Waldenor se elege com 121 mil votos

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política, Vit. da Conquista | Data: 08 out 2018

Tags:, ,

da Redação

O deputado federal Waldenor Pereira (PT) conquista reeleição com 121.277 mil votos. O desempenho do parlamentar conquistense nas urnas superou em muito os resultados de 2014.

A votação da eleição passada Waldenor se elegeu com mais de 80 mil votos, sendo apenas 23 mil em Vitória da Conquista. Na eleição deste ano de 2018, em Conquista foram mais de 30 mil votos contabilizados. Nas demais cidades da Bahia foram quase 90 mil votos registrados.

 

Saiba o que fazer para não prejudicar a leitura biométrica durante a votação

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 28 set 2018

Tags:, ,


Da Redação

Este ano o número de eleitores que usarão o sistema biométrico de identificação para votar nas eleições triplicou, devido a obrigatoriedade da biometria em diversos municípios pelo país. Para que a população não tenha  problemas com a identificação das digitais,  é preciso tomar alguns cuidados.

Alguns fatores  podem influenciar a leitura. Um deles é a posição do dedo no leitor e a pressão aplicada e outra questão que deve ser lembrada com muita atenção é a hidratação da pele. O ideal é que o eleitor não hidrate de maneira excessiva as mãos. O recomendado é que  limpe a mão normalmente com sabão e não utilize produtos com álcool e coisas que ressequem os dedos.

Alguns cuidados simples como esse podem evitar problemas para o eleitor  na hora da votação

Câmara Municipal: nova votação dos carros de propaganda de nada adiantará; Prefeitura manterá proibição

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 21 mar 2018

Tags:, , ,

da Redação
Foto: ilustração (Google)

A zona de exclusão será mantida pela Prefeitura independente do resultado da votação na manhã de hoje na Câmara de vereadores

Após votação na Câmara de Vereadores pela manutenção dos vetos do prefeito Herzem Gusmão MDB), ao PL – Projeto de Lei dos carros de propaganda – o mesmo tema, considerado matéria vencida pelo Governo Municipal – será de novo votado na manhã desta quarta-feira (21).

O projeto de lei nº 157, de 2017, que trata sobre a propaganda volante no centro da cidade viola enunciados normativos previstos na Lei Municipal 695, de 1993.

Por se tratar de um Código, em obediência à Lei Orgânica do Município de Vitória da Conquista em seu artigo 48, inciso III, qualquer alteração deveria tramitar como projeto de lei complementar, desse modo, conforme julgou a Procuradoria Geral do Município, o referido projeto de Lei é INCONSTITUCIONAL por violar o devido processo legal exigido para a tramitação da matéria além de ser absolutamente contrário ao interesse público. Independente do resultado da votação a zona de exclusão será mantida pela Prefeitura.

Em nota a CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas apoiou a medida da Prefeitura em manter a pequena zona de  exclusão – considerada bastante enxuta e que não prejudica em nada os profissionais. Além da CDL a população também aprovou a medida. Confira a nota da CDL

Nota da CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas

A CDL de Vitória da Conquista, representando seus associados lojistas do Centro da cidade, entende que a utilização de carro/moto de som é uma alternativa eficiente de divulgação, predominantemente utilizada por pequenos negócios, por apresentar baixo custo de investimento com grande alcance da comunicação desejada.

Entretanto, a poluição sonora, de modo geral, no Centro da cidade tem causando desconforto e prejuízos para lojistas e consumidores, e comprometido a produtividade dos colaboradores das lojas do Centro. Desta forma, em atenção à solicitação dos lojistas, comerciários e consumidores que visam uma melhor organização e funcionamento do comércio local, a CDL reafirma o posicionamento para que seja cumprida a determinação do Código de Polícia Administrativa previstas na Lei Municipal nº 695/93, ART. 35 onde compete à Administração Municipal “Disciplinar e controlar a prestação de serviço de propaganda, por meio de alto falantes, amplificadores de som e aparelhos de reprodução eletroacústica em geral, fixos ou volantes…”

Ressaltamos ainda que a CDL é totalmente a favor do diálogo, e que, de nenhuma forma, visa impedir o acesso ao espaço público municipal, mas sim promover o respeito mútuo, buscando soluções dos problemas identificados, a fim de que todos tenham seus diretos preservados.

