Vitória da Conquista recebe ações de combate ao trabalho infantil 

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 18 jun 2018

Tags:, , ,

Fonte: MPT
A cidade de Vitória da Conquista está sediando uma série de ações realizadas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) na Bahia, em celebração ao mês dedicado ao combate ao trabalho infantil. As atividades têm seu ponto alto na próxima segunda-feira (18/06), quando acontece o I Encontro Municipal de Adolescentes pela Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, com a participação do procurador do trabalho Antônio Oliveira Lima, coordenador nacional do projeto MPT na Escola. O evento acontece na Rede de Atenção e Defesa da Criança e do Adolescente, que fica na Praça Tancredo Neves, 116, Centro, a partir das 8h.

A programação segue na terça-feira (19/06) com o seminário A Realidade do Trabalho Infantil na Atual Conjuntura Socioeconômica Brasileira, que também acontece na Rede de Atenção e Defesa da Criança e do Adolescente. Já na quarta-feira (20/06), acontece o lançamento do projeto Cidadão Aprendiz, que visa implementar cotas sociais na cidade.

As ações tiveram início na terça-feira (12/06) com o lançamento da campanha Prevenção e Combate ao Trabalho Infantil. Na última quarta-feira (13/06), uma audiência pública discutiu o tema com gestores públicos. Nessa sexta-feira (15/06), vários pontos da cidade estão recebendo panfletagem e adesivaço em carros, com materiais para conscientizar a população.

As ações em celebração ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil acontecem ao mesmo tempo em várias cidades do estado, e contam com a parceria das prefeituras municipais, além dos conselhos tutelares, dos Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e dos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas). No site do MPT, está disponível a programação completa por região. O endereço é www.prt5.mpt.mp.br. O Dia Mundial de combate ao Trabalho Infantil foi criado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) em 2012, e visa conscientizar a população sobre os malefícios causados por essa prática que atinge crianças e adolescentes do mundo inteiro.

Os comentários estão encerrados.