“Quem fala pelo PCdoB sou eu”, garante Fabrício Falcão

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 15 jul 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_0490O deputado estadual Fabrício Falcão (PCdoB) concedeu entrevista ao programa Resenha Geral, da Rádio Clube (FM 95,9), falando sobre sua pré-candidatura a prefeito de Vitória da Conquista. A ruptura do seu partido com o PT, na escala municipal, também foi tema da conversa com o radialista Herzem Gusmão.

Segundo Fabrício, os secretários que compõem o governo devem deixar os seus cargos dentro de 10 a 15 dias. “Quem ficar depois desse período não pertencerá mais ao PCdoB”, declarou o deputado. Este recado pode ter sido direcionado ao assessor especial do prefeito, Hudson Castro, que, segundo especulações, não tem interesse de abandonar o cargo.

Questionado sobre a declaração do petista Wilton Cunha, que afirmou que o PCdoB não teria rompido com o PT, mas ‘dado um tempo’, Fabrício foi enfático: “Ele [Wilton Cunha] pode falar pelo PT, mas quem fala pelo PCdoB sou eu. Não tem tempo certo”.

Deu no Política Livre de Salvador

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política, Vit. da Conquista | Data: 15 jul 2015

Tags:, ,

Herzem Gusmão diz que corrupção, desemprego e inflação vão levar milhares de brasileiros às ruas

Política Livre

Herzem GO deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB) disse nesta terça-feira (14) que a inflação, o desemprego e a corrupção vão levar milhares de brasileiros às ruas no protesto marcado para o próximo dia 16 de agosto. “O PT tenta confundir a opinião pública dizendo que o movimento contra a presidente Dilma é um golpe. Na realidade, a insatisfação popular com o governo da presidente foi criada pelo próprio PT”, afirmou o parlamentar. De acordo com Herzem Gusmão, o baixo índice de popularidade da presidente demonstra a insatisfação geral da população. “Não há um dia sequer sem que apareçam denúncias de corrupção dentro do governo. Então, falar em golpe é menosprezar a inteligência das pessoas”, acrescentou o deputado.

Prefeito dificulta diálogo até com vereador do PT

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 14 jul 2015

Tags:, , , ,

da Redação
foto: Roberto Silva

DSC_0114

No rompimento do PCdoB  com o prefeito Guilherme Menezes (PT), os vereadores comunistas reclamaram da falta de diálogo com o chefe do Executivo. O vereador Nelson de Vivi (PCdoB) disse que o presidente do partido, vereador Andreson Ribeiro, aguardou um ano e dois meses para falar com o prefeito e não conseguiu.  Agora é a vez do vereador petista Florisvaldo Bittencourt reclamar da falta de diálogo com o prefeito. Durante a realização do protesto dos comerciantes do Shopping Popular, Florisvaldo desabafou. Segundo ele, uma agenda com o prefeito vem sendo tentada há 9 meses, sem ter sucesso.

“Hoje, infelizmente, tenho que participar de uma manifestação de rua em defesa dos trabalhadores, em virtude da recusa do Prefeito e por ter fechado todas as portas para o diálogo com os comerciantes do shopping popular. Quando você vê na imprensa que partidos estão saindo da base do governo, pode ter certeza que o fato principal é porque ninguém é recebido para conversar. Está insustentável conviver sem nenhum diálogo”, disse o petista.

Governo teme protesto convocado para agosto

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Política | Data: 13 jul 2015

Tags:, , ,

Por Josias de Souza

manifestantes--avenida-paulista

Operadores políticos de Dilma Rousseff temem que a deterioração dos índices de inflação e de desemprego potencialize a manifestação convocada por grupos que se opõem ao governo para o dia 16 de agosto. Nas palavras de um ministro, se esse protesto for nacional e expressivo, pode passar a “falsa impressão de que a sociedade endossa o discurso golpista da oposição.” Sem alarde, discute-se como lidar com a encrenca.