LRF: programas federais e terceirizados deverão ficar de fora do cálculo de índice de pessoal

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 14 mar 2018

Tags:, , , ,

da Redação
Fonte: site oficial da UPB
Foto: A Tarde

A União passou a criar, desde o ano de 2003,  programas federais que são  administrado pelos municípios, com recursos financeiros  do governo federal. Os gestores municipais de todo Brasil  não consideram esse repasse suficiente para compensar no cálculo todo o gasto com pessoal para a execução dos programas. A prova está no Programa Saúde da Família (PSF), o SAMU, Bolsa Família, Cras e Creas, Caminho da Escola e outros inúmeros programas.

Segundo informação a média das prefeituras da Bahia chega a 65% o índice de pessoal – sendo que a LRF – Lei de Responsabilidade Fiscal estabelece meta de 54%. Esta realidade levou a UPB a se posicionar em defesa dos prefeitos da Bahia.

TCM

A UPB – União dos Municípios da Bahia já comemora uma grande vitória para os gestores municipais em relação a retiradas do índices dos programas federais do cálculo da LRF. Também foi votado na 2ª Câmara do TCM, com parecer favorável, a retirada dos terceirizados deste cálculoConfira abaixo notícia extraída do site da UPB:

 (…) Em sessão nesta terça-feira (13/3), o Pleno do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM/BA) colocou em votação a consulta feita pela União dos Municípios da Bahia (UPB) para que sejam retirados do cálculo do Índice de Gasto com Pessoal os custos com programas federais. …Leia na íntegra

Uber: hoje tem votação em Brasília e decisão do futuro do aplicativo

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Vit. da Conquista | Data: 27 fev 2018

Tags:, , ,

da Redação
Foto: Divulgação
Fonte Correio (BA)

Será votado nesta 3ª feira (26), o PL – Projeto de Lei com alterações nos serviços de transporte remunerado como é o caso do Uber que tem gerado conflito em todo Brasil com a categoria de motoristas de taxi.

A Câmara dos Deputados deverá apreciar e votar o PL nesta terça-feira (26). No ano passado, retirando do Município a atribuição de autorizar a atividade, mantendo apenas a competência para fiscalizar o serviço. Como os senadores rejeitaram várias mudanças feitas pelos deputados, o PL  28/2017 volta para a Câmara.

Vitória da Conquista

Aqui em Vitória da Conquista, o prefeito Herzem Gusmão (MDB), em várias reuniões com o Sindicato da categoria, mostrou a necessidade em aguardar a decisão na esfera federal que é competente para regulamentar ou não  o serviço estabelecendo as regras. Entre as regras estavam a necessidade da autorização do município a obrigatoriedade da utilização das placas vermelhas – semelhante às dos táxis.

O que deve ser votado pelos deputados?
Eles debaterão três emendas que foram aprovadas pelo Senado, no final de outubro de 2017.

  1. Fazer com que os municípios não tenham autonomia para regular os aplicativos de mobilidade;
  2. Não dar autonomia para os municípios de gerarem licenças e fornecê-las aos motoristas de apps;
  3. Motorista não precisar ser dono do veículo; placa vermelha (licença especial) e proibição de placas de outros municípios.

O que pode mudar? 

  1. A prefeitura pode escolher quantos carros terão a placa vermelha e quem pode trabalhar;
  2. Exigência para que os motoristas obtenham da prefeitura a licença semelhante aos alvarás dos táxis. Isso permite que a prefeitura limite o número de licenças;
  3. Só quem tem o carro em seu nome poderá dirigir. Isso impede, por exemplo, que casais e familiares usem o mesmo carro para trabalhar;
  4.  Apenas carros emplacados no município podem fazer viagem dentro da cidade.

Senado: partidos pequenos poderão ser atingidos por novas regras eleitorais

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 01 out 2017

Tags:, , ,

da Redação

Impressiona a proliferação de partidos políticos no Brasil. Já são quase 40 agremiações políticas e outras 30 na fila aguardando tão somente a decisão da próxima semana no Senado para buscarem registro no TSE.

Se o Senado da República confirmar a aprovação de parte da reforma política que contribuirá para barrar os partidos “nanicos”  aproximadamente  40% dos atuais 35  podem perder recursos essenciais à sua sobrevivência a partir de 2019.

São dois pontos essenciais na alteração proposta e que será votada no Senado. O que institui uma cláusula de desempenho  barreira) que impede o repasse do fundo partidário, que são recursos públicos,  e o que barra para estes pequenos partidos  à propaganda no Rádio/TV a toda agremiação que não atingir um patamar mínimo de votos nacionais para deputado federal.

