União Européia anuncia mais de R$ 500 milhões em ajuda emergencial ao Haiti

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 18 jan 2010

Tags:, , , ,

da Folha Online

Em reunião sobre a coordenação da ajuda do bloco europeu ao Haiti, a União Europeia (UE) anunciou uma doação de 122 milhões de euros (R$ 311 milhões) em ajuda humanitária urgente ao Haiti, e outros 100 milhões de euros (R$ 255 milhões) para a reconstrução e reabilitação imediata. O Haiti foi devastado por um terremoto de magnitude 7 que atingiu o país no último dia 12 e deixou milhares de mortos, entre eles 18 brasileiros.

Após uma reunião extraordinária do Conselho de Ministros da UE, os 27 países do bloco decidiram ainda disponibilizar outros 200 milhões de euros (R$ 510 milhões) do orçamento da Comissão Europeia (órgão executivo da UE) para a reabilitação a médio e longo prazo.

A reunião foi convocada para debater como coordenar o envio de ajuda humanitária ao país e evitar desperdício de recursos. O evento atende ainda ao apelo feito na sexta-feira (15) pela ONU (Organização das Nações Unidas) por US$ 550 milhões (cerca de R$ 971 milhões) para ajudar os sobreviventes do terremoto no Haiti.

Segundo o ministro de Relações Exteriores da Espanha, Miguel Angel Moratinos, cinco países da Força de Gendarmeria Europeia –França, Espanha, Itália, Portugal e Holanda– estão dispostos a enviar ainda “entre 140 e 150 efetivos” ao Haiti.

“Devemos esperar que chegue a nós nesta tarde um pedido formal da ONU” antes de decidir o envio deste contingente, ressaltou Moratinos, em entrevista a jornalistas.

Reforço

O Reino Unido deve anunciar nesta segunda-feira que vai triplicar sua ajuda ao Haiti, totalizando US$ 33 milhões (R$ 58 milhões), segundo o ministro de Desenvolvimento Internacional, Douglas Alexander.

Londres comunicará a extensão da ajuda em uma reunião ministerial em Bruxelas, na Bélgica.

A França também anunciou um reforço com a doação de mais 10 milhões de euros (R$ 25,5 milhões) à ONU, anunciou o das Relações Exteriores.

Tragédia

O terremoto aconteceu às 16h53 de terça-feira (12) (19h53 no horário de Brasília) e teve epicentro a 15 quilômetros de Porto Príncipe, a capital do país.

Ainda não há um dado preciso sobre o número de mortos. A Organização Pan-americana de Saúde, ligada à ONU, diz que podem ter morrido cerca de 100 mil pessoas. Já a Cruz Vermelha estima o número de mortos entre 45 mil e 50 mil. O governo do Haiti já chegou a estimar em 200 mil o número de mortos.

Cerca de 70.000 corpos já foram enterrados em valas comuns no Haiti após o terremoto que devastou o país na última terça-feira, disse neste domingo o secretário de Alfabetização local, Carol Joseph.

Segundo o governo brasileiro, 18 brasileiros morreram no país –16 militares e dois civis, a médica Zilda Arns e o chefe-adjunto civil da missão da ONU no Haiti, Luiz Carlos da Costa. O corpo de Costa foi encontrado neste sábado (16).

O ministro da Defesa, Nelson Jobim,diz que há ainda um terceiro civil não identificado. O governo não confirma a informação.

Escreva um Comentário

Faça o login para publicar um comentário.