O ministro foi ouvido pelo blog na noite passada. Feita sob a condição do anonimato, a declaração é reveladora da dificuldade do governo para encontrar um tom adequado à crise. O uso do vocábulo “golpista” ecoa entrevistas de Dilma. Mas não orna com os fatos.

O que os antagonistas da presidente discutem é a destituição dela pelas vias legais. Tudo condicionado a eventuais decisões do TSE e do TCU. De resto, o debate não é exclusivo da oposição. Envolve setores da coligação governista, incluindo grupos do próprio PMDB, o partido do vice-presidente Michel Temer.

O que fragiliza a articulação anti-Dilma é a ausência de povo. Desde que as ruas voltaram para casa e as panelas pararam de soar, a aversão dos brasileiros à presidente tornou-se silenciosa. Manifesta-se apenas por meio das pesquisas de opinião.

No Datafolha mais recente, Dilma obteve uma taxa de aprovação de irrisórios 10%. No Ibope, apenas 9%. Daí o receio do governo. Dependendo do tamanho do ronco que o asfalto der em 16 de agosto, um domingo, os dados frios das sondagens pode ganhar uma expressão sonora difícil de ignorar.

Oposição estadual inicia reuniões em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 12 jul 2015

Tags:,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

IMG_1101

Herzem Gusmão recebeu em seu programa Resenha Geral, na Rádio Clube (FM 95,9), o deputado federal Antônio Imbassahy (PSDB) e o presidente da Câmara Municipal de Salvador, Paulo Câmara (PSDB). Os tucanos visitaram Vitória da Conquista no último sábado (11), onde participaram de encontros com oposicionista para discutir as eleições municipais na Bahia.

Um dos temas da conversa entre Herzem e Imbassahy foi a CPI da Petrobras, a qual o tucano é integrante. O deputado federal destacou sua importante atuação em Brasília, “contribuindo muito para investigar os escândalos envolvendo o PT”. Já o vereador soteropolitano destacou o excelente trabalho que o prefeito ACM Neto está fazendo na capital baiana. “Neto vem investindo em muitas obras. Num momento em que a classe política está desacreditada, Neto dá exemplo para o Brasil”, disse Câmara.

Presidente de honra do PCdoB participa de atividades em Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 12 jul 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1174

O presidente nacional de Honra do PCdoB, Renato Rabelo, participou de um café da manhã na sede do partido, em Vitória da Conquista. O encontro ocorreu na sede municipal do partido, na manhã desse sábado (11), com a presença dos deputados Estadual e Federal, Fabrício Falcão e Alice Portugal, respectivamente, além de vereadores da oposição local.

Durante um bate-papo com correligionários, Renato reafirmou a posição do PCdoB de candidatura própria no município em 2016. “Renovar é necessário. O PCdoB vai se apresentar com uma candidatura própria e este é o momento de levar adiante um programa político amplo e democrático. Entendemos que as alianças são importantíssimas, pois é necessário que se tenha o de mais representativo para que se possa governar”, afirma.

IMG_1114Renato Rabelo participou também do ato simbólico de restituição do seu mandato à presidência da União dos Estudantes da Bahia (UEB), no Campus da UFBA de Vitória da Conquista. A ditadura militar de 64 extinguiu as entidades estudantis e perseguiu seus dirigentes, impedindo que Renato Rabelo encerrasse seu mandato.

4 petistas baianos votam contra a reforma política proposta na Câmara

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Política | Data: 12 jul 2015

Tags:,

Tribuna da Bahia

downloadAprovado na última quinta-feira (09) na Câmara dos Deputados, em Brasília, o texto-base do projeto de lei que complementa a proposta de emenda à Constituição da reforma política foi apoiado pela maioria da bancada de deputados baianos no parlamento federal.