Neste cenário aproximadamente 14 partidos políticos com registro no TSE – não conseguiriam em 2014 obter pelo menos 1,5% dos votos nacionais e seriam alijados. São Eles, PCB, PHS, PTdoB, PCO, PTC, PSL, PRP, PPL, PTN, PEN, PSDC, PMN, PRTB e PSTU.

Vitória da Conquista

Em Conquista a proliferação dos “nanicos” chegou com grande força. Na cidade que possui o terceiro maior colégio eleitoral da Bahia somente possui Diretório Municipal, o PMDB, PSB, PT e o PCdoB. Outros partidos com significativa representação eleitoral em Brasília são mantidos com Comissões Provisórias,  com o DEM e o PSDB.

A cidade poderá ficar sem 14 agremiações políticas já para s próximas eleições de 2018, e as eleições municipais em 2020. Caso o Senado aprove a cláusula de barreira a corrida para troca de partidos será iniciada, principalmente para que irá disputar as eleições no ano que se avizinha.

Temer poderá obter grande vitória hoje em Brasília

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 02 ago 2017

Tags:, , , ,

da Redação

As atenções do País estarão voltadas no dia de hoje para a Câmara dos Deputados que será palco da votação que confirmará ou não a denuncia da PGR contra o presidente Michel Temer.

O regimento prevê que, em matéria com quórum qualificado, presentes no plenário metade mais um dos 513 deputados, o presidente da Câmara pode abrir votação para arquivá-la, por ser impossível reunir os 342 votos exigidos pela Constituição.

Deputados aliados de Temer já contabilizam 282 deputados favoráveis a Temer, no voto ou pela ausência. A oposição não chega a 200.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer no plenário da Casa será concluída já na tarde desta 4ª feira (2). O parlamentar  acredita que haverá o quórum mínimo de 342 deputados presentes em plenário para que ocorra a votação de fato possa ocorrer.

Até opositores dão como certa a vitória de Temer na Câmara

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 31 jul 2017

Tags:, , ,

da Redação
Fonte: Tribuna da Bahia (Conteúdo)

Plenário da Câmara vai decidir se a denúncia contra ele deve ser encaminhada ao STF


O recesso parlamentar foi especialmente fatigante para o presidente Michel Temer. Além de ter de empacotar medidas controversas na área econômica, nas duas últimas semanas ele dedicou parte importante de sua agenda, inclusive os finais de semana, para intensificar o cortejo a deputados e lideranças partidárias. Como muitos deles estão longe de Brasília, o peemedebista passou horas pendurado ao telefone tentando, mesmo à distância, conquistar aliados para conseguir rejeitar na Câmara a denúncia de corrupção passiva apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra si. Ele é acusado de receber propina da JBS em troca de uma solução de problemas da empresa com a Petrobras e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A matéria deve ser apreciada na próxima quarta-feira (2).

Segundo interlocutores do presidente, ao cabalar votos destinados a sepultar a denúncia, Temer ouviu demandas das mais variadas: vão desde os já repisados pedidos de liberação de emendas e de cargos até a solicitação de selfies e gravações em vídeo para prefeitos interessados dar uma turbinada na imagem, demonstrar proximidade com o poder rende votos, muitos votos.

Câmara Municipal sinaliza que aprovará PL que garante apoio financeiro a Emurc

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 26 jul 2017

Tags:, , , ,

da Redação

A Câmara Municipal de Vitória da Conquista realizou ontem, 3ª feira (25), a sessão extraordinária  visando aprovar o Projeto de Lei (PL) nº 008/2017, de autoria do Executivo, que autoriza o Município a conceder subvenção econômica a Emurc – Empresa Municipal de Urbanização de Vitória da Conquista.

Com situação econômica em desequilíbrio, a Emurc,  precisa continuar operando recursos do Governo Federal que foram destinados desde a gestão passada para realização de importantes obras de pavimentação na cidade de Vitória da Conquista.

Na proposta  a Prefeitura, caso o PL seja aprovado, destinará R$ 3 milhões para cada exercício financeiro de 2017 e 2018. A votação em sessão única está agendada para a próxima 6ª feira (28).

