em torno de R$ 5,7 milhões.

A Serrana transporte coletivo do município entre 2001 e 2014. Após a licitação de 2013, quando se retirou do processo, os cerca de 400 funcionários foram desligados sem receber valores do FGTS e rescisão contratual.

Na Justiça, os trabalhadores conseguiram a penhora do terreno onde funcionava a garagem da empresa para custear as despesas com os encargos trabalhistas. O Sindicato dos Rodoviários comemorou a decisão. No entanto, até o momento ninguém demonstrou interesse em desembolsar os R$6,3 milhões pelo local.

Enquanto isso não acontece, cerca de 20 ônibus deixados pelos donos da empresa na antiga garagem estão sendo depenados por invasores. Até motores e parte da lataria de alguns carros foram arrancados.

Viação Vitória

Assim como a antiga Viação Serrana, os trabalhadores da Viação Vitória queixam-se da gestão da empresa – que é alvo de processo administrativo da Prefeitura. Os constantes atrasos nos salários e benefícios têm gerado constantes greves dentro da empresa.

Petistas jogam ‘pepino’ da Viação Vitória para novo Governo

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 29 dez 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

Dentro de até 30 dias a empresa do transporte coletivo Viação Vitória deixará de operar em Vitória da Conquista. O contrato entre Município e empresa será encerrado após um processo que se arrastou por quase dois anos. E a responsabilidade de resolver a questão recairá sobre o novo governo.

A informação foi dada pelo secretário de Mobilidade Urbana, Luis Alberto Sellman, durante a coletiva de avaliação do governo do Partido dos Trabalhadores em Vitória da Conquista, nesta quinta-feira (29). “A Prefeitura abriu um processo administrativo, concluído recentemente, que indica que o prefeito deve fazer o cancelamento do contrato da Viação Vitória. Orientado pela Procuradoria Jurídica, estamos, agora, notificando a empresa, que terá cerca de 30 dias para responder a notificação”, afirmou Sellman, comentando que não vê “outra possibilidade a não ser a caducidade do contrato com a Vitória”.

“Ela se comprometeu com o edital, fez a oferta, ganhou a licitação e não pagou. Pagou apenas uma prestação da outorga e deixou de cumprir itens do edital, o pior dele é a questão de não ter trazido os 8 ônibus com motor traseiro”, disse.

Histórico

A Viação Vitória e Prefeitura, no valor de R$ 37 milhões, foi assinado no final do ano de 2013. De lá para cá, a empresa só quitou uma parcela da outorga, de R$ 4 milhões, além de descumprir vários quesitos do contrato. No entanto, somente durante a crise do transporte de 2015, quando estudantes questionavam o valor do reajuste da tarifa de ônibus, foi que foi revelado o problema com a empresa.

A crise chegou até a Câmara de Vereadores, que ameaçou instalar uma CPI do Transporte. Líderes das bancadas de Situação e Oposição analisaram o contrato e garantiram que a Prefeitura já poderia ter quebrado o contrato de concessão com a Viação Vitória. Mas o governo, afirmando haver apenas “percalços”, preferiu acalmar sua bancada e insistir no prosseguimento do procedimento interno.

Passados os quase dois anos, o processo administrativo concluiu que a Viação Vitória não poderá mais operar no município – mas quem tem que resolver o “pepino” é o governo Herzem Gusmão.

Viação Vitória terá que pagar hoje o 13º para evitar greve no transporte coletivo

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 13 dez 2016

Tags:, ,

da Redação

Na semana passada a Viação Vitória, garantiu ao Sindicato dos Rodoviários que a 2ª parcela do 13º salário será  nesta próxima terça-feira (13). A greve anunciada foi abortada.

O acordo foi feito por Álvaro Souza representando a categoria e o gerente da empresa, Sr. Claudio. Segundo a direção da Viação Vitória, a empresa vem perdendo mensalmente R$ 210 mil com a decisão da Prefeitura de ter retirado a linha D 38 do trecho Alto Maron/Urbis VI, sendo a terceira linha de maior faturamento na cidade.

A empresa  encaminhou ao prefeito Guilherme Menezes (PT) um comunicado solicitando que a linha D 38 fosse imediatamente devolvida. A PMVC manteve posição tomada que pune e cria dificuldades a Viação Vitória.

No passado a Prefeitura puniu também a Viação Passaredo, retirando a linha P 50, o que foi suficiente para a empresa paulista deixasse de operar em Vitória da Conquista. Em 20 anos as administrações petistas em Conquista conseguiu quebrar várias empresas do transporte coletivo.

Acordo evita greve na Viação Vitória

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 09 dez 2016

Tags:, ,

da Redação

alvaroNa noite desta quinta feira (9), a Viação Vitória, garantiu ao Sindicato dos Rodoviários que a 2ª parcela do 13º salário será pago na próxima terça-feira (13). A greve que seria deflagada nesta sexta-feira (9), foi abortada.

