Blitz do Silêncio será reforçada pelo Simtrans

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 11 set 2015

Tags:

por Mateus Novais

poluição sonora

O coordenador de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana, Herling Conceição, apontou que um processo de licitação para a compra de decibelímetros (equipamento necessário para a fiscalização) já foi finalizada, e que, em breve, os agentes de trânsito também apertarão o cerco contra os donos de automóveis que utilizam o som muito auto. O anúncio foi feito durante uma audiência pública na Câmara Municipal, nessa quinta-feira (10).

Segundo Herling, “a coordenação de trânsito só pode atuar após a decisão do município e da harmonia entre os órgãos. […] Com a chegada dos equipamentos vai ajudar a secretaria a realizar de forma eficaz essa fiscalização”. O código de trânsito diz que pode ser até 80 decibéis e a multa para quem não respeita os limites é de R$ 127 e cinco pontos na carteira, destacou o coordenador.

Blitz

Em três finais de semana, a Gerência de Posturas recebeu 440 chamadas, com 359 atendimentos, sendo que 127 em estabelecimentos comerciais, 52 carros com som alto, 168 residências, 06 igrejas, 01 ambulante e 01 animal solto na rua. Segundo o secretário de Serviços Públicos, a intenção do governo é estar em harmonia com a sociedade e empresários. “Quem está no estabelecimento, que possa ouvir na altura que deseja, mas quem está do lado de fora não seja incomodado. Esse incômodo tem chegado do Ministério Público e a Gerência de Posturas”, disse o Secretário de Serviços Públicos, Gildásio Silveira.

O secretário também alertou os empresários a adequar o alvará de funcionamento. Ele explicou que uma interdição pode ser feita 10 dias após a primeira autuação. “As reincidências após completar os 10 dias é que vai gerar uma interdição. As aferições são feitas em diversos pontos inclusive nas casas dos reclamantes. Precisamos encontrar um caminho para que haja uma convivência harmoniosa”, ponderou o secretário.

Os comentários estão encerrados.