20 vereadores

A presença de 20 vereadores, dos 21 existentes na Casa, foi uma clara sinalização de que o  Legislativo Municipal aprovará com larga maioria a solicitação do Executivo Municipal. Foi registrada apenas a ausência da vereadora Lúcia Rocha (DEM) em viagem ao exterior. O desejo da atual administração em restaurar a Emurc é evidente e todo um trabalho está sendo elaborado. Existe inclusive possibilidade da Dom Cabral também atuar na empresa. A Dom Cabral já está atuando na administração municipal com ações importantes que irão auxiliar o Governo – que busca resultados administrativos satisfatórios na terceira cidade da Bahia.

 

PSDB apoiará a reforma

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 25 jun 2017

Tags:, , ,

da Redação
Fonte: Diário do Poder (Conteúdo)

Eleições do Sindicato do Bancários têm início na próxima quarta

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 14 nov 2016

Tags:,

Da Redação

sindicato-dos-bancáriosNos dias 16 e 17 de novembro, próximas quarta e quinta, respectivamente, acontece o pleito que vai definir quem ficará à frente da gestão do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região no triênio 2017-2019. Duas chapas foram inscritas: Chapa 1 – Chapa dos Bancários, com Paulo Barrocas concorrendo à presidência, e Chapa 2 – Sindicato de Verdade, com Saulo Santana na disputa para presidente.

A votação será realizada das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas, na sede do Sindicato dos Bancários, e das 9 às 17 horas, nas agências bancárias que fazem parte da base territorial do Entidade.

Encerrado o pleito no dia 17, às 18 horas do mesmo dia, serão escrutinados os votos na sede da instituição, por três juntas apuradoras compostas por três mesários e um fiscal de cada chapa, devidamente credenciados pela Comissão Eleitoral, em conjunto com a ADUSB (entidade convidada).

Aprovada PEC da austeridade no 2º turno com 359 votos

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Polícia | Data: 26 out 2016

Tags:, , ,

da Redação

Diário do Poder / Conteúdo

Foto: Luis Macedo / Câmara

Pelos discursos a favor e contra, Dilma não escapará da cassação

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 31 ago 2016

Tags:, , ,

da Redação

Foto: ilustração

congresso impeachment

Pelos discursos, são 81 que integram o Senado da República, a cassação da presidente afastada, Dilma Rousseff (PT), será inevitável. São necessários 54 votos para definir o fastamento definitivo de Dilma. O Governo Federal já contabiliza mais de 60 votos. Confiram como os senadores se manifestaram durante a longa sessão que faz parte do processo de votação do impeachment na Casa.

Favoráveis

Gladson Cameli (PP-AC); Antônio Anastasia (PSDB-MG); Ataídes Oliveira (PSDB-MG); Lucia Vania (PSB-GO); Lasier Martins (PDT-RS); Ronaldo Caiado (DEM-GO); Alvaro Dias (PV-PR); Antonio Valadares (PSB-SE); Dario Berger (PMDB-SC); José Medeiros (PSD-MT); Cassio Cunha Lima (PSDB-PB); Eduardo Amorim (PSC-SE); Aecio Neves (PSDB-MG); Magno Malta (PR-ES); Valdir Raupp (PMDB-RO); Ivo Cassol (PP-RO); José Aníbal (PSDB-SP); Garibaldi Alves (PMDB-RN); Paulo Bauer (PSDB-SC); Eunício Oliveira (PMDB-CE); Cidinho Santos (PR-MT); Flexa Ribeiro (PSDB-PA); Ricardo Ferraço (PSDB-ES); Benedito de Lira (PP-AL); Zezé Perrella (PTB-MG); Wilder Morais (PP-GO); Sérgio Petecão (PSD-AC); Hélio José (PMDB-DF); Rose de Freitas (PMDB-ES); Ana Amélia (PP-RS); Simone Tebet (PMDB-MS); Waldemir Moka (PMDB-MS); Pedro Chaves (PSC-MS); Reguffe (sem partido-DF); Fernando Bezerra (PSB-PE); Cristovam Buarque (PPS-DF); José Agripino (DEM-RN); Dalírio Beber (PSDB-SC); Tasso Jereissati (PSDB-CE); Eduardo Lopes (PRB-RJ); Davi Alcolumbre (DEM-AP); José Maranhão (PMDB-PB);  Romário (PSB-RJ)

