Secretaria de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico oferece atendimento online para empresas e microempreendedores

0

Publicado por Rafael Gusmão | Colocado em Economia, Vit. da Conquista | Data: 21 Maio 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Secom/PMVC (Conteúdo)

“O site é uma excelente iniciativa que aproxima as pessoas e possibilita a divulgação do nosso negócio, além de melhorar as vendas, principalmente nesse momento tão difícil que toda a sociedade está enfrentando.” Assim, a empresária Maria Patrícia Santana definiu as ações da Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (Semtre) durante a pandemia da COVID-19.

Patrícia, que atua nos ramos de ótica e produtos funcionais, faz parte da lista de empreendedores e microempresários beneficiados pelos serviços da secretaria nos últimos dois meses. Uma dessas ações foi a criação da plataforma online para intermediação de vendas. Por meio deste canal, clientes e empresários de todos os setores mantém contato virtual para compra e venda de mercadorias.

Serviços online também são ofertados pela Sala do Empreendedor. Uma das alternativas é a assessoria empresarial online, que oferece atendimento de forma remota e busca auxiliar os empresários individualmente a redirecionar seus negócios, planejar melhor suas ações, analisar processos e identificar possíveis oportunidades. “O propósito é refletir ao lado de cada empresário sobre seu modelo de negócio e encontrar novas formas de fortalecer ou criar uma proposta de valor cada vez mais eficaz, com vistas a auxiliar os empreendedores a manter vivas suas empresas e os empregos”, explicou a Agente de Desenvolvimento da Semtre, Efigênia Ferreira.

A Sala do Empreendedor também conta com atendimento direcionado aos microempreendedores individuais. Além de orientações diversas, os usuários podem ter acesso à emissão de inscrição estadual, do Certificado da Condição do Microempreendedor Individual (CCMEI), da declaração de rendimentos, agendamento de assessoria online, entre outros.

Informações e serviços pelos telefones (77) 98856-3603, (77) 98802-3045, (77)98856-3613 ou através do email saladoempreendedorvca1@gmail.com.

Governo prorroga parcela de tributos que vencem em maio, junho e julho

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia, Geral | Data: 12 Maio 2020

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Agência Brasil

O Ministério da Economia, em decorrência da pandemia de covid-19, prorrogou as prestações dos parcelamentos administrados pela Secretaria da Receita Federal do Brasil e pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional com vencimento em maio, junho e julho de 2020. A medida está na Portaria do Ministério da Economia nº 201, de 11 de maio de 2020, publicada no Diário Oficial da União de hoje (12).

A portaria prevê que as prestações dos parcelamentos ordinários e especiais serão prorrogadas da seguinte forma, sempre no último dia útil do respectivo mês: as com vencimento em maio de 2020 terão seu vencimento prorrogado para agosto de 2020; as com vencimento em junho de 2020 terão seu vencimento prorrogado para outubro de 2020; e as com vencimento em julho de 2020 terão seu vencimento prorrogado para dezembro de 2020.

O ministério esclarece que essa prorrogação, neste momento, não se aplica aos parcelamentos no âmbito do Simples Nacional pois esta decisão é de competência do Comitê Gestor do Simples Nacional. Está prevista reunião deste comitê na próxima sexta-feira (15) para deliberar sobre a prorrogação desses parcelamentos.

Segundo o ministério, a Receita Federal e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional adotarão os procedimentos de suspensão do pagamento das parcelas para aqueles contribuintes que efetuam o pagamento por meio de débito automático em conta-corrente bancária.

Também serão suspensas, no período de maio a julho de 2020, retenções no Fundo de Participação dos Estados e Municípios referentes às prestações de parcelamentos desses entes federados.

CDL, Pró-Conquistas e o Conselho Consultivo vão apresentar propostas para abertura do comércio no centro da cidade

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Vit. da Conquista | Data: 08 Maio 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

da Redação com informações da Secom

Secretário da Administração, Kairan Rocha foi o mediador do encontro

Na manha desta 5ª feira (7), aconteceu a primeira reunião do Comitê de Representação Civil e Institucional, criado para fortalecer o diálogo da Prefeitura com a sociedade civil organizada e segmentos empresariais da cidade.