Apenas quatro parlamentares votaram contra: Afonso Florence, Moema Gramacho, Valmir Assunção e Waldenor Pereira, todos do PT. Um  acordo de líderes deixou a votação dos destaques ao texto para a próxima terça-feira (14). Se aprovado, o projeto da reforma segue para o Senado.

…Leia na íntegra

Aécio atropela Lula também no Ibope: 59% x 41%

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 11 jul 2015

Tags:, , , ,

Folha

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) venceria o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em um segundo turno caso as eleições presidenciais fossem realizadas hoje. A conclusão é da última edição da pesquisa Ibope, divulgada neste sábado (11) pelo jornal “O Estado de S. Paulo” e realizada na segunda quinzena do mês passado. No cenário em que enfrentaria o tucano, o petista teria 33% das intenções de voto contra 48% do senador.

Se levados em consideração os votos válidos, sem computar os brancos e nulos, Aécio teria 59% e Lula pontuaria 41%. Caso o candidato do PSDB fosse o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, a pesquisa mostra um empate técnico no segundo turno: o tucano teria 40% e o petista atingiria 39%.

O jornal não divulgou os resultados de uma disputa no primeiro turno. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos, para cima ou para baixo. O Ibope ouviu ao todo 2.002 eleitores em diferentes cidades do país.

Clique na imagem para ampliar.

Em junho, o Datafolha realizou simulação da eleição presidencial que mostrou também vantagem de Aécio sobre Lula caso o pleito nacional fosse realizado na época. Em um primeiro turno, o senador mineiro alcançou 35% das intenções de voto, contra 25% do petista. A margem de erro era também de dois pontos, para cima ou para baixo.

A ANÁLISE DO ESTADÃO 

Se disputasse hoje uma eleição presidencial contra o tucano Aécio Neves, Luiz Inácio Lula da Silva venceria apenas no eleitorado de menor renda e escolaridade, e em algumas das áreas geográficas que tradicionalmente votam no PT. O lulismo, além de menor, está menos diverso: em quase duas décadas, este é o momento em que o apoio ao ex-presidente mais se concentra na população mais pobre. …Leia na íntegra

‘Homem de Dilma’ na Eletrobras cobrou propina para a campanha de 2014, diz dono da UTC

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 11 jul 2015

Tags:, , ,

Revista Veja (online)

Por Daniel Pereira e Robson Bonin

Segundo a delação premiada do empreiteiro Ricardo Pessoa, negociação do contrato de construção da Usina de Angra 3 serviu para que Valter Luiz Cardeal, diretor da Eletrobras que tem livre acesso ao gabinete da presidente, cobrasse do consórcio de construtoras “doação” à campanha petista do ano passado

SINTONIA – O engenheiro Valter Cardeal, diretor da Eletrobras e braço-direito da presidente no setor elétrico: conluio com o tesoureiro João Vaccari Neto em Angra 3
SINTONIA – O engenheiro Valter Cardeal, diretor da Eletrobras e braço-direito da presidente no setor elétrico: conluio com o tesoureiro João Vaccari Neto em Angra 3 (Alan Marques/Folha Imagem/VEJA)

Quando era presidente, Fer­nan­do Henrique Cardoso cultivou a fama de exterminador de crises, que, dizia-­se, sempre saíam do Palácio do Planalto menores do que entravam. De Dilma Rousseff, fala-se exatamente o oposto. Centralizadora e avessa a negociações, a presidente semeou um quadro de recessão econômica e de derrotas no Congresso. Rejeitada por nove em cada dez brasileiros, ela também perde apoiadores no grupo de políticos e empresários que ditam o rumo do país. Até o ex-presidente Lula, seu mentor, lhe faz críticas cada vez mais contundentes. Com apenas seis meses de segundo mandato, Dilma está só, não exerce o poder na plenitude nem consegue mobilizar a tropa governista. De quebra, é acossada por investigações que podem destituí-la do cargo – entre elas, a Operação Lava-Jato, que esquadrinha o maior esquema de corrupção da história do país. Diante de uma conjuntura assim, a maioria dos governantes optaria por mais diálogo, sensatez e pés no chão. Dilma não. Ela reage à crise com argumentações destrambelhadas, otimismo exagerado e erros primários de avaliação. Pior: como de costume, alimenta a agenda negativa.

