H1N1: para vice-prefeito, imprensa criou desespero na população

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 27 abr 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC_1474A coletiva de imprensa convocada pela Prefeitura Municipal, na manhã desta quarta-feira (27), deveria se restringir a atualização dos casos ligados à gripe H1N1 e as doenças provocadas pelo mosquito Aedes Aegypti. Mas, infelizmente, também funcionou como uma sessão de descarrego do vice-prefeito Joás Meira. O segundo homem no alto escalão de comando do Executivo Municipal aproveitou o espaço para dar uma “lição” de jornalismo aos jornalistas.

A lição ocorreu no momento em que a secretaria de Saúde, Karine Brito, foi questionada sobre o fato de um homem armado ter entrado em um Posto de Saúde, no bairro Pedrinhas, e obrigado uma funcionária a aplicar a vacina contra a gripe, sem que o mesmo pertencesse ao grupo de risco da doença. O vice-prefeito, então, tomou a palavra e, deixando os altos números de mortes provocados pela H1N1 de lado, fez-se entender que casos como este só ocorre porque a imprensa cria um pânico na população.

“Tenho 30 anos como médico e a gente já acompanhou muita coisa e sobrevivemos. E por que sobrevivemos? Porque teve informação, teve cuidado, porque teve precaução. Quando o H1N1 começou, nem vacina tinha e não teve essa mortandade toda porque as medidas preventivas foram implantadas. Então, essa cultura alarmista da imprensa que tem que deixar de existir. Nós temos que ter uma cultura informativa. Nós não podemos descansar e achar que está tudo bem, mas não podemos também estar alarmados, desesperados e desesperando a população”, disse o vice-prefeito.

O que o médico Joás Meira se esqueceu de mencionar é que a população está preocupada porque está muito bem informada e sabe que, só no município em que ele é vice-prefeito, os casos notificados da H1N1 subiram de 10 para 27, entre 2015 e 2016 – destes 5 foram positivos, e resultaram em pelo menos uma morte, já que outras duas foram inconclusivas. O vice-prefeito também deixou de lado o fato da Campanha de Vacinação 2016 ter sido antecipada, contando com uma elogiável adesão da população – ao contrário do que ocorreu em 2015, quando a Campanha em Conquista teve de ser prorrogada por mais de um mês para atingir a meta de 80% estabelecida pelo Ministério da Saúde. Esta conscientização, definitivamente, não é mérito da Secretarias ou Ministério da Saúde.

Outro ponto esquecido pelo vice-prefeito é que os resultados dos exames de diagnósticos para H1N1 estão sendo realizados a toque de caixa. Ao contrario do que ocorrem com os diagnósticos da Dengue, Zika e Chikungunya – que, infelizmente, não estão ganhando o mesmo destaque da H1N1. Para se ter uma ideia, dos 2.354 casos de dengue notificados em Vitória da Conquista, 1.756 ainda aguardam o diagnóstico.

Então, desculpe em discordar, senhor vice-prefeito. Mas a população e a imprensa têm motivos de sobra para se preocupar.

Índice de infestação do Aedes aegypti em Conquista é 4 vezes maior do que o tolerável

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 27 abr 2016

Tags:, , , ,

Da Redação
foto: Rafael Gusmão

coletiva
Durante coletiva de imprensa realizada pela Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista, na manhã desta segunda-feira, os responsáveis pela pasta informaram que, de acordo com Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa), apresentou um índice de infestação do Aedes aegypti de 4,5.  Com esse número, o índice de infestação predial no município é quatro vezes maior do que o tolerável  Organização Mundial de Saúde, que deve ser no máximo de 1%.

O último levantamento, que é realizado a cada dois meses, é referente à primeira quinzena de abril. Na oportunidades, foram visitados pelos agentes de endemias 5.415 imóveis de 79 logradouros da zona urbana da cidade. Segundo os dados, a cidade encontra-se em estado de alerta para infestação do mosquito. Portanto, é muito importante que as pessoas continuem realizando ações para erradicar o Aedes aegypti.