Projetos

Membros do comitê apresentaram demandas, a exemplo da CDL, Movimento Pró-Conquista e Conselho Consultivo, que para enfrentamento da pandemia, vão apresentar projetos para avaliação da Prefeitura, em defesa da liberação do comércio varejista e atacadista de confecções, calçados, bijouterias, armarinhos, livrarias, dentre outros.

A CDL foi representada na reunião por Marcos Alberto de Oliveira das Virgens, já o Movimento Pró Conquistas foi representado pelo presidente Itamar Figueredo dos Santos, e coube ao médico Uagnis Souza representar o Conselho Consultivo.

Avaliação

As propostas serão submetidas ao CGC – Comitê de Gestão de Crise do coronavírus, e na próxima reunião, marcada para 5ª feira (14), na próxima semana, sairá a decisão de acatar ou não os projetos.

Confira o que funciona em Vitória da Conquista de atividades comerciais consideradas como de natureza essencial:

  • serviços de saúde, farmácias, óticas, assistência médica e hospitalar;
  • hipermercados, supermercados, mercados, feiras livres, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas, centros de abastecimento de alimentos, frigoríficos, granjas e todas os demais estabelecimentos relacionados a cadeia produtiva de gêneros alimentícios;
  • lojas de conveniência;
  • clínicas veterinárias, lojas de venda de alimentação para animais e de produtos indispensáveis para produção agropecuária, prevenção, controle de pragas dos vegetais e de doença dos animais.
  • distribuidores de gás;
  • lojas de venda de água mineral;
  • lavanderias
  • padarias;
  • geração, transmissão e distribuição de energia elétrica;
  • tratamento e abastecimento de água;
  • captação e tratamento de esgoto e lixo;
  • processamento de dados ligados a serviços essenciais;
  • segurança privada;
  • serviços funerários;
  • bancos, lotéricas e cooperativas de crédito;
  • postos de combustível e lava rápidos;
  • Lojas de material de construção, vidraçarias, marmoraria, serrarias, serralharias e todos os demais estabelecimentos relacionados a cadeia produtiva da construção civil;
  • Lojas de auto peças, borracharias, oficinas mecânicas e demais estabelecimentos relacionados a manutenção de veículos automotores;
  • Concessionárias de veículos;
  • Hotéis e pousadas;
  • outros que vierem a ser definidos em ato expedido pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos ou Secretaria Municipal de Saúde.

BNB tem dinheiro barato na pandemia

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Vit. da Conquista | Data: 07 Maio 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

da Redação

Arquivos banco do nordeste - Blog da Resenha Geral
BNG – Agência de Vitória da Conquista. Foto: Arquivo do BRG

O BNB – Banco do Nordeste colocou a disposição nesta quarta-feira (6), linha de crédito com juros de 2,5%, ao ano com carência para início do pagamento da dívida em 2021. Serão recursos do FNE – Fundo Constituicional de Financiamento do Nordeste. O prazo de pagamento será de 12 anos, terão limite para investimento de R$ 200 mil e R$ 100 mil para capital de giro.

O Banco do Nordeste visa com a disponibilização dos recurso do FNE apoiar empreendimentos devido a pandemia que colocou os brasileiros em quarentena.

Outra importante medida do banco foi a interrupção de pagamentos de parcelas vencidas ou a vencer no período de 7 de janeiro a 31 de dezembro. O pagamento será retomado no próximo ano.

MP dispensa documentos para empresas pedirem crédito a bancos públicos

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia, Geral | Data: 28 abr 2020

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Fonte:

As empresas afetadas pela pandemia de coronavírus que pedirem crédito em bancos públicos estão dispensadas de apresentar uma série de documentos, até o fim de setembro. A redução de exigências consta da Medida Provisória 958, publicada nesta segunda-feira, 27, no Diário Oficial da União.

Segundo o secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, a medida foi necessária porque diversas empresas estavam com dificuldades burocráticas para terem acesso a linhas de crédito oferecidas pelo Banco do Brasil, pela Caixa Econômica Federal e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social durante a pandemia de covid-19.