O acordo foi feito por Álvaro Souza representando a categoria e o gerente da empresa, Sr. Claudio. Segundo a direção da Viação Vitória, a empresa vem perdendo mensalmente R$ 210 mil com a decisão da Prefeitura de ter retirado a linha D 38 do trecho Alto Maron/Urbis VI, sendo a terceira linha de maior faturamento na cidade.

No passado a Prefeitura puniu também a Viação Passaredo, retirando a linha P 50, o que foi suficiente para a empresa paulista deixasse de operar em Vitória da Conquista. Em 20 anos as administrações petistas em Conquista conseguiu quebrar várias empresas do transporte coletivo.

Tarifa

Outro fator relevante das dificuldades que atravessam as empresa – está por conta da tarifa de R$ 2,80, o que tem gerado demandas das empresas contra a Prefeitura de quase R$ 90 milhões. A tarifa que não corresponde aos dados das planilhas elaboradas é fruto de decisão de governos populistas. A conta poderá chegar caso a Justiça defira o pleito das empresas.

 

Rodoviários da Vitória paralisam nesta quinta (8) e prometem nova greve

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 08 dez 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_7682

Os funcionários da empresa do transporte coletivo de Vitória da Conquista, a Viação Vitória, anunciaram duas paralisações para esta quinta-feira (8). A mobilização seria motivada pelo não pagamento dos salários referente ao mês de novembro. Os rodoviários também apontam a possibilidade de uma nova greve.

As paralisações estão programadas para às 12 e 18 horas de hoje e servirá, segundo o Sindicato dos Rodoviários, como última advertência antes da deflagração da greve. “Findo o prazo para pagamento dos salários [07/11, segundo a deliberação da assembleia do mês passado]de seus mais de 500 funcionários, a Viação Vitória não oferece outra alternativa ao seu quadro funcional que não seja a deflagração de greve a qualquer instante”, aponta o Sindicato através de nota.

Caso a greve seja confirmada, a categoria garante que atenderá as exigência legais, ofertando 30% dos serviços referente à empresa – 24 dos 80 ônibus, que circulam em 20 linhas.

Confira a nota na íntegra: …Leia na íntegra

Em crise, Viação Vitória cobrar devolução de linha da Prefeitura

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 05 dez 2016

Tags:, ,

da Redação

viacao-vitoria-criseÉ grave a situação do transporte coletivo em Vitória da Conquista. Em um comunicado ao prefeito Guilherme Menezes (PT), a Viação Vitória, cobra a devolução da linha D38 do trecho Urbis VI x Alto Maron. A referida linha registrava mensalmente para a empresa faturamento de R$ 210.000, – sendo a terceira linha de maior faturamento na cidade. A Prefeitura não apresentou ainda uma justificativa da alteração praticada pela secretaria competente.

13º Salário

A Viação Vitória no comunicado feito a administração municipal, informa que com o desequilíbrio gerado pela alteração coloca em risco o pagamento do 13º salários aos trabalhadores. A data para o pagamento do 13º será no dia 20 de dezembro.

No passado a Prefeitura adotou medida semelhante, e puniu a Viação Passaredo, retirando a linha P50 que passou a ser operada por outra empresa. A medida fez com que a empresa deixasse de operar na cidade o transporte coletivo.

O Sindicato dos Rodoviários vem sinalizando que caso o 13º não seja pago os motoristas e cobradores da Viação Vitória vão cruzar os braços.

Greve de rodoviários da Viação Vitória chega ao fim

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 19 nov 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_5639

A partir da tarde deste sábado (19), os 80 veículos que operam nas 20 linhas que opera a Viação Vitória votam a circular normalmente. A greve dos funcionários da empresa , que durou três dias, chegou ao fim após uma reunião com o Sindicato dos Rodoviários na manhã de hoje.

Segundo a direção da Viação Vitória, após o dos salários de todos os motoristas e cobradores, além da primeira parcela do 13º salário, ficou esclarecido que não haverá novos atrasos nos depósitos dos trabalhadores.

Até o momento, o Sindicato não se manifestou sobre a reunião.

A paralisação, iniciada às 5h da quinta, afetou cerca de 20 linhas, ofertando apenas 24 dos 80 ônibus (30%) que rodam diariamente.

Viação Vitória opera apenas com 30% dos ônibus

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 17 nov 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_6347

Apenas 24 entre os 80 coletivos da empresa Vitória estão circulando nesta quinta-feira (17) em Vitória da Conquista. Conforme o sindicato, os trabalhadores ainda não receberam o pagamento de salários do mês de novembro, cujo vencimento foi no dia 5.

Com a pendência no pagamento, a categoria aprovou, em assembleia no dia 8 de novembro, uma paralisação caso os vencimentos não fossem depositados até a quarta-feira (16). “Além do atraso, tem cerca de 40 trabalhadores que saíram de férias em setembro e agosto e ainda não receberam o pagamento das férias, mesmo depois de voltar ao trabalho”, diz o sindicalista Álvaro Souza.

Segundo o sindicalista, os funcionários só devem voltar às atividades depois do pagamento dos salários.