Na semana passada, a presidente, contrariando o mais elementar dos manuais de política, fisgou a isca dos adversários e abordou novamente em público a possibilidade de enfrentar um processo de impeachment. “Eu não vou cair, isso é moleza”, desafiou em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, na qual chamou setores da oposição de golpistas. A resposta foi imediata: “Tudo o que contraria o PT é golpe”, ironizou o senador Aécio Neves (PSDB). Nos regimes democráticos, a destituição de um mandatário depende de provas, do aval das instituições e do apoio da opinião pública (veja a reportagem na pág. 54). Em sua defesa, Dilma alega que jamais se locupletou de dinheiro sujo. Falta a essa versão o respaldo inequívoco dos fatos. VEJA teve acesso a mais um testemunho de que propina cobrada em troca de contratos – desta vez, no setor elétrico, a menina dos olhos de Dilma – abasteceu os cofres do PT em pleno ano eleitoral. Os operadores da transação criminosa foram o onipresente João Vaccari Neto, então tesoureiro do partido, e Valter Luiz Cardeal, diretor da Eletrobras, o “homem da Dilma” na estatal e um dos poucos quadros da administração com livre acesso ao gabinete presidencial. …Leia na íntegra

CPI do transporte coletivo já tem 5 assinaturas; faltam 2

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política, transporte | Data: 10 jul 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_0521

A bancada de oposição da Câmara de Vereadores está contando como certa a instalação da Comissão Especial de Inquérito (CEI – ou CPI) para investigar o transporte coletivo de Vitória da Conquista. Até o momento, a proposta já teve o apoio de cinco parlamentares, dos sete que é preciso para oficializar o pedido.

Em contato com o líder da Oposição, vereador Arlindo Rebouças (PROS), os vereadores da minoria – Álvaro Pithon (DEM), Edjaime Rosa – Bibia (PSDB), Hermínio Oliveira (SD) – terão o apoio do pastor Sidney Oliveira (PRB), o que totaliza cinco assinaturas. “Mas ainda vamos procurar os outros 16 vereadores e acredito que conseguiremos as sete assinaturas necessárias”, disse Rebouças, que também revelou que a postura do PCdoB nesse caso do transporte indica para um apoio à proposta.

Para formalizar o pedido, a bancada de oposição aguarda a entrega de documentos (Contrato da Viação Vitória, Edital de Licitação e Ata da Licitação) solicitados à Prefeitura sobre a licitação do Transporte Coletivo, realizada em 2013.

Companheiros!

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 10 jul 2015

Tags:, ,

 

– Via Nani. (postado no Josias de Souza)

Prefeito de Conquista está perdendo maioria na Câmara Municipal e força política

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 10 jul 2015

Tags:, , ,

da Redação

O prefeito Guilherme Menezes poderá perder a condição de escolher o candidato a prefeito de Vitória da Conquista em 2016

PrefeitoO prefeito Guilherme Menezes (PT) vive o seu pior momento na vida política da cidade de Vitória da Conquista. Eleito em 2012 conseguiu a façanha de assegurar para a Frente Conquista Popular 17 das 21 cadeiras existentes na Câmara de Vereadores. Logo no início de sua gestão, Menezes conquistou a vereadora Lúcia Rocha (DEM) e formou um poderoso bloco de situação com 18 vereadores.

