Bancada de oposição endurece o jogo e afirma que ‘Petrolão’ é uma vergonha

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 18 mar 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: Ascom Câmara

oposição

Durante a Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), na manhã desta quarta-feira (18), os vereadores que compõem a bancada de oposição demonstraram que realmente estão dispostos a unificar o discurso. De forma estratégica os parlamentares focaram nas manifestações do último dia 15 de março contra as denúncias de corrupção envolvendo o Governo Federal.

O vereador Álvaro Pithon (DEM) afirmou que a população de Vitória da Conquista e de todo o Brasil deu um importante passo ao ir às ruas com bandeiras e faixas de protesto contra a corrupção e contra o ajuste fiscal. Pithon disse estar assustado com o desenrolar da operação Lava-Jato, envolvendo a Petrobras, empreiteiras, políticos e o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. “Segundo estimativas da Justiça, o rombo da Petrobras é o maior assalto aos cofres públicos do Brasil. Foram mais de R$ 88 bilhões tirados dos cofres da empresa para sustentar o projeto de poder do PT”, disse o parlamentar.

Já o vereador Edjaime Rosa – Bibia (PSDB) reforçou o discurso da oposição defendendo a punição dos envolvidos no escândalo de corrupção da Petrobrás. “Quem defende a corrupção tira o pão do trabalhador”. Indignado com os depoimentos dos envolvidos no escândalo da Petrobrás, exibidos pelo Jornal Nacional, Bibia afirmou que participou da manifestação e participará “quantas vezes for preciso, de manifestações respeitosas como essa, onde participaram pais de família, crianças e trabalhadores honestos”.

Por fim, Hermínio Oliveira (SD) disse que o correto é “colocar nos ministérios e cargos de confiança pessoas que tenham passado limpo, caráter, ética e dignidade. Devem ser técnicos e não por indicação política”. O parlamentar também defendeu uma reforma política, mas “com austeridade”. “Sou contra o financiamento de campanha com o dinheiro público”, completou. Hermínio finalizou lembrando que o atual vice-governandor da Bahia, João Leão (PP), é um dos citados em delações na Operação Lava Jato. “[Ele] deveria respeitar a Bahia, ter vergonha na cara”.

Os comentários estão encerrados.