Ainda segundo as informações divulgadas na coletiva de imprensa, em 2016, foram notificados 2.354 casos de dengue, sendo 437 positivos, 156 negativos e 5 inconclusivos. Em relação à Zika, 17 casos notificados, sendo 3 positivos e 14 aguardando resultado. Também foram notificados 209 casos de chikungunya, sendo 2 deram negativos e 207 aguardando resultado.

Os números relacionados às três doenças nestes primeiros quatro meses do ano já são maiores dos que os casos notificados em todo o ano de 2015. Até dezembro do ano passado, por exemplo, foram notificados 603 casos suspeitos de dengue, dos quais 342 foram positivos.

Secretaria de Saúde garante que não faltará vacina contra gripe

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 27 abr 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Rafael Gusmão

DSC_1463

Nesta quarta-feira (27), a Secretaria Municipal de Saúde realizou uma coletiva para esclarecer duvidas a respeito dos casos relacionados ao mosquito Aedes Aegypti e Influenza A H1N1 em Vitoria da Conquista.

Nestes quatro primeiros meses de 2016, foram notificados 2.354 casos de dengue, sendo 437 positivos, 156 negativos e 5 inconclusivos. Com relação a chikungunya, foram 17 casos notificados, 3 positivos e 14 aguardando. Já a zika foram 209 notificados, 2 negativos e 207 aguardando.

O balanço da gripe H1N1 permanece praticamente estável. Ao todo, em Vitória da Conquista, foram notificados 27 casos, sendo 5 positivos, com 1 óbito, 8 negativos, 2 inconclusivos e 12 aguardando resultado.

Em sua fala, a secretária de Saúde, Karine Brito, falou do mutirão que está sendo feito visando o Dia D de vacinação contra a gripe H1N1, que acontece no próximo sábado (30). “Até o momento, nós vacinamos 50% do público alvo. E acreditamos que vamos atingir a meta de mais de 70 mil pessoas vacinadas no grupo de risco”.

Com a palavra: o Leitor

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 26 abr 2016

Tags:, , ,

Mãe questiona baixa quantidade de senhas distribuídas para vacinação contra gripe

Leatrice Ferraz

DSC_1248

Gostaria que a Prefeitura de Vitória da Conquista explicasse o motivo do posto de saúde Régis Pacheco distribuir apenas 200 senhas para a vacinação no dia de hoje?

Se há vacina, por que deixam mães com bebês de colo, idosos, crianças pequenas, pessoas com problemas de saúde e outros cidadãos saírem de suas casas e não receberem o atendimento do serviço PÚBLICO?

Isso é um “coloio” com a rede privada, desorganização ou incompetência mesmo?

Será que vou ter que sair 5h da manhã com um bebê e ficar em uma fila por horas porque vocês não têm o mínimo respeito por quem mora nessa cidade?

Se o posto “funciona” em horário comercial, atenda durante o horário de funcionamento.

Isso não é um favor; é uma OBRIGAÇÃO!!!!

Secretaria de Saúde atualiza números de H1N1 em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 25 abr 2016

Tags:, , ,

Da Redação

H1N1De acordo com a Secretaria de Saúde, em Vitória da Conquista, até esta segunda-feira (25),  foram notificados 24 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), sendo 3 positivos para Influenza A-H1N1 (1 óbito e 2 altas hospitalares), 8 negativos, 2 inconclusivo e os demais aguardando resultado.

No dia 14 de abril, ainda segundo a Secretaria de Saúde, na cidade havia sido registrados 18 casos suspeitos de SRAG, ou seja, em dez dias, houve um aumento de seis notificações.

Vacinação

Nesta segunda, as unidades de saúde do município começaram a receber o segundo lote da vacina contra a gripe. A campanha de vacinação teve início na segunda, 18 de abril, acompanhando a decisão da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) de antecipá-la, e segue até o dia 20 de maio. No próximo sábado, 30, será o Dia D, que acontece em todo o Brasil.