Os últimos acontecimentos envolvendo a PMVC e a Câmara Municipal realçam a turbulência que atravessa a atual administração do prefeito. A imprensa vem dando conta que o Governo Municipal poderá perder a maioria que tinha. Até pouco tempo no legislativo municipal eram apenas 3 na oposição, e agora já são 8 com a chegada de Nelson de Vivi, Andreson Ribeiro e Joaquim Libarino, todos do PCdoB. Existem previsões que a bancada de oposição poderá contabilizar 12 cadeiras com a inclusão de Juvêncio da Saúde e Cícero Custódio, ambos do PV. A maioria para oposição seria sacramentada com a chegada do presidente da Casa, Gilzete Moreira e Adinilson Pereira, ambos do PSB.

Neste novo cenário, segundo especialistas e notícias de bastidores, o prefeito Guilherme Menezes perdendo musculatura – poderá perder a condição de escolher o candidato a prefeito de Conquista em 2016. Sua administração vem obtendo fraco desempenho na Educação, Saúde e Segurança Pública de acordo dados oficiais do MEC, Ministério da Saúde e Mapa da Violência. Outro entrave para a administração é a falta de diálogo reconhecida até pelos seus aliados.

Prefeito teria esquecido a espera que impôs ao presidente do PCdoB municipal

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 10 jul 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_0584

O prefeito Guilherme Menezes (PT) comentou, nessa quinta-feira (9), a saída do PCdoB de seu governo. Em sua fala, o atual chefe do Executivo municipal lamentou a decisão dos comunistas de Vitória da Conquista e também a falta de um diálogo prévio com a direção municipal do PCdoB.

“Eu lamento porque eu gostaria de ter participado de uma reunião com a direção do PCdoB local. Encontrei, por solicitação deles, com os secretários Elvio Dourado e Miguel Felício, que são pessoas históricas do PCdoB, e eles me convidaram para discorrer. Mas, da direção em si, não tivemos [diálogo], recebi uma correspondência”, declarou o prefeito.

Porém, o prefeito parece ter esquecido que o presidente do PCdoB municipal, o vereador Andreson Ribeiro, espera há mais de um ano por uma audiência com o chefe do Executivo. “O presidente do nosso partido, Andreson Ribeiro, tem um ano e dois meses com um ofício pedindo um diálogo, uma fala com o prefeito, e não foi atendido. Então, como podemos dizer que a relação estava a contento?”, relatou o vereador Nelson de Vivi, também do PCdoB.

Câmara aprova teto de doações de empresas a campanhas eleitorais

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 09 jul 2015

Tags:

Estadão

1436469889321

Em votação simbólica, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, 9, o texto-base da regulamentação da reforma política que determina, dentre outros pontos, o limite de doações de empresas a campanhas eleitorais. No entanto, desentendimentos entre os deputados sobre diversos itens do chamado texto infraconstitucional inviabilizaram a continuação da votação e as emendas só serão analisadas na semana que vem. Lideranças partidárias e o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), se reuniram nesta manhã para debater o relatório do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), lido ontem em Plenário.

Após o término do encontro, já estava claro que havia impasse em pontos-chave da redação e Maia foi obrigado a promover alterações em seu parecer para que os parlamentares aceitassem avalizar ao menos o texto principal hoje. “É um tema de 513 especialistas”, resumiu o líder do DEM, Mendonça Filho (PE), ao comentar as dificuldades de analisar a proposta.

Para garantir ao menos a aprovação do texto principal nesta quinta, Maia realizou alterações: reduziu o tempo de campanha no rádio e na televisão de 45 para 35 dias (a primeira versão do seu relatório previa um mês), o que gerou críticas de alguns deputados. “Para quem não tem recurso o instrumento principal para chegar ao eleitor é a televisão”, criticou a líder do PCdoB, Jandira Feghalli (RJ). O processo eleitoral também foi encurtado, de 90 para 45 dias. …Leia na íntegra

PV municipal pode anunciar saída do Governo dentro de um mês

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 09 jul 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

DSC_0652Após a saída do PCdoB da base do Governo municipal, outro partido pode anunciar a qualquer momento a ruptura com o PT local. O Partido Verde (PV), dos vereadores Juvêncio Amaral e Cícero Custodio, está analisando a possibilidade de compor o chamado bloco independente na Câmara Municipal.