Funcionários da Viação Vitória paralisam as atividades por causa de salários atrasados

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 17 nov 2016

Tags:, , ,

Da Redação

IMG_1523
No início da manhã desta quinta-feira (17), motoristas e cobradores da Viação Vitória paralisaram as atividades e os ônibus da empresa não saíram da garagem nos primeiros horários, como normalmente acontece. A decisão pela paralisação foi tomada em Assembleia, realizada na última sexta (11), quando motoristas e cobradores da Viação Vitória discutiram a situação dos atrasos nos pagamentos de salários e Ticket Alimentação pela empregadora.

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista, a empresa tinha se comprometido a pagar o salário de novembro até o dia 16, Vale até o dia 25, Ticket no dia, e Salário referente ao mês dezembro, até o dia 07 de dezembro. Como Viação Vitória não cumpriu a primeira data, os funcionários da empresa decidiram por suspender as atividades imediatamente.

Diante da paralisação dos cobradores e rodoviários, até às 8 horas da manhã, os ônibus da empresa ficaram sem rodar na cidade. A partir das 8 horas, apenas 30% da frota passou a circular.

Essa não é a primeira vez que os funcionários da empresa decidem realizar paralisação. Em fevereiro deste ano, também por falta de pagamento, os rodoviários da Viação Vitória chegaram a supender as atividades por cinco dias.

Denúncia contra sócio da Viação Vitória evidencia conflito no transporte público de Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 15 jul 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

DSC_1236

Uma denúncia de agressão contra o sócio-diretor da Viação Vitória acabou jogando os holofotes para o conflito interno existente entre as empresas do transporte coletivo urbano de Vitória da Conquista. O motorista instrutor da Viação Cidade Verde, Elionardo Moreira de Almeida, acusa Waldir Mansur de ter o agredido com um soco após ele tecer críticas a atuação da Vitória no município. A confusão foi parar na delegacia e gerou uma resposta ríspida por parte da empresa em que o motorista trabalha.

No boletim de ocorrência, Elionaldo relatou que estava trabalhando no terminal de ônibus da Avenida Lauro de Freitas, quando avistou o sócio-diretor da Viação Vitória o procurando. “Ao me identificar, fui surpreendido com um soco no peito. Insatisfeito, o agressor me provocou ainda mais, esperando por minha reação”, informou Elionaldo, que disse não ter reagido às provocações.

Em nota, a Viação Cidade Verde repudiou o ato do sócio-diretor da Viação Vitória e fez questão de evidenciar os conflitos entre as empresas. “O descompasso entre as duas empresas, que já é visível na prestação de serviços, parece estar entrando agora na relação entre integrantes das duas empresas”. O comunicado também informa que a Cidade Verde acionou seu corpo jurídico para “medidas judiciais cabíveis”.

Também por meio de nota, o Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista e Região (Sintravc) informou que a vítima, mesmo sendo filiado, não procurou formalmente o setor jurídico da entidade. “Desse modo, qualquer outra providência não nos cabe decidir. […] As medidas cabíveis, sobre a suposta agressão sofrida pelo funcionário da Viação Cidade Verde, devem ser tomadas pelas partes envolvidas”.

Até o fechamento dessa matéria, o BLOG DA RESENHA GERAL tentou contato com a diretoria da Viação Vitória; sem sucesso.

Descumprimentos de contratos pela Viação Vitória são “percalços”, diz Secretário

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 13 maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1340Na manhã desta sexta-feira (13), o secretário Municipal de Mobilidade Urbana, Luís Alberto Sellman, e o procurador jurídico do município, Wagner Dias, estiveram na Câmara Municipal explicando o andamento do Processo Administrativo contra a Viação Vitória. Segundo Sellman, a ação, até o momento, gerou apenas uma notificação contra a empresa do transporte público.

O procurador jurídico do município elencou os dezesseis itens do contrato que foram descumpridos pela Viação Vitória. Os itens desobedecidos giram em torno da qualidade dos veículos utilizados, do treinamento de profissionais, da administração financeira, do pagamento de direitos dos funcionários, tributos e da concessão que autoriza a Vitória a explorar o serviço de transporte público.

Ainda de acordo com Wagner Dias, boa parte dos descumprimentos refere-se aos prazos, já que muitos dos serviços cobrados pela Prefeitura foram realizados após extrapolarem a data limite para a entrega. “Ela cumpriu, mas cumpriu a destempo”, explicou o procurador. “Desde quando os prazos não sejam respeitados, o poder público pode apenar o contratado”, completou.

Para o secretário de Mobilidade Urbana, os descumprimentos de contratos são “percalços”. “Percalços esses que fizeram que a Prefeitura tomasse providências jurídicas para que esses problemas fossem sanados”, disse Sellman. Mas, de acordo ele, as fiscalizações estão acontecendo “ostensiva e ativamente, gerando notificações, autuações e aplicação de multas”.

Já o procurador jurídico apontou que a caducidade do contrato com a Viação Vitória é previsto. “Isso é um procedimento específico que sucede essa fase de processo administrativo”, explicou. Caso a possibilidade da caducidade se confirme a Prefeitura poderá contratar em regime de urgência uma empresa para realizar o serviço, já que se trata de um serviço essencial.