Vacinação contra gripe recomeça na segunda (25)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 23 abr 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

vacinação gripeApós três dias de interrupção, devido o fim do estoque de doses, as ações da Campanha de Vacinação Contra Gripe será reiniciada nesta segunda-feira (25). As 17 mil novas doses chegaram nessa sexta (22), conforme anunciado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) e já estão sendo distribuídas para as 41 salas de vacinação que existem no município.

Com a chegada desse novo lote, sobe para 55% a oferta da vacina em Vitória da Conquista. O restante das doses devem chegar na próxima semana, para o dia “D”, previsto para acontecer no próximo sábado (30).

O estoque de 21 mil doses, enviados para a antecipação da Campanha, foi zerado já nos dois primeiros dias de ação.

Campanha já vacinou 21 mil contra a gripe em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 22 abr 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

650x375_vacinacao_1516115

Cerca de 21 mil pessoas já foram imunizadas contra a gripe em três dias de campanha de vacinação em Vitória da Conquista, segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). O quantitativo representa 30% do público-alvo – a meta é imunizar 80% de pouco mais de 81 mil pessoas.

Conforme a SMS, Conquista recebeu da Secretaria estadual da Saúde (Sesab), pouco mais de 21 mil doses da vacina contra a gripe, equivalente a 30% da população-alvo da campanha, que segue até 20 de maio. O estoque foi zerado já nos dois primeiros dias da Campanha. “Agradecemos essa adesão maciça da comunidade com relação à vacina já nos primeiros dias, diferente do que aconteceu em anos anteriores”, enfatizou a secretária de Saúde, Karine Brito.

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) confirmou o envio de mais 17 mil doses de vacina, o que corresponde a mais 25% do total, para Vitória da Conquista, até sexta-feira (22). A partir de segunda (25), elas vão ser distribuídas para as 41 salas de vacinação do município.

Ainda de acordo com a Sesab, os outros 45% restantes das doses chegarão para o dia “D”, que acontece no próximo sábado (30).

Foto de maqueiro cantando para paciente em hospital causa comoção nas redes

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Saúde | Data: 21 abr 2016

Tags:, ,

EXTRA

 

maqueiro

 

A imagem comovente de um maqueiro segurando uma idosa no colo tem emocionado usuários do Facebook. A foto foi publicada pela operadora de telemarketing Ingrid Velame e mostra o homem cuidando da senhora, que parece frágil como um bebê.

Na legenda, Ingrid narra o que aconteceu. Ela diz que visitava uma amiga em um hospital de Salvador, na Bahia, quando a idosa de 86 anos, que estava no leito ao lado, começou a sentir dores. Foi quando o funcionário chegou para levar outra pessoa para fazer um exame.

“Ele viu toda a situação e saiu na mesma hora, conseguiu o colchão especial pra senhora’, conta a internauta. “(Ele) ainda pegou a senhora no colo e cantou uma linda canção pra ela, pra ela se acalmar enquanto sua nora trocava o colchão”, contou.

Nos comentários da publicação, Ingrid contou ainda que já conhecia o maqueiro e que ele sempre se mostrou solidário aos pacientes da unidade.

“Esse mesmo rapaz, meses atrás, me ajudou muito quando sofri meu acidente, foi mais um anjo na minha vida. Homem bom”, elogiou.

A bela imagem se tornou viral, com mais de 78 mil compartilhamentos.

 

H1N1: profissionais da saúde recebem capacitação

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 20 abr 2016

Tags:, ,

Da Redação
foto: divulgação Secom PMVC

DSC_5962Para reforçar o trabalho de identificação dos casos de H1N1 (vírus Influenza A) em Vitória da Conquista, a Secretaria de Saúde promoveu nesta quarta (20) um curso de capacitação para os profissionais de saúde que atuam nas unidades públicas e particulares da rede hospitalar da cidade. A atividade teve como principal objetivo abordar como se deve realizar o procedimento de coleta de amostra para análise.