Contrários

Jorge Viana (PT-AC); Roberto Requião (PMDB-PR); Angela Portela (PT-RR); Fátima Bezerra (PT-RN); Lídice da Mata (PSB-BA); Gleisi Hoffmann (PT-PR); Vanessa Graziottin (PCdoB-AM); Humberto Costa (PT-PE); Regina Souza (PT-PI); José Pimentel (PT-CE); Paulo Paim (PT-RJ); Armando Monteiro (PTB-PE); Randolfe Rodrigues (Rede-AP); Lindbergh Farias (PT-RJ); Otto Alencar (PSD-BA); João Capiberibe (PSB-AP); Roberto Muniz (PP-BA);   Elmano Férrer (PTB-PI)

Não declararam

Fernando Collor (PTC-AL)

Acir Gurgacz (PDT-RO)

 

Acompanhe ao vivo a votação do impeachment de Dilma no Senado

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 11 maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

A TV Senado transmite ao vivo a sessão do processo de admissibilidade do impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Se aprovado por metade mais um dos senadores presentes à sessão, ela será afastada do cargo por 180 dias e nesse período o vice-presidente, Michel Temer (PMDB) assume o comando do país.

O presidente da Casa, Renan Calheiros, estabeleceu nessa terça-feira (10) que, nesta primeira fase, os oradores inscritos, contra e a favor do parecer da Comissão Especial do Impeachment, falarão alternadamente por até 15 minutos cada um e apenas uma vez. Não será permitida orientação da bancada pelos líderes e também não serão permitidos apartes.

Até o início da sessão, 68 dos 81 senadores já estavam inscritos para usar a palavra.

Acompanhe ao vivo:

Dilma pede cautela ao tomar conhecimento de suspensão do impeachment

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 09 maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_3078

A presidente Dilma recebeu a notícia da anulação da votação do impeachment na Câmara dos Deputados durante evento no Palácio do Planalto para anunciar a criação de universidades. Em meio a gritos da plateia de “Uh! É Maranhão” e “Fica querida!”, a presidente afirmou sobre a decisão de Maranhão: “Eu soube agora, da mesma forma que vocês, que um recurso foi aceito e que portanto o processo de impeachment está suspenso”.

“Eu não tenho essa informação oficial. Estou falando porque não podia fingir que não estava sabendo da mesma coisa que vocês”, afirmou. “Não é oficial, não sei as consequências, tenham cautela, porque vivemos uma conjuntura de manhas e artimanhas”.

“Temos que saber que temos pela frente uma disputa dura, cheia de dificuldades. Peço encarecidamente aos senhores parlamentares uma certa tranquilidade para lidar com isso”, afirmou Dilma, que falou por cerca de 20 minutos.

Oposição contabiliza 57 votos pelo afastamento de Dilma

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 07 maio 2016

Tags:, , ,

da Redação

Dilma BBA oposição no Senado da República calcula que o impeachment da presidente Dilma Rousseff contará com  57 votos favoráveis na próxima quarta-feira (11). São apenas 41 votos necessários para selar a sorte de Dilma. Caso seja aprovado, conforme previsão na Casa e na imprensa nacional – a presidente será afastada do cargo para posse logo no dia seguinte do vice Michel Temer (PMDB).

A semana que se avizinha é aguardada com grande expectativa no país. O dia seguinte é esperado, conforme prometido por lideranças do PT e PCdoB, será tumultuado com promessa de fechamento de ruas, avenidas e estradas em todo Brasil.

 

 

Plano de Educação é aprovado na Comissão sem referência a gênero e sexualidade

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação | Data: 04 maio 2016

Tags:, , ,

Bocão News

Após um dia inteiro de discussão, manifestação de estudantes e líderes religiosos, o Plano Estadual de Educação foi aprovado nesta terça-feira (3) na Comissão Conjunta, sem referência aos termos gênero e sexualidade. A maioria dos deputados votou pela retirada dos termos do texto, apesar de o relator do projeto, deputado Bira Coroa (PT) ter rejeitado a emenda do pastor Isidório (PDT).

Na Comissão os deputados Fabíola Mansur (PSB), Zô (PCdoB) e Bobô (PCdoB) apresentaram um voto em separado a favor da manutenção do texto original. O Plano será votado nesta quarta-feira (3) no plenário da Casa. Não há indicação dos líderes de governo e oposição para votos favoráveis ou obstrução do projeto.

