Vitória da Conquista tem a maior exposição agropecuária da Bahia, diz Coopmac

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 02 abr 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

DSC_3686Nesta quinta-feira (2), o presidente da Cooperativa Mista Agropecuária Conquistense (Coopmac), Jaymilton Gusmão, esteve no programa Resenha Geral, da Rádio Clube (FM 95,9), fazendo o balanço final da Exposição Conquista 2015. Em conversa com  Herzem Gusmão, Jaymiltinho anunciou os números finais do evento e a avaliação de cada mudança proposta pela nova diretoria da Coopmac.

Jaymiltinho apontou como acerto a criação do novo estacionamento para credenciados e a reformulação da Feira Coopmac-Sebrae. “A parte de acesso e estacionamento aos credenciados melhorou bastante, mas queremos melhor muito mais ainda. Outro grande acerto que tivemos foi a redução do número de stands na Feira Coopmac-Sebrae para ampliação do espaço, onde as pessoas puderam circular com mais tranquilidade”.

Mesmo avaliando positivamente a forma de acesso ao Parque de Exposições Teopompo de Almeida, o presidente da Coopmac aponta que quer reduzir as filas para compra de ingressos. “Disponibilizaremos a venda de passaportes com antecedência. Esse ano não foi possível, porque tivemos um problema com os ingressos, que foram confeccionados por uma empresa no Rio Grande do Sul, o que resultou em problemas para este ano. Mas isso não acontecerá no ano que vem”.

Por fim, Jaymiltinho apresentou os números de animais, negócios e público. “São 10 mil pessoas credenciadas, que dá um volume muito grande de pessoas no Parque. Mas nós tivemos 220 mil pessoas nos 10 dias de evento. O resultado final de comercialização demora uns 60 dias para ser apurado corretamente, mas acreditamos que passamos dos R$ 150 milhões em negócios. A Fenagro, realizada em novembro, tinha 2.600 animais e nós conseguimos colocar 3.280 animais. Isso é um recorde para Vitória da Conquista, o que faz Conquista figurar como a maior exposição da Bahia. O que nos deixou bastante satisfeitos”. Ele concluiu afirmando: “Hoje a gente pode dizer que realizamos o maior evento agropecuário do estado da Bahia, em quantidade de animais, em público e movimento financeiro”.

Os comentários estão encerrados.