Durante o encontro, realizado no auditório do Hospital Samur,  após um momento inicial de conteúdo teórico, os participantes puderam presenciar uma demonstração prática do procedimento. Com a capacitação, espera-se que haja mais agilidade na coleta e, consequentemente, um diagnóstico mais rápido.

Tendo profissionais aptos a fazer a coleta, e munidos com os materiais necessários para isso, os próprios hospitais poderão realizar o procedimento e enviar as amostras ao Laboratório Central local. Até então, a Coordenação Municipal de Vigilância Epidemiológica encaminha à unidade hospitalar um profissional para coletar amostras do paciente e enviá-las ao Laboratório Central que, por sua vez, encaminhará o material ao Laboratório Central da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, em Salvador.

Vitória da Conquista: casos de dengue em uma semana são números acumulados, diz coordenadora

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 20 abr 2016

Tags:, ,

Por Bruna Goulart

MosquitoA coordenadora municipal de controle de endemias, Poliana Gusmão, explicou que o fato de terem sido notificados 400 casos suspeitos de dengue em apenas uma semana em Vitória da Conquista não significa exatamente que os casos se deram nesse período de tempo. Segundo ela, são números represados que entraram de uma só vez no sistema da Secretaria de Saúde, e que por isso dão a sensação de que o número de casos de dengue cresceu rápido. Até o dia sete de abril, Vitória da Conquista havia registrado dois mil e 200 casos suspeitos de dengue.

329 foram confirmados e mais de mil e 700 aguardam exames de laboratório. A melhor maneira de combater a dengue e as outras doenças transmitidas pelo aedes aegypti, que são a febre chikungunya e o vírus zika, é impedir que o mosquito nasça. Para isso, basta que você, além de não deixar o lixo acumular em casa, retire objetos que podem acumular água. Para saber mais sobre o mosquito e as doenças que ele transmite, acesse a página combateaedes.saúde.gov.br.

Novas doses da vacina contra gripe chegará a Conquista na próxima sexta (22)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 19 abr 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_0019

O medo da contaminação pelo vírus Influeza A-H1N1 fez com que muita gente corresse para os postos de saúde já no primeiro dia da Campanha de Vacinação Contra a Gripe. Em Vitória da Conquista, as longas filas se formaram nas unidades de saúde e a dose da vacina ficou escassa.

Como mostrou o BLOG DA RESENHA GERAL, ainda nessa segunda-feira (18), muitas pessoas que se enquadram no público alvo da campanha não encontraram a vacina. No Centro de Saúde Régis Pacheco, por exemplo, o estoque de 1.500 doses acabou em um único dia. Nesta terça (19), a unidade recebeu mais 600 doses e não deu para suprir a procura.

Através de nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que a Secretaria Estadual de Saúde decidiu antecipar a campanha de vacinação e enviou 30% do total previsto de doses, “como aconteceu nos demais municípios do estado”. A Secretaria também destacou que “já solicitou nova remessa ao Núcleo Regional de Saúde” e “receberá a quantidade necessária para cumprir a meta de cobertura vacinal [71 mil pessoas] até o dia 20 de maio”.

Já a Secretaria Estadual de Saúde confirmou que os municípios não receberam todo o quantitativo para a campanha. E garantiu que, “no caso de Vitória da Conquista, mais 20% do quantitativo estará sendo entregue na próxima sexta-feira.

 

Já falta vacina contra gripe H1N1 em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 19 abr 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Rafael Gusmão

DSC_1248

Um dia após o início da Campanha de Vacinação Contra a Gripe, a maioria dos postos de saúde de Vitória da Conquista já não tem mais doses para imunização. Nesta terça-feira (19), houve quem procurou a vacina e não encontrou.

A reportagem do BLOG DA RESENHA GERAL esteve em três postos de Saúde do município. Nos bairros Panorama e Jardim Guanabara fomos informados da ausência das vacinas. As doses só foram encontradas no Posto de Saúde Régis Pacheco, localizado na Av. Otávio Santos – onde novas filas se formavam em busca da vacina. Muitos leitores que se enquadram no público alvo da campanha relataram à nossa equipe que foram aos postos de saúde no turno da tarde e saíram sem receber a dose da vacina.