Até 30 de setembro, as empresas estão dispensadas de apresentarem os seguintes documentos ao pedirem crédito a bancos públicos: certificado de regularidade da entrega da Relação Anual de Informações Sociais (Rais); certificado de regularidade com obrigações eleitorais; certidão negativa de débitos (CND) da dívida ativa, desde que esteja em dia com a Previdência Social.

Também estão dispensados até o fim de setembro o certificado de regularidade com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS); a CND de tributos para empréstimos com recursos dos fundos constitucionais, do FGTS, do Fundo de Amparo ao Trabalhador e Fundo Nacional de Desenvolvimento Econômico (FNDE), e o certificado de regularidade no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin).

Dólar sobe e fecha acima de R$ 5,50 pela primeira vez

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia, Geral | Data: 24 abr 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Fonte:

Nesta quinta-feira (23) o dólar fechou em alta, batendo mais um recorde nominal de cotação, com expectativas de mais um corte na taxa Selic pressionando a moeda brasileira e com a tensão política diante de notícias sobre tensões entre o ministro Sergio Moro e o presidente Jair Bolsonaro.

A moeda norte-americana terminou o dia vendida a R$ 5,5285, em alta de 2,21%. Na máxima do dia durante os negócios, chegou R$ 5,5300. No mês, a moeda acumula alta de 6,40%. No ano, a valorização é de 37,87%. 

Apesar da alta mais acentuada no período da tarde, o dólar veio ganhando força contra o real desde o início do pregão. O Banco Central anunciou um leilão extraordinário de swap tradicional, o que ajudou a amenizar o ritmo de avanço do dólar. (Metro1)

Prefeitura publica decreto que flexibiliza a abertura de alguns setores do comércio

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Trabalho, Vit. da Conquista | Data: 27 mar 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

da Secom/PMVC (Conteúdo)

Prefeitura publica decreto que flexibiliza a abertura de alguns setores do comércio

Desde que a ameaça de proliferação do Coronavírus chegou a Vitória da Conquista, a Prefeitura tem adotado uma série de medidas preventivas para garantir que o município tenha o menor impacto possível. Tais medidas têm sido tomadas em diálogo com diversas entidades representativas.

Nesse sentido, nesta quinta-feira (26), o Comitê de Gestão de Crise para enfrentamento da pandemia Covid-19 anunciou o Decreto 20.207 , que altera o Decreto 20. 202 . O novo decreto amplia a relação de empresas consideradas como de natureza essencial e que passam a poder operar respeitando as medidas de segurança. Confira abaixo quais são os setores:

I – serviços de saúde, farmácias, assistência médica e hospitalar;
II – hipermercados, supermercados, mercados, feiras livres, açougues, peixarias,
hortifrutigranjeiros, quitandas, centros de abastecimento de alimentos, frigoríficos,
granjas e todos os demais estabelecimentos relacionados a cadeia produtiva de
gêneros alimentícios;
III – lojas de conveniência;
IV – lojas de venda de alimentação para animais e de produtos indispensáveis para
produção agropecuária, prevenção, controle de pragas dos vegetais e de doença dos
animais.
V – distribuidores de gás;
VI – lojas de venda de água mineral;
VII – padarias;
VIII – geração, transmissão e distribuição de energia elétrica;
IX – tratamento e abastecimento de água;
X – captação e tratamento de esgoto e lixo;
XI – processamento de dados ligados a serviços essenciais;
XII – segurança privada;
XIII – serviços funerários;
XIV – bancos, lotéricas e cooperativas de crédito;
XV – postos de combustível;
XVI – Lojas de material de construção, vidraçarias, marmoraria, serrarias, serralharias
e todos os demais estabelecimentos relacionados a cadeia produtiva da construção
civil;
XVII – Lojas de auto peças, borracharias, oficinas mecânicas e demais
estabelecimentos relacionados a manutenção de veículos automotores;
XVIII – Concessionárias de veículos;
XIX – Hotéis e pousadas;
XX – outros que vierem a ser definidos em ato expedido pela Secretaria Municipal de
Serviços Públicos ou Secretaria Municipal de Saúde.