Nesta quinta-feira (9), em entrevista ao BLOG DA RESENHA GERAL, o vereador Juvêncio admitiu que esta decisão pode sair em um mês, juntamente com a decisão de se lançar um candidato à Prefeitura Municipal. “Há uma recomendação do partido nacional de que tenhamos candidatos nas cidades com mais de 100 mil habitantes. Essa discussão está bastante avançada e devemos anunciar para a cidade dentro de 30 dias”.

Sobre a saída da base governista, mesmo a especulação de bastidores dando como certa, o parlamentar acredita que há tempo para discutir essa questão. “Fazemos parte desse governo há muito tempo, desde o início. Mas queremos manter o diálogo aberto com os diversos partidos e na hora certa vamos anunciar nossa posição. Ainda assim, acho que temos tempo”, declarou Juvêncio.

Campanha para prefeito deverá ter 2 meses, com tempo reduzido no Rádio/TV

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 09 jul 2015

Tags:, , , ,

da Redação

RADIO TV

O Senado, através de Comissão que discute reforma política, aprovou na noite desta quarta-feira (8) um projeto que reduz o tempo de campanha e proíbe o pagamento a cabos eleitorais. No texto, a campanha só começará no mês de agosto, eliminando os 31 dias do mês de julho. Outra mudança importante ficará por conta da redução do tempo de propaganda no Rádio/TV, com apenas 30 dias eliminando a metade de um mês – 15 dias.

O formato do programa eleitoral sofre também importantes alterações. Apoiadores do candidato ou apresentadores só poderão aparecer em 20% do tempo da produção de cada programa e serão vedadas “montagens ou trucagens, computação gráfica, desenhos animados e efeitos especiais”. As mudanças irão reduzir o custo das campanhas e fortalecer os debates no campo das ideias e projetos de governo.

A cidade de Vitória da Conquista possui duas emissoras de TV e sete emissoras de Rádio. O novo formato das edições dos programas exigirá mais dos candidatos que disputarão o pleito em 2016, tanto para a sucessão na Prefeitura, quanto para as 21 cadeiras na Câmara de Vereadores.

Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista dá bom exemplo para a Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política, Vit. da Conquista | Data: 09 jul 2015

Tags:, ,

da Redação

sessao_camara

O ano de 2015 tem sido promissor para a Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista. A formação da nova Mesa Diretora – sob a batuta do presidente Gilzete Moreira (PSB) -, sem fazer oposição sistemática e radical, devolveu a Casa altivez e a necessária independência. A regência do presidente tem sido firme em defesa dos interesses da coletividade. A nova postura independente dos vereadores encerra o ciclo dos “vereadores do prefeito”, como tem comentado Herzem Gusmão, apresentador do programa Resenha Geral.

Para que a Câmara Municipal chegasse ao estágio atual de alforria, foi necessária, desde o ano passado, a formação de blocos independentes. Este foi o primeiro grande sinal das mudanças, consagradas com a eleição da nova Mesa Diretora. O resultado de 14 a 7 obtido pela Mesa foi uma vitória acachapante e recado explicito ao prefeito Guilherme Menezes (PT) de que a postura dos edis mudou.

Em Salvador, o bom exemplo do parlamento municipal de Vitória da Conquista tem sido lembrado pelo deputado Herzem Gusmão (PMDB). “A Assembleia Legislativa da Bahia peca pela exacerbada subserviência ao Governo do Estado. São deputados do governador. Não são deputados do povo da Bahia”, declarou o parlamentar conquistense.