A explicação pode estar no alto número de pessoas que foram às Unidades Básicas de Saúde na segunda (18) e no baixo estoque encaminhado pela Secretaria Estadual de Saúde aos municípios.

Na manhã de ontem, a equipe de reportagem do BRG esteve em vários postos registrando as grandes filas. Enfermeiros de alguns postos relataram que, somente no turno da manhã, 400 pessoas já tinham sido imunizadas.

Para o início da campanha, que foi antecipada, Vitória da Conquista recebeu 30% do total das doses que o município vai receber até o fim da campanha. As novas remessas serão enviadas pelo Ministério da Saúde ao longo da campanha, no entanto, não há informações de quando isso ocorrerá.

Faculdade realiza ação contra o Aedes aegypti nas ruas de Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 18 abr 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC_0113

Alunos e professores da Faculdade Maurício de Nassau realizaram, no sábado (16), uma ação de combate ao mosquito Aedes aegypti. Participaram da ação, discentes dos cursos de Enfermagem, Fisioterapia e Farmácia.

A programação inicialmente foi ministrada pela coordenadora dos cursos de saúde da instituição, Michella Macedo, que instruiu os alunos sobre as formas de combate ao mosquito. Na sequência, eles foram aplicar as medidas preventivas na comunidade, no terminal de ônibus da cidade.

Segundo a Michella,“diante do cenário [de alto nível de infestação do Aedes aegypti], é importante a própria sociedade civil auxiliar no processo de sensibilização e mobilização no combate ao vetor junto à comunidade. Por isso nós estamos nos envolvendo nesta causa”.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, em Vitória da Conquista já foram notificados desde o início do ano cerca de 2,2 mil casos suspeitos de dengue. Sendo 185 casos suspeitos de zika vírus,e 10 casos suspeitos de chikungunya na cidade.

Postos de Conquista têm manhã movimentada em dia de vacinação contra gripe

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 18 abr 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

DSC_1256

Os postos de saúde de Vitória da Conquista tiveram uma manhã movimentada nesta segunda-feira (18), no primeiro dia da Vacinação contra a Gripe. Crianças de 6 meses a 5 anos incompletos, idosos e gestantes integram o grupo que começou a ser atendido nesta segunda.

No Centro, a Unidade de Saúde Régis Pacheco teve grande movimento. Antes mesmo dos postos abrirem, às 8 horas, já havia pessoas à espera nas unidades de atendimento. As filas dobravam os quarteirões.

DSC_1241

E a expectativa é de que o movimento aumente novamente no final da tarde, no horário em que as crianças saem das aulas. A vacinação ocorre nos postos de saúde, diariamente, das 8 horas às 17 horas. O Dia “D” da campanha permanece 30 de abril.

DSC_1260

A Secretaria Estadual da Saúde decidiu antecipar campanha nesta semana, que para o resto do país começa só dia 30 de abril, devido ao surto de gripe H1N1. Em Vitória da Conquista já foram confirmados 3 casos para Influenza A-H1N1 (2 com altas hospitalares); além de duas mortes, 1 confirmada e outra inconclusiva.

A cobertura visa abranger um público estimado de mais de 71 mil pessoas. A meta da Secretaria de Saúde é vacinar 80% deste público até o dia 20 de maio.

Confira a relação de grupos prioritários que serão atendidos:

  • crianças de 6 meses a menores de 5 anos;
  • gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz recentemente);
  • trabalhador de saúde;
  • povos indígenas;
  • indivíduos com 60 anos ou mais de idade;
  • população privada de liberdade;
  • adolescentes e jovens que estão cumprindo medidas socioeducativas;
  • funcionários do sistema prisional;
  • pessoas portadoras de outras condições clínicas especiais (doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica, doença neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias).

 

Campanha de vacinação contra a gripe H1N1 começa nesta 2ª feira em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 17 abr 2016

Tags:, ,

da Redação

Com informações da PMVC

vacinagripeNesta segunda, 18, a Prefeitura de Vitória da Conquista dará início a Campanha de Vacinação contra a Influenza. A vacina protege contra a gripe e os três tipos de vírus em circulação, incluindo o H1N1.