A Prefeitura ressalta que as disposições do decreto anterior continuam inalteradas, reforçando que todas as medidas visam assegurar o funcionamento da economia local, mantendo o combate ao coronavírus.

4 em cada 10 brasileiros estavam negativados em fevereiro, aponta pesquisa

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia, Geral | Data: 26 mar 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) estima que quatro em cada dez (38,8%) brasileiros adultos estavam negativados em fevereiro – o equivalente a 60,8 milhões de pessoas.

No segundo mês de 2020, o volume de consumidores com contas atrasadas cresceu 1,23% em relação ao mesmo período do ano anterior, o que representa uma desaceleração no crescimento da inadimplência no país – em janeiro, a taxa era de 1,38%.

Na mesma direção e com dados ainda mais positivos, o número de dívidas ficou 0,30% menor do que em 2019 na comparação anual, dado que evidencia queda pelo nono mês consecutivo. Em relação ao mês de janeiro, o número de dívidas caiu 0,11% e o de devedores, 0,22%.

…Leia na íntegra

Conter o Coronavírus é importante também para a saúde dos negócios

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 26 mar 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

da CDL (Conteúdo)

Mensagem do presidente da CNDL

Em virtude do avanço do Coronavírus no Brasil, a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas resolveu somar esforços para conter a evolução da doença.

Entendemos que o momento não é de descontrole e que as autoridades de saúde estão tomando todas as providências necessárias. No entanto, cabe a uma entidade do porte da CNDL ajudar a esclarecer os seus associados com relação aos cuidados para evitar a contaminação.

Lembramos que a natureza do comércio implica no contato direto com o consumidor e que esse encontro pode fazer a diferença entre a propagação da doença e sua contenção.

Nesse sentido, pedimos a cada um dos nossos lojistas que façam a sua parte mantendo seus estabelecimentos comerciais limpos e orientando seus funcionários e clientes.

Entre as principais recomendações estão:

  • Evitar contato próximo com pessoas que estejam com infecções respiratórias agudas;
  • Lavar frequentemente as mãos, especialmente após contato direto com pessoas, dinheiro e antes de se alimentar;
  • Se o funcionário trabalhar diretamente com dinheiro, disponibilizar luva e máscara;
  • Cobrir nariz e boca com o antebraço ao espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar nas mucosas dos olhos;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos;
  • Manter os ambientes bem ventilados;

A CNDL possui 2 mil associados e 500 mil empresas em seus Sistema. Milhões de pessoas passam por nossas portas. Temos certeza que podemos impactar positivamente nesse esforço.

Conter o Coronavírus é importante também para a saúde dos negócios.

Juntos somos mais fortes!

José César da Costa

Presidente da CNDL

Bancos suspendem pagamento de dívida por até 60 dias por covid-19

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 24 mar 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

da CDL (Conteúdo) com informações da CNN Brasil Business

Medida vale para Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú Unibanco e Santander

Os maiores bancos brasileiros anunciaram que estão abertos a prorrogar, por até 60 dias, os pagamentos de dívidas das pessoas físicas e micro e pequenas empresas. A medida é uma reação do setor ao efeito do coronavírus e vale apenas para os empréstimos que estão sendo pagos em dia. A iniciativa conjunta é do Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú Unibanco e Santander que afirmam estarem “abertos e comprometidos em atender pedidos de prorrogação, por 60 dias dos pagamentos de dívidas”.

“Os bancos estão engajados em continuar colaborando com o país com medidas de estímulo à economia”, cita a nota divulgada à imprensa. Segundo o comunicado divulgado pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), a decisão ocorre diante do “momento de preocupação dos brasileiros com a doença provocada pelo novo coronavírus” e após a discussão de “propostas para amenizar os efeitos negativos dessa pandemia no emprego e na renda”. Os bancos, segundo a nota, “entendem que se trata de um choque profundo, mas de natureza essencialmente transitória”.

