CDL, Pró-Conquistas e o Conselho Consultivo vão apresentar propostas para abertura do comércio no centro da cidade

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Vit. da Conquista | Data: 08 Maio 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

da Redação com informações da Secom

Secretário da Administração, Kairan Rocha foi o mediador do encontro

Na manha desta 5ª feira (7), aconteceu a primeira reunião do Comitê de Representação Civil e Institucional, criado para fortalecer o diálogo da Prefeitura com a sociedade civil organizada e segmentos empresariais da cidade.

Projetos

Membros do comitê apresentaram demandas, a exemplo da CDL, Movimento Pró-Conquista e Conselho Consultivo, que para enfrentamento da pandemia, vão apresentar projetos para avaliação da Prefeitura, em defesa da liberação do comércio varejista e atacadista de confecções, calçados, bijouterias, armarinhos, livrarias, dentre outros.

A CDL foi representada na reunião por Marcos Alberto de Oliveira das Virgens, já o Movimento Pró Conquistas foi representado pelo presidente Itamar Figueredo dos Santos, e coube ao médico Uagnis Souza representar o Conselho Consultivo.

Avaliação

As propostas serão submetidas ao CGC – Comitê de Gestão de Crise do coronavírus, e na próxima reunião, marcada para 5ª feira (14), na próxima semana, sairá a decisão de acatar ou não os projetos.

Confira o que funciona em Vitória da Conquista de atividades comerciais consideradas como de natureza essencial:

  • serviços de saúde, farmácias, óticas, assistência médica e hospitalar;
  • hipermercados, supermercados, mercados, feiras livres, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas, centros de abastecimento de alimentos, frigoríficos, granjas e todas os demais estabelecimentos relacionados a cadeia produtiva de gêneros alimentícios;
  • lojas de conveniência;
  • clínicas veterinárias, lojas de venda de alimentação para animais e de produtos indispensáveis para produção agropecuária, prevenção, controle de pragas dos vegetais e de doença dos animais.
  • distribuidores de gás;
  • lojas de venda de água mineral;
  • lavanderias
  • padarias;
  • geração, transmissão e distribuição de energia elétrica;
  • tratamento e abastecimento de água;
  • captação e tratamento de esgoto e lixo;
  • processamento de dados ligados a serviços essenciais;
  • segurança privada;
  • serviços funerários;
  • bancos, lotéricas e cooperativas de crédito;
  • postos de combustível e lava rápidos;
  • Lojas de material de construção, vidraçarias, marmoraria, serrarias, serralharias e todos os demais estabelecimentos relacionados a cadeia produtiva da construção civil;
  • Lojas de auto peças, borracharias, oficinas mecânicas e demais estabelecimentos relacionados a manutenção de veículos automotores;
  • Concessionárias de veículos;
  • Hotéis e pousadas;
  • outros que vierem a ser definidos em ato expedido pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos ou Secretaria Municipal de Saúde.

Os comentários estão encerrados.