Plano Estadual de Educação será votado nesta quarta-feira

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação | Data: 04 maio 2016

Tags:, ,

Por Yuri Silva e Meire Oliveira – A Tarde

Entidades de defesa dos direitos humanos querem a aprovação de texto original - Foto: Divulgação l Ascom Sargento Isidório
Entidades de defesa dos direitos humanos querem a aprovação de texto original

O Plano Estadual de Educação (PEE) vai à votação nesta quarta-feira, 4, no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), envolto em uma polêmica protagonizada por deputados estaduais ligados à bancada evangélica e militantes da causa LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros).

O motivo do embate é uma emenda do deputado Pastor Sargento Isidório (PDT), que propõe a mudança do texto original do documento, retirando a diretriz que orienta a inclusão, no currículo escolar, de temáticas como raça, gênero e diversidade sexual, cultural e religiosidade.

Favoráveis à proposta do deputado Isidório defendem a dita família tradicional - Foto: Divulgação l Ascom Sargento IsidórioFavoráveis à proposta do deputado Isidório defendem a dita família tradicional – Foto: Divulgação – Ascom Sargento Isidório

Para o parlamentar, a exclusão desses assuntos do projeto de lei que institui o plano tem o objetivo de “assegurar o bem-estar das crianças e adolescentes e a plena consciência da presença divina na criação do homem e da mulher”, conforme o texto da própria emenda.

Ele afirma, ainda, que a proposta original, enviada à Casa Legislativa pelo governador Rui Costa, “incentiva o homossexualismo e a ideologia de gênero” entre crianças e adolescentes.

“Não posso aceitar o ensino de sexo e gênero para crianças primárias, de 6 anos. No fundo, a gente sabe que isso é ensino do ‘homossexualismo’ mesmo e pronto”, disse o deputado.

Protestos …Leia na íntegra

Senado marca votação de relatório do Impeachment para 6 de maio

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 26 abr 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1687foto: Estadão

A comissão que analisa a admissibilidade do processo de impeachment contra Dilma Rousseff aprovou nesta terça-feira (26) o calendário apresentado pelo relator, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG).

A apresentação do relatório ficou marcada para o dia 4 de maio. De acordo com a Agência Senado, a votação do texto ocorrerá em 6 de maio. Nesta quinta-feira (28), será ouvida a acusação. Na sexta-feira (29), ouve-se a defesa da presidente.

Anastasia foi eleito relator após ser indicado pelo bloco parlamentar da Oposição (PSDB-DEM-PV). Antes, o indicado pelo PMDB, o senador Raimundo Lira (PMDB-PB), foi eleito por aclamação presidente da Comissão Especial do Impeachment. Em discurso de posse, Lira agradeceu a confiança dos demais senadores e pediu a todos tranquilidade ao longo do trabalho na comissão.

Adusb insiste no equívoco e divulga outra nota

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política | Data: 15 jan 2016

Tags:, , , ,

Assessoria Parlamentar

Luciano BBA Adusb voltou a divulgar outra Nota Oficial manifestando descontentamento com aprovação por unanimidade do PL 21.530/2015 que dispõe sobre a lei orçamentária de 2016. Ocorre que o deputado estadual Luciano Ribeiro (DEM), com total apoio de toda Bancada de Oposição, ingressou junto à Mesa Diretora com requerimento de pedido de nulidade da votação em primeiro turno do Projeto de Lei Nº 21530/2015, referente ao Orçamento 2016, tendo em vista a não observância, pelo presidente da sessão, do § 1º do Artigo 165 do Regimento Interno da ALBA. Segundo o parlamentar, a não observância da verificação de votação torna ilegítimo o resultado proclamado.

O deputado Ribeiro, da cidade de Caculé, é advogado e profundo conhecedor do Regimento Interno da Casa. O presidente Marcelo Nilo (PDT), ao proclamar o resultado da votação, o fez de forma apressada não dando chance para os parlamentares da oposição manifestar os seus votos.

A Bancada de Oposição presta este necessário esclarecimento a Adusb. O fato, que representa o pedido de anulação da votação pela Oposição na Alba, alcançou expressiva repercussão na imprensa baiana. A Adusb é muito bem informada sobre o amplo noticiário da imprensa acerca do pacote de maldades do Governo Rui Costa (PT). A Oposição foi 100% contra as medidas do Governo que penalizaram os servidores públicos da Bahia.

Caso o pleito da Oposição não seja deferido o próximo passo será uma ação na Justiça para reparar o grave erro cometido na condução dos trabalhos de votação do Orçamento 2016.