Fiquem em casa! Este é o pedido do prefeito ao assinar Decreto que suspende algumas atividades comerciais

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Vit. da Conquista | Data: 22 mar 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Pel_banner_600x65-Resenha-_day.jpg
Prefeitura institui Comitê de Gestão de Crise para enfrentamento da pandemia de Covid-19

Como mais uma medida de enfrentamento da pandemia do Coronavírus, o prefeito Herzem Gusmão assinou, neste domingo (22), o Decreto 20.202, publicado no Diário Oficial do Município. Esse novo Decreto suspende, temporariamente, o atendimento ao público em todo o comércio e locais de prestação de serviço a partir de amanhã, 23, até 29 de março deste ano.

O Decreto autoriza o funcionamento dos estabelecimentos, desde que o atendimento seja, exclusivamente, para serviços de entrega (delivery) ou mediante prévio agendamento, respeitando as medidas de segurança.

Todos os Shopping Centers, galerias e afins também deverão ficar fechados durante o período estabelecido, mas os supermercados, mercados e farmácias localizados em seu interior ou fora dele poderão funcionar.

Além disso, para garantir que os serviços essenciais continuem sendo oferecidos à população, o Decreto enfatiza que as suspensões de atendimento não se aplicam às organizações responsáveis pelo abastecimento de gêneros alimentícios, pela segurança, cuidados em saúde e por outros serviços essenciais. Acesse aqui o Decreto para acompanhar a relação completa de estabelecimentos que poderão permanecer abertos.

É importante reforçar que a população de Vitória da Conquista deve realizar o isolamento social como medida de prevenção, uma vez que não está sendo disponibilizado para o município quantidade suficiente de testes pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, o que pode gerar subnotificação sobre o real número de infectados em nosso Município. Por isso, todas as medidas de prevenção precisam ser cumpridas com rigor.

Bancos suspendem pagamento de dívida por até 60 dias por covid-19

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 20 mar 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

da CDL (Conteúdo) com informações da CNN Brasil Business

 Medida vale para Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú Unibanco e Santander

Os maiores bancos brasileiros anunciaram que estão abertos a prorrogar, por até 60 dias, os pagamentos de dívidas das pessoas físicas e micro e pequenas empresas. A medida é uma reação do setor ao efeito do coronavírus e vale apenas para os empréstimos que estão sendo pagos em dia. A iniciativa conjunta é do Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú Unibanco e Santander que afirmam estarem “abertos e comprometidos em atender pedidos de prorrogação, por 60 dias dos pagamentos de dívidas”.

“Os bancos estão engajados em continuar colaborando com o país com medidas de estímulo à economia”, cita a nota divulgada à imprensa. Segundo o comunicado divulgado pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), a decisão ocorre diante do “momento de preocupação dos brasileiros com a doença provocada pelo novo coronavírus” e após a discussão de “propostas para amenizar os efeitos negativos dessa pandemia no emprego e na renda”. Os bancos, segundo a nota, “entendem que se trata de um choque profundo, mas de natureza essencialmente transitória”.

Palestra DONA DE SI – como ser empreendedora de si mesma em tempos de crise, com Suzana Pires

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 16 mar 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

da CDL (Conteúdo)

O Sebrae em Vitória da Conquista realiza a Palestra DONA DE SI – como ser empreendedora de si mesma em tempos de crise.

Com humor, relevância e emoção, na palestra DONA DE SI, a atriz, autora da Rede Globo, colunista da revista Marie Claire e fundadora do Instituto Dona de Si, Suzana Pires, leva a cada pessoa da platéia a entender como se conquista o protagonismo nas suas vidas. Como se tornar uma empreendedora de si mesma,e como superar seus problemas diários ao empreender.

Suzana utiliza seus recursos cênicos como atriz e como dramaturga, apresentando as questões através de personagens que geram identificação imediata em cada uma das espectadoras, levando a um ambiente de leveza, enquanto uma reflexão profunda acontece em cada mulher que deseja vencer seus próprios desafios. É uma experiência de modificação de uma mulher que DUVIDA DE SI para uma mulher DONA DE SI.

