Confira o boletim semanal sobre os casos confirmados de Dengue, Zika e Chikungunya em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 15 jun 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-04-27-at-15.51.14-1024x190.jpeg

Secom/PMVC

Durante a última semana, foram notificados 213 novos casos de pessoas com suspeita de Dengue, Zika e Chikungunya em Vitória da Conquista. De acordo com o Boletim informativo da 24ª semana epidemiológica, o Centro de Controle de Endemias registrou 4.151 notificações de janeiro a 12 de junho de 2020. Dessas, 168 pessoas receberam resultado positivo na última semana para uma das doenças.

Dengue – Subiu para 712 os casos confirmados de Dengue, do total de 3.284 pessoas notificadas com suspeita. 1.562 pessoas ainda aguardam resultado laboratorial, 121 pessoas tiveram resultados descartados e 886 apresentaram diagnóstico inconclusivo em relação à doença. Além disso, três pacientes, que eram residentes do município, faleceram por dengue grave hemorrágica.

Zika – Foram feitas 521 notificações de pessoas com suspeita da doença. Na última semana o Lacen Estadual não foi divulgou nenhum novo resultado laboratorial dos casos suspeitos de Zika, portanto, se manteve o número de sete pessoas que testaram positivo, 37 que tiveram resultados negativos e 103 apresentaram diagnóstico inconclusivo em relação à doença. Outras 374 pessoas seguem aguardando resultado laboratorial.

Chikungunya – 346 casos suspeitos foram notificados no município. Subiu para 14 o número de casos confirmados para esta doença e 332 pacientes ainda aguardam resultado laboratorial.

O aumento no número de ocorrências de casos durante este ano de 2020 já era previsto pelo Ministério da Saúde desde 2019, que sinalizou um aumento significativo de notificações de Dengue, Zika e Chikungunya no Nordeste, por conta do vírus do tipo 2 que está em circulação. Esse tipo ainda não havia circulado por aqui e, por isso, uma vez que as pessoas não tiveram contato com ele, a possibilidade de contaminação é grande.

Todos juntos contra o mosquito – A Prefeitura está com as atividades de controle e prevenção intensificadas. Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, os agentes de endemias continuam realizando ações educativas e de orientação com os moradores, além das visitas aos terrenos baldios e residências que possuem acesso pela lateral, mantendo sempre uma distância segura de, pelo menos, dois metros do morador – evitando a entrada no interior dos imóveis, conforme orienta o Ministério da Saúde.

Além disso, o veículo fumacê segue realizando pulverização de inseticida a Ultra Baixo Volume (UBV), até o dia 27 de junho, em 12 localidades do município que registraram o maior número de notificações de casos de pessoas contaminadas por arboviroses (Dengue, Zika ou Chikungunya) nos últimos 15 dias.

Mas, nessa luta, o trabalho de cada morador é essencial para eliminar qualquer foco de água parada que dê condições ideais para a reprodução do mosquito Aedes aegypti. Portanto, mantenha o seu quintal sempre limpo e em caso de sintomas de febre, dores articulares, dores abdominais e ao redor dos olhos, diarreia ou a presença de manchas avermelhadas pelo corpo, procure atendimento médico na unidade de saúde mais próxima de casa.

A população também pode entrar em contato com o Centro de Controle de Endemias para fazer denúncias ou solicitar a visita dos agentes de endemias, por meio do número: (77) 3429-7421.

Os comentários estão encerrados.