Governo já admite derrota no TCU e mobiliza aliados contra processo de impeachment

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 08 jul 2015

Tags:, ,

Revista Veja (online)

Primeira iniciativa foi tomada na terça-feira, com a convocação de ministros para explicar as ‘pedaladas fiscais’ no Congresso

A presidente Dilma Rousseff participa da cerimônia de lançamento do Plano Nacional de Exportações, no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), nesta quarta-feira (24)
Presidente Dilma Rousseff foi questionada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por supostas irregularidades das contas(Bruno Domingos/Reuters)

Ao avaliar que deve ser condenado no julgamento das contas do governo de 2014 pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em breve, o governo federal iniciou uma estratégia para tentar sensibilizar aliados a não apoiar eventual processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Congresso, decorrente da condenação. Numa proposta acertada com o Palácio do Planalto na segunda-feira, a operação do governo na Câmara e no Senado quer angariar apoios a uma eventual decisão desfavorável à petista.

A primeira iniciativa dos aliados ocorreu na terça-feira, com a aprovação de um requerimento para a formação de uma audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado com a presença do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, e do advogado-geral da União, o ministro Luís Inácio Adams, para explicar um dos principais pontos questionados pelo TCU nas contas de Dilma, as chamadas “pedaladas fiscais” – prática do Tesouro Nacional de atrasar de forma proposital o repasse de dinheiro para bancos públicos e também privados. …Leia na íntegra

Bahia: deputados do Governo aprovam LDO que corta investimentos na Educação, Saúde e Segurança Pública

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política | Data: 08 jul 2015

Tags:, ,

da Redação

Deputados governista rejeitam 4 emendas que aumentavam recursos na Educação, Saúde e Segurança Pública

ALBAA Assembleia Legislativa aprovou ontem a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o próximo ano. A LDO estabelece as bases para a elaboração do orçamento do Estado para 2016 e foi apreciada em dois turnos de votação. O Governo da Bahia, com folgada maioria de 44 deputados, aprovou o orçamento rejeitando as 4 emendas apresentadas pela oposição. A única emenda, denominada “emenda da transparência”, que deve ser obrigação de todos os gestores da coisa pública no Brasil, foi acatada.

As emendas que tinham como objetivo assegurar  investimento de 7% nas Universidades e mínimo de 1% do Receita Corrente Líquida (RCL) na Educação, Saúde e Segurança Pública foram derrubadas pelos deputados governistas. Posição criticada com veemência pelo deputado Luciano Ribeiro (DEM). Já o deputado Herzem Gusmão (PMDB), em vários discursos na Assembleia, tem lamentado que os deputados vem contribuindo com o enfraquecimento do legislativo estadual: “São deputados do governador. Não são deputados do povo da Bahia”.

PCdoB nunca recebeu reconhecimento do PT em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 08 jul 2015

Tags:, , ,

da Redação

CoraçãoO PCdoB cansou de ser preterido pelo prefeito Guilherme Menezes (PT). O apoio incondicional foi iniciado em 1992. No próximo ano, o PT completará 20 anos governando Vitória da Conquista e o PCdoB nunca conseguiu emplacar um vice nas diversas chapas majoritárias. Clóvis Assis (PSDB), José Raimundo (PT), Gilzete Moreira (PSB), Ricardo Marques (PV) e agora de novo o PSB com Joás Meira – todos se elegeram como vice-prefeito, condição negada ao PCdoB.

Outra prova do desprestígio do PCdoB junto ao prefeito Menezes foi o apoio do ex-vereador Vivi Mendes (PT), ao aliado que sempre integrou a Frente Conquista Popular, o deputado estadual Jean Fabrício na eleição de 2010. O apoio de Vivi custou a ele perseguição, retaliação e tentativa de expulsão do PT.

O presidente municipal do PCdoB, vereador Andreson Ribeiro, tem um ano e dois meses com um ofício pedindo um diálogo e até agora não foi atendido pelo prefeito. A decisão de entregar os cargos significa um decreto de rompimento que desfalca a Frente Conquista Popular nas eleições de 2016 na disputa pela Prefeitura Municipal.