DATA: 19 de março
LOCAL: Centro de Convenções Divaldo Franco
CREDENCIAMENTO: A partir de 18h:30.
ENTRADA: Um kit de maquiagem com: um batom, um rímel e um lápis de olho. (O kit será doado para mulheres de instituição a ser definida)
INSCRIÇÕES: is.gd/donadesivdc 

INFORMAÇÕES:
(77) 3424-1600
(77) 99802-7869 (WhatsApp)

CRC promove Palestra sobre destinação de parte do IRPF devido, ao Fundo da Infância e Adolescência

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Vit. da Conquista | Data: 12 mar 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

da Ascom CDL (Conteúdo)

O Conselho Regional de Contabilidade promove a Palestra sobre destinação de parte do IRPF devido, ao Fundo da Infância e Adolescência – FIA, nesta quinta-feira (12), às 08h30, na Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista. A entrada é franca.

Programação:

  • Palestra proferida pelo Delegado da Receita Federal, Sr. Andrey Soares, que explanará sobre a importância do contador para doações de parte do Imposto de Renda PF ao Fundo da Infância e Adolescência da nossa cidade.
  • Fala do Dr. Marcos Coelho, Promotor Público da Infância e Adolescência, que explanará sobre a fiscalização das contas.
  • Fala do Sr. Joabe Silva, Presidente do COMDICA, que explanará sobre a destinação dos recursos do Fundo.
  • Palestra proferida pelo Delegado Adjunto da Receita Federal, Sr. Artur Leone, sobre as alterações e mudanças no atendimento presencial da mesma.

Faturamento do setor brasileiro de franquias aumenta 6,8% em 2019

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 10 mar 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Pel_banner_600x65-Resenha-_day.jpg

da CDL (Conteúdo) com informações da Agência Brasil

Vendas na Black Friday e liberação do FGTS contribuíram para expansão

O faturamento do setor nacional de franquias cresceu 6,8% em 2019, informou hoje (6) a Associação Brasileira de Franchising (ABF). De acordo com o presidente da ABF, André Friedheim, o resultado ficou “bem dentro da meta”, que era de +7%. O faturamento total do mercado de franquias no período evoluiu de R$ 174,843 bilhões para R$ 186,755 bilhões.

Abertura de lojas, vendas na Black Friday (dia que inaugura a temporada de compras de natal com promoções significativas no comércio), liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que injetou dinheiro no mercado, e também a força das marcas de franquia foram os fatores que contribuíram para o incremento registrado no setor. “Tudo isso ajuda no crescimento do segmento”, disse André Friedheim, em entrevista à Agência Brasil.

A Pesquisa de Desempenho do Franchising Brasileiro em 2019 mostra que também houve expansão de 4,6% no número de empregos diretos gerados pelo franchising, alcançando 1.358.139 trabalhadores empregados. O aumento das contratações em relação a 2018 está relacionado ao movimento de expansão das marcas, aos efeitos positivos da reforma trabalhista e à recuperação gradual da economia, segundo Friedheim.

Segundo Friedheim, as contratações terão continuidade neste ano, e a geração de empregos formais deve crescer cresça 5%, “porque o crescimento do mercado e do número de operações reflete no aumento do emprego”.

Segmentos

A pesquisa revela que houve crescimento da receita nos 11 segmentos de franquias acompanhados pela ABF, com a liderança exercida pelos grupos comunicação, informática e eletrônicos e casa e construção, que tiveram alta de 10% no faturamento, cada um. Friedheim disse que os dois segmentos foram favorecidos pelo reaquecimento, ainda que moderado, da economia. “Foram os que tiveram melhor performance comparada”.

O setor de serviços e outros negócios (8,3%) teve o segundo melhor desempenho em 2019, refletindo o aumento da demanda por serviços, de forma geral, e foi seguido pelo das franquias de crédito e serviços financeiros. Já os segmentos de saúde, beleza e bem-estar e de serviços automotivos aparecem na quarta posição, com crescimento de 7,2%, cada. “Foram os segmentos que mais se destacaram no mercado”, afirmou Friedheim.

