Conselho de Segurança de Conquista busca a implantação de um espaço para acolher adolescentes infratores

0

Publicado por Editor | Colocado em Segurança | Data: 18 jan 2017

Tags:, , , ,

Da Redação

Foto: Ascom Câmara

Nessa terça-feira (17), uma reunião entre o presidente da Câmara de Vitória da Conquista, Hermínio Oliveira (PPS), e o presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública da Indústria, Comércio e Entidades Afins da cidade (Conseg), Célio Barbosa, e o secretário da entidade, Marcelo Moreira, teve como principal ponto de pauta a adaptação da Escola Arthur Seixas, no bairro Jurema, para se tornar um Pronto Atendimento (PA) de acolhimento de adolescentes infratores.

O PA é o responsável por realizar o atendimento inicial dos adolescentes aos quais se atribuem a autoria de atos infracionais. Segundo a direção do Conseg, a implantação do Pronto Atendimento se faz necessário, já que  Conquista não possui espaço adequado para internamento, nem mesmo passagem provisória de adolescentes infratores.

A implantação desse local seria uma ação paliativa enquanto o município não é contemplado por uma Comunidade de Atendimento Socioeducativo (Case), espaços onde adolescentes acusados de ato infracional cumprem a medida socioeducativa de internação e aguardam a decisão judicial em internação provisória.

A autorização da licitação para a construção da Case de Vitória da Conquista foi dada há quase um ano, em 29 de janeiro de 2016, pelo governador Rui Costa. Na época, a previsão era que o equipamento ficasse pronto entre 12 e 18 meses. Hoje, já não há previsão de data, já que a obra não saiu do papel.

Os comentários estão encerrados.