Começar de Novo: projeto de ressocialização de apenados recomeça no próximo dia 17

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 05 ago 2021

Tags:,

A partir do dia 17,  começa a segunda etapa do Projeto Começar de Novo, realizado pela Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio de convênio com a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (Saep) e o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ – BA), com o objetivo de promover a ressocialização de apenados por meio do trabalho. Ontem (4), os ajustes finais para o retorno foram feitos em reunião entre representantes do Governo Municipal e da Seap, na Secretaria de Governo, localizada na Prefeitura da Zona Oeste.

O projeto é pioneiro no estado e tem servido como modelo para outros municípios, como Feira de Santana. A princípio, para esta nova edição, serão selecionados 50 internos do regime semiaberto, do Presídio Nilton Gonçalves, para atuar em áreas da administração municipal que requerem atividades laborais específicas e que possuem defasagem de mão de obra. “Eles deverão atuar sobretudo em projetos e programas ligados à Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Semagri), como o Palmas para Conquista e o Umbu Gigante, uma vez que a secretaria de agricultura precisa de mão de obra para lidar no campo”, enfatiza a secretária de Governo, Geanne Oliveira.

Além de serem remunerados, os participantes adquirem conhecimento técnico para atuação no mercado de trabalho após cumprirem a pena. Na próxima quinta-feira (12) serão entregues os uniformes aos participantes. “Eles estarão atuando nas estradas, no Programa Palmas para Conquista e na roça de umbu gigante. Este governo, que tem como lema “uma cidade feita para pessoas”, entende que o papel ideal para o detento é a sua ressocialização”, complementa Geanne.

Para a assistente social do Conjunto Penal Nilton Gonçalves, Carlene Araújo, o programa representa um grande benefício para toda a sociedade. “Todas as instituições que compõem o projeto já estão alinhadas para levar adiante mais uma edição. O Começar de Novo é muito importante para preparar o detento, que está no período final de sua pena, para a volta à sociedade”, explica Carlene.

Durante a primeira etapa do Começar de Novo, iniciada em 2018, os apenados plantaram pelo Programa Palmas para Conquista, mais de 10 hectares da espécie que foram distribuídos entre pequenos agricultores. O programa também contribuiu para a redução dos índices de violência na cidade, com a ressocialização de mais de 80% dos participantes.

Os comentários estão encerrados.