O número de unidades também cresceu 4,7%, somando 160.958 operações no Brasil. A taxa de abertura de unidades de franquias atingiu 9,2% no período, contra 5,2% no ano anterior. O número de marcas subiu 1,4% em 2019, superando o índice de 1,1% apurado no ano anterior e totalizando 2.918 redes de franquias em atuação no Brasil. Entre os fatores que contribuíram para a alta estão o lançamento de novas marcas e a adesão de grandes e tradicionais empresas ao mercado de franquias.

Para este ano, a ABF projeta expansão de 8% na receita do setor. “A gente acredita que o franchising, que hoje representa 2,6% do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país) brasileiro, pode chegar, até o final do ano, a 2,8% do PIB. A gente quer ser mais representativo no mercado”, ressaltou o presidente da associação.

Ele lembrou que algumas redes de franquias se juntaram no ano passado para ganhar escala e eficiênci,a e as franqueadoras adotaram muita tecnologia para melhorar processos e se tornarem mais eficientes.

Quarto trimestre

A pesquisa revela ainda que no quarto trimestre do ano passado, o setor de franchising cresceu 8,1% em relação ao mesmo período de 2018.

Os segmentos que registraram maior aumento do faturamento na comparação com o quarto trimestre de 2018 foram comunicação, informática e eletrônicos (12,7%); casa e construção (11,9%); serviços e outros negócios (9,0%).; alimentação e hotelaria e turismo (com 8,7%, cada).

4 em cada 10 brasileiros quer reduzir gastos em 2020

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia, Geral | Data: 05 mar 2020

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Pel_banner_600x65-Resenha-_day.jpg
Personal accounting

Embora a situação da economia brasileira tenha se mostrado mais sólida no último trimestre do ano passado, três em cada 10 brasileiros (28%) deram adeus a 2019 no vermelho, segundo pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

Ainda assim, o cenário é positivo em comparação com o ano anterior: em março de 2018, a taxa de consumidores que não conseguiram pagar todas as contas chegou a 41%. Em 2019, 40% dos consumidores conseguiram ficar no zero a zero, ou seja, tiveram dinheiro apenas para pagar as contas, sem sobras, e apenas 18% ficaram no azul.

“As pessoas têm a falsa sensação de que viver no zero a zero é saudável em termos de finanças pessoais. Mas vale lembrar que viver dentro do padrão de vida equivale a gastar sempre menos do que se ganha. Assim, é possível construir uma reserva financeira de forma a cobrir eventuais gastos imprevistos”, destaca a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Primeiro Encontro do Agronegócio Florestal e Revitalização da Atividade Cafeeira é realizado em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Geral, Meio Ambiente, Trabalho, Vit. da Conquista | Data: 03 mar 2020

Tags:

Editar imagem

Foi realizado na tarde desta segunda-feira (02) , no plenário da Câmara Municipal de Vitória da Conquista, o primeiro Encontro do Agronegócio Florestal e Revitalização da Atividade Cafeeira de Vitória da Conquista, com a presença do presidente do BNB, Romildo Rolim.

O evento contou com a participação de políticos, estudantes e produtores de toda a região. Durante o evento foram realizadas palestras, com o presidente do Pró-Conquista, Itamar Figueiredo, que falou sobre a economia de Vitória da Conquista, do café à produção de biscoito, além da indústria, comércio e o setor de prestação de serviço. E também com o engenheiro florestal Laércio Couto falou acerca das espécies florestais da região, tais como, a jaqueira, abacateiro, o café, umbu, e do plantio de sistemas agroflorestais.

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, agradeceu pela parceria na realização do evento, possibilitando o debate com os setores produtivos para disseminar as novas tecnologias. “É um estado que demanda muitas atividades produtivas, e em Vitória da Conquista por ser uma região centralizadora, temos muitas operações de crédito. O Banco do Nordeste quer alocar os recursos e temos feito de tudo para dar celeridade ao atendimento dos nossos clientes, procurando desburocratizar ao máximo, trabalhar com medições de tempo para agilizar a liberação dos recursos”, destacou, acrescentando que o objetivo da instituição é transformar o sonho das pessoas em realidade.

