Conquista: secretarias municipais desenvolvem ações setoriais e integradas no enfrentamento da pandemia

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 13 abr 2021

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_blog_728x90px_SEVILHA_PEL-1.gif

A Prefeitura de Vitória da Conquista tem realizado um trabalho incisivo e constante no enfrentamento da Covid-19 desde fevereiro do ano passado que tem se intensificado neste ano, na gestão da prefeita Sheila Lemos, para quem, garantir a imunização da população é prioridade absoluta. Neste sentido, o município aderiu ao consórcio nacional de prefeituras para adquirir vacinas.

Até a segunda-feira (12), as equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) já haviam vacinado 44.745 conquistenses com a primeira dose da vacina contra a Covid-19, na zona urbana e rural do município. O total equivale a 13% da população e a 99% das doses recebidas.

No período de pouco mais de 100 dias, também foram executados 19.900 testes de auxílio diagnóstico da Covid-19, sendo 13.480 deles de pesquisa de antígenos, e outros 6.420 testes rápidos de anticorpos. Destes testes, 11.083 foram viabilizados pelo Call Center da Secretaria de Saúde. A Vigilância Sanitária, por sua vez, realizou 345 inspeções em estabelecimentos comerciais, para fiscalizar o cumprimento dos protocolos de segurança.

População vulnerável – A atuação da Prefeitura de Vitória da Conquista no controle da pandemia envolve as diversas secretarias, cada uma em sua área de atuação e com ações integradas. A Secretaria de Desenvolvimento Social (Semdes), por exemplo, mantém dois abrigos provisórios voltados à população em situação de rua durante a pandemia. As equipes vêm fazendo ainda o monitoramento dos pontos de concentração dessas pessoas, com distribuição de máscaras e oferta de almoço no Centro POP Adulto.

As Instituições de Longa Permanência (ILPs), que são os abrigos para idosos, também têm recebido atenção da Prefeitura, por meio da Semdes, com o fornecimento de proteínas para alimentação saudável e regular dos acolhidos, em um investimento de R$ 520.950,00.

Estudo remoto é garantido a cerca de 45 mil alunos

Educação na pandemia – Com uma clientela de cerca de 45 mil estudantes e suas famílias, a Secretaria Municipal de Educação (Smed) também desenvolve ações para prevenir e evitar o contágio e para mitigar os efeitos da pandemia, como a distribuição de kits da alimentação, já tendo cumprido a entrega da primeira etapa de 2021.

E isso sem descuidar da missão principal do setor: o ensino. A plataforma de estudo remoto, que está completando um ano de funcionamento, retomou suas atividades do ano letivo de 2021 no mês de fevereiro. O objetivo é garantir o processo de ensino-aprendizagem aos alunos durante a suspensão das aulas presenciais. Aos estudantes que não têm acesso à internet, são fornecidas atividades impressas.

A Secretaria Municipal de Educação também está trabalhando nas adequações nas escolas – a exemplo de aberturas de janelas nas salas de aula e instalação de pias – a fim de evitar a propagação da Covid-19 quando houver o retorno das aulas, que ainda não tem data prevista.

Sanitização de áreas de grande fluxo de pessoas

Demais ações integradas – Enquanto isso, a Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Sesep) prossegue no trabalho de sanitização de áreas de grande fluxo de pessoas, como entrada de bancos e hospitais, além da distribuição de máscaras para comerciantes das feiras livres dos bairros Vila América, Urbis VI e Alto Maron, além do mercado Municipal do Bairro Brasil e Ceasa, na sede, e as feiras dos distritos de Bate Pé e José Gonçalves. A higienização de feiras também está na programação rotineira da Secretaria, cuja atuação neste período de pandemia inclui a fiscalização de estabelecimentos quanto ao cumprimento das restrições decretadas pelo Município e pelo Governo do Estado.

E para os servidores municipais que voltaram a exercer seu trabalho nas repartições, a Secretaria de Administração (Semad) tem dado orientações sobre o autocuidado e ofertado atendimento e acompanhamento da médica do trabalho aos servidores que são grupo de risco. Também é disponibilizado atendimento psicológico e psiquiátrico como suporte emocional e mental, com realização de whorkshops virtuais com temáticas de saúde. Nos ambientes de trabalho, foi realizada a demarcação dos espaços físicos de atendimento ao público, seguindo o distanciamento e a organização dos assentos e é fornecido álcool em gel. Como forma de tornar ainda mais efetivo o controle, a Semad abriu licitação para aquisição de barreiras físicas.

Todas essas ações têm sido informadas à população pelos canais oficiais da Prefeitura, a exemplo do site, da página “Vacina Conquista” e dos perfis nas redes sociais. Todos os dias, a Secretaria de Comunicação (Secom) lança boletins epidemiológicos para atualizar os cidadãos sobre o quadro de pessoas infectadas na cidade, além do vacinômetro, atualizado regularmente. Mais de 60 matérias foram publicadas, nos últimos 100 dias, apenas para informar e orientar os conquistenses quanto às ações de vacinação.

Os comentários estão encerrados.