Uesb instaura processo contra estudante que fraudou sistema de cotas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 06 abr 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

UESB1

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) abriu processo administrativo para apurar a situação da estudante Maiara Aparecida Oliveira Freire, que fraudou o sistema de cotas raciais para entrar no curso de Medicina. Maiara apresentou uma declaração falsa de que era moradora de uma comunidade quilombola do município de Livramento de Nossa Senhora.

Ela foi condenada foi condenada a 2 anos de prisão por Falsidade Ideológica no dia 30 de março pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Vitória da Conquista. Como se trata de ré primária, a pena foi convertida em trabalhos comunitários e pagamento de multa no valor de um salário mínimo. A Uesb, a quem o juiz apontou ser responsável por determinar a permanência da estudante na instituição, foi notificada da decisão nessa terça-feira (5).

Confira a nota:

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), considerando a decisão proferida pelo MM. Juiz de Direito da 2ª Vara Criminal da Comarca de Vitória da Conquista (Processo nº 0504863-90.2014.8.05.0274) e a gravidade da situação envolvendo a estudante do curso de Medicina, do campus de Vitória da Conquista, Maiara Aparecida Oliveira Freire, informa que está sendo instaurado Processo Administrativo Disciplinar (PAD), visando apurar administrativamente a responsabilidade da discente, ficando-lhe assegurado o direito de defesa e do contraditório. Universidade informa, ainda, que será composta uma Comissão Processante, por meio de Portaria, que será devidamente publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

Os comentários estão encerrados.