Durante a sua fala, o prefeito Herzem Gusmão, contou que está feliz com o momento atual. “Esse momento que está acontecendo aqui vai alavancar muito mais a nossa economia do que foi a década de 70. O que eu vejo aqui é benção de Deus e tenho certeza que nós haveremos de avançar no polo cafeeiro, porque Conquista é a cidade que tem as bençãos e o homem que trabalha”.

Pagamento de impostos com pontos de fidelidade é lançado no Brasil

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 03 mar 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Pel_banner_600x65-Resenha-_day.jpg

da CDL (Conteúdo), com informações da Agência Brasil

Serviço também vale para contas de água, luz e telefone

Pagar impostos e contas domésticas sem gastar dinheiro, consumindo pontos de programa de fidelidade em vez de desembolsar reais. Inédita no país, a solução foi lançada pelo Banco do Brasil (BB).

Desde a semana passada, o cliente pode usar pontos do programa de relacionamento da instituição financeira para quitar contas de água, de luz, de telefone e de televisão por assinatura, além de pagar tributos. O cliente não paga taxas nem tarifas para realizar a transação.

O serviço representa mais uma etapa na evolução dos programas de fidelidade. Inicialmente restritos a companhias aéreas, esses serviços se difundiram ao longo dos últimos dez anos. Segundo a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (Abemf), a troca de pontos migrou primeiramente para as compras online, depois para o varejo físico.

Nos últimos anos, os bancos passaram a permitir que os clientes usassem pontos para restituir valores debitados em conta-corrente. A pontuação varia conforme os gastos em estabelecimentos parceiros dos programas e geralmente é atrelada à cotação do dólar e ao tipo de cartão de crédito. Cada dólar gasto pelo cliente é revertido em determinado número de pontos, que varia conforme a bandeira e a categoria do cartão.

Pelas estatísticas mais recentes da Abemf, o mercado de empresas de fidelidade movimentou R$ 3,7 bilhões no primeiro semestre do ano passado. O valor representa alta de 12,7% em relação ao mesmo período de 2018. O percentual de pontos expirados, que não podem mais ser trocados, caiu de 19,8% no segundo trimestre de 2018 para 17,4% no mesmo trimestre de 2019.

Coronavírus deve afetar indústria e comércio popular no Brasil

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia, Geral, Saúde | Data: 02 mar 2020

Tags:, , ,

Editar imagem

Fonte:Metro1

Após interferir em viagens de negócios entre Brasil e China, o coronavírus começa a comprometer a logística de abastecimento de cadeias de suprimentos entre os dois países. Dos 28 navios que deveriam vir da China com mercadorias, nove não zarparam, segundo monitoramento da consultoria em logística e comércio exterior Solve Shipping. Os 19 que estão a caminho trazem um volume muito menor de cargas. A informação é da Folha.

A retração na entrega de insumos industriais e produtos acabados, até o momento, afeta apenas indústrias e empresas de logística, mas a previsão é que ela chegue ao consumidor final nas próximas semanas. O comércio popular de áreas como a Avenida Sete de Setembro, em Salvador, e a 25 de Março, em São Paulo, deve sentir o baque. A maioria – 96% – do comércio entre Brasil e China é feita por navio.

Juros do cheque especial chegam a 165,6% ao ano em janeiro

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia, Geral | Data: 27 fev 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

EBC

A taxa de juros do cheque especial caiu em janeiro, mas ficou acima do limite estabelecido pelo Banco Central (BC). Os juros chegaram a 165,6% ao ano em janeiro, primeiro mês em que a medida começou a valer, a partir do dia 6.

O BC determinou que os bancos não poderão cobrar taxas superiores a 8% ao mês, o equivalente a 151,8% ao ano. Por outro lado, as instituições financeiras foram autorizadas a cobrar a partir de 1º de junho tarifa dos atuais correntistas com limite do cheque especial superior a R$ 500 por mês. A tarifa será equivalente a 0,25% do limite que exceder R$ 500. Há bancos que anunciaram isenção dessa tarifa para os clientes.

Em dezembro, os juros do cheque especial estavam em 247,6% ao ano. Houve, portanto, redução de 82 pontos percentuais de dezembro para janeiro.