Bahia é a sétima colocada em motoristas suspensos

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Bahia | Data: 27 jul 2014

Tags:, ,

A Tarde

340x255_blitz-transalvador_1434103Em comparação com os demais estados brasileiros, a Bahia teve o sétimo maior número de motoristas suspensos no ano passado.

De acordo com dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), o Paraná (com 143.684 suspensões) e São Paulo (141.740) são os mais rigorosos no que se refere à punição.

Rio Grande do Sul (27.639), Espírito Santo (27.363), Minas Gerais (11.828) e Santa Catarina (11.483) são os outros que estão à frente da Bahia.

Em relação à cassação, Paraná, com 12.824 casos, e São Paulo, com 3.829, são os que apresentaram maior número no ano passado. A Bahia aparece na 11ª colocação no que se refere à cassação, ao lado do Rio de Janeiro – ambos tiveram nove casos.

O engenheiro Elmo Felzemburg, especialista em trânsito e transporte, explica que a suspensão do direito de dirigir e a cassação da carteira de habilitação são punições mundiais.
“A suspensão do direito de dirigir é uma punição para aqueles condutores que cometeram erros mais graves, principalmente por alcoolemia. É uma advertência”, ressalta o especialista.

Regulamentação

A suspensão do direito de dirigir foi regulamentada pela Resolução Contran 182/2005. Antes, a punição era prevista pelo artigo 261 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Este artigo previa que o condutor seria suspenso em caso de atingir os 20 pontos no seu prontuário.

Com a resolução de 2005, a suspensão passou a ter um prazo – o condutor seria suspenso quando atingisse 20 pontos em 12 meses.

A cassação da carteira de habilitação é uma penalidade prevista no artigo 256 do CTB. Ela ocorre quando o motorista suspenso ou condenado por delito de trânsito é flagrado conduzindo ou, ainda, nos casos de reincidência de determinadas infrações.

Os comentários estão encerrados.