A cobertura visa abranger um  público estimado de mais de 71 mil pessoas. A meta da Secretaria de Saúde é vacinar 80% deste público até o dia 20 de maio.

As unidades de saúde estão abertas à vacinação das 8 horas  às 17 horas. O Dia “D” da campanha permanece 30 de abril.

Confira a relação de grupos prioritários que serão atendidos:

  • crianças de 6 meses a menores de 5 anos;
  • gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz recentemente);
  • trabalhador de saúde;
  • povos indígenas;
  • indivíduos com 60 anos ou mais de idade;
  • população privada de liberdade;
  • adolescentes e jovens que estão cumprindo medidas socioeducativas;
  • funcionários do sistema prisional;
  • pessoas portadoras de outras condições clínicas especiais (doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica, doença neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias).

 

Acontece neste sábado o Dia D de vacinação contra a raiva

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 16 abr 2016

Tags:, , , ,

Da Redação

DSC02490
Neste sábado (16), acontece o dia “D” da campanha de vacinação contra a raiva. Donos de cães e gatos devem levar seus animais de estimação para receber a imunização.

A vacinação acontece nas unidades de saúde das zonas urbana e rural – com exceção do Centro de Saúde Régis Pacheco. Os moradores da área de abrangência do Centro de Saúde, devem procurar o posto de vacinação que será instalado na Praça do BNH, na Avenida Olívia Flores.

Na Zona Urbana, as unidades ficarão vacinando até às 17 horas e na Zona Rural os postos de saúde ficarão abertos até às 16 horas.

A expectativa é que 80% dos cães e gatos do município, que atualmente correspondem a 62.256 animais, sendo 51.030 cães e 11.226 gatos.

Clínica chegou a utilizar 100 doses da vacina contra H1N1 em uma única manhã

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 15 abr 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais
fotos Rony Cley

IMG_0731

A procura por imunização contra o vírus Influenza A-H1N1 está sendo muito alta nas clínicas particulares, que atendem as pessoas que não são o público alvo da campanha do SUS. Somente em uma clínica local, 100 doses da vacina foram utilizadas em uma única manhã. E a procura não para.

IMG_0732“As pessoas estão chegando na clínica às 5 horas da manhã e nós abrimos às 8 horas”, conta a enfermeira Aline Prado, da Clínica Vacinnar. Ainda segundo a enfermeira, diariamente passam pela clínica 300 a 400 pessoas em busca da vacina, “fora os telefonemas que a gente não para de receber”.

No entanto, a maioria dos que vão ao local acabam saindo frustrados. Aline conta que a oferta é muito pequena diante da procura. “Infelizmente, em todo o Brasil as clínicas estão com dificuldade de adquirir essas vacinas e a gente não consegue acompanhar essa demanda. Não por falta de estrutura, mas porque não estamos conseguindo comprar a vacina em nenhum dos nossos fornecedores”.

No último ano, a clínica adquiriu uma média de 300 doses, o que supriu a demanda entre os meses de abril e dezembro. Mas, esse ano, 200 doses acabou em pouco tempo. Esta corrida em busca pela vacina se explica pelos altos números de casos suspeitos e confirmados de infecção pelo vírus H1N1. A orientação da enfermeira é que as pessoas liguem e agendem o atendimento. “Mas visamos que uma nova remessa da vacina só chega na próxima quarta-feira (20)”, conclui Aline.

Registros

Em Vitória da Conquista, até essa quinta (14), foram notificados 18 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), sendo 3 positivos para Influenza A-H1N1 (2 com altas hospitalares), 4 negativos, e os demais aguardando resultado. Além de duas mortes, 1 confirmada e outra inconclusiva.

