Taxa de desemprego cresce na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Vit. da Conquista | Data: 17 maio 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Da Redação

Fonte:C.Ba

De acordo com os dados da Pesquisa Nacional divulgada nesta quinta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o
Estado da Bahia registrou a segunda maior taxa de desemprego do país, 18,3%, e o maior número de desalentados (aqueles que desistiram de procurar emprego), 768 mil pessoas.

A taxa de desemprego cresceu em 14 das 27 unidades da Federação no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o último trimestre do ano passado, segundo dados da Nas outras 13 unidades, a taxa manteve-se estável.

Segundo o IBGE, as maiores taxas de desemprego foram observadas no Amapá (20,2%), Bahia (18,3%) e Acre (18,0%), e as menores, em Santa Catarina (7,2%), Rio Grande do Sul (8,0%) e Paraná e Rondônia (ambos com 8,9%).

Os maiores contingentes de desalentados (aqueles que desistiram de procurar emprego) no primeiro trimestre deste ano foram registrados na Bahia (768 mil pessoas) e no Maranhão (561 mil). Os menores foram observados em Roraima (8 mil) e no Amapá (15 mil).

No geral, 3,3 milhões (24,8%) estão desocupados há dois anos ou mais (uma alta de 9,8% na comparação com o 1º trimestre de 2018) 6 milhões de pessoas (45,4% do total) estão procurando emprego há mais de 1 mês e menos de 1 ano, e 2,1 milhões estão na fila do desemprego há menos de 1 mês.

Os comentários estão encerrados.