Vacinas contra gripe H1N1 começam a chegar na Rede Pública de Saúde

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 15 abr 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_0019Um caso inconclusivo e outro confirmado, que terminou em morte: este saldo é mais do que suficiente para que as poucas doses da vacina contra o H1N1 sejam alvo de uma grande disputa nas clínicas particulares de Vitória da Conquista. Em uma das clínicas tem gente de campana esperando o medicamento, que só deve chegar na próxima semana.

“Já solicitamos do laboratório uma nova remessa, que deve chegar na quarta-feira (20). Mas, pela alta procura, só estamos atendendo com agendamento. Mesmo assim, tem muita gente que está nos procurando para tomar a vacina e os telefones não param”, conta a enfermeira da Clínica Vacinnar, Aline Prado.

Já na rede pública, mais de 20 mil doses chegaram ao município e estão sendo distribuídas para os postos de saúde. Esses lotes estarão disponíveis a partir da próxima segunda-feira (18), primeiro dia da campanha antecipada de vacinação.

A meta do município é vacinar mais de 71 mil pessoas dentro do publico alvo da campanha. “As vacinas começaram a chegar hoje e serão disponibilizadas gratuitamente para gestantes, puérperas, adultos com idade maior que sessenta anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores de saúde, povos indígenas, população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis”, explica a coordenadora de imunização.

Secretaria de Saúde confirma primeira morte por H1N1 em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 14 abr 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_0046Nesta quina-feira (14), a Secretaria Municipal de Saúde de Vitória da Conquista confirmou a primeira morte em decorrência da gripe H1N1. A morte foi da jovem Thailane Souza (foto), de 23 anos, que faleceu na madrugada desta terça (12), no Hospital de base.

“A conclusão é da Coordenação de Vigilância Epidemiológica após realizar investigação nos prontuários dos hospitais nos quais a paciente esteve internada e entrevista com os familiares e obter esclarecimentos com a médica infectologista da rede municipal. A única conclusão que o laudo não aponta é a causa primária do óbito, se foi por H1N1 ou pneumonia”, aponta a Secretaria da Saúde.

Em nova atualização, o número de casos de Influenza A-H1N1 passa para 3 casos confirmados, sendo um óbito. Em Vitória da Conquista, até hoje, foram notificados 18 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), sendo 3 positivos para Influenza A-H1N1 (2 com altas hospitalares), 4 negativos, 1 inconclusivo e os demais aguardando resultado.

A Secretaria de Saúde solicita que as pessoas que estiverem com dor no peito, falta de ar e febre alta repentina, procurarem imediatamente a rede hospitalar.

A campanha de vacinação contra a gripe para o público-alvo definido pelo Ministério da Saúde começa na próxima segunda (18).

Sobe para 4 o número de casos da H1N1 em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 13 abr 2016

Tags:, , , ,

Da Redação

H1N1A Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista atualizou os números relacionados ao vírus Influenza A – H1N1 na cidade. De acordo com comunicado realizado nesta quarta (13) no site institucional da prefeitura, subiu para quatro o número de casos da doença registrados em solo conquistense.

Até esta quarta, foram notificados 22 casos suspeitos, sendo 4 positivos, 4 negativos, 1 inconclusivo e os demais aguardam resultado. Desse total, “18 casos são de Vitória da Conquista e 4 de municípios da região. Além disso, dos 4 positivos, 2 são de Conquista e já receberam alta hospitalar e passam bem”.

Os números são bem superiores aos registrado em todo o ano de 2015, quando foram notificados 10 casos suspeitos e nenhum se confirmou.

A população deve ficar atenta aos sintomas da doença, que são febre, tosse, dor de garganta, calafrios e dores pelo corpo. Os pacientes com sintomas da H1N1 podem ser atendidos desde a Unidade de Saúde mais próxima de casa, até em unidades hospitalares, a depender do nível de comprometimento respiratório.

Atenção! Para evitar a doença, é importante manter as mãos sempre limpas, lavando-as com água e sabão ou utilizando álcool em gel. Outra medida de prevenção é a vacina contra a gripe. A previsão é que ela esteja disponível nos postos e unidades de saúde da cidade a partir do dia 18 de abril.